Despacho de Revogação da BCE1

Da nova Senhora DGAE.

Mas afinal os docentes colocados não seriam prejudicados?

 

 

Exmo.(a) Senhor(a) Diretor(a)

Considerando a publicação iminente de novas listas de ordenação, em sede de bolsa de contratação de escola (BCE), solicita-se a V.ª Ex.ª que se digne notificar todos os candidatos da decisão de anulação  da colocação que obtiveram no seu agrupamento de escolas/escola não agrupada, decorrente das listas de ordenação de 12 de setembro de 2014.

Para o efeito, envia-se, em anexo, uma proposta de despacho de revogação das listas supra referidas.

De seguida, receberá, por esta mesma via, na sua área reservada do SIGRHE, uma nova comunicação, com a disponibilização das novas listas de ordenação, no cumprimento do disposto no n.º 2, do artigo 40.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014 de 23 de maio.

Informa-se ainda que, os docentes colocados nesse agrupamento de escolas/escola não agrupada, na BCE de 12 de setembro, e que venham agora a obter nova colocação nesse mesmo estabelecimento de ensino, a par ou não de uma outra colocação na reserva de recrutamento 02, caso optem por continuar nessa escola, devem aceitar a nova colocação no mais curto espaço de tempo possível, dando assim continuidade às atividades letivas.

Com os melhores cumprimentos,

Maria Luísa Oliveira

Diretora-Geral da Administração Escolar

 

 

despacho anu

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/10/despacho-de-revogacao-da-bce1/

47 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • inrusa on 3 de Outubro de 2014 at 11:43
    • Responder

    Este ano não há palavras para tanta trapalhada! E as garantias dadas por NUno Crato? Não vale nada a sua palavra. Eu por acaso estou de fora à espera, talvez tenha sido prejudicada pela primera BCE… mas acho isto tudo escandaloso… ou demite-se a nova diretora ou o ministro!!!!

    • raads on 3 de Outubro de 2014 at 11:51
    • Responder

    este ministro faz tanta m++++ e ningueém o manda pra rua… a Lurdinhas fez mto menos e foram os professores todos a fazerem manifestações e a encherem as ruas de lisboa… conclusão a ministra foi pra rua! e pq? pq essa estava a mexer com os direitos dos professores dos quadros e aí alto e para o baile… este só está a brincar com a escumalha dos contratados.. ahh ta tudo bem…

      • Cidália Luís on 3 de Outubro de 2014 at 12:36
      • Responder

      Sem querer fazer de advogada do diabo…a Maria de Lurdes Rodrigues não foi para a rua, saiu quando o seu mandato terminou.

        • mingus on 3 de Outubro de 2014 at 13:10
        • Responder

        F***…e queres comparar?! Volta Maria de Lurdes…Já!

          • Cidália Luís on 3 de Outubro de 2014 at 22:50

          Eu não fiz, nem pretendi fazer nenhuma comparação, se souber ler verá que fiz apenas uma correcção!

        • A. Machado on 3 de Outubro de 2014 at 22:00
        • Responder

        Correcto. Não só não saiu como foi premiada com o cargo de presidente da fundação luso-americana para o desenvolvimento.

      • A. Machado on 3 de Outubro de 2014 at 21:58
      • Responder

      Não estava a mexer só com os direitos dos professores do quadro. Não se lembra das calhamaços que os contratados tinham de fazer para a avaliação? A aberração que é este ministro não desculpa a anterior ministra.

    • Zeze on 3 de Outubro de 2014 at 11:54
    • Responder

    Hehehehe…. demissão desta senhora ou do ministro!!!.
    Este ano vamos ter milhares de processos em tribunal. Vão ser milhões de euros de indeminização.
    MEU DEUS!!!

    • Júlio on 3 de Outubro de 2014 at 12:00
    • Responder

    E havia forma de corrigir o erro sem anular as colocações anteriores?

      • Ornelas on 3 de Outubro de 2014 at 22:32
      • Responder

      Havia, claro. Se o erro é da parte da administração, é ela que é responsável e NUNCA os professores! Por isso, se o próprio mentiroso cratino disse na AR que ninguém sairia prejudicado, o mínimo a fazer era manter os professores e colocar outros! Ah, esqueci-me que ele não tem palavra, de facto!

    • Sónia Veríssimo on 3 de Outubro de 2014 at 12:08
    • Responder

    Não percebo o que é que se critica… afinal houveram pessoas que ficaram mal colocadas e têm de sair…óbvio…já usufruíram um mês de tempo de serviço

      • Ornelas on 3 de Outubro de 2014 at 22:34
      • Responder

      Houveram, houveram… se a Sónia é professora, deve ter chumbado na prova já que, pelos vistos, não sabe escrever em português!

    • Sol on 3 de Outubro de 2014 at 12:11
    • Responder

    Concordo PLENAMENTE… Quem está colocado sem “merecer” essa colocação, é bom que saia…

      • Jorge Rodrigues on 3 de Outubro de 2014 at 14:02
      • Responder

      tenha pena que haja gente tão ignóbil que não veja que este erro está a prejudicar toda a gente, quem entrou e quem ficou de fora. É pena que sejam tão patéticos que ainda concordem e compactuem com toda esta trapalhada. Por isso é que este e outros ministros que por aqui passam fazem de nós gato sapato.

        • Sol on 3 de Outubro de 2014 at 20:49
        • Responder

        E quem disse que não somos todos prejudicados? Agora gerar mais injustiças é que não. Eu sempre me sujeitei a ir para longe de casa para ter tempo de serviço e vi colocadas pessoas praticamente sem tempo de serviço na BCE1. Gente ignóbil? Patética? Nem comento porque não o conheço e contrariamente a si, só tenho por hábito “insultar” quando tenho conhecimento de causa. Foi a decisão mais acertada proceder à correção de colocações incorretas. Se vai haver mortos e feridos? Certamente, mas ao menos as ultrapassagens já não serão tão absurdas como na BCE1. Por mim até podiam continuar colocados, mas contar tempo de serviço??? Desculpe mas isso é que não.

      • Ornelas on 3 de Outubro de 2014 at 22:36
      • Responder

      Mas sem merecer essa colocação porquê, se foi a administração educativa que colocou? Realmente, percebe-se facilmente porque fazem gato e sapato da classe docente, pois com “amigos” destes NINGUÉM precisa de inimigos, livra!

        • Sol on 4 de Outubro de 2014 at 12:42
        • Responder

        Olhe, quando muitos lhe passarem à frente por erros do Governo, não reclame… Seja amigo(a) e cale-se. Quando ficar em casa e outros bem menos graduados o(a) ultrapassarem e forem colocados, não reclame… Seja amigo(a) e cale-se. Sejamos todos amigos então e, já agora, cada escola que contrate quem quiser :)… E os recém licenciados (sem culpa de o serem evidentemente) que tenham trabalho enquanto os que já estão no ensino faz tempo, fiquem em casa! Por culpa do Governo, ou não… Todos fomos afetados com este erro mas foi feito o que deveria ter sido feito! Já que as colocações são assim tão merecidas desde que sejam obra da administração educativa, tenho a dizer que uma vez que são todas, os que não forem colocados é merecido (só espero que não seja um(a) deles)… E, como somos livres de opinar o que bem entendermos pois ainda vivemos numa democracia, fico-me por aqui. Felicidades para a sua colocação e lembre-se, se for alvo de muita injustiça, cale-se e seja amigo(a).

          • Paula on 5 de Outubro de 2014 at 9:35

          SOL, eu fiquei na BCE 1, tenho 44 anos e muitos anos de serviço, não comecei hoje a dar aulas. Acha justo ter que aceitar uma colocação (preferia não ter ficado colocada na BCE 1), andar a gastar dinheiro e depois rua? e o subsidio de desemprego? e as chatices que isto tudo deu, durante 3 semanas estive às ordens de outros e agora não tenho direito a nada?! Nem sei como vai ser o pagamento nestes casos e como vou voltar a ter subsidio de desemprego. EUQUERO LÁ SABER DA PORCARIA DO TEMPO DE SERVIÇO, só queria estar como estava antes de dia 12 de setembro.
          Com Colegas que culpam os próprios colegas sabendo que foi erro do ministério não vamos mesmo a lado nenhum. Hoje eu Amanhã será a/o colega (preferia não ter colegas destes).

          • Sol on 5 de Outubro de 2014 at 11:31

          Oh colega, mas alguém a culpou de alguma coisa? Alguém disse que o ministério está correto? Eu sinceramente, essa mania de ler entrelinhas e concluir o que apetece… O que quer que lhe diga? O Ministério errou (e muito) mas então o que pretendia? Continuar colocada? Esta BCE foi a pior invenção de sempre, não concordo com ela, nunca concordei! Agora, ela existe… A colocação na BCE1 e posterior anulação não foi decisão de nenhum docente, foi decisão de quer infelizmente pode decidir. Há os que concordam e os que não concordam… Os que estavam colocados não lhe agradou a ideia (quer dizer, só não agradou aos que ficaram sem escola ou ainda mais longe de casa porque os que, com esta anulação, continuaram na mm escola ou foram para mais perto de casa, já concordam – e conheço alguns)… Os que não foram colocados, apoiam a decisão do Ministério! Foi uma situação aborrecida? Claro que sim, muito… Eu tenho filhos e sei bem o que é ter de andar a mudar de escola várias vezes num ano e longe de casa, não pense que não sei! Mas quem não concorda com a decisão que apresente soluções. Não pense que não partilho a revolta destes colegas que estavam colocados e agora estão em casa. Partilho, pois não foi sua culpa, mas estou também do lado daqueles que não foram colocados e começaram a ver passar outros à sua frente por mentiras em critérios e erros de fórmulas governamentais. Continuo a dizer que o erro tinha de ser corrigido. Se tinham outra solução para que NINGUÉM ficasse prejudicado e note-se, NINGUÉM, então apresentem-na… Mas não a mim porque as decisões não sou eu que as tomo. Já agora aproveitem e reclamem com todos aqueles que concordaram com a anulação da BCE1, são muitos… Não tenho mais nada a dizer sobre este assunto. Boa sorte para todos.

    • Bruno on 3 de Outubro de 2014 at 12:13
    • Responder

    finalmente alguma justiça…. eu não entendo como alguém ainda critica esta decisão. Então os colegas são colocados erradamente e ainda defendem a sua manutenção nas escolas????????????

      • Lauro on 3 de Outubro de 2014 at 12:21
      • Responder

      Exatamente. Isto tem de ser feito como deve ser. Saia quem tem de sair, entre quem tem de entrar. Já basta terem tempo de serviço e ordenado indevidamente durante um mês!!

      • Marmelo on 3 de Outubro de 2014 at 12:31
      • Responder

      Concordo plenamente… 1 mês de ordenado e 1 mês de tempo de serviço! Aqueles que foram colocados justamente são agora “reconduzidos” pela BCE2.

      Espero que agora saia também uma circular onde se diga, preto no branco, que os diretores possam/devam analisadas as respostas aos critérios dos candidatos selecionados.

  1. Ao “MINUTO”:

    – COMUNICADOS;

    – DESPACHOS;

    – CIRCULARES;

    – NOTAS INFORMATIVAS;

    – DEMISSÕES.

    • Via on 3 de Outubro de 2014 at 12:46
    • Responder

    Meu Deus!!!! Quando é que vão sair as novas listas!!!! Pior do que estar a espera de colocação…é saber que existem escolas num estado caótico por falta de professores….professores estes que querem trabalhar e fazer o melhor que fazem!!!!
    Este ano é uma loucura completa….ATROPELOU_SE os direitos dos ALUNOS e também os dos PROFESSORES….
    Estes senhores que prejudicam a vida dos professores…sim porque nós sofremos a espera, dia após dia de uma colocação deveriam ter um pingo de vergonha e resolver isso o quanto antes e logo de seguida se demitirem….porque é, repito, uma vergonha….
    O estado já não pessoa de bem!
    Como confiar no nosso governo?

    • Muchacho on 3 de Outubro de 2014 at 12:46
    • Responder

    Porque não anularam logo quando admitiram o erro? Para o governo fazer bonita figura e proclamar a ” normalidade” no arranque do ano lectivo.
    Estes colegas colocados no dia 12 foram também joguetes nas mão do Ministério. Serviram de fachada para uma coisa mal feita e cheia de erros. Agora que vão sair as novas listas, os professores colocados a 12 já desempenharam o seu papel nesta ” comédia” e saem de cena.
    Foram usados de uma forma humilhante para fins de propaganda do governo!!!

    • Moony on 3 de Outubro de 2014 at 13:02
    • Responder

    ABENÇOADA!!!

    • Carla on 3 de Outubro de 2014 at 13:09
    • Responder

    Então o diretor tem de assinar a revogação de uma lista gerada pela DGAE?!…

    • Xeirinho estranho on 3 de Outubro de 2014 at 13:13
    • Responder

    Cheira-me….que a fórmula não tem solução!
    É apenas um cheiro….mas acho mesmo que vai ser tudo colocado pela lista nacional ordenada!!!
    Até porque, os critérios publicados são tão subjetivos que também eles próprios iriam dar milhares de processos e impugnações de colocação!!!
    Se assim não fosse esta anulação não faria sentido…
    Se calhar ainda hoje veremos o que acontece. Mas é um cheiro demasiado intenso a Lista Nacional Ordenada…

    • Lucas on 3 de Outubro de 2014 at 13:47
    • Responder

    Acho bem!! E os da CI, colocados em escolas que não tinham horário, cento e tal colocações do 530, um grupo extinto???? Esses ficam? Ainda para mais a lhes serem dadas horas doutros grupos!!! Se houve erro devem sair também.

      • Paula on 3 de Outubro de 2014 at 14:07
      • Responder

      Concordo. Este é um erro gritante que também tem que ser corrigido.

    • Prof on 3 de Outubro de 2014 at 13:48
    • Responder

    Há aqui uma falta de respeito gritante!!!!!!

    Sou um professor que ficou colocado em BCE. Tive outra proposta para dar aulas no ensino particular, mas face ao Ministro da Educação informou que os professores colocados não seriam retirados acabei por recusar a proposta. E agora corro o risco de ficar sem nada?!?! Isto é execrável !!!!!! Como é que o Ministro tem a distinta lata de afirmar na TV que os professores se mantinham até ao final do ano letivo e agora diz que afinal vão embora?!?!? Mais ainda o Mário Nogueira informou também na TV que os professores permaneciam nos seus lugares, segundo a Lei!

    Mas que é isto?????????????????

      • Ana on 3 de Outubro de 2014 at 14:22
      • Responder

      Conheço uma colega que rescindiu contrato no IEFP para aceitar na escola. E agora?

    • marcolino on 3 de Outubro de 2014 at 13:50
    • Responder

    Pessoal, vocês não sabem ler!!!!!!!!!!!
    O que está em cima da mesa é 1Propostas de revogação da listas de BCE para os diretores que concordam assinarem a minuta. fui claro!
    Não se trata da REVOGAÇÃO das listas da BCE.
    Quem não entendeu…

      • marcolino on 3 de Outubro de 2014 at 13:56
      • Responder

      Pessoal, vocês não sabem ler!!!!!!!!!!!
      O que está em cima da mesa é 1Propostas de revogação da listas de BCE para os diretores que concordam assinarem a minuta. fui claro!
      Não se trata da REVOGAÇÃO das listas da BCE.
      Quem não entendeu…

        • bekas510 on 3 de Outubro de 2014 at 14:03
        • Responder

        marcolino: “Considerando a publicação iminente de novas listas de ordenação, em sede de bolsa de contratação de escola (BCE), solicita-se a V.ª Ex.ª que se digne notificar todos os candidatos da decisão de anulação da colocação que obtiveram no seu agrupamento de escolas/escola não agrupada, decorrente das listas de ordenação de 12 de setembro de 2014.”
        Este parágrafo não me parece ser uma proposta, é mais uma decisão que foi tomada …

        • Andreia on 3 de Outubro de 2014 at 14:09
        • Responder

        A minuta é que é uma proposta, de facto, mas a ordem é clara: “notificar todos os candidatos da decisão de anulação da colocação que
        obtiveram no seu agrupamento de escolas/escola não agrupada, decorrente
        das listas de ordenação de 12 de setembro de 2014”.

  2. O Ministro sabe deste Despacho?…

    Ou algo está IMINENTE…

    • Rui on 3 de Outubro de 2014 at 14:42
    • Responder

    Como colocado em BCE1 e RR2, sinto uma imensa revolta pessoal, por um MEC que comete erros e que oferece garantias que revoga à primeira oportunidade. Sinto ainda revolta pela mesquinhez de muita gente que acha que os 2.500 docentes que ficaram em BCE são um bando de mentirosos e aldrabões e que tudo o que se passe agora é justo.

    • TeMar on 3 de Outubro de 2014 at 14:44
    • Responder

    O Sr Ministro está em Macau…

    • algarvio 910 on 3 de Outubro de 2014 at 15:25
    • Responder

    Fui colocado pela BCE e pela RR2 e por isso se me mandarem embora de uma escola vou para outra. De qualquer modo falei com a direção da escola onde estou agora e disseram-me que já foram ao email da escola e à plataforma e não encontram nenhuma informação sobre a anulação da minha colocação. Vamos esperar as cenas do próximo capítulo.

    • magali on 3 de Outubro de 2014 at 15:44
    • Responder

    E os que foram colocados na CI e que ficaram impedidos de obter uma colocação na BCE porque o prazo experimental já terminou

    • A. Machado on 3 de Outubro de 2014 at 17:44
    • Responder

    Esta proposta de despacho pode ter consequências jurídicas muito complexas e graves e eu se fosse director não a assinava sem consultar um bom advogado primeiro.

    • carla330 on 3 de Outubro de 2014 at 19:38
    • Responder

    Nunca lidei bem com pessoas sem espinha dorsal e sem palavra. Se quem está colocado ultrapassou alguém foi por erro do MINISTÉRIO, o ministro prometeu corrigir sem os prejudicar. Esta filosofia de “acho muito bem , eu não tenho, tu também não podes ter” é o que não nos deixa progredir enquanto povo. Em vez de querermos o mal dos outros deveríamos lutar pelo bem de todos.
    E eu nem sequer sou contratada. Continuem a pensar pequeno e nunca serão grandes.

      • A. Machado on 3 de Outubro de 2014 at 22:04
      • Responder

      Tem toda a razão! Sou professor contratado e não fiquei colocado. Mac acho muito triste a quantidade de professores que atacam os colegas em vez de lutarem pelos seus direitos.

    • marcolino on 7 de Outubro de 2014 at 11:13
    • Responder

    Mais um remendo…
    Por portas travessas… diz-se que agora vai haver não 1 mas… 2concursos extraordinários para professores!!!!!!!!!!!!!
    Caros colegas, toca a concorrer a 2 magníficos concursos…
    Pois é, já não chega o que fizeram. Agora estão a meter mais lenha para os professores arderem… e ficarem bem queimados!!!!
    Habilita-te a um lugar…

    • marcolino on 7 de Outubro de 2014 at 11:14
    • Responder

    Isto só demonstra que o Vampiro do Cratoide quer mostrar que não tem palavra …

  1. […] Num dos seus primeiros atos como diretora-geral, toma uma atitude que vai contra o indicado pelo Ministro da Educação: manda revogar todos os contratos celebrados devido às colocações pelas BCE do dia 12 de setembro. […]

Responder a Sónia Veríssimo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: