Balanço Provisório das Contratações de Escola em 2013/2014

Os próximos dois quadros apresentam o número de horários pedidos na aplicação das contratações de escola no ano letivo 2013/2014.
O primeiro quadro refere-se aos horários pedidos para os diferentes grupos de recrutamento por mês. Está incluído na última linha do primeiro quadro os horários pedidos para Técnicos Especializados.
O segundo quadro refere-se aos horários pedidos para os diferentes grupos de recrutamento das escolas artísticas.

 

O grupo 110 – 1º ciclo do Ensino Básico foi aquele que mais horários teve em concurso – 1363, seguindo-se o grupo 910 – Educação Especial 1 com 777 horários.

Este ano letivo foram pedidos 2940 horários para Técnicos Especializados.

Em 2013/2014 estiveram em concurso para os diferentes grupos de recrutamento – 7761 horários, em 2012/2013 – 7569 horários e em 2011/2012 – 11947 horários.

Como tenho vindo a referir desde o final do 2º período, verificou-se este ano uma inversão da tendência negativa relativamente ao número de contratações de escola comparativamente a anos anteriores e confirma-se agora no final do ano que existiram mais horários em concurso do que no ano letivo anterior.

O balanço ainda é provisório porque ao longo dos próximos dias ainda vão surgir alguns horários a concurso, especialmente no grupo 100.

Mais balanços serão feitos nas próximas semanas.

 

Balanço 2013-2014

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2014/06/balanco-provisorio-das-contratacoes-de-escola-em-20132014/

7 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • gaiosilva on 1 de Junho de 2014 at 20:26
    • Responder

    Se se fizessem os balanços dos grupos onde se aposentaram os professores nos últimos anos não era má ideia.

    • Legislador on 1 de Junho de 2014 at 21:04
    • Responder

    Concurso lançado em Janeiro, Lista publicada e docente colocado em Maio

    http://www.aen.pt/images/Documentos/Contratacao_escola_gr110_maio2014/concurso110-_25h_-_av._curricular-final_-SH.pdf

    • azevedo on 2 de Junho de 2014 at 1:05
    • Responder

    bom trabalho. Parabéns

  1. Continuo a não entender o número tão reduzido de vagas abertas para a educação especial, pois claramente quem obteve colocação no 1.º período – cerca de 500 são vagas permanentes do sistema…. não quero acreditar que no próximo concurso interno o MEC se prepara para “empurrar” para a EE os docentes de carreira especializados sem componente letiva…..

    1. Mas acho que deves acreditar. A EE é transversal a todos os grupo e por esse motivo é mais fácil dar horário a quem não o tem.

      • Marisa.M on 2 de Junho de 2014 at 14:24
      • Responder

      Tens toda a razão Nuno os tipos do Quadro andam a especializar-se e assim concorrem em 3º prioridade ou à mobilidade interna.estes indivíduos nunca pegaram numa CIF.Nós os contratados conseguimos um pouco de justiça com o Despacho866.bastou a vontade de um pequeno grupo de contratados para conseguirmos mudar as coisas a nosso favor.Fomos nós que conseguimos que muitos deles ficassem com o esquema todo alterado.temos de pensar em novas formas de luta

        • Maisumentremuitos on 2 de Junho de 2014 at 15:21
        • Responder

        E a Marisa quando começou a trabalhar na educação especial já tinha pegado em alguma CIF? E só são os professores do quadro que andam a especializar-se? Ou a especialização em EE é só coutada dos professores que não pertencem ao quadro?
        Compreendo de certa maneira mas não concordo com este tipo de argumentos.

  1. […] A somar a estas colocações ainda existem os docentes colocados por contratação de escola e que já tinha feito o balanço de 2013/2014 aqui. […]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: