As Minhas Suspeitas

… são que os exames de segunda feira acabarão por ser adiados.

A CNIPE também pediu hoje o adiamento dos exames de segunda feira e consta-se que o Nuno Crato terá pedido a antecipação para amanhã de uma entrevista que tinha agendado com a SIC para a próxima segunda feira.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/06/as-minhas-suspeitas/

35 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. eu suspeitas tenho também.COm os pais a pedir… E como a manif já foi feita creio que se pode falar de forma mais aberta digamos. Agora se pensarmos na posição de Crato como a de medir forças para testar a FP… pode ser o contrário. Veremos

    • desiludido !! on 15 de Junho de 2013 at 21:59
    • Responder

    Seria a medida mais sensata de sair deste impasse, e depois negociar!
    os pais têm mais força que os professores.

    • Coiso on 15 de Junho de 2013 at 22:44
    • Responder

    porque comem mais espinafres

    • Petess on 15 de Junho de 2013 at 22:49
    • Responder

    Duvido…

    • Manuel Carvalho. Trofa. on 15 de Junho de 2013 at 23:10
    • Responder

    O ministro da educação, terá que assumir as suas responsabilidade, caso não haja exames dia 17 de Junho , esta política do quero posso e mando não tem cabimento em Democracia. No caso de se vir a verificar uma estrondosa derrota neste dossiers, no meu entender deve pedir a demissão.

    • Frederico Gastao on 16 de Junho de 2013 at 0:14
    • Responder

    O Crato está completamente desorientado. Pensava que convencia alguém com as suas falinhas mansas. Por um lado dizia ao Gasparzinho: sim, sim, eu vou pôr os professores na mobilidade especial. Por outro lado diz aos professores: garanto que ninguém vai para a mobilidade especial.
    O gajo é um empata f…

    • Paula on 16 de Junho de 2013 at 7:05
    • Responder

    Dispensável esse tipo de linguagem…

    • m.elis on 16 de Junho de 2013 at 10:38
    • Responder

    Há muita gente, sem ser professores, que espreitam este blog, por isso, e não só, há que manter a boa educação 🙂
    Quanto ao dia de amanhã, acho que nem confusão haverá.
    A “carneirada” é chamada, se está presente, assina e vai trabalhar!

      • Leonor on 16 de Junho de 2013 at 11:15
      • Responder

      Cá por mim também não haverá grande confusão… infelizmente.

      • ellece on 16 de Junho de 2013 at 12:52
      • Responder

      m.elis, mudou de ideias e não faz parte da carneirada?
      É que ontem, num outro blog, disse que tinha um convite irrecusável para o secretariado e que estaria presente ao serviço de exames.

        • m.elis on 16 de Junho de 2013 at 13:59
        • Responder

        se reparar coloquei carneirada entre aspas, talvez mal, não sei. Mas, como deve saber, com uma convocatória quase geral, haverá com certeza muitos professores. O meu agrupamento é enorme.
        Agora, quanto à mudança de ideias, não mudei. Palavra dada é para cumprir, nem que isso se vire contra mim.

          • ellece on 16 de Junho de 2013 at 16:36

          Com aspas ou sem aspas, concluo que se inclui na carneirada. Foi chamada, está presente, vai assinar e trabalhar.

  2. Olhe que haverá….olhe que haverá.

  3. Acabou se ser anunciado na SIC que o Crato vai falar às 20h!!! Será Arlindo?!?!?!

    1. Mais logo confirmo as minha suspeitas.

    • Elvis on 16 de Junho de 2013 at 13:44
    • Responder

    Arlindo até parece que não conheces este governo de incompetentes empreendedores neoliberais.

    ELES NUNCA CEDEM. Fizeram o mesmo quando decidiram construir campos de concentração na Alemanha nazi.

      • Nuno lopes on 17 de Junho de 2013 at 20:27
      • Responder

      Ganda maluco este MEC….. Os nazis na Alemanha e os comunistas na Coreia do norte

    • Maria on 16 de Junho de 2013 at 14:34
    • Responder

    Não me parece que o Crato vá desmarcar o exame. Parece-me é que ele vai aproveitar, uma vez mais, para manipular a opinião pública contra os professores, dizendo que se algo correr mal a culpa será nossa e por aí fora. Basicamente, convocou uma conferência de imprensa para nos enxovalhar mais uma vez.

    • dedinho on 16 de Junho de 2013 at 14:36
    • Responder

    Ana,

    ainda agora o ouvi na RTP2: mantêm-se os exames de amanhã!

    • Helena Mendes on 16 de Junho de 2013 at 14:41
    • Responder

    Penso que logo à noite saberemos que os exames de segunda serão adiados.
    Os sindicatos não têm qualquer margem para desconvocar a greve, porque optaram pelo cinismo de afirmar que o objectivo não era impedir os exames e que a escolha da data não os teve em conta.
    Ora, como, sem exames, a greve perde toda a força, a adesão será significativamente mais baixa e o ME sai reforçado.

    De uma coisa tenho a certeza: qualquer acordo que venha a ser feito será sempre pior para os professores do que se esse acordo tivesse sido feito 6 feira.
    Não já, porque as emoções estão ao rubro e se sobrepõe claramente à razao, mas dentro de pouco tempo estaremos em condições de analizar a incompetência dos sindicatos na condução de massas.

    E como eu gostava de não ter razão!

      • ellece on 16 de Junho de 2013 at 16:44
      • Responder

      E o que é que foi proposto aos sindicatos na 6ª? Tanto quanto foi divulgado apenas a mudança da data do exame a troco da paragem das greves.
      Fez-se greve por uma mudança de datas?

        • ellece on 16 de Junho de 2013 at 16:50
        • Responder

        Sem exames a greve perde força, mas o MEC sai derrotado porque admite que a greve teria adesão suficiente para perturbar seriamente a realização dos exames.

          • L. on 16 de Junho de 2013 at 17:57

          e………?! De que vale sairmos com esse galardão?! O que eu gostava era que o ministério recuasse nas questões que nos levam à greve…mobilidade, aumento do horário, destruição de lugares com mais alunos por turma…Isso sim, mas como a Helena refere se mudarem a data do exame estamos reféns das palavras que os dirigentes sindicais disseram que foi não marcar a greve para outro dia de exame. Sinceramente, não acho nada disto normal.

    • Helena Mendes on 16 de Junho de 2013 at 14:46
    • Responder

    *… e sobrepõem-se

      • Maria on 16 de Junho de 2013 at 15:50
      • Responder

      E “analisar”, já agora…

        • Helena Mendes on 16 de Junho de 2013 at 16:38
        • Responder

        Sim, claro.
        Muito obrigada.

        Juro que sei escrever analisar. 🙂

  4. Cara Helena, e a solução dos sindicatos, na sexta-feira, na “condução das massas” e na celebração do acordo (?) deveria ter sido………

    • joaquim on 16 de Junho de 2013 at 15:56
    • Responder

    Para mim, a antecipação apenas existe para que ele não tenha que dar a cara depois do inequivoco sucesso da greve, e assim não ser confrontado com questões dificeis…

  5. Acabei de ler alguns comentários no jornal “Sol” e fiquei chocada com a brutalidade e o ódio que alguns revestem. Que mal fizemos nós a esta gente para nos detestar tanto, e não me venham dizer que isto é apenas a habitual política dos governos que dividem para reinar! Há anos que este veneno corre por nós abaixo, sem qualquer tipo de justificação plausível, ou por outra com a ideia (tão errada) que somos uma classe de privilegiados. Nós que vamos deixando a nossa vida, e muitas vezes a nossa saúde para trás para tomarmos conta(em todos os sentidos) dos filhos dos outros, em detrimento dos nossos próprios filhos. É uma vergonha! Até a morte nos desejam! Compatriotas nossos que têm este tipo de linguagem mereciam de facto que a classe dos professores desaparecesse de vez. Depois veríamos regressar a sociedade da Idade Média e da idade das trevas. Enfim, pobres coitados! Cada país tem de facto o povo que merece!

      • Nuno lopes on 17 de Junho de 2013 at 20:30
      • Responder

      Bem ninguém fez nada……os profs são santinhos…… E os desempregados que muitos tb são profs que deram aulas mais de dez anos seguidos…..lutar é bom……por ideais justos não estes que só servem os mesmos

  6. Eu não percebo nada do andamento destas negociações…então na sexta feira reuniram-se para pressionar o ministério a mudar a data do exame!? Bolas, se a data for mudada para outro dia quem vai fazer greve amanhã? Não se devia de pressionar no sentido de se mudarem as políticas que estão a ser implementadas e medidas que ainda querem aplicar, tal como a mobilidade???

      • ellece on 16 de Junho de 2013 at 18:32
      • Responder

      L.
      em relação ao comentário de cima, tudo o que nós queríamos e queremos não esteve em discussão nas reuniões de 6ª com o MEC e os sindicatos.
      Parece que o mistério se vai desvendar hoje com a entrevista de NC à SIC.
      Logo veremos se fomos usados apenas como peões de jogos político-partidário-sindicais ou se ganhámos algo em troca.

    • Maria on 16 de Junho de 2013 at 18:16
    • Responder

    Eu nem acredito no que aqui leio. Fico triste, sobretudo porque não somos só nós que lemos. Um bocadnho mais de contenção criativa e verbal recomenda-se.

    • Manuela on 16 de Junho de 2013 at 19:33
    • Responder

    Amanhã, não há só exames; há reuniões de avaliação também. Com ou sem exame, a greve deveria ser para todos os professores, por tudo o que já foi explicado, uma questão de honra e de sageza. Esta greve provará, ou não, a nossa tomada de consciência relativamente ao modo vergonhoso com que a tutela encara o ensino público. Os governantes continuam a afirmar que 40h não aumenta o nosso horário de trabalho, mas a direção de turma sai da componente letiva; logo, em substituição, entra outra turma. Querem fazer-nos de parvos enquanto alimentam a sociedade de falácias.

      • Nuno lopes on 17 de Junho de 2013 at 20:34
      • Responder

      E aqueles que estão parados????? Ninguém fala neles?casais de profs no desemprego…………e esta gente que tem trabalho anda só a olhar para eles……tenham vergonha hà casas onde se passa fome…… e vocês andam aí preocupados convosco……triste muito triste

  1. […] As Minhas Suspeitas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: