Pois!

Ficamos a saber que o corte no financiamento do ensino superior será menor do que o previsto porque…

Maioria quer dar 20 milhões do básico e secundário ao Superior

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/11/pois-2/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria on 16 de Novembro de 2012 at 14:23
    • Responder

    Sempre podemos não enviar alunos para o superior…e depois quero ver como fazem…

      • pika on 16 de Novembro de 2012 at 18:32
      • Responder

      Ai podemos?! Como?

    • Patrícia on 16 de Novembro de 2012 at 14:58
    • Responder

    É isso mesmo!! Nós temos de reagir!! Como é possível?? Ouvimos e calamos??? o basico e secundário tem de ter condiçoes que neste momento nao têm!!! sei de turmas com 34 alunos com os mais diversos tipos de dificuldades, com NEE´s incluidos!!!
    QUEREMOS MAIS VERBAS PARA O BASICO E SECUNDARIO!!! NOS NAO SOMOS LIXO PARA NOS IGNORAREM!! onde estao os sindicatos????? ONDE???? Onde está a nossa luta!!? Não se ouve falar dos professores do básico nem sec pq estamos parados!!´Se assim continuarmos é o FIM do ENSINO!!!
    ACORDEM COLEGAS!!!

    ACHO QUE AINDA NÂO ACORDÁMOS PARA O QUE VEM AÍ… : (

      • Tótó on 17 de Novembro de 2012 at 9:58
      • Responder

      Ainda se fosse a ADD!

    • Patrícia on 16 de Novembro de 2012 at 15:00
    • Responder

    ESTAMOS EM ALERTA VERMELHO!!!

    TEMOS DE NOS UNIR E FAZER ALGO MESMO A SÉRIO, QUE SEJA ALGO CHOCANTE!!

    SOCORRO!!!!

    • bigodes on 16 de Novembro de 2012 at 19:15
    • Responder

    Nenhum professor pode pactuar com isto.
    Façam-se ouvir porra !

    • Cruz on 17 de Novembro de 2012 at 2:05
    • Responder

    Uma vergonha só cortam no ensino básico e secundário. Tirar ao básico para dar ao superior, uma vergonha.
    Dos 30 000 funcionários públicos a menos em 2012 em relação a 2011, o ensino básico e secundário teve uma redução de 22 000 professores.
    Os restantes setores públicos nomeadamente autarquias com os seus imensos técnicos superiores(colocados muitas vezes por amigos nas autarquias) sem nada para fazer o dia todo (sei do que falo ) não tocam, não existem horários zeros, Os militares e outros organismos públicos não vejo qualquer corte.

    Os sindicatos tem de contestar isto.

      • P on 17 de Novembro de 2012 at 10:02
      • Responder

      Cada um tem o que merece!!! Nós, professores do ensino básico e secundário, juntamo-nos todos (com algumas excepções, mas enfim) para correr com Sócrates e eleger este governo…fazia muita seleima a avaliação, principalmente a alguns. Acatamos com tudo, o ano lectivo já vai no adro e todas as manifestações de luta prometidas em Julho foram esquecidas.
      Os do superior, ao primeiro anuncio de corte desmedido, mexeram-se! Os reitores juntaram-se todos e fizeram pressão, não estiveram à espera de sindicatos que só querem é ver o taxo garantido!!!

      • Patrícia on 18 de Novembro de 2012 at 23:05
      • Responder

      Cruz, de que estamos à espera para lançar essa informação para a comunicação social!???
      Temos de lutar ou o ensino vai morrer! : (

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: