Junho 2015 archive

Formação Inicial dos Candidatos ao Concurso Externo

formacao

 

B ‐ Bacharelato

BFC ‐ Bacharelato + Formação Complementar

BFE ‐ Bacharelato + Formação Especializada

L ‐ Licenciatura

LFE ‐ Licenciatura + Formação Especializada

M ‐ Mestrado 2.º Ciclo do Processo de Bolonha

MFE ‐ Mestrado 2.ºciclo do Processo de Bolonha + Formação Especializada

O ‐ Outros

OFC ‐ Outro + Formação Complementar

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/formacao-inicial-dos-candidatos-ao-concurso-externo/

Blogosfera – Visto da Província

Ministério da educação impede aos professores que estudem e tem apoio em sentença de tribunais

 

 

Os professores são gente tratada pelo Estado, mesmo entre os funcionários públicos, como inferiores a aviltar.

Enquanto há gente que nem estuda, e com equivalências folclóricas ou turísticas acorda licenciado, os professores, que decidam estudar mais, encontram obstáculos em interpretações restritivas da lei e no seu Ministério (titulado da Educação), confortados por tribunais que aceitam olhar para o lado em relação à Constituição.

A primeira nota prévia sobre o que vem a seguir é que não sou licenciado em Direito (e, como verão, se quisesse, não podia, sendo professor). Logo não tenho realmente nenhum conhecimento técnico que me permita discutir direito com os tribunais. Mas sou povo e os tribunais administram a Justiça em nome do Povo. E como Povo (ignorante) gostava de entender melhor. Porque o Povo tem o direito de querer saber como os Tribunais chegam às suas conclusões e de fazer com que elas sejam discutidas. E já agora como o MEC gasta o seu dinheiro a litigar, supostamente em defesa do interesse público.

Comecemos pelo princípio do caso.

Há uns anos, a referência ao Estatuto do Trabalhador Estudante mudou no Estatuto da Carreira Docente, aplicável aos professores, e passou a constar uma condição para a sua atribuição que, na prática, permite ao patrão “Estado”, representado pelos Diretores de Escola, condicionar a matéria que os trabalhadores, que se candidatem às facilidades de horário para ir a exames e aulas, escolhem estudar.

Com a introdução de alterações, operada por iniciativa da nossa velha e prevaricadora amiga Lurdes e do muito assíduo compagnon Walter Lemos, passou a constar da lei, nos termos do que se dispõe no art.º 101.º/1 do ECD, que o Estatuto de trabalhador-estudante só pode ser atribuído aos docentes que frequentam o ensino superior com vista a obter grau académico ou pós graduação destinada ao desenvolvimento profissional da docência, isto é, “com vista a melhorar o seu desempenho enquanto docente” (na interpretação do Ministério).

 

O texto continua no blogue do Luís Sottomaior Braga com as seguintes abordagens

 

Estatuto de trabalhador estudante: como funciona para os outros trabalhadores?
Como uma coisa que não interessava nada está a dar problemas com apoio judicial….
O significado do caso e a necessidade de mudar a Lei

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/blogosfera-visto-da-provincia-11/

Artigo e Sondagem Semanal – ComRegras

Como Reforçar a Autoridade do Professor sem Decretos

 

 

Ginásio 3x por semana, cursos de defesa pessoal, aquisição de equipamento de intervenção, tasers, etc…

A indisciplina terminava, mas também terminava o conceito de escola. Um professor não é um policia, e apesar de ser pau para toda a obra, o professor deve utilizar a sua principal arma ao lidar com as questões disciplinares – a inteligência.

 

Imagem intercalada 1
Resultados e Análise à Sondagem – Quantas participações disciplinares fez ao longo do ano letivo 2014/2015?
Sondagem-número-de-participações-disciplinares-2014_2015

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/artigo-e-sondagem-semanal-comregras/

Créditos Para o Desporto Escolar

Despacho n.º 6984-A/2015 – Diário da República n.º 120/2015, 2º Suplemento, Série II de 2015-06-23

 

Ministério da Educação e Ciência – Gabinete do Ministro

Determina o número de créditos de tempos letivos a atribuir para o Programa de Desporto Escolar no ano letivo 2015-2016

 

 

1 — Para o desenvolvimento das atividades de desporto escolar, no ano letivo 2015-2016, é imputado à componente letiva o número de crédito horário global máximo de 21.800 tempos letivos.

 

Download do documento (PDF, Unknown)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/creditos-para-o-desporto-escolar/

Procuram-se 25 Professores do 910

Nomes de 25 professores desapareceram das listas definitivas

 

 

Os nomes de 25 professores que constavam da lista definitiva de colocação desapareceram. São docentes que concorreram ao concurso no Continente no grupo de educação especial. E que agora pedem explicações. Vão mesmo apresentar um recurso ao ministério da educação.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/procuram-se-25-professores-do-910/

Candidaturas ao Concurso Externo por Prioridade

Dos dados que trabalhei existem 46.018 candidaturas ao concurso externo que representam 29.899 docentes em concurso.

O quadro seguinte apresenta o número de candidaturas por grupo de recrutamento e prioridade.

Lembro que para a fase da contratação inicial a lista de ordenação será a mesma do concurso externo e que quem não se candidatou a este concurso apenas poderá concorrer às BCE e às Contratações de Escola.

Em breve apresento a lisa de ordenação ao concurso externo já com os colocados em lugar de quadro pintados de uma outra cor para poderem analisar a vossa posição em cada um dos grupos de recrutamento.

 

ordenacao ce

 

 

 

29899

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/candidaturas-ao-concurso-externo-por-prioridade/

BCE – Criação da Oferta

Disponível para as escolas até às 18.00h de dia 06 de Julho de 2015.

Ler a nota informativa em baixo e o manual de utilizador aqui.

 

Download do documento (PDF, Unknown)

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/bce-criacao-da-oferta/

Alguém Viu Alguma Vaga Recuperada para o CE?

Não, claro que não.

E não havia forma de transformar as vagas QA/QE não preenchidas em lugar de QZP já que a única forma de ingresso na carreira é feita através de lugar de QZP?

Acho que muita água ainda pode correr debaixo desta ponte num futuro próximo.

Artigo 23º do DL 83-A/2014.

recuperação

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/alguem-viu-alguma-vaga-recuperada/

Abençoada Vinculação

Não é preciso explicar muito porque a razão para estranhar esta vinculação, pois não?

 

Se a norma travão obriga a 5 contratos anuais em horário completo seguidos é lógico que só poderia entrar nesta prioridade quem em 31/08/2015 tivesse um mínimo de 1825 dias de serviço, certo?

Depois não se admirem que trate casos destes como suspeitos.

 

casos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/abencoada-vinculacao/

Retomo um dos Estudos que Fiz

,,, que permitiria mais justiça na vinculação através do concurso externo e que não tinha valores muito mais elevados dos que ocorreram.

 

Este estudo permitiria resolver a colocação de quem desde 2006/2007 tinha 5 contratos sucessivos e privilegiava a vinculação de quem sucessivamente tinha trabalhado no sistema de ensino público, ao contrário do que aconteceu este ano, onde grande parte dos docentes que entraram em QZP pela 2ª prioridade eram provenientes de escolas com contrato de associação.

Sem sombra de dúvida que preferia uma solução deste género, que pelos números finais era facilmente possível de acontecer do que andar a dizer que todos os com graduação inferior ao último que entrou também deviam entrar, solução esta que só alguém com pouco juízo poderia propor.

A explicação do quadro encontra-se no artigo de 15 de Fevereiro de 2015.

 

Mais um Estudo de uma Vinculação Onde Deviam Entrar nos Quadros 2833 Docentes

 

estudo 5 anos

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/retomo-um-dos-estudos-que-fiz/

Resposta de Luís Braga a Declarações de Ferro Rodrigues

Resposta de Luís Braga a Declarações de Ferro Rodrigues sobre a Lógica do Professor Primário e que foi enviada para o grupo parlamentar do PS.

 

 

Ex.mo Senhor Líder parlamentar do Partido Socialista,

Escrevo-lhe para lhe manifestar a profunda repulsa que as suas declarações infelizes e precipitadas me causaram (e a diversas pessoas ligadas ao ensino) ao falar da “lógica do professor primário” (como coisa que se entende que considera seja pouco inteligente e até estúpida).

As declarações, ainda mais infelizes e alucinantes, de Sua Excelência o Senhor Presidente da República não justificam que, para criticar declarações erróneas e delirantes de um professor universitário reformado (que encerram nas palavras, mau espírito e limitações de expressão), ofenda os professores de outros níveis de ensino.

Começo por lhe recordar que a designação oficial hoje já não é professor primário mas professor do ensino básico. Até há uma piada comum em que se diz que só mesmo governantes que pouco prezam a educação chamariam oficialmente ao ensino fundamental, básico (que pode querer dizer pouco inteligente) e ao nível seguinte, secundário (que pode querer dizer pouco importante).

A polissemia das palavras é um processo fascinante mas as suas, nas declarações citadas, tem pouca diversidade de entendimentos possíveis e são, tão só, pouco eficazes politicamente e desrespeitosas, ao associar a um grupo profissional inteiro uma lógica que se percebe tenta degradar.

No passado, os professores primários eram respeitados e estimados. E a sua lógica de sacrifício e esforço não era vista como coisa errada e a merecer ser tratada como coisa de palermas.

Oriundo de uma família que, desde 1906, tem gerações seguidas destes profissionais (alguns deles condecorados pelo Estado português e por Presidentes da República, mais interessantes que o presente, pelo seu serviço abnegado e esforçado), entendi as suas declarações como sendo uma crítica ao Presidente da República, imputando a esse professor universitário, tendo em vista degradar as suas palavras, uma “lógica de professor primário” que seria uma coisa má, fraca e até pouco inteligente.

Ora isto é ofensivo, mostra desconhecimento e desprezo por uma profissão essencial e mesmo que possa vir dizer que foi lapsus linguae evidencia que no espírito dos dirigentes do PS continua a existir a lógica dos “professorzecos” que um ilustre dirigente do Ministério da Educação popularizou.

Para agredir verbalmente um do ensino superior chama-se-lhe professor primário. Muito básico como jogo político…..

Falta de respeito, falta de conhecimento, falta de senso político. E não era tão simples, já que queria criticar, dizer de forma eficaz que o que o Senhor Presidente disse foram frases ilógicas na boca de um professor universitário de finanças que, às vezes, nem parece ser? Amachucava quem queria e não dava um sinal político subtil, mas profundo, por vir da alma íntima, de que o PS continua a não entender nada das asneiras que andou a fazer em matéria de educação nos tempos da legislatura última em que governou.

Este professorzeco do ensino básico, na lógica dos professores primários que foram seus antepassados, que se sentiriam perante esse despropósito, espera que corrija a mão e peça desculpa, num ato de contrição sério em que, além destes jogos florais e do “chamar nomes” nos apresente ideias que tem faltado para resolver, por exemplo, os problemas reais da educação.

Com os melhores cumprimentos,

Luís Sottomaior Braga (professor do ensino básico – grupo de recrutamento 200)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/resposta-de-luis-braga-a-declaracoes-de-ferro-rodrigues/

Calendário Escolar para 2015/2016

Calendário Escolar para 2015-2016 repete erros do passado

 

 

A FNE deslocou-se na manhã do dia 22 de junho de 2015 ao Ministério da Educação e Ciência para uma reunião de apresentação do Calendário Escolar para o ano letivo 2015-2016.

No breve encontro com a tutela a FNE teve oportunidade de sublinhar a sua oposição à realização das provas finais do 4º e 6º anos no decurso do 3º período.

Consideramos ainda como negativo o facto de as datas previstas para afixação dos resultados dos processos de reapreciação de provas e exames finais dificilmente permitirem que professores que intervenham nestas reapreciações possam gozar do direito às férias legalmente estabelecidas.

A FNE contestou igualmente o facto de os docentes do pré-escolar continuarem em situação de desvantagem relativamente aos colegas dos outros níveis de ensino, no que se refere à falta de uniformização das interrupções letivas entre os diferentes níveis de ensino.

 

 

calendario

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/calendario-escolar-para-20152016/

Alguém Disponível Para Construir um Excel Com o Crédito de Horas?

A partir dos seguintes dados?

 

Imagino como um simples ficheiro destes pudesse ser bastante útil para calcular os créditos da componente de gestão e da componente para a actividade pedagógica.
CG
CAP

 

DIR fator K 1

fator K 2

CapG

EFI

Mais os índices de sucesso que se encontram em 8 quadros de 4 tabelas

E continuando nos anexos.

e e f

g e h

 

ptic

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/alguem-disponivel-para-construir-um-excel-com-o-credito-de-horas/

Aposta Para Hoje

E como é noite popular

uma quadra vais deixar

p´ró prémio ganhar

p´ra logo à noite comemorar

euromilhoes 23 junho

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/aposta-para-hoje-22/

Notícias Soltas do Dia de Hoje

Férias escolares e os pais – JN

Estudar melhor ou estudar mais? – Boss AC – Correio da Manhã

 

Como podemos preparar os nossos filhos para um futuro inevitavelmente tecnológico? – Renascença

A educação já não quer (só) o quadro preto, o lápis e o caderno – Observador

Escolas. O Cinema não entra na sala de aula

As teorias sobre a indisciplina – PÚBLICO

Tecnologia portuguesa à conquista da educação no México – Observador

 

MEC apresenta projetos de Simplificação Administrativa – TV Ciência

Ministério só vai pagar indemnização por fim de contrato em janeiro – DN

Crato diz que estágios e sistema dual garantem formação de base aos jovens | Diário Digital

 

Mais de 43 mil professores votaram contra a “municipalização da Educação”

Municipalização da Educação: Sim ou Não?

 

MEC volta atrás. Estudantes podem alternar entre universidades e politécnicos

Governo recua: estudantes podem mudar do ensino politécnico para o universitário – Observador

 

Ministro da Educação diz que o país vai precisar de mais professores – Jornal de Negócios

FENPROF fala em 19.699 docentes ultrapassados nos concursos > TVI24

Concurso de professores suscita novas ameaças de processos em tribunal – PÚBLICO

Professores continuam sujeitos a um “excesso de tarefas burocráticas” > TVI24

“Repensar a formação profissional é urgente” considera Liliana Rodrigues | DNOTICIAS.PT

Comissão aprova audição parlamentar ao secretário da Educação | DNOTICIAS.PT

Direcção Regional de Qualificação Profissional reúne com parceiros Europeus | DNOTICIAS.PT

Universidade do Minho aposta em formação à distância

Universidades e politécnicos do Norte veem aprovadas 64 candidaturas ao Iacobus – RTP

 

Atividades educativas no Museu Municipal de Lagos promovem património | Sul Informação

Braga será Capital Ibero-Americana da Juventude em 2016

Festival de Almada – Com 27 espectaculos de sala e 27 espectaculos de rua – Rostos On-line

5 espetáculos a não perder no Festival de Almada – Observador

Mafra prepara festival in’Cantate de música erudita para os dias 03 a 05 de Julho

Serralves inaugura exposição “Sob as nuvens” da bomba atómica e do digital – RTP

Espaço Nimas em Lisboa acolhe ciclo “Cinema e Revolução” – RTP

Jardim Fernando Pessoa é inaugurado em Chivasso, no norte de Itália – RTP

A história dos sapatos contada numa exposição – Observador

Festival Reverence: rock underground agita Ribatejo

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/noticias-soltas-do-dia-de-hoje-37/

Sobre a Mobilidade Interna

Chegam-me imensas dúvidas sobre os passos seguintes dos concursos que procurarei rapidamente esclarecer.

 

A próxima fase dos concursos é a Mobilidade Interna que segundo o MEC deve ocorrer em Julho, mas ainda não há datas precisas. Neste concurso todos os QZP são obrigados a concorrer, não necessitando de concorrer em primeiro lugar ao seu QZP de provimento (esse tipo de pormenores deixo para artigos futuros).

Depois da distribuição de serviço pelas escolas irá existir uma fase de indicação de ausência da componente lectiva onde quem for indicado também será também obrigado a concorrer nesse concurso.

 

Ambos concorrem na primeira prioridade da Mobilidade Interna, mesmo aqueles que vincularam agora no Concurso Externo. Por isso quem ficou colocado em segunda prioridade no concurso externo num QZP longe ainda terá a possibilidade de escolher preferencialmente uma escola do QZP do seu interesse, no caso da sua graduação ser maior, do que um candidato colocado na 1ª prioridade nesse QZP.

Aqui o factor a ter em conta é exclusivamente a graduação profissional para a colocação.

 

Depois, numa segunda prioridade da Mobilidade Interna, concorrem todos os QA/QE que queiram mudar de escola e que tenham componente lectiva na sua escola de provimento.

São estes docentes que estão em desvantagem em relação aos primeiros por serem Quadro de Agrupamento com componente lectiva, muitos deles ainda se encontram “desterrados” e esta prioridade não lhes é conveniente. Para ultrapassar isso é possível que um docente nestas condições e onde exista no mesmo grupo de recrutamento docentes sem componente lectiva proporem-se como voluntários para ausência da componente lectiva (as regras são os mais graduados tem preferência nessa opção). Desta forma, em vez de concorrerem na segunda prioridade concorrem na primeira, mas cada um deve saber os riscos que corre ao tomar essa opção visto que a requalificação docente seguiu para a frente em Fevereiro de 2015 e ainda não foi declarada ilegal, nem inconstitucional.

Na Mobilidade Interna todos podem concorrem para além do grupo de recrutamento que estão vinculados à mudança de grupo na mesma prioridade, embora sejam obrigados a manifestar em primeiro lugar preferências pelo seu grupo de vinculação.

No caso de serem docentes QA/QE sem componente letiva não poderão manifestar preferências pela sua escola de vinculação, NEM MESMO QUANDO QUEREM MUDAR DE GRUPO DE RECRUTAMENTO (assim em Caps Lock e a negrito para perceberem de mais uma injustiça deste concurso que deverei ser dos poucos prejudicados por isso e quem acha normal que isso aconteça e venha dizer que a escola poderia distribuir serviço no outro grupo de recrutamento apenas quero lembrar que a vaga apenas pode surgir se alguém desse grupo também sair na Mobilidade Interna).

No caso de concorrem em primeira prioridade e não serem colocados antes de 31 de Agosto terão sempre de se apresentarem no dia 1 de Setembro na última escola de colocação.

Não terei respondido a todas as dúvidas que me chegaram, mas também ainda é cedo para abordar este assunto em pormenor.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/sobre-a-mobilidade-interna/

Os Exames de Hoje

Alemão-501
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

Biologia e Geologia-702
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

Economia A-712
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

Espanhol-547
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

Francês-517
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

Inglês-550
11.º Ano / 1.ª Fase
22.06.2015, 09:30

 

E os Exames de dia 19 de Junho

 

Matemática-92
9.º Ano / 1.ª Fase
19.06.2015, 09:30

Desenho A-706
12.º Ano / 1.ª Fase
19.06.2015, 09:30

História A-623
12.º Ano / 1.ª Fase
19.06.2015, 09:30

História B-723
11.º Ano / 1.ª Fase
19.06.2015, 09:30

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/os-exames-de-hoje-10/

Um Preâmbulo Não Faz Lei

… mas devia.

 

 

ce 120

 

 

Retirado do Decreto-Lei nº 176/2014, de 12 de Dezembro.

 

Muitos aguardam a abertura deste concurso extraordinário para o grupo 120, porque o que houve foi apenas o ordinário.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/um-preambulo-nao-faz-lei/

A Aceitação da Colocação

… como o próprio nome diz, é só para quem ficou colocado, ok?

Quem não ficou colocado não tem nada que fazer na aplicação.

 

ADENDA: A apresentação das colocações no concurso interno/externo é feita apenas no dia 1 de Setembro de 2015, mas por uma questão cordial podem entrar em contacto com a vossa escola. Não é necessário fazer isso, mas pode trazer alguma vantagem se o fizerem, especialmente se for essa a escola onde querem trabalhar em 2015/2016, pois podem desde já manifestar algum interesse pelo horário ou o tipo de turmas a leccionar. Ou até verificarem se existirá alguém com ausência de componente lectiva no vosso grupo de recrutamento e poderem, se for do vosso interesse, manifestar vontade de serem propostos como voluntários a essa mobilidade.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/a-aceitacao-da-colocacao/

Colocações no Concurso Interno por Escola/QZP

O quadro seguinte mostra o número de colocações por escola/QZP, por grupo de recrutamento.

Existe uma única escola que teve mais colocações do que um QZP inteiro como colocação em QZP e não nas escolas desse QZP. A escola é o Agrupamento de Águas Santas, na Maia que teve 60 professores colocados no concurso interno e o QZP é o 5 que teve 54 docentes colocados nesse QZP.

Existiram 794 escola/agrupamento que tiveram docentes colocados.

 

Para abrirem o documento em pdf clicar aqui ou na imagem.

 

colocacoes por escola

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/colocacoes-no-concurso-interno-por-escolaqzp/

Aceitação e Recurso Hierárquico

A decorrer até ao dia 26 de Junho de 2015.

Lembro que quem não aceitar a colocação fica com a mesma anulada e se já era docente do quadro terá processo disciplinar com vista ao despedimento.
No caso de algum docente que entrou pelo concurso externo em lugar de quadro não aceitar a colocação fica com a sua colocação anulada e a vaga não será recuperada para ninguém. Infelizmente há casos desses e é pena que a penalização seja apenas essa e nestes casos o docente devia ser impedido de concorrer a concursos do MEC por uma prazo de 5 anos.

 

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/aceitacao-e-recuso-hierarquico/

Processo a 25 Diretores

image

Correio da Manhã (22-06-2015)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/processo-a-25-diretores/

Colocados no Concurso Interno e Externo em Excel

Como a partir de hoje começa o recurso hierárquico este ficheiro pode ser-vos útil para verificarem as colocações dos candidatos noutros grupos de recrutamento de forma mais fácil.

Clicar aqui ou sobre a imagem para descarregar o documento em excel que tem duas folhas (COLOCADOS CI e COLOCADOS CE).

Bom uso do documento.

 

excel colocados

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/colocados-no-concurso-interno-e-externo-em-excel/

Da Manifestação de Sábado…

Fenprof lembra que 95% dos candidatos ficaram fora das listas de docentes – Renascença

Professores protestam em Lisboa – PÚBLICO

Expresso | Professores em protesto na rua

Professores manifestaram-se em “tempo oportuno” para exigir compromissos – JN

Plataforma sindical reúne milhares de docentes em protesto – RTP

Professores manifestaram-se em “tempo oportuno” > TVI24

Protestam por mais professores – Correio da Manhã

Professores e investigadores manifestam-se em Lisboa – TV Ciência

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/da-manifestacao-de-sabado/

A Ler

Expresso | Liceus históricos deixados a cair

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/a-ler-11/

Dos Exames de Sexta – 19 de Junho

As aventuras de Sophia na pátria dos examinadores – PÚBLICO

Exame de Matemática do 9.º ano foi mais acessível – PÚBLICO

Prova do 9.º ano continua a não ter questões para os melhores alunos, diz Sociedade de Matemática | Diário Digital

Prova do 9.º ano foi “pouco desafiante” – JN

Expresso | Exame de Matemática do 9º podia ter sido feito por alunos do 8º

Mais de cem mil alunos do nono ano foram a exame de matemática

Prova difícil de Física e Química – Correio da Manhã

Termina hoje a primeira fase dos exames nacionais para o 9º. ano – DN

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/dos-exames-de-sexta-19-de-junho/

Load more

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: