A Barricada no MEC

Antecipa o debate da tarde.

Professores invadem Ministério da Educação

Um grupo de 20 professores está no Ministério da Educação e exigem ser recebidos pelo ministro Nuno Crato. São docentes que ficaram excluídos da bolsa de recrutamento.

Recorde-se que os resultados saíram no passado dia 19 e geraram uma onda de indignação. Muitos professores queixam-se que foram ultrapassados por colegas com menos anos de carreira e esta situação levou agora a que um grupo de professores esteja a no Palácio das Laranjeiras, em Lisboa, a pedir uma reunião com o ministro da Educação.

Recusam deixar as instalações e dizem que só saem quando forem recebidos.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2011/09/a-barricada-no-mec/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • scpalways on 29 de Setembro de 2011 at 12:26
    • Responder

    O meu apoio a estes colegas.

    • Miguel Castro on 29 de Setembro de 2011 at 12:32
    • Responder

    Muito bem! Parabéns a estes colegas que não ficaram parados perante tamanha trafulhice!

    • cristina on 29 de Setembro de 2011 at 12:34
    • Responder

    Um BEM HAJA aos nossos colegas…. se soubesse, tb teria ido com eles…. nem k ficasse a porta mas k os acompanhava,ah isso sim…..

  1. “Perante a insistência dos professores em não demobilizar, os serviços da tutela estão a tentar encontrar uma solução para que o secretário de Estado João Queiró consiga receber o grupo.”

    Notícia actualizada no JN

    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=2026311&page=-1

    • Sandra s. on 29 de Setembro de 2011 at 13:22
    • Responder

    Força, colegas.
    Isto já não vai lá de outro modo.
    É triste termos que passar por isto, mas perante tanto desrespeito só apetece fazer muito pior.

    • RC on 29 de Setembro de 2011 at 13:43
    • Responder

    Duvido, MUITO, infelizmente, que no debate da assembleia da republica, ALGUEM TOQUE na questao da VERGONHA MONUMENTAL QUE SAO AS OFERTAS DE ESCOLA….!!!! Todos sabem mas ninguem fala nisso……

    • Pedro on 29 de Setembro de 2011 at 14:04
    • Responder

    Força colegas. Se estivesse em Lisboa estaria na luta ao vosso lado.
    Vamos acabar com esta pouca vergonha.

    • on 29 de Setembro de 2011 at 16:26
    • Responder

    Força!!!! Assim é que é!
    Eu tb devia estar aí. Porque sou, infelizmente um de vocês!!!!Obrigada por me representarem tb!!!!Obbbbbbbbbbridaaaaaada mesmo!

    • Ana on 29 de Setembro de 2011 at 23:58
    • Responder

    Obrigada aos colegas que foram ao Ministério.
    Tb gostaria de ter ido.
    Penso que podiamos tomar uma posição concertada. Cada vez que fossemos injustamente ultrapassados nos apresentássemos na escola em causa com a Comunicação social a companhar.
    Será que é possível!??

    • Pah, on 30 de Setembro de 2011 at 0:15
    • Responder

    Capacidade de organizaçao, alguem tem? Como é possível aparecerem 20? Apenas e só, 20? Capacidade de organizaço caros colegas… “Venham mais cinco…” Nao abandonemos os colegas corajosos, receosos, amedrontados, perante um plovo gigante, aqueles que estao lá por nós… por eles, se o eles formos nós… é muita força… Sao projectos de vida roubados, sao projectos de carreira roubados, sao qualidades profissionais roubadas, sao justiças conratuais roubadas, é um confundir liberdade com libretinagem, é a minha, a tua, a dos nossos filhos, é-nos tudo roubado… é o medo que se apodera e nós, é o desespero que se apodera de nós… Jesus Cristo chama-nos à atençao com o seu multiplicar dos peixes. Multipliquemo-nos lesados! Multipliquemo-nos, nao para derrotar o polvo (isso nao é nossa intençao), sim para que ele olhe para nós… para os vossos e nossos filhos, pelo direito que temos a nao perder a qualidade educativa que vos e nos formou, pelos direitos dos alunos, pelos direitos dos pais a uma educaçao justa para os filhos, por uma sociedade que necessita justiça no corte de direitos. Sim, tenho medo… mas também nao aceito que me roubem aquilo que conquistei, pelo qual lutei, no fundo aquilo que sou… nem aceito o nao fazer nada…
    Padeiro.

Responder a Miguel Castro Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: