adplus-dvertising
adplus-dvertising

5 de Setembro de 2015 archive

Parece Estar a Haver uma ICL3

Parece setar a haver uma ICL3 também para docentes que foram colocados por ausência de componente lectiva na Mobilidade Interna e que tendo agora componente lectiva na sua escola de provimento podem ser retirados novamente para a sua escola.

Se por um lado pode ser justo o procedimento porque afinal havia essa componente lectiva na escola, não deixa ao mesmo tempo de ser injusto pois as vagas foram ocupadas em concurso e nesse caso essa colocação poderia ter impedido outros docentes de ficar nesse horário colocados.

Lembro-me de o ano passado ter várias vezes referido que por concurso fui parar a uma escola mais longe do que a minha de provimento e nas semanas seguintes vários horários apareceram para o meu grupo de colocação. Todas estas situações são injustas quando o real apuramento das necessidades não acontecem ao mesmo tempo.

Possivelmente não faz sentido que um docente sem componente lectiva seja obrigado a sair da sua escola de provimento,  porque mais cedo ou mais tarde muito serviço lectivo existe na escola para a sua ocupação.

 

 

Olá, Arlindo.

Mais uma vez a chateá-lo. Apesar de ter sido colocado na MI, @ director@ da minha escola telefonou-me a dizer que tinha falado com o ministério e, como havia horas da minha disciplina, a perguntar se eu queria regressar (pois, segundo el@, teria de ser de acordo com o docente/comigo).

Isto tem sido de loucos. Mais uma vez, obrigado pela atenção e por todo este arrazoado… Abraço.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/09/parece-estar-a-haver-uma-icl3/

Só Duas Novas Docentes Neste Ano Lectivo

Só duas novas docentes neste ano letivo

 

 

Este ano só duas professoras em todo o País começam a dar aulas pela primeira vez.

 

Foram colocadas nos agrupamentos de Alcochete e Loures as duas únicas professoras do País que este ano começam a dar aulas pela primeira vez nas escolas públicas. São docentes de Inglês de 1º ciclo e de Espanhol e ficaram com horários de 8 horas/semana.

“Nunca pensei que fosse colocado alguém com zero dias de serviço. Conseguiram-no duas professoras, uma num grupo novo e outra no de Espanhol, que tem algumas carências, e só em horários incompletos”, afirmou ao CM Arlindo Ferreira, docente especialista em concursos que revelou a situação no seu blog. Depois de em 2014 se terem aposentado 1400 docentes, o facto de entrarem para a profissão só duas docentes saídas dos bancos das faculdades mostra que a renovação da classe não está a acontecer.

Formam-se por ano um milhar de professores, mas não conseguem exercer, o que aliás explica a sucessiva redução de vagas nos cursos de ensino. Dos 3782 professores a contrato que foram colocados no final de agosto, o tempo médio de serviço é de 13 anos. E na Bolsa de Contratação dificilmente serão colocados mais estreantes, diz Arlindo Ferreira. 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/09/so-duas-novas-docentes-neste-ano-lectivo/

59 anos na BCE (Parte II)

Não nos conta toda a história, mas conta mais do que isso… Conta-nos o que podemos esperar deste país daqui a uns anos… conta-nos o futuro de muitos…

Adriano

(Clicar na Imagem)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/09/59-anos-na-bce-parte-ii/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: