18 de Janeiro de 2017 archive

Apuradas 2959 Vagas na Vinculação Extraordinária

Até ao fim do dia de hoje já consigo apurar 2959 vagas para o concurso da vinculação extraordinária.

As vagas de QZP poderão ser as constantes no quadro seguinte.

E é escusado andarem a apagar os dados do formulário, como o fizeram hoje pelas 18:27, porque posso sempre reverter as alterações que façam.

Logo que atinja as 3 mil vagas o Davide Martins produzirá nova lista colorida com estes dados. Assim poder-se-a novamente ver como as regras para esta vinculação deturpa a graduação profissional dos candidatos.

Se têm mais de 4014 dias de serviço em 31/08/2015 e têm em 2016/2017 horário anual e completo verifiquem se as vossas colocações desde 2011/12 estão todas assinaladas. Para entrarem no formulário cliquem aqui.

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/01/apuradas-2959-vagas-na-vinculacao-extraordinaria/

Vinculação Extraordinária abrange mais de 3000…

O ministério continua a seguir o blogue, mas como ainda não temos os números finais não podem avançar um número definitivo…

O ME informou, hoje, os sindicatos que a última proposta de vinculação extraordinária abrange mais de 3.000 professores, um número bastante diferente daquele que as anteriores versões apontavam, 4.000. Ou seja, esta ultima versão veio diminuir o número de potenciais novos vinculados. A introdução da exigência de este ano letivo, os docentes, estarem colocados num horário completo e anual veio fazer o jeito ao MF e reduzir os gastos…

Os números requeridos relativos à abertura de vagas de Q.A. ainda não foram divulgados pelo ME. (Devem estar à espera do Arlindo)

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/01/vinculacao-extraordinaria-abrange-mais-de-3000/

Negociação suplementar com o ME

A FNE já requereu negociação suplementar, o SIPE se não o fez anunciou-o no dia 13 de janeiro, a Fenprof decide amanhã, mas é de esperar que siga a mesma estratégia.

 

FNE pediu negociação suplementar

A Federação Nacional de Educação enviou esta quarta-feira ao Ministério da Educação o pedido de negociação suplementar relativo ao processo de revisão do regime de concursos de professores.

A Federação Nacional de Educação (FNE) considera que a última proposta apresentada pelo Ministério da Educação (ME), na semana passada, ainda se afasta mais das “pretensões da Federação” e acrescenta mais fatores de injustiça na vinculação dos docentes contratados, por isso, espera conseguir introduzir alterações ao projeto durante as negociações suplementares.

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/01/negociacao-suplementar-com-o-me/

Professores negam receber viagens e brindes de editoras

(…) Os professores recebem ou não brindes das editoras de manuais escolares? A denúncia foi feita esta semana em duas reportagens televisivas, da RTP e da TVI. As suspeitas estão gerar uma forte contestação entre os docentes. Ao i, o gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues reiterou a confiança nos professores. Ainda assim, a tutela diz que, havendo casos que “possam configurar algum tipo de irregularidade”, serão remetidos à Inspeção-Geral da Educação.

Em causa está a alegada oferta de livros, computadores e brindes por parte das editoras aos professores de forma que sejam escolhidos os seus manuais escolares. Os vários professores contactados pelo i garantem que em largos anos de carreira “nunca” ouviram falar em situações semelhantes e “não têm conhecimento” de nenhum caso. Também as dezenas de docentes que deixaram comentários nas páginas do Facebook das duas estações televisivas alegam que a prática não existe. 

No caso da RTP, a investigação do programa “Sexta às Nove” refere que as editoras oferecem “brindes” e manuais escolares de que os professores “precisam para os filhos”. Já a TVI adianta que as editoras oferecem às escolas “quadros interativos, computadores e até equipamentos de suporte de vida”.

Já em agosto do ano passado, o “Correio da Manhã” tinha levantado a suspeita de que professores recebiam iPads e máquinas fotográficas durante o processo de seleção dos manuais escolares. “Em 30 anos de carreira, nunca ouvi coisa semelhante. Não conheço nenhum caso”, garantiu ao i o presidente do Conselho de Escolas, José Eduardo Lemos. Resposta idêntica foi dada pelo secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, pelo secretário-geral da Federação Nacional da Educação, João Dias da Silva, e pelo presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares, Manuel Pereira.  (…)”

 

Quanto a este assunto saliento os seguintes artigos do Paulo Guinote:

 

Saliento ainda a (excelente) prestação do  Paulo Guinote no Sexta às 11 da RTP3.

 

Obrigado Paulo, mas, acho que os professores estão todos a dormir…noutros tempos…

 

https://www.youtube.com/watch?v=FyWapOhx-K4&feature=youtu.be

 

 

 

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/01/professores-negam-receber-viagens-e-brindes-de-editoras/

As Alterações Que Considero Positivas na Proposta do Diploma de Concursos

Não existem muitas mudanças positivas no que respeita ao actual diploma de concursos.

Saliento aquelas que tiveram evolução positiva:

  • A inclusão no aviso de abertura de concursos de um calendário indicativo das várias fases dos concursos;
  • A eliminação dos limites (mínimos e máximos) para a manifestação de preferências;
  • A possibilidade do regresso à Reserva de Recrutamento dos docentes colocados em Contratação de Escola e que terminem o seu contrato;
  • A impossibilidade de renovação de contrato nos anos em que ocorra concurso interno;

 

E pouco mais existe.

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/01/as-alteracoes-que-considero-positivas-na-proposta-do-diploma-de-concursos/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: