Análise à Sondagem do Fim de Semana

Até ao momento registaram-se 1200 respostas à sondagem iniciada no passado sábado para verificar quem passa por este blog. A minha principal surpresa foi o nível de adesão à mesma, pois não contava que em pouco mais de 24 horas existissem mais de 1000 respostas. Desta forma quero agradecer a vossa adesão pois fiquei a perceber melhor o alcance deste blog o que aumenta a minha responsabilidade e exige um melhor comportamento em alguns diálogos que são feitos na caixa de conversa. A sondagem que fiz não estando perfeitamente construída estava bloqueada a respostas de mais de um ip por quadro e isso permitiu obter respostas sem que se acumulassem repetições de votos.

Sabendo eu que a maioria que passava por aqui eram docentes contratados, como se confirma nos 681 votos (56,75%), surprendeu-me pela positiva que 488 votos pertencessem a docentes dos quadros (40,66%). Não estando este blog muito direcionado para temas educativos fora do ensino público não superior, também 15 votos vieram de docentes destas áreas (admito também a minha lacuna com ausência de temas fora do ensino público não superior) mas sei que terei muitas dificuldades em alargar-me para esta área. Curioso que 16 participantes na sondagem não são docentes.

 

Outra das grandes surpresas foi a abrangência de docentes que por aqui passam, pois verifiquei que com excepção do grupo 310, os docentes do quadro que responderam são provenientes de todos os grupos de recrutamento com especial incidência para os 62 docentes do quadros do grupo 240 (EVT). A minha afinidade com este grupo torna natural que também assim seja.

Os docentes dos quadros que mais responderam estão assim distribuídos:

Grupo 110 – 100 respostas

Grupo 240 – 62 respostas

Grupo 910 – 46 respostas

Grupo 300 – 40 respostas

Grupo 100 – 37 respostas

Grupo 230 – 37 respostas

 

Quanto às respostas dos professores contratados cerca de 50% disseram que têm habilitação profissional para apenas um grupo de recrutamento (335 respostas) e 275 docentes têm habilitação para dois grupos de recrutamento. Já 52 docentes responderam que têm habilitações para dois ou mais grupos de recrutamento. Acredito que seja esta também a distribuição das habilitações dos docentes no panorama nacional com tendência para se alargar no grupo dos multihabilitados. Apenas 1,93% (13) possuem habilitação própria.

Entre as habilitações dos professores contratados que responderam à sondagem estão largamente à frente os que têm habilitação para o grupo 110 e 910. A distribuição das habilitações dos docentes contratados são as seguintes:

Grupo 110 – 246 respostas

Grupo 910 – 153 respostas

Grupo 300 – 77 respostas

Grupo 500 – 55 respostas

Grupo 240 – 49 respostas

Grupo 230 – 48 respostas

Grupo 330 – 45 respostas

 

Por fim analisei a situação profissional à data da sondagem e das 696 respostas 137 docentes estavam em situação de desemprego o que representa 11,6% da totalidade dos docentes que responderam ao inquérito. É muito provável que este seja um número aproximado do desemprego docente que se situa ainda abaixo da média nacional do desemprego em Portugal.

A maior percentagem de docentes contratados que estavam colocados tinham-no sido por contratação de escola – 186 (26,65%), seguindo-se os que renovaram a colocação – 130 (18,62%), os colocados pelas bolsas de recrutamento – 107 (15,33%) e 87 (12,46%) que foram colocados nas listas das necessidades transitórias.

A sondagem continua em aberto para observar possíveis alterações, mas já com estes dados retirados.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2012/04/analise-a-sondagem-do-fim-de-semana/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • JAKE on 30 de Abril de 2012 at 12:45
    • Responder

    Bom dia Arlindo. Ótimo trabalho este e que, se alargado e se fosse feito pelo próprio MEC com divulgação de resultados, nos permitiria conhecer com fiabilidade quantos somos, como estamos, etc, etc. Parabéns pela iniciativa. E boa semana de trabalho!

    • Cristiano Santos on 30 de Abril de 2012 at 18:09
    • Responder

    Os professores nas Regiões Autónomas não estão representados na sondagem… 🙁

    1. Fica para uma próxima. Também seria interessante ver neste universo o tempo de serviço de cada um dos grupos.

  1. Quando as iniciativas são excelentes não precisamos de ser “ameaçados” a responder (porque senão abandonam o blogue) faze-lo-emos de bom grado, tal como aconteceu nesta iniciativa. Boa continuação.

  2. Eu sou uma professora assídua deste blog, mas estou de acordo contigo Arlindo, o comportamento na caixa diálogo das conversas necessita dum ajuste e forte !!! Aparecem ali umas personagens, que mais parecem alunos dos CEF!!!!!

    Parabéns pelo teu trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: