O Que se Vai Conhecendo

Função pública: horário alargado e mais descontos para ADSE

 

 

O Governo está a preparar várias medidas para poupar dinheiro com a função pública. Uma das medidas passará, segundo a TSF, que cita fonte governamental, o aumento do horário semanal de trabalho, das 35 para as 40 horas. Só aí serão poupados 70 milhões de euros até dezembro.

Uma fonte do executivo contactada pela TSF afirma que a poupança chega por dois caminhos: horas extraordinárias que deixam de ser pagas, e professores que deixam de ser contratados, porque haverá um alargamento do horário de trabalho para os docentes dos quadros.

A mesma fonte assegura que está em cima da mesa um aumento da contribuição dos funcionários do estado, para a ADSE e para outros sub-sistemas de saúde. Um aumento de 0,75%, de 1,5 para 2,25% do salário. Aqui, o executivo conta arrecadar mais 90 milhões de euros.

Depois, está ainda prevista uma redução do pagamento a funcionários em regime de mobilidade especial: um corte que a fonte citada pela rádio não especificou, mas que poderá chegar, no total, a 40 milhões de euros de poupança nos últimos seis meses do ano.

Feitas as contas, estas três medidas juntam 200 milhões de euros à poupança já anunciada de 700 milhões com os novos tetos de despesa para os ministérios.

Para tapar por completo o buraco de 1.230 milhões, deixado pelo acórdão do Tribunal Constitucional, faltam 300 milhões.

O ministro da Presidência não quis confirmar nenhuma das medidas, mas esta quinta-feira o executivo deu o primeiro passo com vista à revisão das tabelas remuneratórias da função pública.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2013/05/o-que-se-vai-conhecendo/

20 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Zaratrusta on 2 de Maio de 2013 at 15:28
    • Responder

    E agora, o que é que o Sr. Nogueira e o Sr. Silva vão fazer? Já sei, no lugar de uma manifestação, duas manifestações.

      • ferpin on 2 de Maio de 2013 at 19:46
      • Responder

      O nogueira e o silva serão fracalhotes. Portanto, fico curioso sobre o que é que você vai fazer. Que recomenda? Estou seguro que se acompanharmos as suas sugestões e a sua luta será bem melhor.

    • Maria, por acaso Professora on 2 de Maio de 2013 at 16:24
    • Responder

    Este país é uma vergonha! Os governantes envergonham a Escola que frequentaram e os Professores que tiveram! O MEC devia fechar todas as escolas e pedir aos Professores para ficar em casa! Logo a poupança seria total! Sei que a educação e instrução ficam caras mas nem imaginam o preço a pagar pela ignorância! O resultado está à vista… políticos incompetentes, corruptos, mafiosos, etc…

    • balofo on 2 de Maio de 2013 at 18:24
    • Responder

    Ainda se fosse a avaliação de desempenho!
    Aí sim, valia a pena lutar!

      • ginbras on 2 de Maio de 2013 at 19:43
      • Responder

      comentário mais inteligente do dia

  1. Faço um apelo a todos os colegas para, a ser verdade que pretendem aumentar o horario de trabalho para 40horas, não trabalharem nem mais um segundo para além daquele que nos é pago.

    1. Tem toda a razão, Hugo. Há muito quer venho sugerindo isso, mas depois ouço os colegas a dizer “Ah, mas assim atrasa-se o trabalho todo e tal…”. É por isso que eles fazem de nós gato e sapato.

  2. Caros colegas, não sou sindicalizado, mas se não lutarmos agora quando e porque razão lutaremos?

    • Manuel Carvalho. Trofa. on 2 de Maio de 2013 at 19:02
    • Responder

    Que nos obriguem a trabalhar 24 horas, sete dias por semana e 30 dias por mês, com 10 minutos de intervalo ao meio dia e à meia noite e que nos seja fornecido para alimentação uma côdea de pão seca e um dedal de água. Talvez assim se possa resolver os problemas que estes pulhas criaram e agora querem tirar aos trabalhadores as poucas regalias obtidas com muitas lutas democráticas e que tanto ,suor e lágrimas constaram. Desgraçados aqueles que pertencem ás gerações mais jovens, ou morrem antes que os coveiros morram ou então vão apodrecer lentamente à superfície da terra, acontecendo o mesmo às gerações mais velhas. Tristeza de politiqueiros que temos neste moribundo País.não sabem governar, são incompetentes, demitam-se.

  3. Era de prever colegas. Há muito tempo que se vinha falando no aumento do nosso horário, e aí vem ele a caminho. De facto, a trabalharmos todos as 40 horas, e mesmo que 13 sejam de trabalho individual, ainda comportamos mais 3 ou quatro letivas, penso no meu caso, que julgo é o que acontecerá à maioria. Mas no que diz respeito à ADSE estou de acordo. O que nós descontamos não chega para cobrir a esmagadora maioria das despesas de saúde que fazemos, portanto aí têm razão. E isto porque houve muito boa gente a pôr maminhas e a fazer peelings à custa da ADSE…

  4. será q eles vão ter lata de andar em campanha eleitoral a pedir votinhos..a irem às feiras e mercados??? deviam era levar com uma corvina no meio dos olhos

  5. Eu trabalho mais, desconto mais, pago mais impostos sem pestanejar se:
    -reduzirem o número de deputados para 1/3;
    -acabarem com fundações e afins;
    -acabarem com a nomeação de amigos, amigos dos amigos, familiares e amigos de familiares;
    – os nossos políticos se desloquem para os seus locais de trabalho em viatura própria ou em transportes públicos;
    -não tenham direito a subsídios de residência que eu também o não tenho;

    1. Ita, lamento dizer-lhe que vai fazer isso tudo sem “ses”. Vai pagar mais e trabalhar mais sem bufar…

  6. Mais uma vez se espalha o terror para depois vir com medidas (supostamente) mais brandas…

    Em dúvida, vou é juntar uns cobres para comprar uma caçadeira e munição suficiente para… i may go down but i won’t go alone, mofos!

    1. loooooooooooooooooooooool!!!!

  7. Crise foi provocada pela corrupção, não pelos excessos dos portugueses

    http://economico.sapo.pt/noticias/crise-foi-provocada-pela-corrupcao-nao-pelos-excessos-dos-portugueses_168328.html

  8. PSD PSD PSD … VIVA

    • Lixado pelo TC on 3 de Maio de 2013 at 0:35
    • Responder

    Parabéns aos ricos de merda do Tribunal Constitucional.

      • Saruman on 3 de Maio de 2013 at 1:10
      • Responder

      O plano, no fim de contas, parece estar a dar resultado!

    • Alberto Miranda on 3 de Maio de 2013 at 11:26
    • Responder

    Mais uma vez, apelo aos professores, para pensarem bem em quem vão votar (não votar é apoiar o(s) partido(s) vencedores das eleições) e na minha opinião temos que lutar de uma forma muito mais dura (greve nas avaliações ou aos exames).
    A revolta começa por não ver na cadeia todos os responsáveis pelos casos BPN ou BPP. Devido ao estado do país este governo devia atacar os fortes e não os mais fracos (por exemplo exigir novos contratos nas PPP e nas rendas da eletricidade).

  1. […] E como dizia ontem um comentador, “ainda se fosse a avaliação de desempenho! Aí sim, valia a pena lutar!” […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: