Bolsa de Recrutamento com Listas Públicas

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda considera que a transparência no processo de colocações através das bolsas de recrutamento tem que ser assegurada para o futuro. Basta para tal que, à semelhança do que já ocorre com os restantes procedimentos de colocação de docentes previstos na legislação, as listas de docentes, com o respectivo grupo de recrutamento e a respectiva posição na lista ordenada sejam tornadas públicas. Não se compreende aliás porque é que no que diz respeito às Bolsas de Recrutamento tal não é feito, já que permite o escrutínio público de todo o processo transparente e eficaz, não ficando dependente de denúncias avulsas tornadas públicas pelas escolas e candidatos, com tudo que de daí advém de prejudicial para os próprios.

Artigo 1.º
Objecto

O presente diploma procede à alteração do Decreto-Lei n.º 20/2006, de 31 de Janeiro, na sua redacção actual, tornando obrigatória a publicação das listas de colocação ao abrigo das bolsas de recrutamento.

Este projecto de lei não tem razões para ser chumbado na assembleia da república, embora possa existir uma justificação porque irá ser negociado o diploma de concursos em breve (e esta alteração nunca viria a tempo para este ano porque as bolsas terminam já em dezembro). Se passos Coelho é defensor da transparência que aceite este princípio para o novo modelo de concursos que irá começar a ser negociado em breve com as organizações sindicais que subscreveram o acordo relativo à avaliação de desempenho

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/10/bolsa-de-recrutamento-com-listas-publicas/

3 comentários

    • lm on 16 de Outubro de 2011 at 17:38
    • Responder

    http://smartforum.educare.pt/index.php?id=209780

    só que esquece que HOUVE CÍCLICAS
    QUE ATENDIAM ÀS PREFERÊNCIAS DOS CANDIDATOS

    e que foram substituídas pela BOLSA (ÚNICA!) para não haver demoras nas colocações, e por causa disso, E SÓ POR CAUSA DISSO, às preferências a DGRHE passava a ignorar a ordem

    O que se passa na realidade?
    A DGRHE JUNTA OS PEDIDOS DUMA SEMANA, LOGO TINHA DE RESPEITAR AS PREFERÊNCIAS DOS CANDIDATOS

    (que a sua ordem só podia ser ignorada se a escola acedesse à aplicação e DE IMEDIATO esta tivesse de escolher um candidato para lhe atribuir!)

    moral da estória, EU DEFENDO O REGRESSO DAS CÍCLICAS!
    não uma coisa que funciona como o sr DGRHE lhe apetecer, que nem listas públicas tem!

    por lm, 2011.09.23 18:43:48

  1. Também sou mais apologista das cíclícas mas com novas regras.

    Alargamento do horário tipo 1 para Completo e até 20 horas
    Possibilidade de se concorrer a mais do que dois grupos disciplinares
    Desaparecimento das opções por grupos de recrutamento ficando as preferências ordenadas por escola e tipo de horário independentemente do grupo a que se concorre.

    Estas considero as mais importantes.

    • Prof 110 on 17 de Outubro de 2011 at 12:48
    • Responder

    IM Concordo plenamente!!!Venha as ciclicas mais justas!!

Responder a arlindovsky Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: