7 de Outubro de 2015 archive

Não É Drama Nenhum Para os Alunos

… uma reprovação no percurso escolar.

Para mim também não foi, antes pelo contrário.

 

Maioria dos alunos do básico reprova

 

Apenas 42% dos alunos que passaram nos exames de matemática e de português do 9.º não reprovaram no 7.º e 8.º ano. Ou seja, são 58% os alunos que ficaram retidos ou desistiram no 7º ou 8º ano ou então reprovaram nos exames do 9.º ano.

 

Maioria dos alunos reprova pelo menos uma vez no 3.º ciclo

 

A maioria dos alunos portugueses reprova durante o 3.º ciclo ou tem, pelo menos, negativa a um dos dois exames nacionais do 9.º ano, segundo dados do Ministério da Educação. Os números constam do portal Infoescolas e revelam que 54.520 alunos tiveram um percalço.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/nao-e-drama-nenhum-para-os-alunos/

… E Agora – Só Para Os Velhadas Que Percebem Disto

 

Fafe

 

Disclaimer: puf, nh-nhé-coiso.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/e-agora-so-para-os-velhadas-que-percebem-disto/

Dos Estudos Martelados Para Justificar Mais Cortes

(…) A Fenprof considera que os dados apresentados no relatório são enviesados, desde logo por terem em conta uma comparação com o PIB e não com o indicador Paridade do Poder de Compra.

A estrutura sindical entende ainda que os dados não refletem a realidade por não terem em conta os cortes salariais em vigor desde 2011, por ignorarem que os professores estão impedidos de alcançar o topo da carreira e os congelamentos das progressões, e por não contabilizarem os impostos a retirar ao vencimento bruto.

“Num momento em que o governo (atual ou futuro) se prepara para avançar com uma Tabela Remuneratória Única (TRU) para toda a Administração Pública, pela qual pretende impor a desvalorização das carreiras de diversos corpos especiais, incluindo os docentes, a manipulação destes dados é, para si, de toda a conveniência. Falta saber se as condições políticas criadas após as eleições de 04 de outubro permitirão concretizar essa intenção. A Fenprof tudo fará, com os professores, para a contrariar” (…)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/dos-estudos-martelados-para-justificar-mais-cortes/

E Não Deixa Saudades

Nuno Crato diz que a sua passagem pela política é “passageira”

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/e-nao-deixa-saudades/

A Estória Não Se Repete

porque desde Euclides e detractores não se divide por zero, prometo.

Fafe

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/a-estoria-nao-se-repete/

Falta a Conquista do Título

“Professores Recrutados em Concurso Nacional”

 

 

Os médicos parece que já conseguiram ter concursos nacionais em vez de regionais e/ou locais.

 

médicos

Jornal de Notícias (07/10/2015)

 

Para os Enfermeiros já decorrem também esses concursos NACIONAIS.

 

Concurso Nacional para 774 Enfermeiros para as ARS’s: Perguntas Frequentes – Atualização de 06/10/2015

 

 

Será difícil o MEC perceber que os concursos locais apenas atrasam as colocações dos docentes?

E quem ganha com esse atraso de colocações?

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/falta-a-conquista-do-titulo/

64% dos Docentes Colocados em BCE Têm Menos de 5 Anos de Serviço

E a análise dos quadros seguintes demonstram isso.

O primeiro quadro refere-se ao tempo de serviço a 31/08/2014 dos docentes que de acordo com as listas das reservas de recrutamento foram retirados por colocação em Bolsa de Contratação de Escola e/ou Contratação de escola até à reserva de recrutamento 4.

O segundo quadro analisa o tempo de serviço até 31/08/2014 dos docentes colocados na Contratação Inicial/Renovação e Reservas de Recrutamento até à Reserva de Recrutamento 4.

Como se verifica no primeiro quadro a maioria dos docentes colocados em BCE têm menos de 5 anos de serviço o que contraria a teoria que para a BCE são colocados os docentes mais experientes. Este número representa pouco mais de 64% do total de docentes colocados.

No segundo quadro, apenas 269 docentes com menos de 5 anos de serviço foram colocados. Este número representa pouco mais de 3% dos docentes colocados.

 

E agora tire-se as conclusões que se entender.

Veja-se as estatísticas do 2º e 3º ciclo no novo portal do Inforescolas e compare-se os resultados das escolas TEIP e/ou com Autonomia com as restantes escolas para ver se essa “experiência” tem tido efeitos positivos na evolução dos resultados dos alunos.

 

NOTA: o quadro da BCE/CE não pode ser feito por grupo de recrutamento porque não existe informação oficial da DGAE em que grupo de recrutamento os docentes foram colocados.

 

Tempo de serviço CEBCE2

 

Tempo de serviço CIRENRR

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/64-dos-docentes-colocados-em-bce-tem-menos-de-5-anos-de-servico/

Mais um estudo… sobre avaliação!!!

“O estudo sugere algumas mudanças na avaliação dos alunos, como a introdução de mais testes ou exames intercalares, por ciclo de ensino, para poder aferir de forma mais fiável os progressos nos resultados escolares.”

Até era conveniente que se realizasse um exame por ano de escolaridade. Assim ficava tudo aferido de uma vez… Se não bastasse, um teste intermédio por período caia sempre bem…

O estudo será apresentado amanhã… por enquanto só temos resumos…

 

(clicar na imagem para ler noticia na integra “in Sol”)

Lapis

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/mais-um-estudo-sobre-avaliacao/

A escola promove ou não?…

Está disponível, a partir de hoje, uma nova ferramenta no Portal Infoescolas. Pode-se, agora saber se as escolas, públicas e privadas, estão ou não a promover o sucesso escolar no 2º e 3º ciclos… mais uma ferramenta muito útil de comparação do incomparável…

No 2º ciclo, pode-se observar a percentagem de alunos que não ficaram retidos no 5º ano e que obtêm positiva nos exames do 6.º ano.No caso dos alunos do 3º ciclo, é revelada a percentagem de alunos que obtêm sucesso nos exames do 9.º ano após um percurso sem retenções nos 7.º e 8.º anos.

Não entendo!… Como é que ainda ninguém se lembrou de fazer uma coisa destas para o Pré escolar???

 

(clique na imagem e verifique por si mesmo)

Infoescolas

 

Já agora… Porque é que o 1º ciclo não foi contemplado nestas “incomparações”?!!!

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/10/a-escola-promove-ou-nao/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: