adplus-dvertising

Procedimentos Concursais 2012/13

Agora também no site do SPZN.

Procedimentos Concursais

Ano letivo 2012/13

Estes procedimentos tem já o reflexo do acordo entre a FNE/SPZN e o MEC – Novas Regras, novo concurso mais justo e mais equilibrado!

De acordo com informação da DGAE, os procedimentos concursais serão abertos por etapas, de acordo com o calendário que a seguir se transcreve:

  • Contratação – abertura em Abril, data provável, a partir do dia 16;
  • Mobilidade por DCE – abertura durante o mês de Maio, de acordo com normas contidas em Despacho a publicar, brevemente, em DR;
  • Mobilidade Interna (ex DAR e ex DACL) – abertura durante o mês de Junho;
  • Reserva de Recrutamento –  início do mês de Setembro;
  • Contratação de Escola – início do mês de Setembro.

Contratação 

O procedimento concursal relativo à contratação, para o próximo ano lectivo (2012/2013) decorrerá de acordo com as regras do DL 20/2006, com a redacção dada pelo DL 51/2009, nomeadamente nas situações de opções de candidatura, preferências, intervalos de horário, prioridades na ordenação, graduação profissional.

De referir que os candidatos podem repetir o mesmo código de escola com intervalos de horário diferentes em prioridades diferentes.

Para a contratação relembra-se que os candidatos podem ser opositores a dois grupos de recrutamento para os quais possuam habilitação profissional.

Mobilidade por DCE

Esta mobilidade será regulamentada por despacho da SEEAE e, conforme já referido, deverá ser aberto o concurso durante o mês de Maio.

Mobilidade Interna

De acordo com o diploma de concursos, fruto do Acordo da FNE com o MEC, será publicitado um aviso de abertura com as regras de Mobilidade Interna que se destina aos docentes de carreira que se encontrem numa das situações abaixo:

  • docentes de carreira a quem não foi possível a atribuição de, pelo menos, seis horas de componente lectiva, (ex DACL);
  • docentes de carreira que pretendam exercer transitoriamente funções noutra escola/agrupamento (EX DAR).

Reserva de Recrutamento

O procedimento para a Reserva de Recrutamento terá um algoritmo igual ao das necessidades transitórias (mantem-se as prioridades manifestadas para a contratação), e será efetuado de acordo com o novo diploma de concursos, que, entretanto, será publicado. Este  procedimento ocorrerá no início do mês de Setembro.

Contratação de Escola

Este procedimento concursal, a abrir no inicio do mês de Setembro, será realizado de acordo com as regras do novo diploma de concursos, nomeadamente com as que definem os critérios objectivos de selecção dos candidatos.

Notas:

1 – As manifestações de preferências para o concurso de Mobilidade Interna (ex DAR, ex DACL) decorrerão no momento da candidatura (durante o mês de Junho);

2 – As manifestações de preferências para a contratação decorrerão logo após o encerramento da Rede (em principio até ao final do mês de Julho).

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/04/procedimentos-concursais-201213/

29 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Flávia on 11 de Abril de 2012 at 19:27
    • Responder

    Olá.
    Isto significa que a 1ª prioridade de concurso é dada nos moldes antigos em que o docente para a obter precisa de ter 365 dias após profissionalização, apesar de ter muito mais dias de tempo de serviço?
    Obrigada


    1. Não. Basta ter trabalhado em 2009/2010 ou 2010/2011 em escolas públicas.

        • Flávia on 11 de Abril de 2012 at 19:45
        • Responder

        Obrigada Arlindo e Parabéns pelo excelente trabalho e pela informação que disponibilizas a todos nós. 🙂

        • Flávia on 11 de Abril de 2012 at 19:46
        • Responder

        Desculpa, mas ter trabalhado como profissionalizado?


      1. Obrigada Arlindo!

        Este blog é o melhor que existe ,venho aqui fico logo informada! Temos que passar a pagar uma taxa…rs rs rs

        Este ano já descanso!!

        • Cláudia on 11 de Abril de 2012 at 22:23
        • Responder

        Arlindo… podes tirar aqui uma dúvida a esta menina :)…

        Eu dei aulas 6 anos no privado, o tempo foi contabilizado e aceite pelo ME.
        O ano passado integrei o público mas só entrei em Outubro em horário completo e lógico que fiquei em 2ªP e este ano a mesma coisa, este ano passaria para a 1ªP! Mas… agora já não sei nada….

        Portanto, não tenho 365 dias de serviço no público… fico em que prioridade?

        Obrigada pela ajuda e pronta resposta

        Cláudia


        1. Este ano ficas na 1ª prioridade.

    • nela on 11 de Abril de 2012 at 19:49
    • Responder

    ola a todos
    E os horarios zero sem colocação em 2011/2012 como ficam?
    Integrados na bolsa teremos direito à mobilidade especial enquanto aguardamos colocação tal como aconteceu este ano?
    Estou muito receosa e a prever mais um ano complicado,
    obrigada

    • Patrícia on 11 de Abril de 2012 at 19:53
    • Responder

    Bem haja prof Arlindo pelo trabalho que tem para nos manter sempre tão bem informados e esclarecidos!!! 🙂

    • JAKE on 11 de Abril de 2012 at 19:58
    • Responder

    Eu não percebo um boi já desta Merda toda! Help!
    Preciso de um explicador para me explicar como vai ser. A sério…


  1. Concordo com a colocação DACL antes da colocação de contratados.

    Discordo da colocação DAR antes da colocação de contratados.
    Discordarei ainda mais, se for dada possibilidade à mudança de grupo de recrutamento dentro da mobilidade interna.

    Mais uma vez, os sindicatos não representam todos, mas apenas os seus!

      • JAKE on 11 de Abril de 2012 at 20:04
      • Responder

      Estiveste bem tt.
      Vou mas é fazer o jantar.


    1. Já agora era o que mais faltava…
      Os DAR deveriam ser colocados até antes dos DACL.

    • Cris. on 11 de Abril de 2012 at 20:16
    • Responder

    Muito obrigada pelas informações.

    • Eugénia on 11 de Abril de 2012 at 21:02
    • Responder

    Obrigada Arlindo e mais uma vez… PARABÉNS!!! pelo Excelente trabalho realizado ao longo deste ano lectivo.

    • Prof110 on 11 de Abril de 2012 at 21:36
    • Responder

    Arlindo,

    Obrigado pela informações, este blog tem sido muito útil para todos os professores. Excelente trabalho.
    Já agora! não seria possível publicar as listas da BR24?
    Muito obrigado

    • Para tt on 11 de Abril de 2012 at 21:51
    • Responder

    Eu até acho que os contratados deviam ser colocados à frente de toda a gente. E eu que tenho 20 anos de serviço e quero pedir DAR ficar atrás de contratados com meia dúzia de dias de serviço. Valha-te Deus. Cresce e aparece.

      • C3PO on 13 de Abril de 2012 at 12:40
      • Responder

      E desde quando é que os contratados só têm meia “dúzia de dias”?
      O primeiro contratado da minha lista de recrutamento tem 17 anos de serviço!!!!

      Isto é tudo muito giro quando se tira as coisas de contexto, é que os Srs Professores estão se a esquecer que não existe concurso para os Contratados, agora o que é que isto quer dizer?

      Outra vez uma lotaria para os contratados!

      Suponhamos o meu caso, sou contratado com nº de ordem perto do 700.

      Agora há um Sr Professor que lhe apetece mudar de Escola, e para mim isto é que é o problema, vai haver critério? Pode pedir MI quem quer só porque sim? Para se deslocar 100 metros para a Escola ao virar da esquina? Porque já não gosta da Escola onde está? Porque a Escola já não gosta do Professor e o quer dali para fora?

      Agora este Sr Professor vem para a minha Escola, e eu? sou automaticamente corrido porque sou um misero contratado e tenho de “esperar pela minha vez”

      Agora eu vou tentar ir para outra Escola, mas como não há concurso para contratados, porque as turmas vão aumentar, porque as DT e AAE deixam de ser lectivos, etc,

      Resultado -> NÃO HÁ VAGAS para contratados! –> Desemprego.

      Mas, e agora é que isto fica interessante, ao lado da minha casa está lá um contratado de nº de ordem 1000, do meu grupo de recrutamento, mas eu posso ir para aquele lugar com a justificação do “eu tenho melhor número de ordem”? Isso já não se pode!

        • moi-même on 14 de Abril de 2012 at 15:35
        • Responder

        Boa tarde! O colega está a misturar duas questões independentes: a Mobilidade Interna e a redução de vagas disponíveis a concurso.

        Vai haver menos horários a concurso e isso merece preocupação, logicamente. No entanto, isso não será consequência da Mobilidade Interna! Dever-se-á, sim, à reorganização curricular! Sugerir que vai para o desemprego se um colega de quadro pedir destacamento para a escola onde se encontra este ano não é correto, porque esse colega libertará uma vaga! Certamente será mais longe, mas é precisamente para se respeitar a graduação e repor a justiça que finalmente se introduziu a Mobilidade Interna. Eu nunca me considerei uma “mísera contratada” antes de entrar no quadro, nem considero os meus colegas “míseros contratados”, simplesmente sempre tive respeito pela graduação. Como respeito os meus colegas que usufruem de reduções por idade às quais eu terei direito (?) muito mais tardiamente! Que culpa têm eles? São circunstâncias!

        Relativamente à ausência de critério para autorizar a Mobilidade Interna: acho bem que as pessoas tenham a possibilidade de mudar para onde quiserem! Terão decerto motivos válidos para isso, porque ninguém gosta de andar sempre a saltitar e a adaptar-se a dinâmicas diferentes de escola para escola. Já bastaram os anos de contratação… Pois é, temos mesmo que “esperar pela nossa vez”.

        Quanto à questão que levanta no final do seu post: não percebo por que motivo o seu colega menos graduado ficou numa escola que lhe interessava a si! Não concorreu para ela? Ou terão colocado intervalos de horário diferentes? Ele não terá ido substituir alguém que se aposentou e entretanto conseguiu recondução? Se calhar os contratados deviam questionar as reconduções!!! Mas não interessa a alguns, não é? Pois…

        Desejo-lhe boa sorte.

    • Marta on 11 de Abril de 2012 at 22:14
    • Responder

    Aqui não fala da não utilização da graduação para ordenação. Espero que essa informação também seja verdadeira.

    • Marta on 11 de Abril de 2012 at 22:15
    • Responder

    * avaliação para ordenação


  2. A avaliação conta ou não? Abraço Arlindo.

    • João on 12 de Abril de 2012 at 0:11
    • Responder

    Para a satisfação de necessidades temporárias dos agrupamentos de escolas ou
    escolas não agrupadas, os docentes são ordenados de acordo com a sua
    graduação profissional e na seguinte sequência:
    a) Docentes de carreira dos agrupamentos de escolas ou de escolas não agrupadas que
    tenham sido objeto de extinção, fusão, suspensão ou reestruturação desde que, por
    esse motivo, tenham perdido a sua componente letiva;
    b) Docentes de carreira dos agrupamentos de escolas ou de escolas não agrupadas e de
    zona pedagógica com ausência de componente letiva;
    c) Docentes de carreira dos agrupamentos de escolas ou de escolas não agrupadas, que
    pretendam exercer transitoriamente funções docentes noutro agrupamento de escolas ou
    em escola não agrupada;
    d) Candidatos não colocados no concurso externo, no ano da sua realização;
    e) Candidatos à contratação inicial.

    Alguém me consegue explicar o que quer dizer a alinea d?


  3. E em relação ao DAR (mobilidade interna), quem não ficar colocado neste DAR, perde o lugar conseguido no DAR anterior (2009-2010) e tem que se voltar à Escola de origem ou mantém-se a colocação de 2009-2010?
    Muito obrigado


  4. Ligeira correção na formulação da questão anterior:
    E em relação ao DAR (mobilidade interna), QUEM CONCORRER ao ‘DAR’ E NÃO ficar colocado neste DAR, perde o lugar conseguido no DAR anterior (2009-2010) e tem que voltar à Escola de origem ou mantém-se NA colocação de 2009-2010?
    Muito obrigado

    • zaratrusta on 12 de Abril de 2012 at 8:59
    • Responder

    Se tivesse lido este post no dia 1 de Abril teria jurado que era a mentira.

    Parte do concurso de acordo com o 51/2009; parte do concurso de acordo com o novo diploma; ofertas de escola a começar em Setembro;….

    Enfim, coisa própria do Biafra.

    • Daniela Lopes on 12 de Abril de 2012 at 9:49
    • Responder

    Bom dia! Gostaria de saber se os DACL também podem concorrer a dois grupos. Tenho especialização na educação especial e este ano andei de agrupamento em agrupamento em todo o CAE Tãmega porque não podia concorrer para a Edu. Especial. Quero muito mudar de grupo. Obrigada!

    • Catarina Simão on 14 de Abril de 2012 at 14:58
    • Responder

    Olá colega Arlindo,
    Também tenho a mesma dúvida. Será que em DACL posso concorrer a 2 grupos (tb educação especial).
    Obrigada… e bom trabalho.


  5. Olá a todos,
    sou contratada há 10 anos e estou numa TEIP com horário completo. Sou do grupo 230.
    Eu e outros colegas, de outros grupos, que foram reconduzidos temos uma dúvida pois sabemos que podemos ser reconduzidos mas não sabemos se na próxima fase dos concursos, que começa dia 23 deste mês, surgirá alguma questão para indicarmos que queremos a recondução. Não sei se haverá lugares pois primeiro estão os colegas de DAR e DACL. Será que as escolas têm que enviar informação para a ME sobre os professores que podem ser reconduzidos?
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: