Terminou Ontem a Fase do ICL1

Até às 18 horas de ontem as escolas tiveram de proceder à Indicação dos Docentes com Ausência da Componente Lectiva.

Como apenas os docentes QA/QE podem ser indicados é natural que não existam muitas notificações para o ICL1. O mais certo é que continuem a ser os docentes do grupo 240 – Educação Visual e Tecnológica a serem indicados.

Alguém já foi notificado de que não tem o mínimo de 6 horas de componente lectiva atribuída?

De que grupos são?

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/terminou-ontem-a-fase-do-icl1/

61 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Tochaves on 29 de Julho de 2017 at 11:27
    • Responder

    Grupo 220- 1 Sem componente letiva

  1. Ed musical

    • Pedro on 29 de Julho de 2017 at 12:14
    • Responder

    530

    • Pedro on 29 de Julho de 2017 at 12:14
    • Responder

    530- Ed Tecnológica

    • Margarida Silva on 29 de Julho de 2017 at 12:41
    • Responder

    Fui indicada Horário zero 250 ed musical na minha escola
    Mas estou colocada noutra escola por MPD

    • Filomena Bruno on 29 de Julho de 2017 at 13:19
    • Responder

    Estou sem componente letiva Grupo 110
    – Castelo de Vide, com 27 anos de serviço!

      • Nuno Barata on 29 de Julho de 2017 at 13:53
      • Responder

      Não me admira. Está no distrito mais desertificado do país. Na minha zona (Leiria) já era quadro de agrupamento há pelo menos 10 anos. Como na mobilidade interna vai concorrer na 1ª prioridade pode ser que fique perto. Não será difícil arranjar horário em Portalegre. Ou pode ser que a repesquem.

        • Filomena Bruno on 29 de Julho de 2017 at 19:13
        • Responder

        Ñ vou ser repescada! Deram as 6h a outra colega! Somos todos QA e eu sou a mais nova! Ñ interessa quem tem perfil p ser professor! E depois há sempre outros”interesses”! É bom mudar! Tenho esperança de apanhar Portalegre p continuar a evoluir e a aprender!

          • Orquidea Selvagem on 29 de Julho de 2017 at 21:14

          É uma tristeza sermos um mero número. Eu sou doente oncológica e o ano passado a minha “querida” direção lixou-se em mim e não me arranjaram 6 horas, depois de 18 anos naquela escola! Este ano já aprendi e pedi MPD.

    • Simões on 29 de Julho de 2017 at 13:46
    • Responder

    Arlindo, achas que horários completos do 240, aparecerão este ano para CI, ou é de todo impossível?

    • Natalia Carvalho on 29 de Julho de 2017 at 13:57
    • Responder

    Grupo 240 – sem componente letiva

      • Simões on 30 de Julho de 2017 at 10:27
      • Responder

      Olá. Bom dia. És de que qzp? ou QA?

        • Natalia Carvalho on 30 de Julho de 2017 at 12:04
        • Responder

        Sou QA! 5anos em mobilidade! A minha escola de provimento é Paredes distrito do Porto

          • Natalia Carvalho on 30 de Julho de 2017 at 12:06

          Tenho 20 anos de serviço

      • Valha-me Deus on 31 de Julho de 2017 at 21:45
      • Responder

      vai limpar escadas de prédios para dares valor a quem realmente trabalha.

      esse grupo 240 era o das “parelhas pedagógicas” – davam aulas dois professores dentro da sala de aulas….era uma festa

      deviam ser mandados para o Quadro de Disponíveis e serem colocados na rua

      os CONTRIBUINTES não tem que pagar impostos para sustentar emprego fictício…

        • Natalia Carvalho on 1 de Agosto de 2017 at 0:45
        • Responder

        Já limpei mais escadas do que você pode imaginar!

        • Posso ajudar on 1 de Agosto de 2017 at 10:30
        • Responder

        Está frustrado com a sua vida.
        Sou psicóloga, se precisar de conversar com alguém, estou disponivel a ajudar.
        Não descarregue nos outros as suas frustações. Para se falar de alguma coisa, tem de saber o mínimo, e não insultar os outros.

    • Comentador Residente on 29 de Julho de 2017 at 15:12
    • Responder

    .
    Isto dos Horários Zero tem um significado bastante importante e que se resume da seguinte forma: HÁ PROFESSORES A MAIS NO SISTEMA.

    Quem paga este excesso de Professores são os CONTRIBUINTES através dos IMPOSTOS.

    É Inadmissível que se fale de VINCULAÇÕES EXTRAORDINÁRIAS quando todo o mundo sabe que as Taxas de Natalidade baixaram drasticamente e que a Emigração continua a fazer-se sentir.

    Só mesmo o (DES)GOVERNO do Chamuscado pode insistir (á semelhança de SÓCRATES) em levar o País de novo para mais um RESGATE do FMI e da UE.

    Vergonhoso.
    .

      • Comentador Residente on 29 de Julho de 2017 at 15:15
      • Responder

      .
      Vamos lá analisar estes indicadores económicos (a fonte é a PORDATA)

      Divida Pública Portuguesa (em valor absoluto)

      2009 = 146,7 Mil Milhões de Euros
      2010 = 173,1 Mil Milhões de Euros
      2011 = 196,2 Mil Milhões de Euros
      2012 = 212,6 Mil Milhões de Euros
      2013 = 219,7 Mil Milhões de Euros
      2014 = 226,0 Mil Milhões de Euros
      2015 = 231,6 Mil Milhões de Euros
      2016 = 241,1 Mil Milhões de Euros

      Produto Interno Bruto (PIB) Português ( em valor absoluto) – Riqueza gerada pelo país durante um ano

      2009 = 175,4 Mil Milhões de Euros
      2010 = 179,9 Mil Milhões de Euros
      2011 = 176,2 Mil Milhões de Euros
      2012 = 168,4 Mil Milhões de Euros
      2013 = 170,3 Mil Milhões de Euros
      2014 = 173,0 Mil Milhões de Euros
      2015 = 179,5 Mil Milhões de Euros
      2016 = 184.9 Mil Milhões de Euros

      QUE TAL???????? Porreiro Pá…………….

      Face a isto que dizer dos PROFESSORES EXCEDENTÁRIOS e da VINCULAÇÃO EXTRAORDINÁRIA?
      .

        • Contribuinte Indignado on 29 de Julho de 2017 at 15:18
        • Responder

        .
        Falta acrescentar a Divida Privada (empresas+famílias)

        Ou seja, a dívida total de Portugal em Maio de 2016 era de 700 MIL MILHÕES DE EUROS.

        Sendo o PIB (Dezembro de 2015) português cerca de 179.409.600.000 euros, a dívida total de Portugal equivale a 390,7% do PIB. Isto é, em números redondos, a dívida nacional equivale a cerca de 4 vezes aquilo que o país produz num ano.

        Há mais algumas conclusões interessantes:

        – A Dívida Pública (42,3% da dívida total) tem vindo a crescer todos os anos, valendo em Maio de 2016 um pouco mais de 296 mil milhões de euros, ou seja, 165,2,% do PIB;
        – A dívida das empresas privadas (37,2% da dívida total) tem vindo a descer, valendo em Maio de 2016 cerca de 260 mil milhões de euros, ou seja, 145,1,% do PIB;
        – A dívida dos particulares (20,5% da dívida total), que inclui as famílias essencialmente, também tem vindo a descer, representando cerca de 144 mil milhões de euros o que equivale a 80,4% do PIB.

        É uma DIVIDA GIGANTESCA

        https://eco.pt/2016/10/20/quanto-deve-a-economia-portuguesa-7196-mil-milhoes-fora-os-bancos/
        .

          • Santa Casa on 29 de Julho de 2017 at 21:39

          .
          O Ministério da Educação passou a ser a Santa Casa da Misericórdia.

          Professores com horários de 6 HORAS a ganharem o Salário completo.

          Portugal no seu Melhor.
          .

          • anónimo on 30 de Julho de 2017 at 11:42

          6 horas letivas (sublinho: letivas). Sabe o que isso quer dizer? Sabe ao menos como é construido o horário de trabalho de um professor? Ou não lhe interessa saber? Sabe como é composto um horário de trabalho de um professor em Portugal e, por comparação, em França? Sabe? Ou não quer saber? Acho que sinceramente não quer saber. Só deseja spinar… à custa do esforço alheio. Vá dar banho ao cão que está a precisar.

          • Santa Casa on 31 de Julho de 2017 at 21:41

          achas muito?…6 horas lectivas é muito??????

          andam os contribuintes a pagar impostos para esta tropa não fazer nada.

          e recebem o salário como dessem 22 Horas Lectivas

          é preciso muita desfaçatez

    • Isabel Pires on 29 de Julho de 2017 at 16:04
    • Responder

    Infelizmente, componente letiva – 430, os PQND, mais uma vez lixados e os sindicatos …

    • João Paulo on 29 de Julho de 2017 at 16:12
    • Responder

    530 Educação Tecnológica, sem componente lectiva há uma série de anos seguidos

    • Leonor Paulo on 29 de Julho de 2017 at 16:14
    • Responder

    530 – recebi ontem a comunicação – horário zero.
    Quando leio/ouço que há professores a mais no sistema fico pasmada de indignação.
    Curiosamente, só há professores a mais nas disciplinas cuja carga horária não existe porque as escolas não a facultam e nas disciplinas cuja carga horária foi reduzida para apenas 2/3 tempos por semana nos últimos anos. Pois nas disciplinas cuja carga horária é de 6/7 tempos por semana não há excesso de professores.
    Estamos a criar um pais de “letrados” e matemáticos com tantas horas lectivas de português e matemática, mas medíocres, pois o insucesso nestas disciplinas aumenta numa relação directamente proporcional à carga horária. Lamento profundamente pelas crianças e jovens deste pais, incluindo os meus filhos pois queiram que não queiram têm de seguir português ou matemática – é isso que lhes impõem.

    • João Paulo on 29 de Julho de 2017 at 16:21
    • Responder

    530 – sem componente letiva há uma série de anos. Fui retirado da lista de professores que pediram a rescisão por mútuo acordo por considerarem que ainda faço falta ao sistema…. qual? de quem?

    • Helena Ribeiro on 29 de Julho de 2017 at 19:02
    • Responder

    Eu, do grupo 520.

    • Manuel Terrível on 29 de Julho de 2017 at 19:30
    • Responder

    Já é tempo de se reverem as colocações da MPD, há anos que se sabe o que se passa e nada se faz. E não me venham falar em denúncias, já o fiz e ainda fui gozado. Quem quiser que denuncie. Não necessito da MPD, tenho o meu lugar, concordo com a existência da MPD para quem dela necessita.Trabalho com uma colega que tentou obter este ano a MPD porque não pode de todo conduzir e o médico recusou-se a preencher a papelada porque a doença dela não se enquadra na lista. Outra colega tem uma doença incapacitante que a impede de se locomover e farta-se de rir quando lhe perguntam quando irá fazer a próxima caminhada. Outra ainda está colocada a 10 Km de casa e acha que está muito longe. Revoltante!!!

      • IGEC on 29 de Julho de 2017 at 19:52
      • Responder

      .
      Enquanto não existir uma fiscalização forte e eficaz sobre os meninos(as) que pedem MPD e penalizações agravadas para os vigaristas isto é uma bandalheira.

      Quando existe bandalheira apanha o justo pelo pecador.

      Mas o Tiago Cagão Rodrigues está atento ou não fosse ele um xuxalista com cartão e tudo.
      .

        • Orquidea Selvagem on 29 de Julho de 2017 at 21:19
        • Responder

        Eu concorri pela primeira vez em 9 anos à MPD e acho lamentável que ponham todos os docentes no mesmo saco. Nem todos somos mentirosos. Quem quiser a minha doença oncológica e os problemas que daí adivieram ,eu ofereço-os e de graça!!!
        Quem quiser ver os meus papéis, eu mostros! Espero que quem faz comentários deste tipo, nunca tenha uma doença destas

          • IGEC on 29 de Julho de 2017 at 21:37

          .
          Cara Orquídea

          lamento profundamente a sua situação mas CONHEÇO muitos vigaristas infelizmente.

          Mas não devemos esquecer que este é um País de Chicos e de Chicas- espertas.

          Há um grande ditado que diz o seguinte “QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME”.

          Sou apologista de uma RIGOROSA FISCALIZAÇÃO ás MPD
          .

          • Orquidea Selvagem on 1 de Agosto de 2017 at 18:58

          Concordo inteiramente consigo. Infelizmente a minha doença é bem real. Tenho que ir ao hospital de 3 em 3 semanas. Todas as pessoas com MPD deviam de ser chamados a junta médica para que pudessem provar de facto que têm um problema. Tem toda a razão quando diz que vivemos num país de Chicos Espertos

          • Manuel Terrível on 29 de Julho de 2017 at 22:36

          Cara colega, como já referi, concordo plenamente com esta forma de mobilidade e espero sinceramente que tudo corra bem consigo. No entanto, parece que este ano a bandalheira ainda é maior e bastaria uma pequenina fiscalização para detectar inúmeros casos de MPD`s deferidas que nunca o deveriam ter sido. Continuo sem compreender como é que o MEC deixa esta situação arrastar-se ano após ano, sem que haja a introdução de mecanismos que regulem o pedido da MPD. Porque não concorrer a três ou quatro escolas, por exemplo, como já aconteceu anteriormente? Na minha escola tenho colegas cuja mobilidade é altamente discutível, no entanto, há mais de uma década que dela usufruem, sempre na mesma escola que já consideram “sua”.

    • Sandra Marques on 29 de Julho de 2017 at 21:27
    • Responder

    Grupo 110 e fui avisada às 20h de sexta-feira!

      • Joana on 31 de Julho de 2017 at 21:38
      • Responder

      vai para “ajudante de cozinha” com um salário de 575 euros para saberes dar valor a quem realmente trabalha

    • Sonia Oliveira on 29 de Julho de 2017 at 21:50
    • Responder

    Boa noite, Arlindo! Acha que haverá muitos horários 0 no grupo 330? Obrigada

    • João Paulo on 29 de Julho de 2017 at 22:18
    • Responder

    Pela terceira vez a tentar comentar!
    530 sem componente lectiva há vários anos

    • Cláudia Rodrigues on 29 de Julho de 2017 at 22:24
    • Responder

    Sem componente letiva – grupo 110

      • Joana on 31 de Julho de 2017 at 21:37
      • Responder

      vai limpar escadas que também é um trabalho digno

  2. Para o pessoal do 530, perguntem ao pessoal que sai desse grupo lotado e entra no 110, nos 900s e afins. Perguntem qual é o caminho mais curto e rápido!

    Há aqui gente que sabe muito disso e parece que este é o melhor local para esta questão que vale ouro: Como ganhar a vida nesta profissão contornando tudo e todos…

      • Nuno Couto on 30 de Julho de 2017 at 21:52
      • Responder

      Pondo fita-cola?

    • Pedro on 30 de Julho de 2017 at 7:07
    • Responder

    Sou QE/QA do 240 e nos ultimos anos tenho trabalhado no 1 ciclo. Este ano pela primeira vez estou sem horario. O que me pode acontecer?

    • Pedro on 30 de Julho de 2017 at 7:17
    • Responder

    …e fui notificado às 17.45 de sexta feira…

    • vicjoaq on 30 de Julho de 2017 at 10:47
    • Responder

    Fiz a aceitação de colocação no interno pelo 110. Na 5ª feira recebi a notificação de sem componente letiva. Será isto possível?

      • Carla on 30 de Julho de 2017 at 11:53
      • Responder

      Estou na mesma situação e sei de mais casos. Tem alguma ideia do que devemos fazer? Será legal? Correto não e.

        • vicjoaq on 30 de Julho de 2017 at 23:10
        • Responder

        Também não sei. Amanhã vou ao sindicato colocar a questão. Seria bom juntarmos mais colegas caso tenhamos que reclamar talvez com a DGAE. Colocar um post aqui no blog do Arlindo seria boa ideia para recolhermos mais opiniões.

          • Carla on 31 de Julho de 2017 at 19:40

          Eu enviei a exposição da situação à dgeste, estou a pensar apresentar queixa ao provedor de justiça. Somos obrigados a aceitar uma falsa colocação, começo a achar que não é tão inocente este erro. Não sei como contactar o Arlindo, com o post podiam aparecer mais pessoas.

          • vicjoaq on 31 de Julho de 2017 at 21:20

          Em termos imediatos é capaz de não ser mau porque como concorremos na 1ª prioridade, à frente de todos, podemos ficar perto de casa. Mas no futuro e com as novas colocações do externo, os quadros começam a ficar completos e podemos ficar numa situação complicada. Agora, convém concentrarmo-nos na MI pq podemos ser despedidos. Mais à frente penso que tb vou fazer uma exposição à DGAE. Quando souberes a resposta informa-me. Em relação ao post, podes utilizar a exposição e colocar no site, ele vai analisar e depois publica. Julgo que é assim que funciona.

          • Carla on 1 de Agosto de 2017 at 0:19

          É mesmo o futuro a questão. No meu grupo não conto entrar em novo QE na próxima década e se esta vaga fosse fechada já terei entrado numa escola com horário efetivo.

          • vicjoaq on 1 de Agosto de 2017 at 1:39

          Pois, o problema é esse. Muitos daqueles que estavam atrás de nós, com menos graduação, acabaram por ficar colocados com componente letiva. Se voltarmos às políticas do anterior governo com as requalificações, fica um bocado complicado para nós. Não m parece q os outros estejam mt preocupados com isto. Pelas opiniões q vou recolhendo de colegas, como podemos concorrer à MI em 1ª prioridade, a coisa fica resolvida, até pq podemos ficar mais próximo de casa, melhor. Enfim, o imediatismo em troca da segurança e estabilidade profissional. Julgo que é o reflexo de toda esta confusão em que vivemos.

          • vicjoaq on 3 de Agosto de 2017 at 22:11

          Boa noite Carla. Já tens alguma resposta da DGAE? Podes deixar um contacto, e-mail p.e., para podermos trocar informações?

    • Letícia Dumond on 30 de Julho de 2017 at 18:08
    • Responder

    37 anos de serviço, grupo 240, avisada por email fora de horas

      • Letícia Dumond on 31 de Julho de 2017 at 13:41
      • Responder

      Recebi hoje por escrito e pelo correio.Ainda vai a tempo!

        • is110 on 31 de Julho de 2017 at 21:35
        • Responder

        Essa tropa do 240 devia era ir para o Quadro dos Disponíveis. Não tem razão de existir….eram aqueles da “parelha pedagógica” (davam aulas aos pares – em duplicado)

        Agora os CONTRIBUINTES pagam a esta tropa para não fazerem nada.

          • vicjoaq on 31 de Julho de 2017 at 22:06

          Isto é um fórum para professores e não para criadores de gado.

          • is110 on 31 de Julho de 2017 at 22:11

          és do 240 ?….aquele grupo da “parelha pedagógica e/ou par pidagogicu” ????

          • vicjoaq on 31 de Julho de 2017 at 22:59

          Não penso que seja uma forma mt correta de falar de colegas de profissão. Se trabalhavam em par não era por culpa deles. Se ficaram em par tb não e s assim continuaram durante mts anos tb não. Não deves saber mas esse par pedagógico é proveniente da junção entre as disciplinas de Desenho e Trabalhos Manuais. O sistema continuou a recrutar professores durante mt tempo para completar o par, s calhar ñ devia. Será culpa deles?

          • is110 on 31 de Julho de 2017 at 23:26

          é assim que o País está na MISÉRIA e com uma DIVIDA PUBLICA astronómica

          é assim que se esbanja o dinheiro dos CONTRIBUINTES…

          quem dá no duro diariamente sabe o que custa a vida.

          • vicjoaq on 1 de Agosto de 2017 at 1:10

          E os outros professores não têm o direito de ter o mesmo emprego que você. Quem é você para se achar melhor que os outros ou que o seu grupo é melhor que os outros. Deve ser algum Deus da pedagogia. Concerteza não está a par da evolução do rendimento escolar dos alunos portugueses. Ou quer equiparar-se com os países do 3º mundo. Lá não há 240’s. Os professores portugueses não ganham mais nem são em maior quantidade que qualquer país desenvolvido. Já percebemos que você não é professor e tem uma leve apetência por fatos e gravatas que tiram cursos por baixo da mesa e está contra quem com uma licenciatura ganha o salário mínimo da maior parte dos países europeus.

          • Letícia Dumond on 1 de Agosto de 2017 at 0:13

          Pena que nem em par pedagógico seja apto para dar aulas is110. Tente estudar um pouquinho pode ser que ainda consiga ao menos sentar perto de um profissional desses. Estude. Não será um daqueles que vive à custa dos tais contribuintes que davam aulas aos pares e que continuam a trabalhar para o poder sustentar? estou em crer que sim. Passe bem e tome Gaviscon

Responder a Nuno Couto Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: