Triste Inspector

Professora despedida por ensinar demasiado

Uma professora de uma escola de Andorra foi despedida por ensinar demasiado aos seus alunos. As crianças, de quatro e cinco anos, e já sabem ler, quase escrever e fazer contas.

A decisão de afastar a educadora, que está no ensino há 11 anos, foi tomada por recomendação de um inspector do Ministério da Educação, que considerou que os alunos “têm um nível demasiado alto para uma escola pública“. A direcção da escola espanhola Escaldes-Engordany decidiu demitir a docente.

Quem não gostou da decisão foram os pais das crianças que recorreram à embaixada espanhola, em Andorra, para solicitar a continuidade da professora, argumentando que o ensino exige mínimos educativos e que não há máximos.

Por enquanto, os pais conseguiram que a docente continue até ao final do presente ano lectivo, mas nada indique que continue no próximo ano. Contudo, a escola obrigou a professora a baixar o nível de ensino. Uma mãe garantiu que as crianças não se queixam do nível de exigência.

Notícia original em Catalão no el Periòdic d’Andorra

Polèmica per una professora que ensenya «massa» als seus alumnes

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/05/triste-inspector/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. E se começassem a exigir o mesmo dos outros professores?!!!!!!!!! Ia ser uma grande chatice!!! Cortam o “mal” pela raiz. Está visto que não é só em Portugal que o ensino está mal.

  2. Nem 8 nem 80. Não sei até que ponto será benéfico sobregarregar as crianças com aprendizagens que não são adequadas à sua idade. Se calhar até pode ser prejudicial…Lembro-me que nos meus tempos de criança, tinha um colega, cujos pais também “puxavam” demais por ele. Chegou a ter esgotamentos mais tarde.

    Tudo se quer no tempo certo…

    Ensinar a escrever e a fazer contas a crianças com 4 anos, não me parece razoável…E quando tiverem 6 vão ensinar-lhes o quê? Transformadas de Laplace? Transformadas de Fourier? 🙂 🙂

    Ou vão voltar a ensinar as coisas que já sabem e depois as crianças ficam desmotivadas…Pois, é uma faca de dois gumes…

  3. Enfim,

    Não me admira estas atitudes… a maioria dos funcionários públicos recentes, direi que até aos 10 anos de serviço têm quase todos sangue palpitante, contudo, esquecem-se que os seus pares, velhinhos… não têm esse ritmo, e as ameaças surgem… “não me faças trabalhar”, “isso tem muito tempo”, “já falas muito para o tempo que aqui estás”…

    Com estes líderes… se deixarmos o filme continua!

      • Fernando Pinho on 9 de Maio de 2012 at 19:41
      • Responder

      É para rir? só pode.

  4. Em cada dia que passa a classe docente é injustiçada… Cá e lá…

    Aqui vai dedicado ao ME…

    Quem bateu à minha porta
    docemente
    docemente me enganou
    e me traiu
    Docemente ninguém sabe
    ninguém viu
    Docemente
    Docemente
    Docemente
    Quem bateu à minha porta
    docemente
    Docemente se fez um ditador
    docemente tomou o meu Amor
    docemente
    docemente
    docemente
    Quem bateu à minha porta docemente
    fez da hipocrisia a sua imagem
    docemente abandonou-me
    na viagem
    Docemente
    docemente
    docemente

    Maria Helena Amaro

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: