O Cardápio da DGAE Foi Servido

A DGAE aprovou 149 sub-critérios para efeitos da seleção dos docentes através da Bolsa de Contratação de Escola.

Tendo em conta que este cardápio se encontra disponível para as direções das escolas, é muito provável que as mesmas o sigam à risca e não se ponham a inventar novos sub-critérios para usarem nas contratações de escola, sob pena de estarem a definir sub-critérios que não passaram pelo crivo da DGAE.

Como ninguém sabe ainda como se vai processar esta bolsa e não me admira nada que de um dia para o outro as 304 escolas TEIP e com Autonomia sejam obrigadas a abrir o processo da BCE o que vos aconselho é que possam ir preenchendo este “cardápio” para adiantar serviço, no caso de acontecer essa abertura em simultâneo das Bolsas de Contratação de Escola e se virem sem tempo para responder diretamente em cada concurso aberto.

É lógico que alguns dos 149 sub-critérios aprovados estão direcionados para grupos de recrutamento específicos e as escolas não os irão usar noutros grupos de recrutamento.

Identifiquei cada subcritério com uma letra e um número, algo que não existe no documento original, para ser mais fácil vocês o identificarem ou trocarem impressões aqui na caixa de comentários.

Se clicarem na imagem abre o pdf com espaço para esse preenchimento.

 

 

critérios espaço respostas

Deixo também este documento aqui em formato Excel.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/07/o-cardapio-da-dgae-foi-servido/

19 comentários

5 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Correia on 31 de Julho de 2014 at 22:19
    • Responder

    Arlindovsky é possível disponibilizar em formato excel? Obrigado.


    1. Já coloquei.

        • Correia on 1 de Agosto de 2014 at 21:36
        • Responder

        Obrigado, Arlindo.


  1. Parece-me que muitos destes critérios são feitos à medida …… não acham?

    • sagitário on 31 de Julho de 2014 at 23:00
    • Responder

    Obrigada, Arlindo.

    Quanto ao nº de subcritérios: cada escola deverá ter um limite máximo de subcritérios. Será?


    1. Espero que sim.

    • azevedo on 31 de Julho de 2014 at 23:54
    • Responder

    Obrigado, Arlindo. Sempre pronto a trabalhar para a comunidade escolar.

    • manuel on 1 de Agosto de 2014 at 0:06
    • Responder

    Se aplicar estes critérios aos professores dos quadros de escola o resultado seria uma catástrofe. Se isto não é para rir,…

    • RMMCA on 1 de Agosto de 2014 at 0:21
    • Responder

    Boa noite colegas. A maior parte destes subcritérios são de resposta rápida, cada critério tem subcritérios que se respondem com um “click”. São opções do tipo sim;não. Doutoramento;Mestrado;… Muito Bom; Bom; Não relevante; X dias; Y dias; … . O problema está em como as escolas validam as respostas. Só validam aquando a apresentação na ? E nessa altura verifica-se se os dados introduzidos são verdadeiros? Logo se verá


  2. Como é que eles sabem que fui dt naquela escola, naquele ano? Que tive PCA naquela escola, naquele ano? Não entendo!!!! Isto é horrível, é um processo pecaminoso!!!!


  3. “Qual o tempo de serviço, contabilizado em dias, prestado em escolas TEIP e/ou em escolas com contrato de autonomia, nos últimos 4 anos letivos?”

    Sim … porque há saberes que apenas se adquirem numa escola autónoma. O ensino em escolas agrupadas é totalmente diferente!


  4. Arlindo, não compreendo alguns critérios. Estarão bem formulados?

    A9 – Bom-6 pontos; Muito Bom-10 pontos; Não Relevante (?!?)- 10 pontos
    B57 – Ponderação de 2% (?!?)

      • Sílvia on 1 de Agosto de 2014 at 9:08
      • Responder

      Há subcritérios extamente iguais. É mesmo assim?


      1. Os critérios “iguais” não me suscitam grande confusão — pode existir alguma variação diminuta ou tratar-se de uma formulação que juridicamente se revele mais adequada.
        O que me deixa surpreendido é que um critério possa valer 2% (quase nada!) ou o “Muito Bom” ter a mesma ponderação do “Não Relevante”. Tratando-se de um documento oficial (julgo que sim), esperar-se-ia um pouco mais de rigor…

    • João on 1 de Agosto de 2014 at 12:29
    • Responder

    Avaliação de desempenho docente no período correspondente ao ano letivo anterior

    Qual é o ano letivo? (2012/2013) ou (2013/2014)???

    • João on 1 de Agosto de 2014 at 12:32
    • Responder

    Qual o tempo de serviço, contabilizado em dias, prestado em escolas TEIP e/ou em escolas com contrato de autonomia?

    Até quando? (2013/2014)?….

    • JC on 2 de Setembro de 2014 at 23:13
    • Responder

    Que confusão….

    • JC on 2 de Setembro de 2014 at 23:15
    • Responder

    Como é que se consegue pegar num concurso , q deveria ser simples, e fazer tanta trapalhada! Devem ganhar bem…

    • Pedro Nogueira on 4 de Setembro de 2014 at 22:46
    • Responder

    Sendo eu do grupo 500 (matemática) hoje tive que responder ao critério “Domínio da Língua Inglesa (Nível B2/C1 do Europass)”. Julguei que depois da PACC, onde já tinha provado a minha competência no domínio do português, nada me surpreenderia. Pelos vistos terei que tirar uma certificação em inglês!!


  1. […] quem acompanha o blog já sabe que publiquei aqui a totalidade dos subcritérios autorizados pela […]


  2. […] ficheiro em Excel com os subcritérios encontra-se aqui e foram publicados neste post no dia 31 de […]


  3. […] é que conseguem responder aos subcritérios das escolas a que se candidataram. Lembram-se de ter-vos dito para irem respondendo aos 149 subcritérios, não lembram? Agora já têm o trabalho quase todo […]


  4. […] E tudo isso bem a tempo de terem sido corrigidos. […]


  5. […] erro que apontei esteve relacionado com o elevado número de subcritérios que o MEC serviu de cardápio às escolas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog