Reuniões Suplementares Sobre a Prova de Avaliação

No site da FNE

Negociação suplementar sobre prova de acesso a 23 de agosto

 

A FNE reúne com o Ministério da Educação e Ciência, no âmbito do pedido de negociação suplementar sobre a prova de avaliação de conhecimentos e capacidades, na próxima sexta-feira, dia 23 de agosto.

Foi nosso entendimento que a discussão desta proposta do MEC exigia ser prolongada, pelo que o recurso à negociação suplementar era inevitável. Para a FNE a imposição da realização de uma prova de acesso à carreira não se justifica. Torna-se por isso necessário encontrar uma solução legislativa que constitua um instrumento para reconhecer o desempenho profissional dos professores, particularmente daqueles que têm servido com qualidade o sistema educativo ao longo de vários anos. Tudo iremos fazer nesse sentido.

A reunião entre a FNE e o MEC está marcada para as 11h30.

 

Não sei como ficou a reunião da FENPROF que tinha sido marcada para hoje.

 

Pressa do MEC não vale mais do que a Lei

 

A FENPROF requereu a negociação suplementar das alterações que o MEC quer introduzir na prova de avaliação de conhecimentos e competências no dia 12. A convocatória chegou dia 13, à FENPROF mas a pressa de fechar o assunto nas costas dos professores é tanta que não respeita o prazo de cinco dias úteis estipulado na Lei da Negociação (Lei 23/98) para a convocação de reuniões. O MEC agendou a reunião para dia 20 quando o deveria fazer para dia 21 ou mais tarde.

 

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2013/08/reunioes-suplementares-sobre-a-prova-de-avaliacao/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Paulo Barata Dias on 20 de Agosto de 2013 at 21:41
    • Responder

    Caro Arlindo, Deduzo então que a lei em causa,(Lei 23/98) a tal que agora parece “atrapalhar”, será mais uma que o nosso primeiro procurará alterar logo que possa…
    Abr, PB


  1. Tudo o que diga respeito à negociação atrapalha este governo.
    São as formalidades obrigatórias da negociação, os sindicatos e os sindicalistas.

    • Profa farta de medíocres on 20 de Agosto de 2013 at 22:25
    • Responder

    Tanto medo por parte dos docentes. Uma imagem de meninos da mamã é o que os docentes estão a querer passar para a opinião pública.

      • Miguel Castro on 21 de Agosto de 2013 at 2:19
      • Responder

      Pareces uma pateta alegre sempre com a mesma treta de conversa.
      Ainda tens que comer muita sopa até saberes o que dizes.

        • Profa farta de medíocres on 21 de Agosto de 2013 at 15:03
        • Responder

        Looool, devo estar a bater mesmo no osso.

          • croc on 21 de Agosto de 2013 at 18:33

          A frustração da vida, no dia a dia, leva-a a descarregar no blog. Continue, se isso lhe permite uma lida um pouco menos triste! 🙂

          • Miguel Castro on 21 de Agosto de 2013 at 18:46

          A única coisa que bates é mal da cabeça.
          És tão fraquinha/o de intelecto e tens uma visão tão pobre do que é a profissão de professor que só pelo que comentas por aqui, fica claro que nunca deverias ser admitada/o como tal.
          (não precisava de o dizer, mas licenciei-me, mestrei-me e doutorei-me numa universiade pública e não foi naquelas para trás do sol posto… também queres que faça o exame de admissão? A quê? Trata-te).

    • maria on 20 de Agosto de 2013 at 23:26
    • Responder

    a prova de avaliação é mais uma de loucos.
    não se pode comparar a destreza de pessoas formadas há anos com a dos alunos recem liceciados.
    a tarimba não vale nada porque aqueles que a defendem adquiriram muito pouco ao longo dos anos…tiveram sempre queda para a politica…é só fachada…
    o país está como está por isso mesmo…
    pergunto,onde andam os politicos competentes e honestos do meu País???

    • Vitor on 22 de Agosto de 2013 at 21:30
    • Responder

    Arlindo a reunião coma FENPROF será amanhã dia 23 pelas 10.15. A posição desta é de oposição à existência de tal prova para os que já lecionam, os que já foram avaliados ou os que dela estavam dispensados por via do artigo 4 do decreto lei 75/. será essa a posição a defender na reunião de amanhã.


    1. Ok, então será no mesmo dia que a da FNE.
      Amanhã será dado destaque novamente às posições dos vários sindicatos sobre a prova e com o desenvolvimento das reuniões da manhã.

Responder a Vitor Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog