Fórum TSF de 24 de Maio – Professores precários

Fórum TSF: Professores precários

 

 

Faz sentido que o Governo deixe de fora mais de metade dos professores que cumprem os critérios para a entrada nos quadros? As especificidades da educação exigem um elevado número de precários?

 

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/05/forum-tsf-de-24-de-maio-professores-precarios/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • joão on 25 de Maio de 2017 at 17:16
    • Responder

    os critérios foi o Ministério que decidiu, decidiu por 12 anos, como podia ter sido 15,16,7 ou 9 anos, qual foi o fundamento de ser 12 anos e não outro ano? segundo a lei e orientações da união europeia fala em 3 contratos, já agora o porque de não ser a graduação

    1. E será que estes docentes nunca receberam subsídios por caducidade? É que para beneficiar de uma norma que implica CONTRATOS SUCESSIVOS, não pode ter havido lugar a caducidade de contrato? Em todas as empresas por essa Europa fora é assim que funciona, se o contratado aceita o subsídio, concorda com a indemnização por ter caducado o contrato. É giro ver o PCP, o BE, a FENPROF e o MEC fingirem que disto nada sabem, esta situação tem que ser denunciada, 13 anos congelado, subsídios de natal e de férias cortados para agora se andar a brincar aos concursos sem lei de contratados que durante a crise continuaram a receber indemnização?
      Devolvam o dinheiro que receberam durante os 12 anos para colocarem os colegas de quadro nos escalões em que deveriam estar, com retroactivos, se há tanto dinheiro não pode ir sempre para os mesmos, os que menos arriscaram e ficaram em contrato, muitas vezes por opção, não por falta de vagas. Vamos acabar como o Brasil e a Argentina com esta espécie de políticos e sindicalistas que nos calhou. Falta gente séria nestas duas profissões, falta o protesto da maioria, dos que vincularam antes dos concursos externos-extraordinários e que agora são prejudicados. O tiro do António Costa vai sair-lhe pela culatra, os que vinculou pela porta do cavalo são muito menos que os que são prejudicados pelo concurso.

        • Hernani Costa on 25 de Maio de 2017 at 18:33
        • Responder

        O seu comentário parte de uma premissa errada (e nem falo moralmente!)
        Para si entao é mais importante ter um aumento do que TER EMPREGO?
        para mim sao as duas importantes.

      1. Dá para ver o que lhe interessa é dinheiro e emprego e não trabalho, deve preocupar-se muito com a escola e alunos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: