Setembro 2011 archive

Leituras – o filho de mil homens

Esta é a história de Crisóstomo que, chegando aos quarenta anos, lida com a tristeza de não ter tido um filho. Do sonho de encontrar uma criança que o prolongue e de outros inesperados encontros, nasce uma família inventada, mas tão pura e fundamental como qualquer outra.
As histórias do Crisóstomo e do Camilo, da Isaura, do Antonino e da Matilde mostram que para se ser feliz é preciso aceitar ser o que se pode, nunca deixando contudo de acreditar que é possível estar e ser sempre melhor. As suas vidas ilustram igualmente que o amor, sendo uma pacificação com a nossa natureza, tem o poder de a transformar.
Tocando em temas tão basilares à vida humana como o amor, a paternidade e a família, O filho de mil homens exibe, como sempre, a apurada sensibilidade e o esplendor criativo de Valter Hugo Mãe.

VALTER HUGO MÃE

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=rvxwruihVQc]

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/leituras-o-filho-de-mil-homens/

Lista de OE retiradas no dia 20/09

Para terminar a semana apresento a lista de Ofertas de Escola que foram retiradas no dia 20/09.

Deixei de as tirar diariamente porque em cada dia existem mais de 100 páginas de ofertas de escola e como acabam por se repetir durante 4 dias vou fazer esta recolha de forma mais espaçada.




Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/lista-de-oe-retiradas-no-dia-2009/

Um concurso local

Câmara nega falta de transparência em concurso de professores

O tema foi levantado pelos vereadores do PS, que notaram que os professores que concorrem para a docência das actividades extra curriculares nas escolas do concelho, não têm acesso às notas finais da sua avaliação.

Já depois do período da ordem do dia da última reunião de Câmara, os vereadores do Partido Socialista deixaram uma recomendação ao executivo do PSD para que fosse sublinhado uma maior transparência no concurso de selecção de professores para as actividades extra-curriculares nas escolas do concelho, promovido pela autarquia.

Renato Matos afirmou que, ao contrário do que se passa em outros municípios, na Póvoa de Varzim os professores não sabem as classificações que obtiveram em cada um dos itens de selecção.

“Vivemos um período muito difícil, com o drama do desemprego, e o Estado e as autarquias, têm de ser pessoas de bem quando estamos a tratar candidaturas a ofertas de emprego. O processo tem ser transparente para os candidatos, de modo a evitar uma sensação de injustiça”, começou por dizer o socialista, pormenorizando: “No nosso concelho, os professores nem sequer sabem o porquê de serem, ou não, seleccionados. Não é transmitida qualquer informação sobre a grelha de avaliação e dos critérios de selecção. Em outras autarquias os factores de selecção são transmitidos na íntegra aos candidatos. Na Póvoa, o professor vê apenas, no site da Câmara, o nome dos seleccionados, sem qualquer nota classificativa”.

Após intervenção de Renato Matos, corroborado por dois elementos do público presentes, um deles Rui Terroso, presidente da concelhia do PS/Póvoa, Luís Diamantino, vereador com o pelouro da Educação, afirmou que esses dados podem ser fornecidos a qualquer candidato que se dirija aos serviços da Câmara.

Ai podem! E porque não forneceram?

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/um-concurso-local/

A culpa é sempre do porteiro

Directores e ministério entenderam-se sobre colocação de professores

A Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas concluiu hoje, após uma reunião no Ministério da Educação, que a polémica em torno da colocação de professores terá surgido de “erros de interpretação” da lei.

Os equívocos, prosseguiu,

 “foram da leitura da lei de quem concorreu e se sentiu lesado”.

A DGRHE atira as culpas às escolas, as escolas atiram a culpa aos professores.

E não há nenhum director que desminta tudo isto?

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/a-culpa-e-sempre-do-porteiro/

Revelações da BR2

Esta descoberta não é minha, mas sim do lm.

Pela importância do assunto e para comprovar que efectivamente a BR2 tem falhas de “algoritmo”, apresento as colocações em formato pdf pela ordem de entrada dos horários na DGRHE.

REPARARAM QUE AS DATAS DE FIM DO CONTRATO estão seguidinhas isto é, os horários foram atribuídos pela ordem inversa da chegada à DGRHE

lm

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/revelacoes-da-br2/

A culpa é do elevador e do algoritmo

A culpa do elevador


A culpa do algoritmo

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=xcN3EhgVbSE]

Nunca é deles.

Razão tem o miúdo.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/a-culpa-e-do-elevador-e-do-algoritmo/

Recurso Hierárquico da BR2

Está disponível desde as 10h00 de hoje até às 18h00 de quarta-feira o recurso hierárquico à BR2.

Este recurso aponta que seja a única solução que os docentes não colocados e que apenas concorreram a horários anuais terão para ultrapassar as irregularidades que a DGRHE usou para a determinação do termo dos contratos.

Seria fácil ultrapassar este problema se a DGRHE assumisse os seus erros e fizesse correr novamente a BR2 conforme disse aqui.

Outra solução seria que os Directores das escolas assumissem quais os horários anuais que pediram. Se existisse coragem para isso seria fácil construir o recurso baseado em informações oficiais.

Não havendo essa oficialização pelas escolas e podia haver já que a responsabilidade desta situação acabou por ser empurrada para os Directores pela DGRHE, só resta denunciar quais os horários temporários que passaram a anuais, não o fazendo com a intenção de estar contra quem ficou em horário temporário mas sim corrigir uma situação anómala que passando nesta BR2 pode seguir o mesmo caminho para as restantes bolsas.

Se entenderem por bem colocar quais os horários temporários da BR2 nas quais os candidatos colocados depois de se apresentarem nas escolas foi-lhes dito que eram anuais podem fazê-lo na caixa de comentários deste post.

Para auxiliar esse trabalho deixo aqui todas as colocações da BR2 ordenadas por grupo de recrutamento.

Para facilitar saber quais os horários que passaram a anuais podem preencher as seguintes informações.

Grupo de Recrutamento, Escola, Número de Horas e Termo do contrato. Desta forma fica ausente o nome do candidato e a informação chega para saber qual o horário em questão que pode vir a auxiliar nos recursos hierárquicos.

Tenham em atenção que depois de efectuar a questão prévia o prazo do recurso hierárquico fica suspenso até receberem a resposta.

Pela complexidade deste recurso aconselho que todos possam ter o apoio de um sindicato para a elaboração do recurso hierárquico e da questão prévia.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/recurso-hierarquico-da-br2/

São contas de sumir, meu caro!

Dos candidatos, obviamente.

Como é que num horário com um único critério (a graduação profissional) fica o 2xxx, mais de dois mil lugares abaixo de mim, com menos 3 valores na graduação?

Pergunta à IGE.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/sao-contas-de-sumir-meu-caro/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: