4 de Dezembro de 2013 archive

A Música do Blog

Lançada hoje em vídeo, juntamente com o Live from KCRW.

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1GWsdqCYvgw]

 
Nick Cave & The Bad Seeds – Higgs Boson Blues (Official Video)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/a-musica-do-blog-37/

Mais Um Tema Sazonal

… que já foi aqui abordado no blog algumas vezes.

 

Não há meio de eliminar o vazio legal de uma vez por todas?

 

Segurança Social não contabiliza descontos feitos para a CGA

 [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=KpcnzIYM2l8]

 

Os professores contratados que não foram colocados a 1 de setembro não estão a ter direito a prestações sociais. O caso atinge todos os que tinham até essa data vínculo à Caixa Geral de Aposentações e passaram a descontar para o regime geral. A Segurança Social argumenta que, no sistema, estes professores ainda não têm seis meses de descontos. Nesta situação estarão largos milhares de professores.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/mais-um-tema-sazonal/

Venha a Nós o Vosso Pagmento

E se for preciso alargamos o prazo até à véspera da prova. 😉

IAVE chumbado por sucessivos erros ortográficos.

 

pagmento

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/venha-a-nos-o-vosso-pagmento/

Manifestação de Interesse para Timor-Leste

Este já é um post sazonal.

O anterior é de 24 de Junho e pelo número de comentários desse post esta nova manifestação de interesse deve ser para colmatar as desistências, pelo cansaço dos professores colocados em Timor-Leste, mas não só.

 
Exmo.(a) Senhor(a) Diretor(a)/ Presidente da CAP

Tendo a Coordenação do Projeto Escolas de Referência-Timor Leste manifestado a necessidade de selecionar docentes de carreira, para o exercício de funções no Projeto Escolas de Referência, venho informar o seguinte:

No âmbito do Protocolo de Cooperação entre Portugal e a República Democrática de Timor-Leste, pretende-se selecionar docentes de carreira, com qualificação profissional nos grupos de recrutamento 100 ou 110, para o exercício de funções em Timor-Leste, no Projeto Escolas de Referência mediante a figura de mobilidade prevista no artigo 68.º do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário.

Não podem ser admitidos docentes das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, por não se encontrarem abrangidos pelo disposto no referido artigo 68.º.

Será dada preferência a:
1. Docentes posicionados nos 1.º, 2.º e 3.º escalões da carreira docente sem componente letiva.
2. Docentes posicionados nos 1.º, 2.º e 3.º escalões da carreira docente com componente letiva e que não estejam a lecionar o 4º ano do ensino básico.

A seleção dos candidatos será efetuada pela Coordenação do PERTL-CF, na qualidade de entidade proponente.

Os interessados deverão remeter para o email DSEEPE@dgae.mec.pt , até dia 9 de dezembro de 2013, os seguintes documentos:
a) Cópia de documento de identificação;
b) Cópia do Registo Biográfico atualizado;
c) Declaração do Diretor emitindo parecer favorável sobre a mobilidade ao abrigo da alínea a) do art.º 68.º do ECD, com a indicação do escalão em que o docente se encontra e se tem ou não componente letiva no presente ano escolar. Caso tenha componente letiva, deve também ser mencionado o ano de escolaridade que o professor se encontra a lecionar.
d) Curriculum Vitae.
e) Declaração de robustez física.

Mais solicito a V. Ex.ª que proceda à divulgação desta comunicação junto de todos os docentes do Agrupamento.

Com os melhores cumprimentos,
O Diretor-Geral da Administração Escolar

Mário Agostinho Pereira

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/manifestacao-de-interesse-para-timor-leste-2/

Por Coerência de Argumentos

Mário Nogueira deveria dizer que o acordo não se pode aplicar aos sindicalizados na Fenprof, mas apenas aos sindicalizados nos sindicatos da UGT.

Isso sim, era de homem.

 

Fenprof denuncia acordo à PGR

 

 

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) vai “avançar com uma queixa na Procuradoria geral da República [PGR] por “violação da lei negocial” no acordo alcançado quinta feira entre o Ministério da Educação e Ciência (MEC) e os sindicatos afetos à UGT.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/por-coerencia-de-argumentos/

O Relatório Pisa 2012

Nas televisões

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=5XEd4QC-WXU]

 

No site da OCDE

 

PISA 2012 Evaluating school systems  to improve education

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/o-relatorio-pisa-2012/

Amanhã no Parlamento

… discute-se a prova de avaliação de Conhecimentos e Capacidades. E mais importante do que saber qual a votação do dia de amanhã sobre a Apreciação Parlamentar 67/XII e das duas petições entradas, é saber o sentido de voto dos deputados do PS e quais os fundamentos que apresentam para votar contra as iniciativas ou então para se absterem nas votações.

Para amanhã mantém-se o pré aviso de greve para os docentes que pretendam deslocar-se à Assembleia da República e não tenham outra forma de justificar a falta. Também estão a ser organizados transportes para garantir a presença dos docentes que pretendam deslocar-se à Assembleia da República.

Antes da discussão dos documentos referentes à prova de avaliação também vão ser discutidas duas apreciações parlamentares, uma do PS e outra do PCP sobre o Estatuto do Ensino Particular e Cooperativo de nível não superior.

 

 

Apreciação Parlamentar 67/XII

 

Decreto-Lei n.º 146/2013 de 22 de outubro, que “Procede à 12.ª alteração do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 139-A/90, de 28 de abril, e à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho”. [formato DOC] [formato PDF]

 

 

Petição Nº 290/XII/3

 

Solicitam que não seja implementada a Prova de Avaliação de Conhecimentos e Competências para Ingresso na Carreira Docente. Texto da Petição  [formato PDF]

Entrada na AR: 2013.09.16
N° de Assinaturas: 12080
1° Peticionante: Marco Gabriel Lopes Teixeira

Petição Nº 298/XII/3

 

Pela revogação da prova de acesso ao exercício da profissão docente. Texto da Petição  [formato PDF]

Entrada na AR:  2013.11.05
N° de Assinaturas: 22350
1° Peticionante: FENPROF – Federação Nacional dos Professores
BANNER_SUBSTITUIR

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/amanha-no-parlamento/

A Prova da Inutilidade da Prova

O seguinte quadro apresenta o número de colocados até à Reserva de Recrutamento 12, por anos de serviço e distribuídos os docentes colocados, por grupo de recrutamento.

No total existiram 10146 colocações, onde estão incluídas as renovações de colocação.

Os docentes contratados que estão colocados (ou estiveram, no caso de horários temporários que entretanto terminaram) têm maior incidência entre os 8 e os 11 anos de serviço. Chamo a atenção que este tempo de serviço reporta a 31/08/2012 e é natural que a maior parte dos docentes neste quadro tenham subido um “degrau” na escala de anos de serviço.

Mas, partindo do princípio que o número de colocações seria idêntico no próximo ano (algo difícil de acontecer tendo em conta a possibilidade dos docentes sem componente letiva poderem concorrer na mobilidade interna para todos os grupos que possuem qualificação profissional), a prova de dia 18 de Dezembro vai servir apenas para que 400 docentes fiquem colocados por aprovação nela. Aqui incluo 68 docentes que foram colocados, com menos de 5 anos de serviço, ao abrigo do Decreto-Lei 29/2001.

Este é um número residual e não fosse a elevada colocação de docentes com menos de 5 anos no grupo de Espanhol (173) o número desceria para quase metade.

No fundo o que estamos a falar é que a prova de avaliação de 18 de Dezembro vai servir para quase nada. A dispensa dos quase 10 mil docentes colocados até à Reserva de Recrutamento 12 por terem mais de 5 anos de serviço (representando mais de 96% de docentes colocados) é motivo mais que suficiente para demonstrar a inutilidade da prova.

Uma das curiosidades nestes número é que 70 docentes colocados com menos de 5 anos de serviço foram colocados em escolas TEIP ou escolas com autonomia e dos 70 apenas 1 foi colocado ao abrigo do Decreto-Lei 29/2001 e 2 no grupo de espanhol.

Para quê uma prova de avaliação de conhecimentos e capacidades se com o alargamento das escolas com contrato de autonomia a seleção das capacidades e conhecimento vai acabar por ser feita por uma entrevista e a aprovação na prova em muitos casos vai ser uma mera formalidade?

Vale a pena o MEC insistir com esta prova, sujeitando mais de 15 mil docentes a está inutilidade, para no fim se cumprir o fetiche de Nuno Crato em ter 200 ou 300 professores a trabalhar nas escolas com aprovação na prova?

Não é para desanimar quem tem menos de 5 anos de serviço. Mas também vale a pena fazer a prova tendo em conta o panorama demonstrado no quadro?

 

TABELA RR12 Anos

Um agradecimento ao Davide Martins pela colaboração na elaboração deste quadro.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/12/a-prova-da-inutilidade-da-prova/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: