adplus-dvertising

21 de Junho de 2015 archive

A Ler

Expresso | Liceus históricos deixados a cair

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/a-ler-11/

Dos Exames de Sexta – 19 de Junho

As aventuras de Sophia na pátria dos examinadores – PÚBLICO

Exame de Matemática do 9.º ano foi mais acessível – PÚBLICO

Prova do 9.º ano continua a não ter questões para os melhores alunos, diz Sociedade de Matemática | Diário Digital

Prova do 9.º ano foi “pouco desafiante” – JN

Expresso | Exame de Matemática do 9º podia ter sido feito por alunos do 8º

Mais de cem mil alunos do nono ano foram a exame de matemática

Prova difícil de Física e Química – Correio da Manhã

Termina hoje a primeira fase dos exames nacionais para o 9º. ano – DN

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/dos-exames-de-sexta-19-de-junho/

Deus Escreve Direito E O DL 29/2001 Também

 

Ter sido salvo assim de ir para mais longe das minhas florestas, não ter que me subjugar às peripécias infames cometidas aos novos QZP’s e fazer, impessoalmente, de bom samaritano – seria o desígnio de qualquer mártir que pornografe passivamente em Évora (alegadamente!), mas não o meu. Ficámos todos bem, eu liberto e libertino, a colega que é dois anos mais velha do que eu – e eu já sou demasiado velho nisto – e Deus, um geadas que só contratam quando estão à rasca.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/deus-escreve-direito-e-o-dl-292001-tambem/

Resumo Do Fim-De-Semana

Tratar dos meus kiri‘s, uma experiência que me apetece, pois também quero colaborar na salvação do planeta.

 

kiri

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/resumo-do-fim-de-semana-10/

A Sondagem do Blog dá PSD/CDS à Frente de PS

A segunda sondagem do blogue para as eleições legislativas que iniciei na sexta-feira e teve a quase totalidade dos votos até à saída das listas de colocações dão PSD/CDS à frente de CDS tal como a sondagem da Universidade Católica.

A votação é feita por IP e não foi possível haver mais do que uma votação usando o mesmo IP.

Não deixa de ser estranho que uma votação feita maioritariamente por professores tenha castigado o PS nesta altura, quando na primeira sondagem lhe dava uma larga vantagem.

 

Esta mudança na tendência de voto dos professores só pode querer dizer que depois de conhecido o programa do PS se verifica que não há medidas que cativem os professores e que sendo um pouco mais do mesmo é preferível manter quem já lá está.

Verifica-se mais uma vez uma larga tendência de voto dos professores na CDU, que tem uma diferença muito curta para PS e PSD/CDS e que não se verifica na sondagem da Universidade Católica.

O inseguro PS começa a dar sinais de fraqueza, mesmo num grupo onde facilmente poderia conquistar terreno. Se nem junto dos professores consegue estar à frente será mesmo difícil que consiga vencer as eleições.

Veremos no próximo mês como continua a tendência de voto dos professores.

 

resultados sondagem

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/a-sondagem-do-blog-da-psdps-a-frente-de-ps/

Hora de Balanços no Blogue

Está quase a fazer meio ano que abri a participação do blogue a outros autores e estas alturas são sempre oportunas para fazer o respectivo balanço deste período com a recolha das vossas opiniões.

 

No dia 1 de Janeiro entraram no blogue, por ordem alfabética,

Animajar
César Isarael Paulo
Davide Martins
Diana Souza
Luísa Novo
Rui Cardoso

Depois entraram, igualmente por ordem alfabética, o:

Fafe
Livresco
Stôr Saco Cheio

Uns com mais artigos outros com menos artigos, o blogue procurou não fugir da sua génese que o tem marcado os últimos anos, ser informativo e construtivo de opiniões livres. Escrever num espaço público cria sempre animosidades com os leitores que podem ou não descaracterizar este espaço.

Acima de tudo, pretendo que o blogue continue a ser uma fonte de informação séria e responsável e que os autores acompanhem esse ponto de vista. Em nenhum momento interferi com os artigos dos autores e até mesmo os que estavam pré-programados aguardava para os ler apenas quando fossem publicados.

Sobre a participação destes novos 10 autores também tenho a minha opinião construída, mas gostava em primeiro lugar de conhecer a vossa para perceber que rumo deve ter o blogue no próximo meio ano.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/hora-de-balancos-no-blogue/

Não Entendo o Algoritmo de Colocação no Grupo 910

Em primeiro lugar porque a maior parte dos relatos das ultrapassagens surgem neste grupo de recrutamento, depois porque se os QZP do Concurso Externo Extraordinário de 2014 eram obrigados a concorrer a todo o seu QZP não se entende como alguns não foram colocados e os menos graduados desse grupo foram, quando se parte do princípio que mesmo não colocando as preferências se manifesta igual preferência por todas as escolas desse QZP.

Neste caso poderão os últimos colocados em QA/QE do QZP 7 recorrer hierarquicamente para verem anulada a sua colocação em QA/QE e ser entregue esse lugar ao candidato mais graduado das listas?

Porque sabemos perfeitamente que a maior parte dos professores que estão vinculados no CEE de 2014 são de fora do QZP 7 e claro que ser QA/QE com as regras que existem quase impedem uma aproximação à residência.

E existiram 5 docentes do CEE de 2014,  do QZP 7 e do grupo 910 que não foram colocados e eram mais graduados que os últimos 5 colocados.

 

32 qzp 7

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/nao-entendo-o-algoritmo-de-colocacao-no-grupo-910/

A Enorme Desilusão no Grupo 120 – 0 (zero) vagas QZP

Desilusão para quem sempre andou mais distraído porque aqui já tinha feito referência à impossibilidade de alguém do concurso externo apanhar colocação em alguma das 93 vagas do concurso interno, mesmo que sobrassem vagas.

 

Para o concurso interno surgiram 93 vagas de quadro de agrupamento ao grupo 120 – Inglês e 0 vagas destinadas ao concurso externo anual.

Desde já ficam a saber que nenhum docente do concurso externo poderá ingressar no quadro ao grupo 120.
Isso é ponto assente.

Assim, apenas os docentes que concorrem no concurso interno poderão apanhar as 93 vagas de QA/QE em concurso.

 

Fica no entanto o relato que me chegou que dá conta de muita desilusão entre os professores que fizeram os complementos de formação para o grupo 120 e que só agora deram conta disso.

Mas esta desilusão não é exclusiva dos docentes contratados mas também dos docentes dos quadros que viram a sua candidatura excluída. Depois de analisar estas listas verifico que deve ter sido a primeira vez que houve quase tantos docentes excluídos (54) como admitidos (73) a um concurso do MEC. E isto também não é nada normal.

No entanto, chamo a atenção que o MEC prometeu a existência de um concurso extraordinário para o grupo 120 e até hoje ainda nada se ouviu falar nele.

 

Estou a escrever-te, não só a pedido da minha esposa, que é dos grupos 300 e 330 e que fez formação para ter habilitação para o grupo 120, mas também em nome de muitos outros colegas que se encontram na mesma situação e que se sentem completamente desiludidos com o MEC!

A maior parte deles acabaram o curso em 1998/1999 e têm-se dedicado a trabalhar nas AEC desde o seu aparecimento, conciliaram horários reduzidos em escolas públicas com horas de AEC e sentiram na pele a precariedade que sempre se viveu nas Atividades de Enriquecimento Curricular, mas eles resistiram a todas as adversidades, não só pelo pouco tempo de serviço que obtinham, mas porque gostavam verdadeiramente do que faziam.

Sentiram-se, por isso, felizes e esperançados quando o MEC anunciou a criação do grupo 120, pois acreditavam que finalmente seriam recompensados de anos e anos de trabalho precário, a recibos verdes e a serem “mal vistos” pelos restantes colegas de profissão que os inferiorizavam, apelidando-os de técnicos e de “funcionários de tempos livres”.

Melhor se sentiram quando, num seminário  na FACIS, onde a Dra. Lucinda, do SPZN, esteve presente, referiu que teriam este ano um concurso externo extraordinário para vagas de QZP no 120, tal como o Sr. Ministro o tinha anunciado.

Mas a “ilusão caiu por terra” com a notícia de que o MEC não vinculou contratados em QZP, nem lançou o tal concurso extraordinário EXTERNO de 2015 para o 120. Será isto verdade?

É que nem as vagas do concurso interno que sobraram (só foram ocupadas 37 das 93) ficaram disponíveis. Não vai haver mais nada? Vão todos para contratação inicial, depois de gastar tanto dinheiro e ter tantas esperanças?

Vários diretores queixam-se que lançaram vagas para o 120 e não lhes foram atribuídas. Ainda existirá algum concurso externo extraordinário em breve para essas vagas? Ou os rumores de que vão para contratação inicial são verdadeiros?

 

Com os melhores cumprimentos,

 

Luís Arede e centenas de professores candidatos ao grupo “fantasma” 120

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/a-enorme-desilusao-no-grupo-120-0-zero-vagas-qzp/

O 1º Ciclo no DOAL…

Pelo que li… as diferenças são nulas ou quase…

Continuamos a ser discriminados quanto à definição de “hora”. A nossa “hora” é mais longa que a dos demais…

doal1

Além disso, a nossa componente letiva permanece a mesma, o que causa ainda mais diferença na carga horária…

doal2

Mas continuamos a ser multifacetados… será que o coordenador de estabelecimento vai ver o seu trabalho presenteado com “crédito horário”???

doal3

… pode ser que sim!!! ou não… mas não me parece que sejam TODOS!!!

doal4

Será que no 1º ciclo e o pré-escolar só existem Super professores? Porquê a discriminação?

PS: Isto pode ser um indicador de que o 1º Ciclo pode, muito bem, vir a servir de exemplo às mudanças noutros ciclos…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/o-1o-ciclo-no-doal/

Comparação das Colocações no Concurso Externo com a Portaria de Vagas

A portaria de vagas ao concurso externo anual determinava a abertura de 1453 vagas e foram colocados 1471 docentes.

Não vou voltar a falar sobre o que foi dito desde o início para se abrir este concurso externo anual onde sempre se referiu que era para dar resposta aos docentes que cumprissem a regra da norma travão. Na altura tinha identificado 461 docentes que cumpriam esta norma e disse que poderia haver outros tantos que tivessem ficado colocados pelo menos um ano em escola TEIP e/ou com autonomia e que daria um número aproximado de 900 docentes nestas condições. No final confirmamos que havia 753 docentes.

Também disse que havia vagas que estavam abaixo das regras a aplicar para a norma travão. Nesse artigo identifiquei 6 conjuntos de vagas que estavam abaixo dessa regra (omiti o grupo de EMRC porque nunca soube quem cumpria esses requisitos). Dos oito campos assinalados a verde (exceptuando EMRC) já em Março tinha dito que 5 deles tinham vagas insuficientes.

 

Fica aqui a comparação dos colocados no concurso externo, por grupo de recrutamento e QZP com a portaria de vagas.

Existiram 5 grupos de recrutamento que tiveram vagas adicionais:

290 – Educação Moral e Religiosa Católica – 7;

320 – Francês – 1;

540 – Eletrótécnia – 2;

910 – Educação Especial 1 – 7;

920 – Educação Especial 2 – 1.

E também 5 QZP com vagas adicionais:

QZP 1, 5, 6, 8 e 10, com 6, 4, 4, 2 e 2 vagas adicionais respectivamente.

No total foram criadas 18 vagas adicionais e garanto-vos que nada destas vagas adicionais tem a ver com reclamações, mas sim com um erro na portaria de vagas, que já em Março tinha verificado.

 

 

comparacao de vagas

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/06/comparacao-das-colocacoes-no-concurso-externo-com-a-portaria-de-vagas/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: