17 de Outubro de 2011 archive

Medidas para o Ensino Básico e Secundário

Medidas do relatório do OE2012 para o Ensino básico e secundário e administração escolar (página 197 e 198)
Em matéria de educação e formação, o País enfrenta como principais desafios o garantir de uma melhoria significativa das aprendizagens, o elevar dos níveis de qualificação dos jovens e de adultos e o combate ao abandono escolar precoce. O compromisso assumido entre o Estado português e a Troika internacional vem reforçar precisamente a necessidade de reunir esforços e apostar em medidas que tenham em vista ―o aumento da eficiência no sector educativo, o aumento da qualidade do capital humano e a facilitação da adaptação ao mercado de trabalho‖.

Assim, no que diz respeito a matérias relacionadas com questões curriculares, pedagógicas e de qualificação, consideram-se os seguintes objetivos estratégicos:

  • Elevar os níveis de qualificação e melhorar significativamente a qualidade das aprendizagens, desde o ensino pré-escolar ao ensino secundário (quer nos cursos gerais, quer nos cursos profissionalizantes), e a sua comparabilidade no espaço europeu;
  • Alargar o acesso ao ensino especial e adequar a intervenção educativa e a resposta terapêutica às necessidades dos alunos e das famílias no ensino especial;
  • Reforçar a aposta no ensino profissionalizante de jovens quer no nível básico, quer no nível secundário de educação;
  • Manter as respostas de qualificação de adultos, com especial incidência na elevação dos níveis de certificação profissional e na reconversão e integração laboral das pessoas em situação de desemprego;
  • Desenvolver e consolidar uma cultura de monitorização e avaliação a todos os níveis do sistema de ensino, assente no rigor, na responsabilização, na promoção e valorização do mérito e na deteção das fragilidades.

Para o efeito, será implementado um conjunto extenso de medidas em áreas de intervenção diversas:

  • Profunda reorganização e racionalização dos currículos e revisão de planos/projetos associados à promoção do sucesso escolar;
  • Melhoria da complementaridade entre percursos de reconhecimento e percursos de formação certificada.

No que diz respeito à administração escolar, consideram-se os seguintes objetivos estratégicos:

  • Melhor gestão dos recursos humanos por via do processo de mobilidade, utilizando critérios exigentes de gestão e racionalização;
  • Reordenamento da rede escolar do sistema de ensino, nomeadamente através da criação de uma rede de oferta pública coerente e aproveitando os recursos existentes;
  • Reforçar a autonomia das escolas, contratualizando com um maior número de escolas maior autonomia;
  • Empreender reformas na administração escolar, nomeadamente numa primeira fase, o modelo de financiamento das escolas particulares e cooperativas com contrato de associação e a implementação de um novo modelo de avaliação de desempenho docente.

Para o efeito, será também implementado um conjunto extenso de medidas em áreas de intervenção diversas, como sejam:

  • Estabilidade e dignificação da profissão docente: é imperativo o desenvolvimento de um modelo de Avaliação de Desempenho Docente centrado nas vertentes científica e pedagógica e que promova a motivação e o desenvolvimento profissional dos docentes no quadro de um sistema de rigor que reconheça o mérito e a excelência;
  • Racionalização da rede de oferta de ensino: constituem prioridades nesta área de intervenção a estabilização do processo de organização dos agrupamentos de escola, privilegiando a verticalização pedagógica e organizacional de todos os níveis de ensino, bem como a reorganização das escolas do 1º ciclo, permitindo aos alunos usufruírem de melhores condições de ensino e de aprendizagem;
  • Desenvolver e aperfeiçoar o ensino pré-escolar: nesta área de intervenção, procurar-se-á alargar a rede pré-escolar, a qual constitui um fator de equidade no progresso educativo das crianças, incluindo a aposta na articulação entre o ensino pré-escolar e o ensino básico

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/10/medidas-para-o-ensino-basico-e-secundario/

Orçamento de Estado 2012

Clicar nas imagens para aceder aos documentos.

O resto aqui

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/10/orcamento-de-estado-2012/

BR6 – LISTAS

Post para as listas da BR6.

Desde o dia 12 de Setembro existiu sempre uma Bolsa de Recrutamento a uma segunda-feira, por isso acredito que saia hoje a BR6. Esta será a última bolsa que não terá candidatos que tenham regressado por termo de contrato.

Boa sorte para a BR6 a quem ainda está não colocado.

Link para aceder à aplicação da Bolsa de Recrutamento

Lista de Colocações Administrativas BR 6

Colocações de DACL na BR6

100

110

320

330

550

Colocações de Contratados na BR6

100 – Educação Pré-escolar

110 – 1º Ciclo do Ensino Básico

200 – Português e Estudos Sociais História

210 – Português e Francês (NENHUM COLOCADO NA BR6)

220 – Português e Inglês

230 – Matemática e Ciências da Natureza

240 – Educação Visual e Tecnológica

250 – Educação Musical

260 – Educação Física

300 – Português

310 – Latim e Grego

320 – Francês

330 – Inglês

340 – Alemão (nenhum colocado na BR6)

350 – Espanhol (Já não havia candidatos por colocar em 31 de Agosto)

400 – História

410 – Filosofia

420 – Geografia

430 – Economia e Contabilidade

500 – Matemática

510 – Físico e Química

520 – Biologia e Geologia

530 – Educação Tecnológica (NENHUM COLOCADO NA BR6)

540 – Electrotecnia

550 – Informática

560 – Ciências Agro-Pecuárias

600 – Artes Visuais

610 – Música

620 – Educação Física

910 – Ensino Especial

920 – Ensino Especial

930 – Ensino Especial

Tratamento de dados das BR

Tratamento de dados até à BR6 e não colocados do grupo 220 (trabalho elaborado pela Tânia Figueiredo)

Continuação do Trabalho da Tânia com os colocados no grupo 220 até à BR 5 feito pelo Carlos Pato

Tratamento de dados no grupo 220 tendo por base a lista da Tânia (colocações em CE, trabalho elaborado pela Patrícia Oliveira)

Tratamento de dados no grupo 220 tendo por base a lista da Tânia (colocações em CE, trabalho elaborado pela Patrícia Oliveira com actualização de ofertas de escola pela Lara Neto)

Tratamento de dados com os colocados até à BR4 a partir da lista de não colocados da BR3 e OE colocados no grupo 230 (trabalho elaborado pela Andreia Salgueiro)

Tratamento de dados com todos os docentes do grupo 260 colocados e não colocados até à BR5 (trabalho elaborado pelo Carlos Meneses)

Tratamento de dados do grupo 110 na BR4 dos não colocados

Listas de não colocados na BR6

100 (lista enviada pela Ana Veloso)

400 (lista enviada pela Arminda Costa)

510 (lista enviada pelo Manuel Guerreiro)

530 (lista enviada pela Celina Gonçalves)

910 (lista enviada pela Marisa Sales)

Para ver as listas da BR5 clicar aqui.

Para ver as listas da BR4 clicar aqui.

Para ver as listas da BR3 clicar aqui.

Para ver as listas da BR2 clicar aqui.

Para ver as listas da BR1 clicar aqui.

Para ver todas as listas de 31 de Agosto clicar aqui.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/10/br6-listas-2/

Greve Geral anunciada pela CGTP e UGT

CGTP e UGT avançam com greve geral

A data provável para a greve geral será o dia 29 de Novembro dia da previsível aprovação do Orçamento de estado para 2012 que será conhecido ao final do dia de hoje.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/10/greve-geral-anunciada-pela-cgtp-e-ugt/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: