Os professores também têm esta necessidade… de ir…

 

Meu cantinho mágico, morada de sonhos, leito de recordações.
Como é bom estar aqui deitada na areia, sob o sol da tarde. A brisa primaveril, refresca o meu rosto e parece querer fazer cócegas nos pés desnudados . Sinto-a atrevida subindo pelos tornozelos roubando espaço ao vazio das calças largas.
Venho visitá-lo mas ele ignora-me. Continua a sua labuta contra as rochas, quebrando a constância do azul que se estende até ao horizonte e que se encontra com a minha terra mãe.
Fecho os olhos. Hoje entrego-me à sua melodia forte mas relaxante e desligo-me das coisas da vida que nos perturbam o equilíbrio.
Um sentimento de gratidão apodera-se de mim…Sinto-me privilegiada por poder usufruir das sensações que este lugar me oferece.
De repente pareço estar junto a uma fonte. Elevo o corpo em busca do som. Uma onda atrevera-se a descansar sobre a rocha que não conteve a sua energia e a água deslizava por entre o basalto irregular procurando um lugar para a acolher. E aquele som doce encheu-me de paz…
Que bom…
Como gosto deste cantinho mágico!!

 

Graça Costa

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2017/04/os-professores-tambem-tem-esta-necessidade-de-ir/

1 comentário

    • João Valério Jacinto on 18 de Abril de 2017 at 0:59
    • Responder

    Na ampla diversidade das circunstâncias,quase que sempre encontramos e reencontramos com a exclusividade das situações. E o ambiente sempre é o grande diferencial,pode seduzir ou frustrar o estar da boa alma. Dai sempre surgem as apaixonantes das histórias,e por entre as sensações de saudosismo ou de magoa,o apreço pela preciosidade dos https://uploads.disquscdn.com/images/d61323dce79dc38f2a087b7dd676fb00337b22150f54d2525bb1a5e5c9762fc6.jpg momentos,é sempre nosso grande desafio.

Responder a João Valério Jacinto Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: