Imprimir Página

EMAIL

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/about/

  • http://mairdenuboske.blogspot.com Dr.Shue
    Foste linkado.
    Se doeu, grita!
    • Ann Foster
    • DIAM
      Boa Tarde !! Alguem me disponibiliza a lista de não colocados do grupo 230 da Br 7
    • Joana
      Boa tarde.Alguem me sabe explicar o que são as provas documentais que as escolas pedem? como comprovo que rabalhei c alunos sociolinguisticamente desfavorecids ou c multiculturalidade??? n percebeo…
      • ana
        ola como estas joana
        • ana
          ola sara
          ´
  • João Dias
    Arlindo, permita-me apenas mais uma questão:

    Se for colocado no concurso nacional, deixo de poder concorrer a uma escola com autonomia? Ou por ser um concurso autónomo isso é-me permitido e se garantir o lugar deixo automaticamente a anterior contrato?

    Cumprimentos e obrigado.

  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Podes concorrer à escola com autonomia mesmo tendo sido colocado pelo concurso nacional. Caso fiques colocado na escola de autonomia tens de rescindir o contrato com a tua escola de colocação (sais definitivamente da bolsa de recrutamento durante o ano lectivo 2010/2011) ou então pedir a acumulação de funções se os horários forem compatíveis e não somarem mais de 28 horas.
    • Maria
      Por favor pode informar-me se há alguma orientação que dispense os contratados de formação contínua para efeitos de avaliação de desempenho. Não encontro nenhuma referência no sentido de não ser necessário.
      Obrigada
    • Daniel Magalhães
      Boa tarde,

      Fui colocado a 12 de setembro (contratação inicial). O mês para denunciar o meu contrato (denuncia que faço na aplicação da dgae) começa a contar desde o dia da apresentação (16.09), dia da colocação (12.09) ou o limite é dia 30 de setembro? (sabendo que como tenho horário anual tenho 30 dias para rescindir). Isto porque me quero candidatar a outro horário de Oferta de Escola. A DGAE nao atende telefone nem responde emails.

      Já agora, quais as circulares, despachos ou DL que abordam esta questão?
      Decreto-Lei nº 132 de 2012?

      Artigo 44.º
      Período experimental e denúncia de contrato
      1 — O período experimental decorre na execução do
      contrato de trabalho da primeira colocação, celebrado no
      ano escolar.
      2 — Ao período experimental aplica -se o regime da lei
      geral destinado aos contratos de trabalho em funções públicas.
      3 — A denúncia do contrato pelo candidato no decurso
      do período experimental impede o seu regresso à reserva de
      recrutamento, bem como outra colocação no mesmo agrupamento
      de escolas ou escola não agrupada nesse ano escolar.
      4 — A denúncia do contrato pelo candidato fora do
      período experimental impede a celebração de qualquer
      outro contrato ao abrigo do presente diploma no mesmo
      ano escolar.

      Obrigado.

      Cumprimentos,

      Daniel Serra
      professor contratado

    • Nat
      Boa tarde Arlindo!
      Tendo a minha escola pedido a minha recondução pois existe a necessidade de docente devo ou não concorrer a BCE?
  • João Dias
    Muito obrigado mais uma vez!!

    Se não fosse o Arlindo, estaria aqui cheio de dúvidas. Agradeço mesmo…agora resta-me esperar que saiam os tais concursos para as escolas autónomas…mais umas datas incertas!

    Cumprimentos!!

  • Carlos
    Muitos Parabéns pelo Blog!

    Abraço.

  • João Nuno
    Só uma pergunta..li no blog que horários temporários só na 4ª Bolsa?? Ou seja, nesta 2ª Bolsa não pode existir um horário com duração de um mês??
    Se uma pessoa não aceitar o horário onde fui colocada, fica excluída da bolsa?
    • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
      Na 4ª Bolsa foi a nota informativa 1 da DGRHE.
      Na nota informativa 2 já dizia 3ª Bolsa.
      Hoje na 2ª Bolsa já sairam temporários sem alteração à nota informativa.
      Espero ter ajudado.
  • João Nuno
    Mais uma pergunta.. a bolsa de hoje é a 2ª ou 3ª?
    Houve alguma no dia 15!! Isso irá responder aos horários temporários na 2ª ou 3ª bolsa??
    • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
      Esta foi a segunda bolsa na qual já sairam horários temporários.
  • sonia
    quem é que me pode mandar a lista dos 320…
    obg
  • Dores
    Boa tarde, precisava de um pequeno esclarecimento que é o seguinte: fiquei colocada (1ª vez) na BRO4, num horário que não me agrada muito…preferia esperar pela próxima BR, no entanto, não sei ao recusar o horário volto à Bolsa ou se fico só com a possibilidade das ofertas escola… O sindicato diz que não regresso à bolsa, a DGRHE não atende o telefone, mas no aviso diz que:”O período experimental corresponde ao da primeira colocação obtida em 2010/2011. Assim, os candidatos apenas poderão denunciar, sem qualquer penalização, se essa denúncia tiver lugar durante o período experimental, ou seja, no primeiro contrato celebrado no presente ano lectivo.”
    e então? acham que se recusar este horário no dito período experimental, regresso à bolsa ou não? Muito obrigada!
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Não regressa.
  • SÍLVIA AFONSO
    fui colocada no dia 1 na B4,até hoje ainda não consegui proceder à aceitação .estive no agrupamento 2ªf expliquei a situação que confirmaram e disseram-me que era pelo facto de se tratar duma substituição .no ecrã com o nome da colega aparecia o horário vai estar disponível até ao dia 4/10.perante a minha preocupação responderam-me que se o horário está disponível até dia 4,só a partir de 5 poderia aceitar !mas não estou a conseguir!alguém me explica o que se passa?
  • Maria
    Parabéns pelo excelente trabalho.
  • Maria
    Uma dúvida. Se recusar o horário temporário de horário de BR não volto à bolsa. Ou seja só posso ir a Oferta de ESCOLA.

    Quando se afirma que “os candidatos apenas poderão denunciar, sem qualquer penalização, se essa denúncia tiver lugar durante o período experimental …”. Este período experimental refere-se a quantos dias ?

  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    15 se o contrato for inferior a seis meses e 30 se for superior a esse tempo.
  • Sónia
    olá, concorri às ofertas de escola.(n sou profissionalizada, portanto n faço parte da Bolsa de recrutamento). Fui à entrevista na escola… e fiquei, mas não quero aceitar por causa do horário. como é que recuso o horário?
    obg
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Na aplicação de contratação de escola onde diz aceitar/não aceitar.
    • Sónia
      eu fui à entrevista, mas o horário não era bom e disse na entrevista que n estava interessada…disseram para pensar melhor…portanto ainda n sei se fui seleccionada…se a escola me ligar e eu tiver de recusar…tenho de fazê-lo por escrito? se for por telefone…n sei como funciona…
      obg
  • Sónia
    obrigada pela resposta, mas se me telefonarem tenho de ir à escola recusar

    eu fui à entrevista e eu disse que o horário não me interessava e disseram-me para eu pensar melhor, julgo que fiquei seleccionada, n sei…disseram que me ligavam hoje…como funciona isto tenho de ir à escola recusar por escrito?
    obg

  • Sónia
    fico penalizada , quantas escolas da oferta de escola posso recusar?
    obg
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    A única penalização que tens em não aceitar uma contratação de escola é não poderes concorrer novamente a uma contratação na mesma escola.
    Como te disse não precisas de ir à escola para não aceitares a colocação, basta entrares na aplicação e não aceitares a colocação.
    • AC
      Boa noite será possível dizer-me o seguinte concorri para uma oferta de escola com um horário de 6h, posteriormente surgiu um horário de 22h na mesma escola. Se recusar o de 6h fico penalizada não podendo ficar no de 22h. Se não comparecer à entrevista a penalização é a mesma? Como poderei contornar a situação pois tenho mais interesse no de 22h.
      Obrigada
  • Sónia
    Arlindo, obrigado. Parabéns ao teu blog!
  • Filipa
    caros colegas, alguém me pode dizer se posso incluir o último ano de serviço na graduação profissional para concorrer as ofertas de escola??

    muito obrigada!

  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Sim.
  • Filipa
    Obrigada!!! fiquei na dúvida se contava só o tempo até 31 de Ago de 2009, sendo assim fico mais tranquila…
  • Filipa
    Já agora, sou do grupo 100 e no ano passado por esta altura já estava colocada! penso que este ano aparecem menos horários para o pré-escolar tanto na DREC como na DREN…
    • ana
      ola Filipinha
  • Ann Foster
    Por favor vejam e divulguem

    http://videos.sapo.pt/JoFz521LdtWURRpTF1YY

    Muito obrigada
    Ann

    • Maria
      Acabo de ouvir. Muito bom.
  • Anónimo
    Alguém me pode arranjar as listas BR6 dos não colocados do grupo 110?
  • Lurdes Araújo
    Alguém me pode arranjar a lista BR6 dos não colocados do grupo 110?
  • Simão
    Gostaria de esclarecer uma dúvida caso seja possivel

    Sou professor contratado e por questões de doença vou ter de meter baixa médica.
    Se o tempo da baixa for superior a 30 dias o tempo de serviço te efeitos nos concursos? ou só mais tarde para efeitos de carreira?

    Segundo o DL nº 100/99 que determina as faltas na Administração Pública apena terá efeito mais tarde na carreira. Mas dizem-me que saiu um despacho para as escolas a dizer que essa perda de tempo de serviço por baixa médica tens efeitos dos concursos.
    Algúem me consegue esclarecer esta dúvida??

    Cumprimentos
    Simão

    PS: tenho conhecimentos de escolas que consideram esse tempo de serviço outras não….
    Na minha não ha concenso entre os funcionários da secretaria

  • Maria Santos
    Parabéns pelo seu trabalho!! É de louvar…

    Permita-me uma pergunta :
    Estamos “congelados” ou não?
    Existem progressões até ao final de Dezembro?
    Desculpe, mas ultimamente opiniões não faltam uma vez que todos opinam…

  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Ainda não estamos congelados.
    Há progressões até Dezembro com excepções dos que sobem ao 3º 5º e 7º escaloes, a partir do dia 1 de Setembro.
    Mantêm-se a dúvida de quem tinha entre 4 e 5 anos no 245 na categoria de professor à data de entrada em vigor do ECD se sobe já e como sobe.
    • Sofia Lusitana
      Viva! Prabéns pelo trabalho, ArLindo.
      Quanto ao congelamento…mas a dita notas oficiosa não diz que estão todos com possiblidades de progressão até Dezembro?
      • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
        Não pode dizer o contrário porque o OE2011 ainda não foi aprovado na especialidade.
  • Inês
    Será que me poderia esclarecer, mudo para o 5º escalão em Março de 2014, quando tenho que pedir observação de aulas? No ciclo de 2009-2011, no de 2011-2013 ou em ambos os ciclos de avaliação?
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Eu continuo a defender que é apenas no ciclo imediatamente anterior, mas ainda não existe uma resposta concreta a isso.
  • Inês
    Muito obrigada, mas nimguém me diz preto no branco como deve ser.
  • Sónia
    as escolas podem fazer contratos de 15 dias?
    fiquei colocada num horário de 18 horas, mas nas ofertas de escola dizem que a data de colocação final é até dia 3 de Novembro…como é que isto é possível , se esta data já passou…afinal quando é que começa o contrato…é a prtir do dia que assino ou que está nas ofertas de escola?
    obrigada
    • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
      O período mínimo de um contrato são 30 dias.
  • Sónia
    obrigada pela resposta:)as reuniões de avaliação são depois do dia 18 de Dez…
    se eu começo amanhã e se ficar por 30 dias… o contrato acaba…e como vou às reuniões de avaliação…de graça!!!tenho direito alguma indeminização (caducidade do contrato )ou não?
    Sónia
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
    Pode acabar ou não. Depende se o professor regressar do atestado ou não.
    • Sónia
      se o professor voltar , eu tenho de ir às reuniões de graça…porque tb tenho de lá ir …vão os 2 professores? e tenho direito a alguma indeminização no fim do contrato ou n?
      Sónia
  • http://arlindovsky.wordpress.com arlindovsky
  • Sónia
    Este blog já é para mim uma referência.
    Parabéns Arlindo!
    bj
  • Fernanda guerra
    Olá…

    tenho uma dúvida em que já me deram tantas respostas diferentes que não sei o que pensar.
    Aceitei uma oferta de escola com 11 horas semanais que começou em Outubro e ia até Março. No entanto, por motivos pessoais rescindi contrato e como estava de baixa, dei os dias que tinha que dar “estando em casa”. até aí tudo bem e dentro das legalidades.
    Agora a minha dúvida: Posso concorrer a outra oferta de escola?
    Já me disseram que se fosse bolsa não poderia pois fora do período experimental ficamos impossibilitados de concorrer, mas que nas ofertas de escolas, elas são autonomas e o contrato é feito por elas e posso concorrer novamente, podendo rescindir uma vez vez o contrato no ano lectivo.

    Em que ficamos? Podem ajudar me?

    Obrigada

    • ana
      ola
  • sara
    ola. sou educadora de infancia a trabalhar num colegio com parecer da Dren. n tnho contrato,nem recibos verdes. O patrão vai.m passar o papel para tempo d sevio, é viável? nexe papel vai la k informação?
  • sonia
    olá

    estive a trabalhar 47 dias entre novembro e janeiro
    em 20 de Maio chamaram-me outra vez até 30 de Junho
    tenho direito a ser indemizada , ouvi dizer que sim.
    Quanto é que eu vou receber?
    obg
    Sónia

  • celeste pena
    arlindo: tenho vindo a fazer uma compilação de legislação ,artigos e posts sobre a ADD. e vi que em 25.10.2010 , falas sobre pedido das aulas observadas.

    eu estou nessa situação:
    periodo avaliativo 2009-2011
    passei 4º escalão em out 2009.
    logo estarei 2009-2011 e 2011-2013 no 4º
    já as tive em abril e maio.
    só deveria ter aulas assistidas em 2011-2013. certo?
    -no ciclo avaliativo anterior à progressão.
    Onde é que é referido isto? No DL 75, no DR 2/2010?
    obg cel

  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    Apenas numa orientação da DREN que também postei.
    http://www.arlindovsky.net/2011/01/17/a-prova-do-que-tenho-andado-a-dizer/
  • David Barreto
    Esclareça-me uma dúvida se o puder: os colegas que concorrem a DACL, DCE e DAR vão preferencialmente ocupar estas ofertas de escola ou outros horários que as escolas solicitam? Obrigado
    David
  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    Só os DACL podem ocupar os horários pedidos pelas escolas TEIP e com autonomia.
    Os DCE não puderam concorrer a essas escolas e os DAR, em colocação plurianual, não puderam concorrer este ano.
  • Paulo
    Sou detentor de habilitação própria para a docência para o grupo 430 (Economia e Contabilidade). E sou licenciado em Contabilidade desde 2005. Licenciatura (5 anos) reconhecida pelo Ministério da Educação para a docência (grupo 430).
    No ano lectivo 2008/2009 e 2009/2010 foi contratado por uma escola pública onde leccionei para turmas de 10ºano . Actualmente lecciono também 9ºano.
    Este ano corro o risco de não leccionar, uma vez que o Ministério da Educação deverá contratar apenas professores profissionalizados e não professores com habilitação própria.

    Pedido de informação:

    Peço, por favor, que me informem, quais as Universidades que terão, este ano, Mestrado em Ensino na área de Economia que
    confere habilitação profissional a professores do ensino Básico e Secundário?

  • Hugo
    Bom dia, alguem me consegue explicar o porque da existencia dos 3179 horarios? O facto destes irem a concurso posteriormente não irá permitir que docentes menos graduados possam ficar com melhores horarios?
    Obrigado
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Se vão novamente a concurso é porque ninguém concorreu a esses horários.
      • Anónimo
        Também me passou essa ideia, mas acho que são demasiados para tal. E a expressão “ineficiência do sistema” ainda me deixa mais intrigado. Estranho, no minimo.
  • Anónimo
    é no minimo estranho serem tantas escolas para onde ninguem concorreu…cá para mim ainda vai correr mt tinta…e mt dor de cabeça…
  • paula soares
    ajudem-me por favor!
    ligaram-me agora do agrupamento onde estive no ano lectivo anterior, e disseram-me que deveria ir à plataforma da dgrhe e aceitar ingressar na bolsa de recrutamento, senão iria ficar de fora dessa mesma bolsa!” alguem me pode explicar como se faz? é que tou farta de tentar e não consigo!
  • sara santos
    Olá. Obrigada pelo seu trabalho. Gostaria de colocar duas questões. Estou colocada em duas escolas através de oferta de escola. No caso de haver reuniões sobrepostas, a qual das escolas devo ir? Se numa escola marcarem uma reunião para uma hora a que tenho aula no outro estabelecimento, tenho a falta justificada?
    • Silvia
      Olá,

      Sou nova nestas andanças e por isso tenho algumas duvidas que me poderão ajudar a dissipar. A colega Sara diz estar colocada em duas escolas através das OE. Isso é possivel? Podemos condidatar-nos a mais do que uma escola e ficar em várias a lecionar?
      Agradeço que me ajudem nesta duvida!
      Obrigado.

    • Anónimo
      ola Sara,

      eu ja estive numa situação semelhante. tem de conversar com a direcção de ambas as escolas, pedir a compreensao de ambas e estar sempre em cima do acontecimento para evitar que haja sobreposições. no caso de acontecerem tente sempre pela via do diálogo alterar uma delas. vá jogando, ora numa escola ora na outra. comigo acabou por correr bem, foram + ou – compreensivos. só em último caso deverá faltar num lugar para ir ao outro. e atenção quando chegarem as reuniões de avaliação…

      boa sorte…

      • Sara Santos
        Obrigada. O problema é que nas duas escolas a quarta-feira é o dia reservado para as reuniões. E numa das escolas, eu tenho aula da uma e meia às 2 e meia, o que me deixa muito pouco tempo para ir a uma reunião na outra escola. Se tiver mesmo de faltar, a falta é justificada ou não? obrigada outra vez.
  • sandra c.
    para a Silvia…bom dia colega

    pode sempre concorrer a OE para completar horário. em 2008-2009 cheguei a estar em 3 escolas. claro que é mt dificil conciliar as coisas. só consegui porque era diurno e nocturno.
    mas é posivel sim…

    um abraço e boa sorte…

  • Cristina A.
    Bolsa de recrutamento

    Se por acaso não aceitarmos (contratados) a colocação na bolsa de recrutamento somos penalizados em dois anos? ou somos apenas retirados da bolsa este ano? já obtive respostas diferentes…
    obrigado!

  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    Só este ano. Mas podes concorrer a OE.
    • Cristina A.
      Então afinal quem é penalizado dois anos? Ou essa penalização já desapareceu?
      • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
        Já desapareceu há muito tempo. Penso que em 2006.
        • Cristina A.
          Muito obrigado!!!!!
  • Cristina A.
    Antes de mais, obrigado pela ajuda e disponibilidade!!!!
  • lala
    Alguem me pode informar quantas vezes é que uma escola tem de enviar um horario para Bolsa de Recrutamento , antes de o colocar nas Ofertas Escola?
    • sandra
      em principio, so depois da ir 3 vezes a concurso nacional pode ir para oferta, mas por vezes não aguardam tanto..
  • Carmindo
    Colegas, gostaria que alguém me informasse como ver estas ofertas de escola no site da dgrhe, uma vez que já estou farto de as procurar e não consigo ver nada.
  • lala
    Carmindo:

    vai a

    https://servicos.dgrhe.min-edu.pt/BCE2011Candidatos/(S(r5vhbn3d1hkwuwfwh5gg0oyi))/logon.aspx

    inscreve-te, preenche as habilitações e lá aparecerão as ofertas para ti

  • jk
    Ola colega,
    podemos recusar horario na contratação de escola e continuar na bolsa de recrutamento?
    ajudem-me
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Desde que não aceites continuas na bolsa, caso contrário não.
      • Anónimo
        obrigada colega
  • Ana
    Olá a todos os colegas! Parabéns Arlindovsky pelo excelente trabalho desenvolvido em prol de todos nós! Alguém que me retire esta dúvida: Após leitura atenta e reflexiva da Nota Informativa relativa aos horários pedidos pelos Agrupamentos de Escolas e Escolas não agrupadas na Bolsa de Recrutamento (BR) que não foram preenchidos aquando da realização da BR 01, ficaram disponíveis para Contratação de Escola (CE), o que entendem por “não preenchidos”???
    1- ninguém foi colocado num determinado horário a concurso na BR;
    2- Foram colocados mas recusaram o horário/vaga.

    Já li algures que só a resposta 1 poderá servir para avançar diretamente para Oferta de Escola!!! Será assim????
    Agradeço resposta…
    Boa sorte a todos os colegas

  • Ana
    Caro Arlindo,

    Fiquei colocada o ano passado numa escola de Novembro a Julho. Este ano concorri pela primeiro vez na plataforma do CN. Candidatei-me aos 23 QZPs em horários 1 e 2, mas só anuais. Sei que não serei colocada em BR, uma vez que sou 2ª prioridade. Acredito ter colocação nas OE. Posso concorrer à 200 – habilitação própria- e à 400 – habilitação profissional.

    Posto a introdução, pergunto:

    1 – Uma vez que sou profissionalizada pelo 400 e visto que só concorri aos anuais serei penalizada no concurso de OE, neste grupo?

    2 – O concurso ao grupo 200 fica afectado pelo facto de concorrer somente às ofertas anuais?

    Agradecendo o seu empenho e louvando o seu trabalho e altruísmo, despeço-me,
    Ana

  • Maria
    Como funciona os horários zeros – os professores são obrigados a aceitar.
  • Dina Santos
    Boa tarde colega Arlindo.
    Mais uma vez parabéns pelo seu trabalho e por estar sempre disponível.
    Permita-me uma questão : o que se entende por graduação profissional?

    Será : 1- Tempo de serviço Antes da profissionalização ( meio Valor/ ano lectivo) + classificação da profissionalização + tempo de serviço após profissionalização (um valor/ ano lectivo?
    ou
    2- Tempo de serviço Antes da profissionalização ( meio valor/ ano lectivo) + média da classificação da licenciatura + classificação da profissionalização + tempo lectivo após prof ( um valor/ ano lectivo)?

    Saberá indicar-me qual o despacho que esclarece esta situação?

    Muito obrigada

  • Raquel Martins
    Bolsa de recrutamento

    Bom dia colega Arlindo,
    Antes de mais, parabéns pelo excelente blog e pelas preciosa ajuda que nos tem dado!
    Gostaria de esclarecer algumas dúvidas, se for possível.

    1- Se por acaso não aceitarmos (contratados) a colocação na bolsa de recrutamento durante o primeiro período experimental, regressamos à BRecrutamento ou somos automaticamente excluídos?
    2- Quais são as penalizações? Posteriormente, só poderemos concorrer a oferta de escola ou ainda poderemos obter novamente colocação através de uma bolsa?
    3- Em caso de não aceitação, perdemos o direito ao subsídio de desemprego?

    Obrigada pela atenção e disponibilidade.
    Cumprimentos,
    Raquel M

  • Adélia Oliveira
    Boa noite.
    Os meus parabéns pelo excente blog onde pudemos consultar e esclarecer algumas duvidas são comuns a muitos de nós perdidos no meio de tanta burocracia.
    Se puder tire-me esta duvida pois já começo a ficar toda baralhada.
    Estive a consultar a lista de não colocados na bolsa de recrutamento de dia 26 do grupo 500 e dei conta que aparece um DACL no meio dos contratados com o número de ordem que tinha na lista de DACL ( na lista de contratados existe um contratado com o mesmo número mas que entretanto já foi colocado). Isto está correcto? Não deveria continuar numa lista diferente dado que a ordenação nada tem a ver com a dos contratados?
    Obrigado pela atenção

    ..

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Estão todos misturados.
      O mais engraçado é que tu consegues na aplicação ver a situação do DACL enquanto que o DACL não consegue entrar na aplicação.
  • Teresa
    Olá Arlindo, quero desde já felicita-lo pelo excelente trabalho desenvolvido neste blog.
    Tenho uma dúvida. Sou contratada, grupo 510, não fiquei colocada nas últimas bolsas de recrutamento, mas quando acedo à aplicação de OE verifiquei que existem algumas OE para o meu grupo para as quais concorri. Como sou nova nestas andanças gostaria de saber se os contratados podem efectivamente concorrer a estas OE ou são só para os DACL?! E se for seleccionada para alguma o que poderá acontecer?
    Obigada
  • ella
    Sou recem profissionalizada (mestrado em ensino) nos GR 330/340 mas nunca leccionei. Possuo também ECTS suficientes e conhecimentos no GR 350 e concorri a algumas OE desse GR. F fui contactada por uma escola que esgotou todos os critérios até chegar a mim. Diz-me a escola que a remuneração (17H) será calculada com base no índice 89 porque se trata do MEU 1º ANO a leccionar e porque vou leccionar um GRUPO que não é o meu.
    Pode confirmar se isto é assim ou indicar-me legislação que me esclareça.
    Muito obrigada
  • Filipe
    Caro Arlindo,

    por motivos de licença de parentalidade não gozei o meu mês de férias em Agosto.

    A escola diz que não paga as férias não gozadas…

    isto é normal ? tem conhecimento de mais algum caso assim?

  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    És contratado ou do quadro?
    Alguma coisa se está a passar com o direito ao gozo das férias, já não é o primeiro caso que ouço falar.
  • Filipe
    Sou contratado… e nao fiquei colocado…

    não faz sentido nenhum não pagarem…

    • http://gravatar.com/claudiatomas claudiatomas
      Olá Filipe, este ano estou na mesma situação. Como foi o desfecho para o seu caso? Eu fui mãe em maio, estou de licença e o contrato termina a 31 de agosto, não vou poder gozar férias, embora no sindicato digam que a escola tem de pagar e contar o tempo de serviço..
  • li
    Alguém me pode dizer quando termina a BR e passa a haver só contratações de escola no grupo 230? e as BR são sempre por semana? podia explicar isso das BR diárias?
  • Patrícia Oliveira
    Olá Arlindo.
    Seria possível colocar um link (ou algo do género) onde todos pudessem colocar as colocações que já foram feitas em OE (por grupos) nas escolas a que cada um concorreu??
    Digo isto pq nas listas de cada um dos grupos só aparecem as listas das BR, mas há colegas contratados em OE e ninguém sabe que eles já não estão na lista. Eu só sei os que ficaram nas escolas a que concorri. E as outras???

    Obrigada pelo excelente trabalho.

  • Patrícia Oliveira
    P:S:
    Bastava que cada um de nós colocasse lá o nº de ordem da lista graduada desse grupo. Já era uma grande ajuda!
  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    Não é fácil, Patrícia. Já pensei em criar uma aplicação no google docs para cada um preencher os colocados nas OE. Acho que seria a maneira mais fácil, mas as colocações nas OE são difíeis de gerir porque num dia pode estar um candidato colocado e no outro dia estar outro. A melhor forma é continuar a publicar as listas de não colocados por Bolsa onde já não tem os colocados por contratação de escola.
  • Patrícia Oliveira
    De qualquer forma, obrigada!
    O meu problema é que eu sou do 220 e neste grupo não encontro uma lista com os não colocados. Só encontro a que aparece na aplicação da BR da DGRHE, e nesta, como tenho dois grupos aos quais concorro (220 e 110), aparece-me tudo junto.
  • http://www.arlindovsky.net Arlindovsky
    Tens aqui bons tratamentos de dados para o grupo 220.
    http://www.arlindovsky.net/2011/10/br5-listas-2/
  • Filipe
    Olá, Arlindo.

    Sempre sabe alguma coisa de não pagarem férias não gozadas aos contratados?

    Não gozei porque estive de licença parental…

    não me deviam pagar?

  • Patrícia Oliveira
    Arlindo, muito obrigada!
  • Patrícia Oliveira
    Aproveitei a lista da Tânia (220) e acrescentei as colocações em OE para as quais concorri (estão a vermelho para se diferenciarem das que já estavam lá). Envio para o mail?
  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    sim
  • Patrícia Oliveira
    Já está!!
  • Ricardo Correia
    Olá Arlindo! Não posso deixar de começar por agradecer o excelente trabalho desenvolvido neste blog.

    De seguida gostava de colocar uma questão, fiquei colocado num horário de 12 horas, quantas horas de Trabalho de Estabelecimento (substituição) deverei ter?

    Mais uma vez o meu muito obrigado por todo este magnífico trabalho.
    Obrigado pela atenção.

  • Maria José Correia
    Boa tarde e parabéns pelo trabalho aqui desenvolvido.

    Preciso de uma ajuda. Quando temos de tomar decisões é sempre difícil.

    Fiquei colocada na BR2 por um mês. o meu contrato acaba dia 16-10.
    Entretanto fui concorrendo às ofertas de escola e acabei por ficar selecionada. Sei que esta oferta de escola acaba em Abril (pois é uma substituição de gravidez de risco).
    Agora as dúvidas:
    poderei continuar a concorrer às ofertas e se ficar selecionada num horário que dure mais tempo, posso rescindir? Eu penso que não porque já já será o primeiro contrato, mas não tenho a certeza.

    é preferível regressar à bolsa e não aceitar esta oferta?

    Obrigada pela ajuda.

  • Joaquim Simões
    Olá.

    Estou farto do DGRHE, é um ninho de gente trabalhadora. Esperamos, esperamos……… parece impossível.

    Já passaram os 30 dias para darem respostas aos recursos hierárquicos e até agora não saiu nada. Andam a brincar , simplesmente a gozar com todos nós.

    Alguém me sabe explicar porque não saem as respostas aos recursos das listas de colocações, do dia 31 Agosto?

    Porque não houve no dia 17 de Outubro colocações administrativas?

    Respondam-me se souberem alguma coisa, por favor.

    Obrigado

  • antonio
    Ola Sou espanhol e o ano passado estive a leccionar aulas de espanhol en um agrupamento de escolas desde Outubro a fim do curso, grupo 350
    Nâo estou na bolsa de recrutamento ja que ainda nâo tenho homologado o titulo em Portugal, mais sim tenho numero identificador e estou na ¨fila¨
    Donde posso ver donde estou colocado e que posto tenho lá , é por conhocer si este ano trabalharei o nâo
    Muito brigado
    • Anónimo
      Mas outra coisa , si todos os de grupo 350 foram colocados em agosto , de onde saem tudos os profesores até agora ?
      Tenho que preguntar já que isto é muito diferente a Espanha , Brigado por todo
      • Anónimo
        Niguem me pode ajudar ?
        • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
          Em portugal há a chamada lista de profissionalizados )os únicos que podem concorrer à bolsa de recrutamento) e os de habilitação própria que só podem concorrer a contratação de escola. Até ao ano passado era permitdo, apenas para o grupo 350, que professores sem profissionalização pudessem concorrer à Bolsa.

          Se já concorreste ao concurso em portugal podes voltar a fazê-lo mas para isso tens de entrar na aplicação.da DGRHE.
          Segue estas instruções:
          http://www.arlindovsky.net/2011/08/como-concorrer-as-ofertas-disponiveis/

        • Anónimo
          OBRIGADO , fiz todo iso , tenho numero na DGRHE ,e tambem o ano passado a escola fez a anotaçao da avaliaçao de desempenho do docente , o seja , que estou lá.
          Mais o meu problema é que nâo sei onde mirar minha colocaçao, ja que nâo estou na bolsa de recrutamento por que ainda nâo tenho “os papeis ordenadamente” mais em algum lugar tenho que estar

          Novamente obrigado

  • madalena Sá
    olá,
    felicito-te pelo blogue pois é muito mais facil aceder à informação do que no DGHRE,
    aproveito para expor a minha situaçao na expectativa de obter uma resposta,
    sou do grupo 100, com especializaçao no 910 – trabalhei durante 12 anos no privado, no ano passado candidatei-me para o concurso nacional e fui colocada em OE no grupo 910, entrei a 11 de setembro e recebi pelo indice 126, este ano fui novamente colacada no mesmo agrupamento, em oe 26/09/11 e pagaram-me pelo mesmo indice referindo que saiu um despacho alegando que nao podem mudar os contratados para o indice 151, agradeço a disponibilidade ficando a aguardar um resposta,
    atentamente Madalena Sá
  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    O Orçamento de Estado de 2011 proibiu qualquer alteração da posição remuneratória para 2011.
  • MN
    Arlindo, existe alguma previsão da saída dos resultado das reclamações das colocações que sairam a 31/08?

    Obrigado,
    Magda

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Já deviam ter saído, mas como a justiça no nosso pais não cumpre prazos ainda estamos à espera.
  • Jorge Cruz
    Boa noite,

    É possível renunciar um horário da Bolsa de Contratação depois de o aceitar na plataforma da DGRHE? Qual a penalização neste tipo de situação?

    Obrigado.

  • sandra
    ola arlindo,

    o meu contrato acabou ontem, dia 26/10. mas a escola n consegue devolver-me à bolsa. dizem que só vao conseguir fazê-lo na 2ª de manhã. sendo assim, será que ainda irei a tempo para ser colocada na BR8?
    obrigada por tudo que tens feito por nós…

  • Sofia
    Se alguém me puder esclarecer…

    Estou grávida e a trabalhar nas AEC’s a contrato por tempo certo.
    Hoje uma colega disse-me que os dias que estivermos de baixa e de licença de maternidade não vão contar para o tempo de serviço.
    Tentei ligar, hoje, para o meu Sindicato mas quando saí das aulas já não consegui que me atendessem.

    Obrigado.

    • sandra
      ola sofia.
      penso que essa informação é falsa. quando tive a minha menina contou tudo como tempo de serviço. o mês de baixa e os de licença de maternidade.
      mas como se trata de AECs, convem saber melhor. mas penso que é assim, até porque tem contrato a termo certo.
      • Sofia
        Obrigado, Sandra!
        Liguei agora para o meu Sindicato e também me disseram que conta para tempo de serviço (tem de contar, pois somos contratados), mas vão consultar melhor a legislação e mandar-me tudo direitinho para o meu e-mail.
  • Anónimo
    ola Arlindo,
    estou colocada pela bolsa de recrutamento por um mês numa escola e para a semana acabo o contrato.
    a minha dúvida é: tenho de entregar o meu relatorio de auto-avaliação (tempo em que estive na escola)?
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Não.
      Neste momento existe uma ausência de Lei para a avaliação de desempenho do novo ciclo.
  • Liliana
    Boa Tarde Arlindo,
    Em primeiro lugar parabéns pelo trabalho que realiza neste blogue.
    Estou a escrever-lhe porque neste momento saem notícias muito alarmantes para os professores que têm o PIEF, porque a organização PIEC vai ser extinta e os professores têm o futuro incerto.
    Não sei se tem conhecimento desta situação. Será que um professor que tenha sido contratado pelo Ministerio da Educação e que tenha assinado contrato com uma escola pode ser alvo de rescisão de contrato? Obrigada
  • Joana
    Boa tarde, estou com uma duvida que ninguem na secretaria sabe muito bem resolver.
    Encontro-me numa escola como técnica especializada na área da eng. do ambiente onde tenho mestrado.
    No entanto o meu grupo de recrutamento é outro.
    Na escola vai abrir um horário incompleto no meu grupo de recrutamento.
    Juntando o que já tenho e as horas do que vai ficar disponivel não ficaria com horário completo.
    A minha duvida é se posso ter 2 contratos com a mesma escola, um referente à necessidade de tecnico especializado e outyro ao grupo de recrutamento.

    Obrigada

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Não vejo qualquer impedimento, desde que fiques selecionada para essa oferta.
  • Nuno
    Caro Arlindo;

    Em primeiro lugar deixo aqui um sentido reconhecimento pelo excelente trabalho de utilidade pública que tem desenvolvido com este blog.

    Sei que se trata de uma pessoa bem formada e informada, pelo que peço-lhe o esclarecimento para a seguinte questão:

    Durante o mês de setembro fui colocado, através da bolsa de recrutamento, num horário incompleto. Desta forma, poderei candidatar-me e aceitar uma colocação nas ofertas de escola dos TEIP e de Autonomia ou a partir de janeiro na generalidade das escolas? Em anos anteriores esta situação era possível desde que, se fosse esse o caso, indemnizasse a escola com quem rescendia contrato se esta se verificasse fora do período experimental. Contudo, pelo que está escrito (a vermelho) na nossa página de acesso à BR ou OE na dgrhe, a rescisão fora do periodo experimental acarreta a impossibilidade de celebrar novo contrato independentemente da modalidade, não invocando qualquer legislação para o efeito.

    Será que pode esclarecer? Obrigado. Nuno

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Só podes concorrer a horários que te permitam fazer a acumulação de horário. Se tens 18 horas podes concorrer a horários até 10 horas.

      Atenção às regras da acumulação de funções. O limite para acumulação é de 6 horas sobre um horário completo e não pode haver sobreposição de horários nem podes ter mais de 6 horas diárias nas escolas em acumulação.

      Segundo as regras deste ano a rescisão de contrato fora do período experimental não permitem assinar mais nenhum tipo de contrato com o MEC neste ano letivo.

  • Ana
    Boa tarde, gostaria de saber qual a legislação que consagra a entrada de candidatos com habilitação própria na bolsa de rerutamento.
    Obrigada
  • Zita Almeida
    Boa tarde, Arlindo!

    Sou professora contratada e este ano fui colocada num horário temporário, que entretanto terminou. Como a Bolsa terminou em Dezembro, restam apenas as ofertas de escola. A minha dúvida é a seguinte: neste momento estou com gravidez de risco, que não era impeditivo para efeitos de concurso, mas relativamente às ofertas de escola, posso concorrer? uma vez que não posso desempenhar as minhas funções? Qual a minha situação? Obrigada.

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Claro que podes.
  • Rolando Caixinhas
    Merda de blog!!! fui ofendido e fui expulso!!!
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Mais logo estás livre. :D
  • carminho
    Boa tarde, Arlindo!
    Gostaria de saber a quantos dias corresponde o período experimental referido a letras vermelhas na candidatura de oferta escola:
    ” Os candidatos apenas poderão denunciar, sem qualquer penalização, se essa denúncia tiver lugar durante o período experimental, ou seja, no primeiro contrato celebrado no presente ano letivo, podendo apenas candidatar-se a horários no âmbito do Decreto.- Lei n.º 35/2007. O período experimental corresponde ao da primeira colocação obtida em 2011/2012.Caso denunciem o contrato fora do período experimental, ficarão impedidos de celebrar, no presente ano lectivo, novo contrato ao abrigo de qualquer modalidade.”
    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      15 dias para contratos inferiores a 6 meses. Neste momento são quase todos.
  • carminho
    Boa noite e obrigada pela atenção.
    Desde que alteraram a plataformade concurso em janeiro para contratação escola, não consigo candidatar-me às ofertas escola. Ou seja, faço a candidatura mas depois não surge a mensagem de sucesso na submissão e não aparecem nas candidaturas. Tem conhecimento de alguém que tenha tido o mesmo problema?
  • IC
    Arlindo quando uma escola pede a graduação e coloca (nota de formação inicial + tempo de serviço) não podemos colocar mais um valor da avaliação de desempenho? Estou com essa dúvida. Obrigada.
  • Marta
    Olá Arlindo:

    Estou com uma dúvida, se me pudesse esclarecer agradecia
    Estive colocada nas Atividades de Enriquecimento Curricular e simultaneamante a prestar formação profissional. A minha dúvida é se deveria ter pedido autorização para acumular funções.

    Obrigada pela atenção
    Cumprimentos

  • Carla
    Boa tarde, Arlindo

    Será que pode fazer o favor de me informar se a mobilidade interna anual- Destacamento por ausência da componente letiva (DACL) e destacamento por aproximação à residência (DAR) – já será possível este ano, com efeito a 1 de Setembro de 2012?
    Obrigada pela atenção.

  • Hugo
    Colegas, já se sabe mais alguma coisa sobre o exame de acesso à profissão?
    Obrigado
  • Teresa tavares
    Arlindo,

    Parabens pelo seu excelnte trabalho. Desde que conheço o blog que estou mais informada.
    Sou professora do grupo110 do QZP 05 e estou neste momento com horário zero, Seria possivel arranjar a lista dos não colocados atualizada desde a br 23?
    Não sei se tenho alguém à minha frente e estou preocupada.
    Bem haja
    Boa Páscoa

  • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
    A lista de Não colocados em DACL no grupo 110 na BR23 está aqui:
    http://www.arlindovsky.net/wp-content/uploads/2012/03/NCDACL110BR23.pdf
    • Teresa tavares
      Arlindo,

      Muito obrigado pela informação, no entanto parece-me que esta lista não está atualizada, pois eu estou com horário zero desde o dia 12 de Março e não faço parte da lista dos não colocados da BR23, não pode ser… se tiver a atualizada agradecia para verificar se tenho alguém à minha frente do meu QZP
      Obrigado

  • Adélia
    Estou colocada em oferta de escola em substituição de uma colega que está doente. Hoje soube que a colega vai ter que se apresentar e cumprir 30 dias para puder renovar o atestado. Assim sendo ela apresenta-se segunda e eu só posso estar até quarta dia 18. Será que posso já hoje concorrer a oferta de escola? Será que após os 30 dias a escola pode pedir novamente substituição nesta altura do campeonato? estou desonrientada nunca me vi em tal situação se me puder ajudar agradecia.
  • Adélia Oliveira
    Novamente eu.
    Não sei que pensar nem o que fazer. A escola disse que eu podia a seguir ao dia 18 de Abril meter as férias a que tenho direito (começei a 29 de setembro logo são 6 meses o que dá penso eu 12 dias de férias). E que depois podia meter os papéis para o subsidio ou tentar outra substituição.
    Será que a melhor solução é meter as férias (pois assim esses dias ainda são pagos como se tivesse a leccionar as 22h), depois meter os papéis para o subsidio e entretanto ver se a seguir às férias aparece algum horário ou até mesmo o antigo caso a colega após os 30 dias volte a meter atestado? É que segundo o que penso se aceitar um horário já de 14h fico a perder pois podia ainda receber ós 12 dias de férias correspondentes às 22h. Não sei que faça.
    Cumprimentos
    Adélia Oliveira
  • Filipe Pereira
    Caro Arlindo,

    sugiro uma questão pertinente para o prof Marcelo esta semana:

    – se os tribunais dão razão aos professores, porque motivo não se paga a indemnização contratual? porque é que se ocupa tempo dos tribunais em processos que não dão razão ao estado?

    Fica a sugestão.

  • Lol
    Arlindo:
    Se alguem foi colocado numa teip c base no dl 35/2007, pode renovar este ano?
  • CP
    Caro Arlindo,

    Sou técnica especializada e encontro-me colocada em duas escolas, sendo que me deparei com a seguinte situação numa escola serei avaliada e na outra não. Nos anos anteriores os TE estavam dispensados da avaliação de desempenho mas este ano não percebo qual é a nossa posição. Será que me pode ajudar?

    Parabéns pelo blog.

    CP

  • Helena Freitas
    Boas Arlindo.
    Espero que me possas ajudar nalgumas dúvidas. Sou prof das aecs, tenho um horário minusculo de 8h e como o contrato termina no próximo mês, queria saber se a entidade empregadora tem de nos indeminizar pela caducidade do contrato ou se já não é obrigadatório.
    Já agora, já se sabe se para o ano sempre vão haver aecs?
    Agradeço desde já a disponibilidade.
    Cumprimentos.
  • Paula Barrau
    Arlindo, boa noite! Antes de tudo quero dar-lhe os parabéns por este blog e por este excelente trabalho! Aproveitei a onda para lhe colocar a questão, uma vez que ninguém me sabe dar uma resposta concreta (e pode ser que o Arlindo saiba)!

    Trabalho desde 2006 a dar aulas de Inglês em estabelecimentos de ensino da pré e do 1º ciclo a recibos verdes. Será que estes anos todos contam como tempo de serviço? Já me disseram que não, já me disseram que talvez se os colégios tiverem contrato de associação ou coisa do género e já me disseram que sim pois num dos estabelecimentos o Inglês é curricular e obrigatório para todos os alunos do 1º ciclo.

    Os anos avançam, os concursos passam e o meu tempo de serviço após profissionalização continua a 0000.

    Obrigada
    Paula Barrau

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Penso que não te conta tempo de serviço, mas só recorrendo à tua DRE ou a um sindicato é que poderás confirmar essa situação.
  • Raquel
    Boa tarde colegas!!
    Com tantas alterações surgiu-me uma dúvida e entretanto já obtive variadas respostas.
    Fui colocada em oferta de escola por 30 dias. A escola disse-me que eu vou gozar os meus dois dias de férias a que tenho direito nos dois últimos dias do contrato. Desta forma, serão apenas contabilizados 30 dias de serviço para efeitos de concurso.
    A lei diz que por cada 30 dias de trabalho temos 2 de férias, logo deveria trabalhar os 30 dias efetivos e só depois gozar as férias. Outras colegas, na mesma situação, trabalharam os 30 dias e só depois é que gozam os 2 dias de férias a seguir e assim são-lhes contabilizados 32 dias.
    Não faço a menor ideias do que está certo ou errado, mas a realidade é que cada agrupamento faz das suas.
    Se alguém me puder esclarecer agradeço!!
  • CAML
    Colega Arlindo! Antes de mais parabéns pelo excelente blog dedicado aos nossos problemas.
    Gostaria de fazer um questão, não sei se sabe responder-me. Concorri à mobilidade por doença mas estranhei o facto de este ano só se poder colocar um agrupamento para efeitos de destacamento e ninguém se pronunciar sobre isso quando nos anos anteriores poderíamos colocar muitas mais preferências. O que significa isso? É positivo ou é uma forma de cortar as possibilidades? Obrigada.
  • PCCO
    Olá Arlindo.
    Já algum tempo que não tenho tido disponibilidade de ir ao chat.
    Agora, tentei participar no chat, mas como o meu nome está protegido, e eu não me recordo da password, não consigo enviar nada.
    Há alguma forma de conseguir activar de novo o meu nome?
    Não queria mudá-lo, pois tenho já alguns colegas no chat que só me reconhecem com este nome.
    Obrigada!
  • Zequinha
    Boa tarde Arlindo!
    Escrevo a colocar a seguinte questão, que diz respeito às pessoas que estão a trabalhar no grupo 910 (Educação Especial) e que concorrem com esse tempo de serviço.
    Constatei na lista do grupo 620, que várias pessoas concorrem estando a trabalhar no grupo 910, até aqui tudo bem, pois podem fazê-lo, contudo, em vários casos, encontro algo de esquisito, que passo a explicar…
    Uma pessoa do grupo 620 para ficar com o diploma de Curso de Pós-Graduação com habilitação para o grupo 910, tem de ter pelo menos 5 anos de serviço, o que prefaz um total de 1825 dias de serviço, pois se não, não adquire essa habilitação. Analisando as listas do grupo 620, facilmente que percebe que lagumas pessoas que se encontram a concorrer pelo grupo 910, não têm os dias de serviço que totalizem os 1825 dias. Assim, como é possível estas pessoas estarem a trabalhar no grupo 910, se “teoricamente” não terão habilitação para tal, pois pelo tempo de serviço que aparece na lista, não prefazem os 1825 dias? No mínimo, parece-me estranho…

    Cumps

  • Cátia
    Boa tarde gostaria de saber quando abrem e se abrem concurso para contratados par a Madeira?

    Obrigado

    Cátia Silva

  • Carolina Lopes
    Boa tarde,
    tenho uma colega que é profissionalizada em Português e Francês, mas há cerca de 8 a 10 anos que não concorre, e este ano não teve conhecimento das datas para apresentação dos documentos e da candidatura electrónica. Será que ela ainda pode ingressar no concurso nacional? Se sim, como? Se não, poderá concorrer a nível de ofertas de escola?
    Desde já obrigada pela atenção e pela ajuda.
  • Diana Rodrigues
    Boa noite Arlindo,

    Com o protocolo de cooperação entre o Governo, a CNIS, a União das Mesericórdias Portuguesas e a União das Mutualidades Portuguesas os pais poderão escolher entre as AECs – oferecidas pelo Governo – ou actividades de tempos livres promovidas pelas IPSS.
    A minha dúvida é: são as IPSS obrigadas (quer pelas entidades promotoras (Câmaras, por exemplo), quer pelas entidades reguladoras (Agrupamentos)) a oferecer as duas possibilidades aos Encarregados de Educação ou podem simplesmente acabar com as AECs e oferecer um pacote de actividades por elas (IPSS) criadas?

    Obrigada!!

  • Artur Costa
    Caro Arlindo,

    venho pedir a sua ajuda na interpretação do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho.
    Assim, e segundo a nota informativa de ontem da DGAE,

    «os docentes colocados em Destacamento por Ausência da Componente Letiva e Destacamento por Aproximação à Residência que se encontram em regime de plurianualidade, devem permanecer na escola de destacamento, desde que subsista componente letiva»

    ora a minha dúvida é a seguinte: no caso de professores colocados numa escola no concurso de 2009, em que alguns entraram na 1ª prioridade por serem provenientes de um QZP e outros em 2ª prioridade (inovação daquele concurso) por DAR (destacamento por aproximação à residência), a quem é que deve ser em primeiro lugar distribuída a componente letiva?
    – em 1º lugar aos QZPs?
    – em 1º lugar aos DARs?
    – Ou estão em igualdade de circunstâncias, e se recorre à graduação profissional?

    Muito obrigado

  • Alzira
    Boa noite, gostaria de saber se alguem me pode esclarecer. Vou terminar contrato numa escola no dia 17, gozarei as férias a partir de dia 18, acontece q estou em acumulação, e termino o outro horário dia 23, Pergunta como é q estando de férias dia 18, vou trabalhar noutra escola. Assim na realidade entre o dia 18 e 23, n gozo férias!!! o Q faço?
  • Teresa Pinho
    Até que data é que os diretores das escolas têm de informar os professores QZP que não têm horário e têm de concorrer?Obrigado Teresa
  • Sandra
    Arlindo tenho uma dúvida, pois estou nunma situação atipica e ninguém tem uma resposta para me dar… estive este ano letivo (7 meses) colocada, por um agrupamento, nas aec. Porém durante todo o tempo do contrato estive de gravidez de risco e de licença de maternidade (2 meses). A minha duvida é se tenho direito à caducidade do contrato e ao subcidio de férias e Natal… todos me dão uma resposta diferente…
  • http://gravatar.com/ticenee ticeneePintado
    Bom dia, podem por favor esclarecer-me se este ano na ADD existe cotas?
    Obrigado
    InêsPintado
  • LV
    Boa tarde Arlindo,

    Tenho várias dúvidas e neste momento estou em linha de espera nos serviços do CAT…. entretanto peço-te ajuda se não te importares!
    Sou professor de QE, mas neste momento por razões familiares precisava de obter um destacamento numa escola do norte ( não estou em situação de ausência da componente letiva). A minha primeira duvida é a seguinte:
    – O concurso agora é designado de mobilidade interna, mas a mobilidade que eu pretendo obter é considerada DAR (destacamento por apriximação à residência) ou o que é afinal? Na legislação que eu consultei (por ex. o DL nº 132/2012) não esclarece esta situação. Um professor pode pedir mobilidade por várias razões que não têm que ser obrigatoriamente DAR???

    – Se eu não obter a mobilidade/ destacamento o meu lugar na minha escola de provimento continua garantido, certo?? O meu diretor, para todos efeitos, tem que fazer o meu horário??

    – Se eu obtiver mobilidade transitória como é que fica a minha situação no final do ano letivo… continuo a ser professor do quadro de provimento da escola X…O meu lugar na minha escola de origem fica posto em causa por ter pedido mobilidade? (exceto claro se na lista de graduação interna da minha escola de provimento ficasse sem componente letiva e nesta situação, pelo menos teoricamente, qq docente de quadro está sujeito!!)…

    O meu bom senso diz-me que não há problema, mas o meu grande receio é que com tantas alterações à lei fique prejudicado de alguma maneira por desconhecimento ou seja lá o que fôr! Eu gostava de saber que legislação ajuda a clarificar as minhas dúvidas e receios… penso que a letra da lei ajuda a salvaguardar a nossa posição!

    Agradeço resposta
    Atenciosamente,
    LV

  • Sílvia Silva
    Boa noite Arlindo, tenho uma dúvida, q parece q ninguém me consegue esclarecer! Eu sou QE em Lisboa, mas estou em DAR em Castelo de Paiva, onde me disseram q n vou ter horário ( pelo menos de momento) e por isso decidi concorrer em vez de voltar para Lisboa. Durante o preenchimento dos dados para concorrer surgiu me uma dúvida no ponto 4. mobilidade interna, opções de colocação, q diz ” existindo disponibilidade de horário letivo com um mínimo de 6 horas na escola de origem, manifesta interesse em regressar à referida escola?” a minha dúvida é qual das escolas é a de origem, a de provimento ou a de destacamento? PQ ninguem me sabe dizer nada de concreto e ja liguei para a DGRHE e claro, ninguém atende! Por favor se alguem me souber elucidar agradeço, estou um bocado atrapalhada!
    Boa noite
    Sílvia Silva
  • Laura
    sou do grupo 620 e na minha lista de ordenação aprecem 2 colegas do grupo 910 e 1 do 260. É normal?????
  • Zaratrusta
    Boa tarde Arlindo

    Queria pedir-lhe pela primeira vez, e tendo em consideração a simpatia que os meus comentários têm despertado nos últimos dias, coisa que não acontece com muita frequência, que, se possível, publicasse como post, em primeira página, o seguinte texto, na esperança que ele seja lido por alguém que esteja interessado em aprofundar a questão e que o use como argumento contra o colapso da educação em Portugal. Caso ´~ao seja possível pode-o colocar como comentário ao último post? OBRIGADO.

    “INCOMPETÊNCIA OU PREMEDITAÇÃO

    Existe uma grande confusão entre Ensino Profissional e Cursos Profissionais. Estes são apenas um dos tipos de cursos de ensino profissional de nível secundário, sendo o outro os Cursos de Aprendizagem. Ambos são diferentes quer na forma, quer na substância. O MEC optou por extinguir os primeiros (desengane-se quem considera que assim não é) e desenvolver em massa os segundos.

    Vamos então às diferenças entre eles:

    – Os cursos profissionais, no ensino público, são ministrados nas escolas secundárias e nas escolas profissionais públicas. Os cursos de aprendizagem têm sido monopólio dos centros de formação do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP)

    – Os docentes dos cursos profissionais são os mesmos do ensino regular, salvo em algumas das disciplinas da componente tecnológica, em que são contratados técnicos especializados. Em qualquer dos casos e tratando-se de professores contratados, são feitos contratos de trabalho. Os cursos de aprendizagem são ministrados por formadores internos do IEFP e por formadores externos, estes últimos contratados por contrato de prestação de serviços, a recibos verdes, sem direito a subsídios de férias e de Natal e sendo as contribuição para a segurança social pagas na totalidade pelo trabalhador. Não há direito a subsídio de desemprego

    – Nos cursos profissionais os alunos não recebem qualquer bolsa. Nos cursos de aprendizagem irão receber 180 euros mensais, o que se me apresenta como uma forma de aliciar os alunos das classes mais desfavorecidas, dada a conjuntura atual

    – Nos cursos profissionais, as empresas nas quais os alunos desenvolvem a formação em contexto de trabalho (FCT), não recebem qualquer contrapartida financeira. Nos cursos de aprendizagem são e vão ser bem pagas

    – Nos cursos profissionais, a FCT desenvolve-se nos 2º e 3º anos do curso, em períodos de média duração, após a escola entender que os alunos adquiriram os conhecimentos teóricos necessários para desempenharem funções em contexto de trabalho. Nos cursos de aprendizagem, a FCT inicia-se logo assim que começa o curso e desenvolve-se em 2 ou 3 dias por semana, durante todas as semanas, estando os alunos nos centros de formação durante os restantes

    – Nos cursos profissionais quem decide são as escolas

    – Por estas duas razões, o centro de decisão e controlo nos cursos profissionais está nas escolas, enquanto nos cursos de aprendizagem se desloca para as empresas

    – Durante a última década tornou-se um lugar comum dizer que Portugal desbaratou milhões de euros vindos da EU em autoestradas e formação profissional inúteis. Pois bem, estes cursos de aprendizagem contribuíram bastante para que isso acontecesse. Por alguma razão estavam moribundos, apesar de mais de uma década de existência, preparando-se este MEC para ressuscitar aquilo que de pior teve a formação profissional em Portugal.

    Fui formador em vários cursos de formação, fui formador em cursos de aprendizagem e fui professor em cursos profissionais. Os campeões do facilitismo assumido e explícito são os cursos de aprendizagem, e não sou só eu que o digo, pois já foram feitos vários estudos sobre o tema com resultados conhecidos.

    O MEC prepara-se para extinguir os cursos profissionais nas escolas (já começou), esvaziando ainda mais a escola publica das suas funções, consolidando o que de pior tem sido feito e entregando o ensino profissional sob a forma de cursos de aprendizagem, ao IEFP, a entidades de formação de vão de escada e às empresas privadas, acompanhados de uma boa dose de propaganda, ou alguém acredita, por exemplo, que estes alunos terão condições para fazer os exames nacionais do ensino secundário para acesso à universidade, quando os alunos que frequentam os 3 anos do ensino regular têm 50% de negativas?

    Pergunto-me quais as razões desta opção do MEC e só encontro uma resposta: critérios puramente ideológicos. Já não acredito que seja por incompetência. Tudo está a ser feito de forma bem planeada e criteriosa. Nesta opção, nem os critérios economicistas se podem aplicar, pois, como vimos, os cursos de aprendizagem vão sair mais caros que os cursos profissionais.

    Poderão dizer que estes cursos vão absorver alguns dos professores contratados que vão ficar desempregados. Admito que sim, alguns, poucos, pagos a recibos verdes, como já se encontra previsto no Novo Regulamento dos Cursos de Aprendizagem que o governo já se apressou a publicar, mas, como já está previsto, na sua maioria eles vão ser ministrados pelos formadores do IEFP, sem habilitação profissional para a docência e, em caso de necessidade, pelos professores de carreira sem componente letiva.

    Pergunto-me, igualmente, se os sindicatos, os professores e os encarregados de educação, dada a sua passividade, não entendem o que se está a passar.

    Pergunto-me por que razão aqueles que mais sabem sobre educação em Portugal, por a terem estudado no terreno, nas escolas, observando professores e alunos, e que são reconhecidos a nível nacional e internacional, não vêm a publico revelar à população a destruição da escola a que estamos a assistir. É por mais evidente que enquanto o MEC age e propagandeia, os outros limitam-se a reagir, às vezes. Nunca poderemos alcançar alguém que vai sempre um passo à nossa frente.

    Perguntamo-nos todos, finalmente, o que se está a passar na cabeça deste governo. Talvez aquilo que todos sabemos e não queremos aceitar:

    OS PORTUGUESES SÃO BURROS! OS PORTUGUESES SÃO ESTUPIDOS! OS PORTUGUESES SÃO PASSIVOS, AINDA ESTÃO SOB O EFEITO DA SUBJUGAÇÃO SALAZARISTA!
    NÓS SOMOS A ELITE E TEMOS QUE ASSEGURAR AS ELITES FUTURAS!

  • Pingback: Incompetência ou Premeditação » Blog DeAr Lindo()

  • Ticha
    É obvio que o número de horário este ano vai ser muito reduzido, tendo em conta o número de DACL e as reformas educativas…mas sinceramente acho muito estranho não estarem a apareceram ofertas para a contratação de escola…
    Será que as escolas TEIP e com autonomia não poderão mesmo reconduzir os contratados… e os poucos horários que existem já terem dono???
    Estive a ver novamente o decreto de lei N.º 123 — 27 de junho de 2012, onde diz que os contratos celebrados em oferta de escola poderão ser renovados….

    Contratação de escola
    Artigo 38.º
    Objeto

    4 — Aos docentes colocados ao abrigo do concurso de contratação de escola é aplicado o disposto nos n.os 3 a 5 do artigo 33.º, de modo a garantir a continuidade pedagógica.
    5 — Para efeitos do número anterior, considera -se horá-rio anual aquele que decorre apenas da 1.ª colocação.
    6 — O presente procedimento é aplicável às escolas portuguesas no estrangeiro.
    Artigo 33.º
    Contratação inicial

    3 — A colocação em horário completo e anual pode ser renovada por iguais e sucessivos períodos, até ao limite de quatro anos letivos, incluindo o 1.º ano de colocação.
    ….
    O que acha colega??

  • Sara
    Boa noite Arlindo e restantes colegas.
    Antes de mais, peço desculpa pela ousadia, mas ouvi falar (e bem!) deste blogue e sugeriram-me que colocasse aqui algumas dúvidas na esperança de ser ajudada por algum de vocês que esteja ou conheça uma situação semelhante.
    Então aqui vai:
    – sou professora contratada e gostaria de saber quais são as consequências de recusar um horário, caso seja colocada na próxima sexta-feira.
    – e se, recusando horário, tenho direito a subsídio de desemprego.

    Obrigada pela atenção e pela ajuda! :)

  • maria marques
    Olá Arlindo, por favor sou do QZP de Braga e como o meu marido dicou num horário perto do entroncamento pretendia este ano premutar com algum colega que queira vir para o QZP de Braga, no entanto no próximo ano pretendo regressar a Braga. Ficarei prejudicado no próximo ano se conseguir permutar do QZP de Braga para o QZP da Lezíria. Atenciosamente
  • carla
    Como é possível alguém ficar colocado num agrupamento sem nunca lá ter lecionado e nos sub criterios ter 30% para a continuidade pedagogica. O que é possível fazer para anular tal irregularidade. Será isso corrupção?
  • SFerreira
    Coloco aqui a mminha situação: sou professora de quadro de escola que nos ultimos 3 anos estive destacada por aproximação à residência. Este ano fiquei com horário zero na escola de destacamento tendo ido a concurso no qual manifestei interesse em regressar á escola de provimento caso tivesse horário. No dia 31 o meu nome contava nas listas dos retirados a dizer regresso a escola de provimento. Contudo ao me apresentar na 2ª feira na escola onde estou efetiva fui informada que para o meu horário tinha sido também colocada uma professora contratada. As minhas dúvidas são: quem é que fica com o horário? Não é meu por direito? Será que alguem me pode esclarecer tal situação porque 2º fui informada eu é que nesta situação é que fico com horário zero!!!!
  • Mafa
    Bom dia colegas, fui selecionada num horário de AEC’s e tenho de proceder à aceitação na plataforma. Fico fora das listas do concurso e da reserva de recrutamento????
  • Edu2008
    Gostaria de saber onde posso denunciar ilegalidades nas contratações de escola.
  • http://Amitaf fatima pilar
    boa tarde
    sou prof de horário zero e gostava de saber se há algum calendário para futuras colocações ou se tenho de consultar a aplicação todos os dias para saber se há novas listas de colocações.
  • Teresa
    Boa tarde,
    Sou Q.A mas tive de concorrer a mobilidade interna. Fiquei colocada num horário temporário (1 mês). No final da substituição volto para o meu agrupamento ou fico no da colocação da mobilidade interna a aguardar as seguintes bolsas de recrutamento?
    E já agora, em relação à situação de horário zero como é que fica? Continuo a ser considerada horário zero ou deixo de o ser em virtude de ter componente letiva atribuída, ainda que temporariamente?
    Muito obrigada
  • carla
    Bom dia, Arlindo. Gostaria que divulgasse na sua página a seguinte situação insólita, passada no grupo 910, nesta RR2, a qual não podemos deixar passar: não tendo sido permitido concorrer a horários incompletos para a educação especial, como é possível que a candidata com o número de ordem 2723, Ana Luísa Pinto Vale, tenha obtido colocação na Bolsa de Recrutamento 2, no grupo 910, com horário incompleto de 20h? O que aconselha a fazer além do recurso? obrigada
  • oleg
    Boa noite.
    Gostaria de saber qual o mínimo de dias de atestado necessário, para a escola puder realizar a substituição. Coloquei um atestado de 30 dias e até agora o horário ainda não saiu nas bolsas. Muito provavelmente terei de colocar um atestado de gravidez de risco porque não consegui recuperar totalmente.
    Obrigada
  • teresa
    boa noite, gostaria de saber como se preenche os subcritérios nas ofertas de escola, porque quando os tento preencher a aplicação abre-me uma janela onde aparece apenas o botão cancelar!!!
    obrigada
  • Silva
    Bom dia, concorri a uma OE para técnico de Orientação Mobilidade e Braille, no qual fui seleccionado. No entanto o índice remuneratório é o 89, penso que não está bem visto que sou licenciado em educação física e desporto alem de ter uma uma pós-graduação Especializada em Educação Especial Domínio Cognitivo e Motor , logo não deveria ser remunerado pelo índice 126? O mais absurdo é que foi contratada um terapeuta da fala no qual é remunerada pelo índice 126!? Ajudar a festa, nas minhas funções tenho que deslocar até escolas do AE,e não só, todos que necessitam do meu apoio (Visto que estou numa escola de referencia), estamos a falar num raio de 120/140 km ou seja posso fazer deslocações diárias até 270km em viatura própria! Mas a direcção regional da região onde me encontro envio um documento em que as deslocações iram ser pagas a 0,11€ por km!? Mas após consulta http://www.gef.min-edu.pt/2011Ano/repNOTAS2011/NOTAINF4_2011.pdf vejo que o valor correcto seria 0,34!?
    O que devo fazer? Senti-me prejudicado!
    Obrigado
  • Pedro Oliveira
    Bom dia necessito de ajuda no seguinte, dou aulas há vários anos e fiquei sempre colocado, acontece que este ano ainda nao fiquei colocado, trabalhei até 31 de agosto de 2012.
    A questão é a seguinte tenho direito a receber subsidio de Natal correspondente aos 8 meses do ano que trabalhei, como poderão ajudar nessa questão?

    cumprimentos,

    Pedro Oliveira

  • Artur Cunha
    Boa noite, colega Arlindo:
    Concorri no concurso nacional ao grupo 230, e na 4ª RR saíram 3 horários para uma escola da minha zona e, como concorro ao abrigo do DL 29/2001, não era pressuposto um dos horários ser-me atribuído, uma vez que os colegas que me precediam já tinham sido colocados?
    Agradecia que me pudesse esclarecer se a referida quota de emprego funciona da forma que enunciei.

    Um abraço

    Artur

  • joaosantos
    Boa tarde Arlindo
    Sou professor e estou no 2º escalão. Mudei no dia 30.12.2009. Caso não houvesse congelamento mudaria de escalão no dia 30.12.2013. Estando a carreira congelada e com o prazo para pedido de observação de aulas a chegar ao fim estou com dúvidas que na escola ainda não me esclareceram. Devo contar os dias apenas em que a carreira não esteve congelada e sendo assim só peço a observação de aulas mais tarde ou devo assumir os dias de congelamento para a avaliação? Obrigado PS: Na escola já me deram 3 versões.

    João Santos

  • Adélia
    Boa tarde.
    Será que me podia esclarecer umas duvidas, já tentei tudo e nada fiquei a saber. O MEC não me atende e eu estou muito baralhada.
    Fui colocada na RR5 para substituição que acabou dia 21 de dezembro, voltei à RR mas entretanto concorri ao IEFP. Fiquei colocada na RR15 num horário completo até 31 de agosto a 80km de casa, fiz a aceitação e apresentei-me dia 28 de dezembro. Hoje ao ver a lista dos admitidos do IEFP fiquei em 2º lugar num NUT onde há 4 vagas. AGORA O QUE FAÇO???
    Será que posso fazer denuncia do contrato?
    Será que fazendo a denuncia fico impossibilitada de concorrer no famoso concurso de vinculação?
    Quais as penalizações a que fico sujeita se fizer a denuncia?
    Só duvidas e respostas ninguém me dá.
    Cumprimentos
  • Ana Catarina
    http://www.spn.pt/?aba=27&cat=198&doc=3387&mid=115 Consegue-me ajudar a interpretar estas novas regras? Percebi que vão beneficiar os professores com mais tempo de serviço na Educação Especial, mas tenho algumas dúvidas…
  • Paula
    Boa noite
    Entrei no 4ºescalão a 2-05-2010. Quando devo entregar o requerimento para observação de aulas? Já fiz as duas simulações disponibilizadas mas as datas são diferentes. Estou confusa e com dúvidas. Agradecia a sua ajuda. Obrigada pela atenção
  • http://gravatar.com/clausalsera Clausalsera
    Boa noite ,

    A minha questão não tem a ver com ADD nem concursos, mas sim com a alteração ao regime de faltas por doença. Já fui ler ao ECD e à Lei 66-B/2012 (orçamento estado 2013) e quando fala na perda da remuneração diária fala sempre em DIAS, nunca é referido se são dias úteis ou não. Tenho uma familiar professora que me disse que nas baixas por doença contam apenas os dias úteis…Tenho tenho um atestado médico que começou num sábado (apesar da consulta ter sido no dia anterior) e que vai terminar a um sábado! Pode ser assim ou há algum engano do médico??

    Agradecia um esclarecimento na medida do possível…E peço desde já desculpa por parecer tótó, mas as mudanças são tantas que já estou a perder o “andamento”, já para não falar da legislação mal feita muitas vezes…

    Obrigada e continue com o excelente trabalho.

    CL

  • Soares Mendes
    Atenção de novo em relação ao Agrupamento da vila longa.
    Esta escola tem dois novos horários a concurso grupo 300 e 510.
    http://www.eps-vialonga.rcts.pt/lista_graduada.htm
    Soube por terceiros, que em relação ao grupo 300, o seleccionado vai ser um colega que nem se encontra nos primeiros 90 da lista de graduação.
    Sinceramente custa-me a acreditar nisto, mas tendo em conta o que já sucedeu neste Agrupamento, tudo é possível.
    Será que existe alguma excepção para esta escola em relação às leis promulgadas pelo MEC?!
  • Margarida Barreiros
    Boa tarde
    Será possível obter resposta deferida a um recurso hierárquico em 10 de Dezembro de 2012, devido a ter sido retirada do concurso de mobilidade e ainda não ter obtido resposta?
    • Artur Cunha
      Olá Margarida:
      Submeti o meu recurso em outubro e ainda estou à espera. Têm 90 dias úteis para fazerem desesperar quem tanto precisa.

      Um abraço

      Artur

  • Cristina Ribeiro
    Para concorrer ao grupo 910, para além de ter uma pós-graduação na área, não é necessário ter mais de 5 anos de tempo de serviço?
    Se for assim, como é possível que haja tanta gente na lista de concurso extraordinário que não tem os 5 anos?
    Qual a legislação actual que posso consultar sobre este assunto?
  • C3PO
    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=3133138

    Penso que os Sindicatos deviam dar muita atenção a isto, quer dizer toda aquela historia dos contratados e das renovações, que já caiu no esquecimento, apesar de todos sabermos que é ilegal, pelos vistos só se aplica aos coitadinhos dos contratados (a professor)….

    O Estado foi obrigado a criar um posto de trabalho para este Senhor porque ele esteve os 6 anos consecutivos com vinculo no estado….

  • paula
    ola.
    sou prof. do QE de Esposende e estive destacada nos últimos 4 anos.
    As minhas duvidas são:
    caso eu concorra para sair da minha escola de providencia, a minha vaga lá fecha automaticamente porque eu concorri? ou so fecha quando eu tiver lugar noutra escola?
    Caso fique noutra escola, é porque obrigatoriamente tenho que ter horário? ou poderei ficar noutra escola, em QE e ficar com horário zero?
    E em que prioridade concorro este ano? 1ª ou 2ª? ainda não percebi.
    obrigada
    paula
  • Sílvia Silva
    Boa tarde Arlindo, precisava que me esclarecesse uma dúvida, eu fiz profissionalização em serviço e na aplicação do concurso tem uns pontos q é para colocar o tipo de instituição, a instituição e o curso, a minha dúvida é: o tipo de instituição diz respeito à instituição, ao local iniciial da nossa formação ou diz respeito à instituição onde se fez a profissionalização? Pq no manual da a sensação q diz respeito ao local onde se tirou a profissionalização, mas na minha aplicação ja aparece preenchido e é segundo a instituição inicial, por favor elucide-me, obrigada
    Sílvia Silva
  • Célia
    Arlindo,
    gostava de colocar uma questão urgente pois a minha possível candidatura termina 6ª feira.
    Gostava de saber se, tendo habilitações para lecionar dois grupos que não o meu é possível concorrer a esses dois grupos. Pelo que me dá a entender, pois já comecei a preencher o formulário, se quiser mudar de grupo de recrutamento, só posso concorrer a um. Obrigada pela atenção. Bem haja!
  • Maria Almeida
    Boa tarde, sou Professora e encontro-e a substituir uma colega já desde o mês de Novembro. Segundo o que me foi informado, a colega vai a junta médica em meados do próximo mês, e ao que parece, apresentar-se nessa altura. Quando me informaram desta situação, disseram-me também que tinha que deixar as avaliações feita, já que no dia da apresentação da referida colega, deixarão de necessitar dos meus préstimos. Assim sendo, gostaria de saber se me posso recusar a fazer as avaliações, dado que não me querem renovar o contrato.
  • Amélia Palmeirão
    Gostava de saber até quando posso aplicar um plano de acompanhamento pedagógico individual?Um aluno pode ser retido se não tiver um PAPI?
    • DuarteF
      O Plano de Apoio Pedagógico pode ser elaborado em qualquer altura do ano. A retenção não tem como pressuposto a existência de um PAPI, no entanto se o aluno tinha dificuldades deveria ter-lhe sido elaborado um…
  • Rita
    Boa noite
    Sou licenciada não docente a exercer funções como técnica numa escola TEIP. Fico desempregada sempre que as aulas terminam e nunca fico colocada no início de setembro. Já assinei 4 contratos na mesma escola.Não me avisaram do fim de contrato com 30 dias como está previsto na lei e não me pagam caducidade de contrato. Já reclamei na escola e expus junto da direção de gestão financeira que me respondeu:
    “De acordo com o artigo 253º do RCTFP, que regulamenta a caducidade do contrato a termo incerto, “o contrato caduca quando, prevendo -se a ocorrência do termo incerto, a entidade empregadora pública comunique ao trabalhador a cessação do mesmo, com a antecedência mínima de 7, 30 ou 60 dias, conforme o contrato tenha durado até seis meses, de seis meses até dois anos ou por período superior.
    Assim, na situação de ter realizado um contrato a termo incerto e da entidade empregadora não ter cumprido o disposto no ponto anterior tem direito ao pagamento dos dias em falta.
    Em relação à compensação por caducidade ao abrigo do artigo 252º do RCTFP deve dirigir um requerimento à sua Escola a solicitar o pagamento assim como a questão do aviso prévio uma vez que ainda é Técnica Superior e exerce funções no Agrupamento ao abrigo do Projeto TEIP.”.
    “1.Quando um contrato a termo realizado pela Escola com o pessoal não docente termina e no dia seguinte o trabalhador realiza novo contrato com a mesma Escola ou noutro estabelecimento de ensino público, esta Direção-Geral é de parecer que não se aplica o artigo 252º do RCTFP uma vez que o trabalhador não interrompeu a relação jurídica de emprego com o Ministério da Educação.”
    Na escola dizem que ainda não receberam orientações e já reclamei há quase 2 meses!!! A verdade é que este ano avisaram com 30 dias, por escrito e a verdade é que a relação jurídica de emprego é SEMPRE interrompida.
    Existe algum prazo legal para me darem resposta à reclamação?
    Existe alguém na mesma situação?
    Ajudem-me por favor.
    Obrigada
  • Jose Files
    Arlindo,
    Já foi publicado o Despacho para a mobilidade por doença.
    Um abraço
  • DuarteF
    Para quando uma verdadeira análise à vergonha no que concerne às condições específicas?
  • Mobi
  • joao
    Mas se vocês falam com conhecimento de causa porque não denunciam os casos de que falam, parece-me que atirar bolas para o ar não será a melhor forma de o fazer, além de que são covardes e escondem-se atrás de um nick…! Haverá com toda a certeza fraudes nos destacamentos, assim como haverá casos muito graves e outros até nao deferidos, espero que nunca vos calhe a vocês na rifa e depois não se queixem. O português é sempre assim levanta suspeitas mas não ha provas, também ha quem esteja doente ha 4 anos e nem sequer tenha estado presente em nenhuma junta medica, estão de atestado por tempo indeterminado, será verdade? ha factos? TENHAM VERGONHA, PROFESSORES CONTRA PROFESSORES É POR ISSO QUE ESTA CLASSE É O QUE É, CADA QUAL SEMPRE PENSOU EM SI, e sobre o concurso extraordinario tambem ninguem reclama? ter sido feito e nao ter permitido a professores efetivos que poderiam querer mudar de lugar e nao tiveram oportunidade de o fazer? A ideia de fazer um site somente para ler o texto que li é de uma diarreia mental e de um caracter, meu deus…!
  • Fátima Calhau
    Alguém me sabe explicar como é que uma colega que está umas 200 posições depois e mim na lista definitiva de ordenação está colocada numa escola para onde eu concorri e eu estou “não colocada”?
  • MC
    Boa tarde Arlindo

    Gostaria de saber o que se pode fazer para existir em 2014 um concurso de professores, com vagas reais e que os prof. efetivos se possam aproximar da sua zona de residência.
    Obrigado pelo trabalho e ajuda que tem dado a todos os professores.

  • João Santos
    Boa tarde Arlindo,

    vi o seu post, com a comparação do número de candidatos entre o concurso da RAM deste e ano e os do ano passado. No final da lista, aparecem os três domínios da Educação Especial (910, 920 e 930), onde apenas este ano houve candidaturas para estes dois últimos. Afinal, pode-se concorrer para o 920 e o 930 para Madeira? Faço esta pergunta porque estou habilitado para os grupos 910 e 920, enviei toda a documentação no período de pré-inscrição, mas não tive acesso a este segundo domínio.

    Obrigado pela atenção e parabéns pelo trabalho com o blog!

  • Cristina
    Boa noite.

    Concorri à mobilidade interna (1ª prioridade) e não fiquei colocada. Entretanto a escola onde sou efetiva tem, temporariamente, um horário disponível. Gostaria de saber se a minha escola tem prioridade no meu “recrutamento” ou se serei recrutada por uma das escolas para onde concorri para mobilidade interna.

    Obrigada pela disponibilidade.

  • Andreia
    Boa noite Arlindo
    Eu não sou professora mas gostaria de saber se me pode tirar uma duvida.
    Trabalho numa IPSS de pessoas com deficiÊncia. Durante dois anos tivemos um professor em mobilidade especial. Este ano ele foi colocado numa escola.
    Há alguma forma de nós podermos pedir outro professor?
    Disseram-me que este ano é possivel as instituições terem professores contratados mas, não encontro nenhuma legislação com essa alteração.
    Tem conhecimento do que estou a questionar.
    Obrigada pela atenção que possa disponibilzar.
  • PPP
    Boa noite peço desculpa em incomodar. Mas gostava de saber a minha situação .Sou Q.A de um agrupamento, sou Educadora ,contudo este ano letivo fui concorrer porque fui para mobilidade, em virtude de haver na minha escola até então três turmas e este ano letivo apenas 2.Tive portanto de ir a concurso por ser a mais nova. Contudo a segunda Q.A acerca de 2 anos tem estado de baixa e este próximo ano pelo que tudo indica vai continuar. Fiquei na situação de Não colocada neste concurso, apesar de ter colocado apenas o concelho do meu Agrupamento. Apenas concorri à 1ª prioridade, portanto não tenho hipótese de ir para mais nenhuma escola. O diretor mandou-me ficar a substituir a colega que se encontra de baixa, por conseguinte vou ficar assumir a sua turma. A minha dúvida é : Não tinha lógica o diretor retirar-me da lista uma vez que a colega vai continuar de baixa e eu não ter colocado mais nenhum agrupamento e ser Q.A deste mesmo agrupamento em questão? obrigada pela disponibilidade.
  • Márcia
    Sou professora QA 1º ciclo, concorri a DACL e não fui colocada. Poderei ser colocada a 60 km ou tenho de ser colocada no concelho ao qual pertence o meu agrupamento?
  • Cristina
    Boa tarde Arlindo,

    Terá alguma validade a questão que vou colocar?
    “Este ano os docentes do recrutamento 1 têm prioridade de colocação em relação aos docentes contratados independentemente do número de horas dos horários? ”

    Obrigada pela disponibilidade.

  • Rose
    Bom dia Arlindo,
    Nunca concorri às AEC, mas surgiram umas ofertas das AEC que me interessam. Tenho algumas dúvidas. Ao concorrer e se for aceite numa AEC fico automaticamente retirada das listas do concurso nacional? Entretanto se ficar colocada no concurso nacional e se for mais vantajoso posso rescindir o contrato (na AEC) sem penalização? Qual é a documentação que poderei ler para esclarecer estas dúvidas. Grata pela atenção dispensada. Rose
  • Ivone
    Olá Arlindo, gostava de me inscrever para permutar, mas ainda não tenho conta, como faço?
  • Paulo Cantão
    Boa noite Arlindo,
    Reparei que na RR1, para os QZP, foram atribuídos horários temporários e anuais intercalados. Verifiquei, também, que docentes na mesma escola, para o mesmo grupo de recrutamento, o docente com mais anos de serviço ficou com o horário temporário atribuído e o docente com menos tempo de serviço ficou com o horário anual. O docente com mais tempo de serviço, daqui a um mês ou dois, vai regressar à RR e vai andar a saltar e o docente com menos tempo fica sossegadinho o ano inteiro. Será justo? O que eu gostaria de saber é se isto é legal. Não deveriam ser lançados os horários anuais em primeiro lugar e depois os temporários, visto serem lançados todos na mesma reserva? Reclamar resolve alguma coisa ou o sistema é mesmo assim e não é possível fazer nada?
    Se fosse possível esclarecer, agradecia. Obrigado por toda a informação que tem disponibilizado.
  • Sónia Espírito Santo
    Boa noite, Arlindo.
    Sabe-me dizer como irão funcionar as reconduções para os professores contratados que ficaram colocados agora? É possível apenas para os que ficaram com horário completo e anual ou também para horários incompletos e anuais, ou para completos e temporários, etc? Obrigado!
  • Hugo Rocha
    Viva Viva Arlindo,

    Apercebi-me agora, ao concorrer às ofertas de escola, que a aplicação calcula a nossa graduação profissional sem ter em conta a majoração de um valor prevista na lei: “Um valor atribuído aos docentes em regime de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo que na última avaliação de desempenho realizada nos termos do ECD tenham obtido a menção qualitativa de
    Muito bom ou Bom”. Ou seja, a minha graduação para efeitos de concurso em oferta de escola é inferior à que está no meu verbete referente ao concurso deste ano letivo. Ainda no Decreto-Lei n.º 132/2012 verifiquei que o cálculo da graduação profissional aplica-se a á oferta de contratação de escola, pelo que me parece haver um erro na aplicação informática. Acha que é assim ou estarei equivocado?

    Obrigado

  • Mariela
    Arlindo
    Começo por lhe agradecer o excelente trabalho que, ano após ano, tem vindo a realizar em prol dos professores, e, no meu caso dos professores contratados.
    Até hoje não tive necessidade de o incomodar com duvidas, uma vez que os seus post foram suficientes para ficar esclarecida.
    Este ano, tomo a liberdade de lhe colocar algumas questões relativamente a contratações de escola-
    Fui colocada em contratação inicial com 14 horas, numa outra escola do concelho existe um horário de 7 horas para oferta de escola, é uma escola teip. A minha dúvida é se posso concorrer às 7 horas da escola teip, para completar horário, se a remuneração é igualmente pelo índice 151?
    Como já tenho muitos anos de serviço tenho descontado sempre para a CGA, na escola onde fui colocada, em contratação inicial, vou continuar a descontar para a CGA e na escola TEIP se puder concorrer em contratação de escola mantenho os descontos para a CGA?.

    Colega, espero não ter sido muito cansativa e confusa.
    Obrigada pela sua ajuda.

  • carla
    Boa noite Arlindo!
    Sou professora contratada do grupo 400 (História) e fui agora colocada com horario completo/ anual. Acontece que no horario atribuído vou lecionar Psicologia de 12 ano e Psicologia de 10 ano /cursos profissionais. Será isto legal???? Estou em pânico pois os conteúdos de Psicologia 12º ano nada tem a ver com História ( desde Genética…estudo do cérebro..a mente). Terei habilitação própria para lecionar esta disciplina??? Que documento legal poderei consultar para comprovar a legalidade/ilegalidade desta situação???
    Se fosse possivel esclarecer-me agradecia. Já agora parabéns pelo excelente trabalho neste blog e ajuda que nos tem prestado.
    • António silveira
      Na realidade não há nenhum grupo com habilitação própria para lecionar psicologia. Don’t panic.
  • CN
    Boa noite Arlindo,
    Antes de mais os meus parabéns pelo excelente trabalho que faz em prol da educação e dos professores em Portugal.
    Gostaria que me esclarecesse uma dúvida, se pudesse, é claro.
    Um professor QZP colocado, este ano, numa escola no grupo 110, pode ficar a trabalhar no 910?
    Obrigada
  • António silveira
    Boa noite.
    Situação: Contratado colocado em 10 horas até 31 de Agosto na contratação Inicial.
    Questões:
    1. Pode aceitar 22 horas em contratação de escola, denunciando a Contratação inicial?
    2. Pode acrescentar duas contratações de escola uma de 8 horas, outras de 6 horas (totalizando 24 horas)?
    3. Qual o limite para a acumulação?
    4. Um contratado com seis contratos anuais sucessivos (sem interrupções) ao passar para um contrato anual de 10 horas (reportadas a 1 de Setembro) altera de alguma forma o seu vínculo laboral, ou seja modifica o tipo de contrato?
  • ana machado
    Já me chegou ao mail a folha de vencimento e vão pagar este mês, a caducidade e subsídio de férias mas fiquei com uma dúvida, podem tirar o desconto para a ADSE do subsídio de férias? Nós nem já temos cartão válido este mês de setembro e também ouvi uma noticia que não deveriam descontar-se para a ADSE dos subs. de natal e férias mas o que é certo é que nos continuam a descontar!! Se alguém souber alguma informação, divulgue, obrigada.
  • Silvia
    Arlindo, como é possível que os dois horários lançados hoje de manhá para o grupo 910 no Agrupamento de Escolasdo Monte da Ola tenham desaparecido ao final da tarde. Reparei nisso porque ia fazer a minha candidatura e … foi impossível. Os horários podem sair da plataforma antes do término do prazo de candidatura? Obrigada
  • ana
    Arlindo, mudei para o índice 245 em 1 de Setembro de 2004. Será que não deveria ter mudado de escalão? Na minha escola, dizem-me que não pude progredir porque não obtive vaga. Estão certos?
    Agradeço desde já a atenção.
  • http://gravatar.com/franciscasantos francisca
    Boa tarde!

    Não fiquei colocada nas listas de 12 de setembro´13 e encontro-me a concorrer a horários de oferta de escola, maioritariamente TEIPs. Estes horários apresentam-se como ANUAIS (término em 31/08/2014).

    Questões:

    1 – O tempo de serviço será contabilizado desde o dia 1 de setembro visto que não nos foi permitido candidatarmo-nos antes ou essa retroatividade é apenas para os da lista de colocados de12 de setembro?

    2 – Esses horários anuais e completos autorizados por aumento de turmas (agora em contratação de escola), caso no próximo ano se mantenham e haja concordância da escola e candidato são renováveis? Para serem renováveis basta que seja a primeira colocação ou é necessário ter efetivamente os 365 dias de serviço?

    3 – Vários horários anuais completos aparecem como substituição por mobilidade ou por licença sem vencimento. Estes também são passíveis de renovação?

    Agradeço a atenção!

  • Joana
    Olá Arlindo
    necessito de ajuda!!!
    Tenho uma colega de grupo com quem permutar mas na plataforma dela, nas permutas, aparece a escola do ano passado e não a atual. Ela é QZP e foi colocada na 1ª reserva de recrutamento. O que podemos fazer? Agradeço alguma orientação!
    • Paulo Cantão
      Olá Joana,

      Estou na mesma situação do que tu e no cat responderam-me que não posso permutar porque sou da RR1. Já enviei um email a pedir um esclarecimento e mandaram-me ler o decreto 132 e a circular que saiu no dia 18. No meu entender não vejo nada que possa impedir este tipo de permuta estando os dois docentes na mesma situação QZP colocado a 30 de agosto e QZP colocado a 12 de setembro na RR1 e não consigo entender e nada diz que não pode. Além disso, os contratados colocados no mesmo dia dos QZP podem permutar. Grande injustiça. Se souberes de alguma coisa avisa.

  • http://gravatar.com/franciscasantos saturada
    Boa Tarde!

    Arlindo, ou outro colega que me saiba esclarecer: na plataforma existem vários horários completos, ANUAIS (data final 31/08/2014) mas, nos avisos que constam nos sites das escolas aparece, e passo a citar “O presente concurso destina-se à contratação de um docente para o grupo de recrutamento — em regime de contratação a termo resolutivo, pelo período de trinta dias, renovável por períodos semelhantes enquanto a necessidade se justificar, com data limite a 31 de julho 2014.”.

    Afinal, esses horários não são anuais, são temporários visto que no dia da última reunião podem mandar-nos para o desemprego.

    O que prevalece: o que está na plataforma ou o que consta do aviso da escola?

    Há ainda escolas que nesses avisos esclarecem que se os candidatos não enviarem a documentação necessária antes da candidatura terminar são excluídos (cito: “O candidato deverá comprovar as informações constantes da candidatura (licenciatura, certificados de formação profissional, etc.) enviando, por correio electrónico, para o endereço da escola até à data final de candidatura ao concurso, um portefólio devidamente identificado. Serão excluídos os candidatos que não cumpram este requisito.).

    Esta informação não deveria estar obrigatoriamente na plataforma, no retângulo “Informações adicionais”? Sempre pensei que a comprovação dos documentos era feita por tranches de cinco…

    Gostava que me esclarecesse se se tratam de ilegalidades ou não.

    Obrigada

  • Íris
    Olá,
    Sou professora do grupo 330, QZP 1 colocada no Agrupamento de Escolas de Idães (Felgueiras)-Escola Básica e Secundária. Gostaria permutar no sentido de ficar perto da Póvoa de Varzim ou Penafiel.
    Informo que há colegas de Braga na escola que me dizem que ficam a 25 minutos de casa e que pagam 2 euros e quinze de portagem. Também há “car pooling” na escola com pontos de origem em Famalicão e Braga.
  • Bruno Cruz
    AS CADUCIDADES CONTINUAM POR PAGAR!!!
  • dina rocha
    Boa noite,
    Sou uma professora do grupo 430 que não foi colocada nem na RR1 nem na RR2. Verifiquei uma situação que não sei qual a atitude a tomar e precisava do seu conselho.
    Existem escolas a pedir tecnico especializados para leccionar disciplinas atribuidas a grupos de recrutamento. Será legal este procedimento? Pedir um tecnico especializado para as disciplinas que podem ser lecionadas por professores profissionalizados em outros grupos?
    Se este procedimento ´não é correto, Que fazer para denunciar esta situação?
    Segue a publicitação da oferta, retirada da pagina da referida escola onde se pode confirmar esta situação.
  • Alcina
    Boa Noite,
    Saiu ontem mais uma lista da mobilidade estatutária (profs bibliotecários). Pensei que se a lista foi publicada ontem estes profs poderiam ter libertado horários agora para a RR3. No entanto, verifiquei que 2 casos já constavam da lista de 30 de agosto como retirados do concurso, o que quer dizer que já eram prof bibliotecários desde essa data, certo? Porquê a divulgação deste lista nesta data?
    obrigada
  • Drake
    Continua a haver candidatos a mentir às candidaturas de OE. Para denunciar envio para o IGEC? É que a colega já ficou colocada :(
  • Nicole
    Boa noite. Alguém me sabe dizer qual o decreto-lei, circular… onde consta que o vencimento de um professor de 1º Ciclo corresponde a 25 horas? Ou seja que o vencimento ilíquido de 1.145,79€ (índice 126) corresponde a 25h.
    Na minha entidade empregadora dizem que esse valor corresponde a 35h e não a 25, logo segundo os seus cálculos, o vencimento de 8horas semanais é 241,60€, quando deveria ser 366,65€.
    Em vários concursos que analisei na aplicação da DGRHE, com o mesmo número de horas semanais, o valor é 366,65 Euros.
    Foi-me dito que este valor será apenas alterado caso consiga comprovar com a legislação.
    Alguém me consegue ajudar? Obrigada.
    • Riste
      Boa noite Nicole!

      Em resposta à tua dúvida, julgo que o que está no Despacho n.º 9265-B/2013 de 15 de julho de 2013 é explicito na Secção IV (AEC), Artigo 9.º, no seu ponto 3, quando refere «A oferta da componente semanal das AEC só pode ser superior a 5 horas quando a carga horária semanal do currículo for inferior a 25 horas, sendo o somatório de ambas igual a 30 horas semanais, sem
      prejuízo do disposto na alínea b) do anexo I ao Decreto -Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, na sua redação atual».

      Ora, se eu ainda sei ler o Português, refere esse ponto que a carga horária semanal do currículo é de 25h e não de 35h como te referem.

      Podes sempre ligar para a Direcção Regional da tua zona e perguntar. Se necessário, pede um esclarecimento por escrito à Direcção Regional, dizendo o que se passa no teu caso e qual a escola implicada.

      Tens também outra opção, no caso de seres sindicalizada, que é recorrer ao sindicato.

      Espero ter ajudado! Boa Sorte!

    • Riste
      Nicole, apenas mais uma confirmação do bom Português que como disse, ainda julgo saber ler e interpretar… :)

      Refere o Despacho normativo n.º 7/2013, de 11 de junho de 2013, no seu Artigo 8.º, Componente lectiva dos docentes, no ponto 1, «A componente letiva a constar no horário semanal de cada docente encontra-se fixada no artigo 77.º do ECD, considerando-se que está completa quando totalizar 25 horas semanais, no caso do pessoal docente da educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico, ou 22 horas semanais (1100 minutos), no caso do pessoal dos restantes ciclos e níveis de ensino, incluindo a educação especial».

      Julgo que aqui é bem explicito qual a componente lectiva dum docente do 1.º Ciclo, 25 HORAS!!!

      Aliás, se procurares aqui no blog pelas Circulares do pagamento por caducidade de contrato, facilmente se percebe que eles para calcularem o valor da hora lectiva, dividem o vencimento ilíquido pelo n.º de HORAS LECTIVAS!

      Julgo que são tudo documentos que podes arranjar para provares aquilo que estás a dizer!

      • Nicole
        Obrigada, Riste!
  • http://fotografia.clerigo.net/ jaclerigo
    Olá… gostaria de vos convidar a participar em: http://geologia.galactica.pt/
  • sara
    Bom dia!
    Gostaria de esclarecer uma dúvida, não sei se poderão ajudar-me.
    Concorri a 120 ofertas de escola na zona de Lisboa, sendo estas horários completos e anuais. Com a morosidade do processo, ainda estão imensos horários por ocupar. (Nestas 120 ofertas, numas listas sou o 30 e tal, noutras 40 e tal e ate mesmo 60 e tal.)
    Como a ansiedade domina, com receio de ficar sem colocação(apos 10 anos de serviço completos e a iniciar sempre a 1 de setembro), decidi agora concorrer a um horário de 19 horas para a qual fui convocada para entrevista.
    A minha duvida é a seguinte:
    Se eu aceitar este horário das 19 horas deixo de ser chamada para as restantes ofertas para as quais concorri? Ou seja, posso continuar na plataforma das ofertas de escola e eventualmente convocarem-me para os outros horários que concorri?
    Sei que se aceitar sairei da RR, mas relativamente às ofertas de escola, não sei.
    Há alguma legislação que eu possa consultar relativamente a esta situação?

    Cumprimentos,

  • Riste
    Bom dia Sara.

    O concurso às ofertas de escola nada tem a haver com a RR. Se aceitares o horário das 19horas sais da RR, mas podes continuar a concorrer aos horários de oferta de escola e se for horário anual, tens 1 mês para fazer denúncia de contrato. Estas candidaturas são independentes da RR.
    Espero ter ajudado.

  • Sónia
    Boa tarde!

    Fiquei colocada por contratação de escola num horário de 8 horas. Gostaria de saber se depois de aceitar a segunda oferta de escola na aplicação, se posso desistir desta segunda oferta (uma vez que o horário é de 20 horas e muito longe). Nota: já fiz a aceitação dos 2 horários.

  • AGV
    Boa noite,
    Fui colocada na contratação inicial num horário de 10h.
    Posteriormente, fui selecionada para uma oferta de escola de 7h que aceitei, totalizando um horário de 17h.
    Agora fui selecionada para uma entrevista de uma oferta de escola de 18h. Caso seja a candidata selecionada:
    1. Posso denunciar qualquer um dos dois contratos?
    2. Só posso denunciar o horário referente à 1ª colocação?
    3. Posso acumular as 18h+10h ou as 18h+7h?
    Obrigada pela ajuda
  • Frey
    Bom dia, sou professor do grupo 500 e ainda não tive colocação, tenho concorrido às ofertas de escola e reparei numa irregularidade, a escola de montelongo em Fafe, colocou um horário de 22 horas anual em oferta de escola, depois de esse ter sido rejeitado 2 vezes (RR1, RR2). Penso que só poderia fazer isso se o horário tivesse sido recusado três vezes, o que implicaria que o horário fosse para RR3.
    Será que tenho razão? Se sim, o que devo fazer?
    Desde já agradeço a disponibilidade de quem me possa esclarecer.
  • jktuga
    Bom tarde!
    Gostaria de esclarecer uma dúvida, não sei se poderão ajudar-me.
    Concorri a dezenas de ofertas de escola, hoje deparei que a um desses horarios, aljustrel do grupo 230, a candidata não aparece na lista de contratação do grupo de recrutamento 230 (matemática e ciência). A candidata em questão tem 28,xxx e tal de graduação e foi seleccionada e já fez a aceitação. Não estando no meu grupo de recrutamento, fiz uma pesquisa no google através do nº de candidato ,4258355437, Graça Maria da Silva Luzia. A senhora em questão faz parte do grupo 430, Contabilidade. A minha dúvida é se a senhora pode concorrer às oferta de escolas do grupo 230????? Com esta graduação, possivelmente já estaria colocada na contratação inicial!!!!!! Mas não aparece na lista de ordenação do 230!!!
    O que fazer??? para tirar isto a limpo??

    Cumprimentos,

  • Eulália Dias
    Bom dia Arlindo!
    Sei que nos últimos anos tem sido hábito colegas lecionarem outros grupos disciplinares, mas julgava que tal era feito com algum cuidado. Não percebi ainda o que será ou não permitido, por issso gostaria que me esclarecesse se esta situação é ou não possível:
    Na escola Afonso III, em Faro, a distribuição de serviço na disciplina de Matemática está feita da seguinte forma:
    – Uma colega do grupo de FQ, licenciada em ensino de FQ, a leccionar matemática 7º ano ( também lecciona fq à mesma turma)
    – Uma colega do grupo 230 a leccionar o grupo 500 ( matemática 7º ano)
    – Colegas do grupo 500 a leccionar o grupo 230 (matemática 6º ano)

    A minha dúvida é esta: este tipo de situações são permitidas por lei?
    E se não forem, como poderei denunciar esta situação?

    Obrigado

  • António Silveira
    - Uma colega do grupo de FQ, licenciada em ensino de FQ, a leccionar matemática 7º ano ( também lecciona fq à mesma turma) — NÃO PODE. É ILEGAL (não ser que tenha uma licenciatura em matemática).
    – Uma colega do grupo 230 a leccionar o grupo 500 ( matemática 7º ano) — Aqui depende das habilitações de base da colega do grupo 230, pode ser uma colega com lic. em matemática que optou por uma profissionalização no 230. Caso seja um curso ESE para matemática do 2º ciclo, não pode lecionar 3º ciclo.
    – Colegas do grupo 500 a leccionar o grupo 230 (matemática 6º ano) — aqui depende muito das habilitações.
  • http://gravatar.com/franciscasantos ora bolas
    Olá!

    Redigi um recurso na plataforma SIGRHE no início de outubro, mostrando “a por b” que uma candidata colocada viu, num ano letivo, o seu tempo de serviço aumentar mais de 365 dias.
    Do recurso consta uma alínea que nos questiona se tencionamos apresentar documentação, respondi que sim mas não abriu nenhuma janela nem qualquer outra coisa que permitisse fazer o upload… Ser-me-á pedido à posteriori?
    Entretanto, continuo a aguardar a resposta pois encontra-se no estado submetido. Alguém viu o seu recurso respondido, este ano? Quanto tempo demorou? A resposta aparecerá, como em anos anteriores, no próprio recurso que redigimos?

    Cumprimentos

  • rosária
    Boa noite Arlindo,

    Seria possível voltar ao assunto do período probatório para docente que ingressaram no CE ?
    Sei que o SPZN está a tentar junto do MEC…… mas gostava que colocasse novamente este assunto.

    Obrigada,

    Rosária

  • sonia vilarinho
    Boa noite sou docente de QZP do grupo 240 e ainda me encontro sem colocação, estou na escola em que estive nos últimos anos a lecionar EV e ET a uma turma e a dar apoio ao Ensino Especial, hoje uma colega disse-me que no sindicato foi informada de que as escolas terá sido dada indicação às escolas no final da semana passada para que os docentes nas condições em que me encontro, com horário atribuído e a trabalhar com alunos poderiam ser retirados das listas. Será verdade? Alguém sabe alguma coisa sobre isto? Muito obrigada
  • Maria
    Bom dia Arlindo

    Gostaria de perguntar quanto tempo demora a Dgae a dar resposta a uma exposição escrita e entregue pessoalmente à cerca de um mês?
    Muito obrigado

    • http://Aha Aline
      Nunca…infelizmente aguardo uma resposta a carta registada desde 1998
  • Victor
  • Victor
    Irregularidades nas colocações da Madeira vejam no diáru«io de noticias da madeira o depoimento de um colega:
    http://www.dnoticias.pt/impressa/diario/cartasdoleitor/edicao-2013-10-17/411486-irregularidades-nas-colocacoes
  • Mariana
    Olá Arlingo
    Tenho uma dúvida

    Estava em quadro de agrupamento e fui obrigada a denúnciar o contrato este ano (játinha 20 anos de serviço), qual é a penalização? Posso concorrer a contratação de escola?

  • Maria
    Alguém me informe sobre o tempo que tenho para aceitar uma oferta de escola na plataforma. Muito obrigada
  • Maria
    Caros colegas, não sei me pode esclarecer, pois a interpretação da lei é algo complicada. Num local li o artigo 4º (norma transitória) que diz que os docentes colocados até 31 de Dezembro estão dispensados da aprovação da prova, mas noutro local li…que os docentes com 5 ou mais anos de serviço estão dispensados de aprovação…fiquei confusa
  • sylvie
    Será que podem ajudar pois constatei que uma colega do grupo 300 ficou colocada no grupo 200 num IEFP. Ora tendo unicamente a profissionalização no grupo 300 só podia concorrer com habilitações próprias? Certo? E teria de colocar o tempo de serviço antes da profissionalização? Mas ela concorreu normalmente com o mesmo tempo de serviço antes e após do serviço do que no grupo 300. Com base em que documento posso fundamentar a minha denuncia? Obrigada pela ajuda
  • Madalena Sá
    Boa noite Arlindo,em primeiro lugar: MUITO OBRIGADA por todo o teu empenho e ajuda :)
    No mais, agradecíamos a divulgação deste evento em Coimbra amanhã:
    https://www.facebook.com/#!/events/1382081685347474/?ref_dashboard_filter=upcoming
  • http://gravatar.com/salsantos sandra
    Boa tarde,
    Será que alguém me pode esclarecer em relação à realização da PACC em casos de baixa por gravidez de risco? Depois de vários email enviados para o júri da prova e outras entidades continuo sem resposta…Obrigada.
  • http://www.aprenderinglescommusica.com.pt Fernanda
    Pergunta importante: Sou QZP, colocada em Montalegre(no meu QZP), mas oriunda de Vale de Cambra Aveiro. Para o ano só posso concorrer se a escola não tiver horário para mim, ou posso concorrer se assim o desejar? O Diretor da escola disse que eu podia concorrer se quisesse, no entanto já me disseram que não. Será que me sabe responder? Ficaria muito grata.
    Atenciosamente
    Fernanda
  • http://google Sara Moreira Cruzinha
    Boa tarde, nunca me foi enviada qualquer referência de multibanco.. já enviei mail para o IAVE e disseram que não existem mais referências..
    Como vou fazer agora? Ando à uma semana a tentar resolver isto e ninguém faz nada. Na DGRHE nem se dignam a responder ou atender o telefone. Vou ser prejudicada por um erro deles?
    Preciso de ajuda…
  • Susana Neves
    Boa noite,
    não sei como esclarecer esta dúvida… já fiz algumas pesquisas mas em vão…
    Sou educadora de Infância e estou a trabalhar num Agrupamento em que me exigem que preencha diariamente um livro de ponto. Livro de ponto azul que tem bem explícito na capa: 1º ciclo do ensino básico. (Não pré-escolar, nem educação de infância )

    Gostava de saber se há alguma legislação que indique e obrigue os educadores de infância a ter de assinar e sumariar o seu dia no jardim de infância (o que eu faço através da planificação diária que faço e avalio com os alunos e do diário que fazemos durante cada semana e que regista e planifica as atividades todas do grupo bem como as ocorrências positivas e negativas do mesmo) num livro que não é para o seu grupo de recrutamento.

    E, já agora…devo cumprir esta exigência da Direção do Agrupamento ou há alguma forma de poder fazer valer o bom senso e de argumentar que o livro de ponto não é para o pré-escolar…
    Muito grata pela atenção

    Susana Neves

  • Sónia Carvalho
    Boa noite Arlindo
    No último posto que escreveu referia o número de professores que têm 5 contratos completos e anuais e no próximo ano letivo poderão atingir os seis. relativamente ao meu caso eu tenho 4 seguido e este ano fui colocada num horário de 15h, mas rescindi e fui selecionada para um horário completo e anual numa escola TEIP. Este ano também será contabilizado ou os anos lecionados nas TEIP não contam?
  • Maria Nogueira
    Boa tarde Arlindo,

    Desde já, um grande bem haja para o seu trabalho! Mantém nos atualizados e permite-nos ver de facto como o MEC respeita a nossa profissão.
    Eu tenho uma dúvida que é a seguinte: os 5 contratos completos e anuais podem ser ao longo do nosso percurso letivo ou tem que ser obrigatoriamente estes últimos 5 anos? Desde 2001 até 2009, tivesempre horário completo e contratos consecutivos. A partir daí foi a desgraça completa.
    Por outro lado, poderemos novamente solicitar a intervenção do Tribunal da União Europeia e do provedor da justiça? E o que stá acontecer, é puramente inconcebível e uma afronta a quem tanto trabalhou durante estes anos letivos.
    muito obrigada.

  • http://maria MARIA
    Boa tarde Arlindo,
    JÁ NÃO SAEM MAIS LISTAS DE BOLSA DE RECRUTAMENTO?
  • José Moreira
    Boa noite, colega Arlindo!
    Sou frequentador assíduo do excelente blog que nos disponibiliza e, nesse contexto, decidi colocar uma questão!
    Sou professor no desemprego e concorri a uma oferta de escola, tendo sido seleccionado e o meu número de candidato colocado na plataforma da DGRHE.
    Entretanto, pesados os prós e os contras, conclui que o horário a que me candidato é mesmo para um mês, não podendo ser prolongado e as despesas seriam imensas e incomportáveis face às horas propostas.
    A minha questão é: se eu colocar na plataforma que não aceito o horário, sou penalizado?
    Consultei a legislação e fiquei com a ideia de que não, mas…
    Agradeço o esclarecimento urgente se me puder auxiliar.

    Obrigado!

  • Adélia Oliveira
    Boa noite.
    O que vem a seguir estava numa oferta de escola de 8h.
    “O horário da docentes substituída foi distribuído inicialmente por um docente contratado deste agrupamento, do mesmo grupo, com um horário incompleto (distribuído – 12 horas). Assim, o horário a requisitar resulta das horas remanescentes da docente substituída (distribuído – 8 horas).”
    Mas afinal podem completar horários? O horário não deveria ter ido a concurso com todas as horas que tinha? Cada vez percebo menos, nas ofertas de escola cada um faz o que quer.
  • vidinha
    eu sei que é muito pessoal, e não quero que ninguém se ofenda, porque muitos colegas e muitas outras pessoas não têm trabalho, mas por favor uma opinião de quem está de fora é sempre bom de considerar- se tivessem ainda 20 anos de trabalho pela frente e estivessem no 4º escalão da carreira, ponderariam a saída pelo programa de rescisões?(50 e poucos mil euros, penso) e já agora será que se pode recusar o programa até ao momento de receber a resposta ou fazendo o pedido de rescisão vai ter que se sair obrigatoriamente?
    obrigada
  • Paula
    gostaria de receber emails informativos. como proceder?
  • Maria Isabel Ferrão
    Também não estou na lista e tenho três renovações, em como sempre tive tempo de serviço só o público, desde 2005,sempre horários completos e anuais no 220.
  • vitor figueiredo
    caro arlindo, necessito que me esclareca sobre uma duvida que me subsiste ja algum tempo , um professor colocado numa escola teip no dia 2 de outubro com horario anual e completo, pode renovar o seu contrato com essa escola no proximo ano letivo ? se nao pode explique -me o motivo. muito obrigado.
  • Ana G
    Boa tarde, Arlindo.
    Sou QE e sou do grupo 550-Informática. Como sei de fonte certa que os cursos de educação e formação no próximo ano letivo, já não irão abrir, serei mais uma vez indicada para horário zero. E com tantos colegas que também vão estar com horário zero, não tenho muitas esperanças de ficar colocada numa escola no próximo ano.

    Já ouvi falar da mobilidade estatutária, e talvez pode ser que ajude. No entanto, não sei como se processa. Pode-me explicar como funciona, e qual é a legislação aplicável? Este ano vão fazer concurso para a mobilidade estatutária?

    Parabéns pelo seu blog, tem-me ajudado imenso. Obrigada

  • Maria Rios
    Caros colegas peço-vos que divulguem esta mensagem sobre Pós Graduações para docentes nas AECs em Inglês e Ciências Experimentais. A lei começa a pressionar e sabe-se lá o que virá a seguir. Mais vale prevenir!
    http://braga-ucp.com/facis/pg/?q=node%2F25
    http://braga-ucp.com/facis/pg/?q=AECI
  • vagas
    Boa noite,
    É impressão ou saiu há pouco as vagas para o próximo concurso.
    Portaria n.º 113-A/2014.

    1900 é bom mas sabe a pouco.

  • Dúvidas
    Bom dia
    Sou QZP e no ano letivo anterior (2013/2014)fui colocada por mobilidade por doença.
    No concurso que está a decorrer de 28 de maio a 3 de junho, confirme-me pf se tenho de fazer algo ou tenho aguardar pela entrada em vigor do despacho 6969/2014 e aí sim concorrer.
    Muito obrigada
  • carla
    olá sou educadora de infancia e hoje invalidaram-me a candidatura porque apresento data de bacharel e nota de licenciatura, até porque estive a trabalhar nesse ano com educadora. Apresentei uma resposta dada pela Drel, mas isto não tem nenhuma portaria. Procurei e na no site da dgai aparece esta resposta a uma pergunta frequente.
    “Os candidatos aos grupos de recrutamento 100 e 110 cujo curso conducente ao grau de bacharelato foi, por força de reestruturação, convertido numa licenciatura e a tenham concluído no ano seguinte, tendo-lhes sido conferido, por essa via, a licenciatura em ensino de …, podem candidatar-se com o grau de licenciado e a classificação da licenciatura. Neste caso, e para que o tempo de serviço possa ser todo contabilizado após a profissionalização, é necessário introduzir a data do bacharelato.
    O Director-Geral de Recursos Humanos – Mário Agostinho Alves Pereira
    12-04-2010

    isto não é valido como documento justificativo? Até porque este é o meu caso.
    obrigada

  • maria monteiro
    Agradecia que me esclarecessem a seguinte dúvida:
    Sou do QZP, grupo 100. Fui a última docente colocada no meu agrupamento. Pouco depois, surgiu outra colega, também QZP, menos graduada, que permutou com outra do QA. Agora que existe um lugar que se vai extinguir (encerramento), quem terá de concorrer? Agradeço a vossa colaboração.
  • Raquel
    Boa noite.

    Precisava de um esclarecimento com alguma urgência, se possível.

    Estou a fazer o aperfeiçoamento a candidatura aos concursos, no entanto não consigo alterar as qualificações profissionais: Não o lápis me aparece nem o lápis nem a opção editar.

    Já mudei de browser, de computador e de utilizador.

    Como na sexta foi feriado em Lisboa, ainda não consegui esclarecimento telefónico.

    Agradecia qualquer informação que me pudessem facilitar.

  • Pingback: Inquérito ao Número de Alunos para 2014/2015 » Blog DeAr Lindo()

  • Maria da Conceição Ferreira Viana Parracho
    Boa tarde, Prof. Arlindo
    Quando o meu filho concorreu para contratação, teve dúvidas se concorreria na 2º ou na 3ºprioridade, porque tinha 540 dias antes e 350 depois da profissionalização, por isso liguei para o ministério e quase que a gozar com a minha ignorância disseram-me que era na 3º, porque teria que ter 365 dias depois. Qual não é o meu espanto quando vejo colegas que estão na 2º prioridade com 0 e 50 dias depois da profissionalização.
    Mais uma vez pergunto quem tem razão? E se é ele, está no direito de reclamar?.
    Agradeço esclarecimentos, grata pela disponibilidade dispensada.
  • Antonio
    Boa noite.
    É a primeira vez que lhe envio um mail, mas não tendo mais ninguém que me responda com certezas…

    A minha dúvida prende-se com o seguinte:
    Se no ano letivo 2014/2015 conseguir horário completo anual, e tendo mais de 5 anos de horários completos anuais consecutivos nestes últimos anos, abre vaga no QZP onde fiquei colocado? E se sim essa vaga é para mim ou vai para concurso?

    Obrigado.

  • Alberto
    Estranho como nenhum dos colegas do 1º ciclo deu conta de um aspeto, uma novidade mesmo, no Despacho Normativo n.º6/2014 – Organização do ano letivo. Falo do nº 4 do artigo 11º, o qual refere que “A imputação das horas da componente para a atividade pedagógica do crédito horário à componente letiva dos professores de carreira não pode exceder 50% da componente letiva a que cada um está obrigado nos termos dos artigos 77.º e 79.º do ECD”. Ora, daqui resulta que os professores de Apoio Educativo no 1º ciclo, que até aqui tinham o seu horário totalmente preenchido com horas de apoio educativo, doravante terão que ter componente letiva, i. e., um mínimo de 12,5 horas. E de onde provêm essas horas? Só podem ser retiradas ao docente titular de turma (Expressões Artísticas e Físico-Motoras, Apoio ao Estudo, etc.), o qual terá que lecionar o correspondente em apoio educativo. Estarei a ver mal?
  • Carlos Almeida
    Boa tarde Alberto

    Na minha leitura, as escolas de 1º ciclo terão pela primeira vez o trabalho árduo de elaborar horários. Para manter os professores de quadro, os titulares de turma terão que ceder as horas de Expressões Artísticas e Físico-Motoras, Apoio ao Estudo e provavelmente dar apoio educativo em contra – horário (horários em desdobramento). Está lançada a confusão pois, os mais graduados não querem ceder e as escolas poderão perder o direito às horas de apoio educativo e ainda muitos professores de quadros podem ir para DACL.
    Já agora agradecia que alguém (Arlindo?) me diga se conhece como é que as escolas estão a digerir esta situação.

    Carlos

  • maria
    Para os contratados profissionalizados quando abre concurso ? o que está previsto e quando ?
  • https://www.facebook.com/isabel.jesus.338 Isabel Jesus
    Arlindo se me puder esclarecer. Então agora como fica, outra vez, esta situação da Pacc? Escolas onde se realizou, escolas onde não se realizou, escolas onde apenas alguns a realizaram. As inúmeras ilegalidades, o fato da prova já circular nas redes sociais ao fim de 10 m. Escolas que ao fim de 30 minutos ainda não tinham começado. Professores que não tiveram o direito de igualdade de oportunidade( previsto na lei) para a realizar. (concordando ou não) a oportunidade tinha que ser dada a todos. Esta história das providencias cautelares( que não sabemos se foram ou não aceites)
    Todos os colegas que hoje não realizaram a prova.
    como fica isto tudo agora??????
    Obrigada Arlindo.
  • http://gravatar.com/tiago279 OmeninoDoMorro
    Arlindo fui um dos que ficou excluído para a pacc no dia 22 julho .Tenho em minha posse a declaração de presença na escola do dia 18 de dezembro. No dia 18 de julho digitalizei a declaração de presença e enviei para o iave, jnp . Até hoje não tive resposta. Acho que o ministro afirmou na radio que iria resolver isto analisando todos os casos. Que pode fazer uma terceira prova até porque nesta segunda prova existiu 1 escola que não realizou a prova . Será verdade?
    Acha que tenho que enviar documentos para mais algum lado.

    Sugestão: Acho que deve ter um post aqui, na próxima semana sobre como resolver ou se alguém já teve resposta aos mails estando nestes casos que descrevi. Tem muito professor que não sabe o que se pode fazer estando nesta situação visto que o ministro até falou numa entrada destes casos nas listas de forma provisória.

    cumprimentos

  • Patrícia
    Boa tarde, gostaria de colocar uma questão, este ano na manifestação de preferências, para a contratação, ainda temos a obrigatoriedade de colocar 2 QZP´S ou pode ser apenas um?
  • cop
    Porque material (supostamente apenas do domínio dos destinatários) da Escola Alexandre Herculano está aqui exposto, publicamente????
  • Bia
    Alguém me pode esclarecer? Fiquei colocada em maio e a escola terminou o meu contrato a 30 de junho, sendo que a colega que eu estava a substituir estava com gravidez de risco, encontrando-se agora com licença de maternidade e ainda não se apresentou. Isto é legal, ou poderia continuar até 31 de agosto?
  • JNTP
    ARLINDO, AINDA ESTÃO A TRATAR DA COISA???????

    De: DGAE
    Enviado: quinta-feira, 31 de Julho de 2014 13:51
    Para:
    Assunto: Reclamações – Upload de documentos

    Exmo.(a) Sr(a). Diretor(a)

    Encontra-se a decorrer a fase de análise das reclamações do concurso externo extraordinário e contratação inicial para o ano escolar de 2014/2015. Nessa medida, solicitamos que, com a máxima urgência, efetue o upload de todos os documentos em que se baseou para proceder à validação/invalidação de cada uma das candidaturas, na 3ª validação.
    Deve confirmar se os documentos anexados, para cada uma das candidaturas, confirmam a validação aplicada nas reclamações processadas pelo vosso AE ou ENA.
    Para o efeito, deve recorrer ao SIGRHE com o seu número de utilizador e palavra-chave e aceder a Situação Profissional >> Concurso Nacional 2014/2015 >> Documentos – Upload Extra.
    A funcionalidade ‘Documentos – Upload Extra’, na aplicação SIGRHE, encontra-se disponível até às 18 horas do dia 31 de julho. Até esta data, poderá anexar documentos sempre que a candidatura se apresentar em modo de edição (lápis a cor).

    Com os melhores cumprimentos,
    Eng.º João Góis
    Subdiretor Geral da Direção-Geral da Administração Escolar

  • http://twitter.com/Josebback Jose F M Bernardo (@Josebback)
    Estou a entender uma coisa: o trabalho feito pelo sr. Arlindo é digno e devia ser feito por aqueles que estão a ser pagos por nó, lá no M(in)istério MEC. Estará isto certo?
  • Ana
    Caros colegas,

    Necessito de vos colocar uma questão, se tiverem tempo e paciência,
    agradeço-vos que me respondam…
    Sou professora do QA, no entanto, no ano transato fiquei colocada
    noutro agrupamento, pois tive de concorrer por ter ficado com horário
    zero na minha Escola de Provimento. Para o próximo ano letivo tenho
    horário na Escola de Colocação (nesta última onde fiquei). A minha questão
    é a seguinte: será que posso concorrer para Destacamento por Aproximação
    à Residência, na segunda prioridade? É que no Sindicato disseram-me que sim,
    mas na secretaria da minha Escola de Provimento têm dúvidas…
    Obrigada pela vossa atenção.

  • Ana
    Mas Arlindo, na pág. 6 do Manual de Candidatura é dito que a Mobilidade Interna se destina a:

    «Docentes de carreira dos quadros dos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas do Continente e das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, que pretendam exercer transitoriamente funções docentes noutro agrupamento de escolas ou escola não agrupada do continente (2.ª prioridade) – alínea b), do n.º 1, do art.º 28.º, do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação conferida pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio, retificado pela Declaração de Retificação n.º 36/2014, de 22 de julho.»

    Sendo assim, afinal quem reune condições para concorrer na 2ª prioridade?

    • http://www.arlindovsky.net arlindovsky
      Todos os QA/QE que não tiveram colocação em “DAR” no ano letivo 2013/2014.
      • maria
        Mas a Ana não teve colocação em “DAR”, foi “obrigada” a concorrer e teve colocação em “DACL”!…Certo?
  • Ana
    Obrigada, Arlindo.
  • Susana F.
    Olá! fui colocada no CEE no GR 230, mas tenho outra profissionalização noutro Grupo , será posso concorrer aos dois GR neste concurso de MI que está a decorrer?
  • matos
    sou QA e estou em dacl numa outra escola com componente letiva, serei obrigado a concorrer à MI?
  • MMoreira
    Caro Arlindo,
    Tem alguma informação sobre possíveis tomadas de posição e/ou acções, por parte dos professores que vincularam, relativamente à injustiça de não se poder solicitar a contagem do tempo de serviço e o reposicionamento correcto e de acordo com a mesma?
    Obrigada pela atenção,
    Maria da Luz Moreira.
  • Maria N.
    Caro Arlindo,
    numa altura em que muitos professores com horário zero, o meu caso, enfrentam seriamente a possibilidade de ser colocados em mobilidade especial/requalificação já em Fevereiro (se esta for avante), pergunto se nestes casos a lei, que contempla a rescisão por mútuo acordo, prevê também a atribuição de subsídio de desemprego, ao contrário do que sucede com estes pedidos.
    Agradeço se poder ajudar a clarificar esta questão que penso poder ser um ponto relevante para os que equacionam a aceitação ou não destas rescisões.
    Obrigada.
    Maria N.
  • Busybee
    Colegas, sabem como obter esses 80 a 100 créditos necessários para fazer o mestrado para o grupo 120? São ECTS da licenciatura ou podem ser de universidades como a Cambridge? Tenho o Proficiency e o Celta mas não sei se contam.
  • Susana
    Arlindo sabe se os professores, com menos de cinco de serviço e que não realizaram a PAC, podem concorrer à Bolsa ou reserva de recrutamento? Eu encontro-me nesta situação, já comecei a preencher a aplicação e inseri algumas preferências, sem qualquer indicação na aplicação. Não sei se também podemos concorrer?
  • Nat
    Boa tarde!

    Alguém pode corroborar esta informação?

    Informação do SPZC

    “Quem entrar numa BCE sai da CI e não volta a entrar! Se for ao contrário ainda não sabem ao certo, mas que hoje tinham resposta. Depois sairá uma lista graduada para cada escola por cada grupo para chamarem os selecionados por ordem da lista para satisfazer as necessidades! Não podemos denunciar ou rejeitar qualquer colocação pois somos excluídos de todos os concursos!”

  • saradavef
    Gostaria que me tirasse esta dúvida. Ela já foi cilocada à DGRHE,mas ainda não obtive resposta.
    De acordo com o que li no art.º 44, da secção V, do Dec. Lei 83-A/2014 de 13 de Maio e em oposição ao exposto no “MANUAL DO UTILIZADOR da Bolsa de Contratação de Escola/ Candidatura”, que diz “ ao ser selecionado para um horário… está sujeito aos deveres de aceitação e respetivas sanções” Previstas no art.º 18, do Dec. Lei 83-A/2014 de 13 de Maio, resta-me a dúvida de qual dos artigos se aplica. Por exemplo: se ficar colocada através da Bolsa de Recrutamento a 15 de Setembro e a seguir ( dentro do período experimental (30 dias)) obter colocação através da Bolsa de Contratação de Escola, posso denunciar contrato à primeira colocação sem sanções? Qual dos dois artigos se aplica o 18º ou o 44º?
  • lm
    alguém me sabe dizer se quem não ficou aprovado na PACC pode concorrer a esta BCE ou a OE?
  • valentim
    Boa noite, Arlindo,

    Na tarde do dia 2, consegui preencher e confirmar as
    graduações. Ontem, dia 3, e hoje dia 4, desde as 16 horas que tento preencher e
    submeter as primeiras vinte escolas no primeiro grupo de recrutamento e a
    aplicação nunca carrega as mesmas. Desde as 16 horas.

    Liguei para a DGAE, sendo a chamada automaticamente
    desligada e liguei para o SPGL, do qual sou sócia, que me confirmou que estes
    problemas estavam a ocorrer com outros colegas, tendo-me sugerido que passasse
    nas instalações do sindicato a fim de procurar submeter a minha candidatura…. Mas
    devemos ser dezenas… Não há mais queixas semelhantes à minha? Não se fala num
    novo prolongamento da candidatura?

    Na sua opinião, o que devo fazer? Estou exausto!… e
    acredito que também se sinta da mesma forma, mas pedia-lhe que tivesse a
    gentileza de me ajudar!

    Grato pela sua compreensão

    Valentim

  • Claudia sousa
    Ao concorrer agora deparei-me com a seguinte situação: tenho licenciatura em variante ed. Musical e especialização em ed. Especial, do 2 ciclo tenho mais de 5 anos de serviço já de ed. Especial tenho menos… Como era esperado a resposta aos sub critérios? Por exemplos qdo perguntavam qto tempo de serviço prestado no grupo de recrutamento a que se candidatava? Fiquei sem saber o q responder mas existiam mais situações do género…
  • Pipinha
    Boa noite,

    Gostava de ver esclarecida uma questão que me está a intrigar já faz algum tempo… Mas como não sou sindicalizada, ninguém me consegue dar certezas deste assusto, pois a legislação, que já li e reli e analisei com muita atenção!
    É relativa aos perfil dos “técnicos” ou “docentes” das AEC’s?
    Tendo estado já colocada em autarquias diferentes, auferi valores diferentes pelo mesmo nº de horas de serviço e com a mesma habilitação, na mesma atividade. Quando fiz contas, com atenção, apercebi-me que uma das autarquias (Matosinhos) paga aos professores como docentes, recorrendo aos índice da tabela remuneratória dos docentes, ou seja, 126 ou 89, enquanto outras autarquias (Gondomar, Gaia, Maia…) pagam como técnicos superiores.
    Com isto os valores mensais auferidos, com horários iguais diferienciam em mais de 100€.
    Então, se na legislação referiram, bem sublinhado, que os professores que lecionavam AEC’s passavam a ser técnicos (pode ver-se no D.L. Perfil do Técnico de Inglês, AFD, Ensino da Música) e deixou mesmo de se ler a palavra “docente” nos decretos referentes aos assuntos, será legal a autarquia de Matosinhos, por exemplo, continuar a pagar os seus técnicos superiores como docentes? Porque as tabelas remuneratórias são bem diferentes, pelo que percebi!?
    Será que alguém me poderá a esclarecer este assunto, antes que continuemos a ser enganados com a conversa de “a legislação não é muito concreta, o que faz com que cada autarquia decida por si”! :/

    Obrigada

  • Anovska
    Quem me explica: Um docente que concorreu à MI só para mudar de escola transitoriamente (2ª prioridade) pretende ocupar uma vaga, mas liberta outra, certo? Esse docente é ultrapassado por todos os horários zero que concorreram ao seu grupo, independentemente da graduação, só por estarem na 1ª prioridade???
    • Asilva
      Sim. É isso que quer dizer 1ª prioridade.
  • Ana
    Tenho a seguinte dúvida: Tive que concorrer uma vez que a escola não tinha componente letiva para me atribuir. Entretanto fui retirada do concurso. Terei que fazer a aceitação?
    Muito obrigado.
  • luisvilela
    Boa noite
    Sabem dizer se após colocação mobilidade atravé vinc extraord. posso pedir destacamento por condições especificas?
  • Filipe
    Boa noite!

    No ano passado fiquei colocado numa escola por destacamento por aproximação. No final deste ano, fui informado que teria que concorrer, dado que não tinha horário nessa escola. Naturalmente concorri na 1ª prioridade (em DACL) e confirmei que não queria ir para a minha escola de provimento, mesmo que tivesse horário.
    Qual o meu espanto quando hoje reparei que fui retirado do concurso, porque atribuição de componente letiva. Contactei a escola onde estava destacado e o diretor (único que poderia solicitar a minha saída do concurso) que me confirmou que não solicitou a minha retirada do concurso, dado que continuam a não ter horário para mim. Mais ainda, contactei a minha escola de provimento, pois desconfiei que poderiam ter-me colocado lá (mesmo assim ilegalmente) e que me confirmaram que também não estava lá colocado, dado que teriam um horário, mas que tinha lá sido colocado um professor contratado.

    Resumindo, fui retirado e não tenho escola. Como é possível e que poderei fazer agora para reclamar e não ser prejudicado.
    Cumprimentos

    • GP
      Olá colega, estou na mesma situação e conheço outros casos. O agrup. onde estive colocada com DACL não está preocupado com a situação, apenas diz que se tiver de regressar vai ser bom mas ainda não tentou informar-se o que fazer. O Agrup. de provimento diz para eu reclamar. Hoje começaram as reclamações mas ao entrar fiquei com dúvidas. Temos de assinalar uma opção e só a “exclusão” parece fazer sentido, no fundo nós fomos excluídos da lista ordenada. Não sei o que fazer.
  • Raquel Cardoso
    Bom dia!
    Arlindo, sei que publicou à alguns dias uma lista atualizada de todas as escolas, com sites, emails. Pode fazer o favor e publicar de novo?? é que não a encontro e ela vai dar muito jeito para tentar ver as listas da BCE. Obrigada. Bom ano letivo.
  • Marlisa
    Bom dia,
    Alguém sabe explicar o que se passa no grupo 350? Porque é que tanta gente que possuía habilitações nos outros anos este ano deixou de as ter? Estamos a falar de licenciados na disciplina…
  • Paula Cardosa
    Boa Tarde Arlindo sabe alguma coisa sobre o que esta a acontecer ao grupo 530? 5 e 6 horários e quando chegamos a escola não existem?!
  • luis Carvalho
    Boa noite arlindo,
  • luis Carvalho
    Boa noite arlindo,
    Referiu que 392 docentes cumprem em 31-08-2015 os limites do nº2 do artigo 42 do Decreto-Lei 83_A/2014 e as vagas serão abertas nos grupos de recrutamento que enumera. Creio que não tem acesso ao grupo 290 visto que só este ano somos colocado como os demais.
    Como acha que se processará com este grupo?
    Tenho horário completo desde 2004-2005, sempre na mesma escola, no mesmo grupo de recrutamento. Como eu, outros, do mesmo grupo. Creio estar nas mesmas condições que os 392 docentes que refere.
    Obrigado e desde já parabéns por este formidável blog.
  • ana
    Boa noite Arlindo,
    antes de mais quero parabeniza-lo pelo bom trabalho em prol de todos nos.
    Agora o motivo deste meu contacto – nao sei se outros colegas reportaram o facto de a aplicaaçao do recurso hierarquico do sighre nao estar a permitir nova inscriçao. Encontrei uma colega no profslusos com o mesmo problema. Se for relevante pode postar alguma informaçao?
    Obrigado
    Ana matos
  • Bete
    Olá, Arlindo. Necessito da sua ajuda.

    Em primeiro lugar, gostaria de lhe dar os parabéns por todos os estudos que tem publicado no seu blog que me muito têm contribuído para os colegas se orientarem nos meandros destes concursos enigmáticos e um “pouco”(?) complicados, fruto de mentes desfocadas do sistema educativo. De facto, este espaço de partilha é mais enriquecedor e frutífero do qualquer espaço ligado ao poder central governamental.

    Sou do grupo 910 e era suposto ter renovação de contrato. A escola propôs a minha renovação de contrato,eu aceitei, mas não se concretizou. Estou na lista dos não colocados e o horário por preencher.
    Fui à escola hoje e a diretora disse- me que não sabia o que se estava a passar. Na tentativa de me ajudarem, pediram esclarecimentos à DGRHE via email.
    Vou fazer o mesmo e gostaria que publicasse um link no seu blog, se possível, para os colegas, que estão na mesma situação, se unirem e juntos subscrevermos um documento a solicitar à DGRHE que emita mais uma lista de renovações que não foram concretizadas.
    Acha viável esta ideia?

    Aguardo um conselho seu, se não for muito incómodo.

    Um abraço e obrigada por tudo

  • nocas
    foram colocados professores no Agrupamento de Escolas à Beira Douro, um do grupo 110 e outro de Educação Física, sem o agrupamento ter horários para eles…..cairam de pára-quedas!!!! enquanto à outros, na zona do Porto por exemplo, com horários ainda por completar…..
  • Sérgio
    As escolas já receberam as listas de colocação da BCE. Devem agora publicá-las em site da escola ou placard… Vamos a ver como são os procedimentos para toda esta novidade…
  • Asilva
    Arlindo gostava de saber se agora com a BCE os horários que surjam nas escolas Teip e com Aut são ocupados logo pelos contratados da Bolsa ou se primeiro são atribuídos aos QZP ainda por colocar? Obrigada. Estou preocupada porque agora há muitas escolas com Autonomia e se esses horários não forem para a RR1… RR2 etc … será complicado para os QZPs.
  • dulce
    Boa tarde, Arlindo!
    Quando fui ver as listas de contratação de escola, fiquei sem palavras como é que colegas do grupo 300 que eu conheço e com menos graduação estão a minha frente, uma delas até me substitui na licença de parto há sete anos atrás e agora está cerca de 100 posições acima ou mais. Nem contei, porque não é fácil “engolir” isto, desvalorizarem o tempo de serviço (trabalho desde de 1997) em função de uns subcritérios que nem serão comprovados pela DGAE ou escolas, seja lá quem for.Na altura da candidatura até podia ter dito que tinha experiência profissional contabilizada em dias nas metodologias Fenix ou Turma Mais… Mas quis ser honesta, pensando que tinha de comprovar esses dados, pois parece que os meus colegas foram mais ardis do que eu. Grande Parva!! Agora é para esquecer qualquer colocação nesta bolsa. Provavelmente este ano letivo sou eu que vou vê-los colocados nas escolas e eu ficarei sem trabalho em casa ou a passear ou no café.
    Que Deus me ajude a ter alguma esperança na bolsa de recrutamento!!!
  • ana
    Boa noite Arlindo,
    esclareça-me se possivel, porque nao estou a perceber nadinha e continuo verdadeiramente estupefacta (com o meu entendimento) – verifico que ha colegas a receberem e-mails a informar de colocaçoes, mas nao deviam sair primeiro as colocaçoes dos horarios zero (como eu), porque devido a erros grosseiros e irresponsabilidades ja foram colocados com menor graduaçao que eu 2 colegas do quadro e 2 colegas contratados. O meu entendimento – IRREGULARIDADES e MAIS IRREGULARIDADES
  • ana
    SEGUNDO O RICARDO do profslusos

    Ao candidatarem-se à bolsa de contratação de escola, estarão a manifestar interesse numa possível oferta que surja, ao longo do ano letivo, para essas escolas/agrupamento de escolas, indicando de acordo com as suas preferências: os agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas; os grupos de recrutamento; a duração dos horários; os intervalos de horários, a resposta aos subcritérios definidos pelo AE/ENA aquando da criação do modelo de avaliação curricular;

    4. Não se esqueçam que a satisfação das necessidades docentes é feita prioritariamente pelos docentes de carreira e, subsidiariamente, pelos docentes que se encontram na bolsa de contratação, por ordem decrescente da lista graduada;

  • ana
    Ou sera ainda como diz o Ricardo??

    O “movimento” entre a colocação nesta bolsa e na reserva de recrutamento (assim como o seu contrário) não encontra resposta na legislação e isso é preocupante pois o MEC irá agir de acordo com o que lhe forma mais vantajoso.

    Acho que vai seguir mais um recurso

  • Lívia Santos
    Boa noite. Alguém me sabe dizer como consigo anexar documentos na plataforma do recurso hierárquico?
  • Diana Sofia Resende
    Boa Noite! Peço desculpa pela questão, pois sei bem que neste momento toda a classe está em alvoroço com a trapalhada que tem sido os concursos este ano.
    Sou licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Anglo-Americanos pela Faculdade de Letras. Terminei a licenciatura em Setembro de 2008, sendo que 2008-2009 foi o último em que a FLUP abriu cursos de especialização em ensino para cursos monolingues e licenciaturas de 4 anos, uma vez que no ano seguinte aderiu ao Processo de Bolonha. Isto é, sou docente não profissionalizada e tenho, desde a conclusão do meu curso, leccionado Inglês no âmbito das Actidades de Enriquecimento Curricular.
    A minha questão é – e perdoem-me a ignorância: Sendo não profissionalizada posso concorrer para a BCE? (não este ano, claro!) Pretendo fazer um mestrado e só não o fiz antes porque me obrigava à frequência de disciplinas de licenciatura relativas a uma segunda língua (o que não é do meu interesse). Com a criação do novo grupo de recrutamento 120 vejo uma esperança. Pretendo fazer mestrado e profissionalizar-me, claro, mas enquanto não o faço, quais são as minhas chances a nível nacional?
    Obrigada! Bem-hajam!
  • anafarta
    Boa dia
    Peço a atenção para este caso e a sua opinião.
    A minha situação é a seguinte: sou professora contratada e fui colocada em setembro, do ano passado, em horário completo numa escola do Porto. No concurso deste ano (2014/15- CEE+CI/CRR) manifestei o interesse em renovar o contrato. Alguns membros da Direção da Escola, inclusive
    o Diretor deu-me a entender que o ia fazer. Qual é o meu espanto ao ver as
    colocações na semana passada que eu não tinha sido colocada, além disso vejo
    que a escola não pediu a renovação e foi lá colocado outro professor.
    Obviamente que confrontei a escola. Ninguém sabia de nada e mandaram-me falar
    com a pessoa responsável dos horários que me disse que: tinha contactado com a
    colega que estava destacada para saber se iam voltar, mas ela não lhe
    respondeu. Assim, não renovou e “guardou” o horário. Ora, o
    Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio, no artigo 42º diz o seguinte: podem
    exceder o limite de 5 anos ou 4 renovações. 3 — A renovação do contrato a termo
    resolutivo em horário anual e completo depende do preenchimento cumulativo dos
    seguintes requisitos: a) Inexistência de docentes de carreira no grupo de
    recrutamento a concurso e que tenham manifestado preferência por esse
    agrupamento de escolas ou escola não agrupada; b) Manutenção do horário letivo
    anual e completo, apurado à data em que a necessidade é declarada; c) Avaliação
    de desempenho com a classificação mínima de Bom; d) Concordância expressa das
    partes. Assim, se não houve manifestação por parte da outra colega, que já não
    está na Escola, de regressar, a Escola teria de renovar comigo. OU NÃO? e, se
    não o fez, qual é a justificação? Qual é a sua opinião sobre este caso. Neste
    momento estou sem colocação e vejo colegas que estão atrás de mim na lista que
    renovaram com as escolas. Para agravar a situação ia completar os 5 anos com
    horário completo e sucessivo. Estou a pensar reclamar esta situação, mas não
    sei como e a quem recorrer. Aproveito para o felicitar pelo seu importante
    trabalho e agradeço a atenção disponibilizada.
    Cordialmente,af
    • Carlos Sousa
      Colega. Por mais que me custe dizer-lhe isto as escolas não têm qualquer obrigatoriedade de renovar mesmo estando o professor em condições. Sempre foi assim. As maiores felicidades para si.
  • Almerinda
    Bom dia gostaria que alguém me ajudasse pois não consigo registar-me neste site, para aceder às permutas
  • Asilva
    Arlindo – Porto e Viana do Castelo fazem parte do mesmo QZP – QZP1
    Quadro de contratação de escola
  • maria manuel
    Boa tarde Arlindo

    Peço desculpa mas precisava de uma informação urgente. Como faço para
    reclamar/impugnar uma lista da BCE. Mais particularmente do Agrupamento de
    escolas de Tábua.

    Sou o n.º 100 da lista graduada no 910. Fiz a minha e a candidatura de
    outra colega que está atrás de mim. Eu sou o n.º 313 e ela o 13. Ela está na
    lista graduada no n.º 206. Sei os subcritérios que preenchi para ela e foram
    iguais aos meus. Com leves alterações que me deveriam beneficiar, pois tenho a
    especialização desde 2007 e ela de 2013. Além de que os colegas que estão nos
    primeiros lugares estão todos atrás de mim. Não tenho nada contra ninguém das
    listas mas também não posso, de maneira nenhuma ficar impávida. Tenho aval da
    minha colega para referir os seus dados.
    A quem dirijo a minha reclamação à escola?
    Estou revoltada por toda esta fantochada e incompetência e sentir-me
    impotente para fazer algo que considero ser meu direito.
    Com os meus agradecimentos

    Maria Manuel Gaspar Afonso da Fonseca

  • Jose F M Bernardo
    -Fui colocado numa escola no concurso CI/RR com 22 horas ano, grupo 530, mas a escola não me deu horário. Fiz a aceitação e validação, e a apresentação na escola. entretanto verifico que sou o nº1 noutra escola a 600km no concurso BCE, mas não recebi qualquer notificação via email por parte da DGAE. Para todos os efeitos não estou colocado na 1ª escola e estou impedido de aceitar a colocação na 2ª escola porque a aplicação não permite. O que devo fazer? Denunciar a colocação na 1ª escola? Ou apresentar-me na 2ª escola?
  • Kratov
    Arlindo em relação ao Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, Loulé
    (código-145440), não constava o grupo 110 no entanto surgiu uma lista do
    grupo 110!
  • nkeeper12
    Arlindo, permita-me uma questão:
    Como é possível na BCE um professor receber 4 email’s de escolas diferentes, quando na candidatura colocamos as escolas por ordem de preferência?
    • Sol
      Não tinha de colocar por ordem de preferência… Tinha de colocar sim escolas da sua preferência e horários da sua preferência…
  • Lilith
    Boa tarde!
    Gostaria de saber se já há alguma regulamentação quanto às permutas. Queria permutar com uma colega, só que eu concorri à mobilidade e ela não… Será que é possível fazer-se permuta nestas circunstâncias?
  • defesa4
    Arlindo
    Na minha escola corre a informação que neste último concurso, durante 3 dias houve candidaturas a aproximação à residência. Isto é verdade? Inclusive na Direção da minha escola disseram que 2 colegas que até tinham horário no grupo de educação especial concorreram e aproximaram-se da residência. ?????
  • fedral
    Boa noite Arlindo.
    Sou professora QA do Agrupamento de Azeitão
    No ano passado fui colocada em mobilidade por ausência de componente letiva no Agrupamento de Escolas João de Barros.
    Este ano fui convocada em junho para um reunião no Agr. de Azeitão para darem a conhecer que teria componente letiva.
    Como estava em Mobilidade na Escola João de Barros essa mobilidade seria por 4 anos uma vez que tinha componente letiva no meu lugar de quadro manifestei o interesse através da plataforma da mobilidade em como queria regressar à minha escola de provimento.
    Logo surgiu uma mensagem de alerta em como antes de submeter a candidatura avisei por escrito ambos os directores da escola de tal intenção (regressar ao lugar de provimento).
    4.1.1.1 – Docente de carreira de quadro de agrupamento de escolas / escola não agrupada colocado/a no ano
    letivo 2013/2014 ao abrigo da 1.º prioridade do artigo 28.º do DL n.º 132/2012, de 27 de junho, que pretende
    regressar à sua escola de provimento por existência de, pelo menos, 6 horas de componente letiva :
    Sim
    Sim, declaro que pretendo regressar à escola onde estou provido/a por o/a AE/ENA me poder atribuir, pelo menos, 6 horas de componente
    letiva, para o ano 2014/2015.
    Mais declaro já ter informado, por escrito, os diretores de ambos os/as AE/ENA desta decisão.

    Como a plataforma não deixava submeter a candidatura apenas com essa intenção tive que colocar códigos de outros agrupamentos em 2º prioridade.

    No campo graduação dizia:

    Ordem da Graduação 1.ª Prioridade : Não se encontra a concurso à 1ª. Prioridade

    Coloquei também a escola onde já estava em mobilidade.
    E não é que o concurso dita que eu volte a ficar em mobilidade na escola em que eu já estava colocada em mobilidade o ano anterior.(João de Barros ).
    Falei com o director de escola e este achou estranho porque ele não tinha lançado nenhum horário a concurso.
    Prontificou-se a pedir esclarecimento à DGAE a qual respondeu: que voltei a ficar na mesma escola porque o horário da minha escola de provimento não tinha sido pedido!!!

    As minhas dúvidas:
    Se estou em mobilidade e volto a concorrer à mobilidade (digo que quero exercer transitoriamente funções em outro Agrup. ) Será correcto o concurso voltar a colocar-me na mesma escola?

    O horário do meu QA (perto de casa) foi pedido nesta 1ª bolsa e será ocupado por uma pessoa menos graduada.

    Precisava de apoio sobre os decretos de lei que pode manifestar esta incoerência e se possível que a situação seja reposta na sua normalidade.

    Sabe dizer qual é o Del que diz que o candidato quando tem componente em ambas as escolas pode optar.

    Tenho de ser objectiva no recurso, será que me pode ajudar?

    Obrigada

  • Étoile
    Bom dia!
    Alguém sabe se os docentes colocados em horários incompletos em BCE continuam em BCE para nova colocação?
    Em caso afirmativo, pode-se fazer denuncia do 1.º contrato de BCE e aceitar um novo contrato em BCE?
    Agradeço a informação.
  • eu2013
    alguem me sabe dizer se estando eu com um contrato de prestação de serviços (recibos verdes) numa autarquia, me posso candidatar a tecnico especializado num Agrupamento de Escolas e acumular as 2 funções?

    Obrigada

  • nkeeper12
    Boa tarde!
    …. Será possível uma escola que lance agora um horário em horários/contratação possa colocar um subcritério que não faça parte dos 52 subcritérios por mim respondidos na altura da candidatura às BCE, e não consiga responder a este mesmo subcritério nesta oferta? já agora subcritério esse que é: “EVIDÊNCIAS DO TRABALHO REALIZADO NOS ÚLTIMOS 3 ANOS”!!!!!!!!!!!!!!!!
  • fmfaria
    Arlindo, tenho um horario incompleto e entrei na CI. Se entrar na BCE (completo) sou obrigado a aceitar ou posso rejeitar a BCE? Obrigado
  • Ana Sousa
    Bom dia,
    Concorri para algumas escolas BCE que ainda não publicaram as listas. Não é que eu tenha esperança de ter ficado, mas gostaria de pelo menos ver em que posição fiquei. Não há obrigatoriedade de publicação?
    Obrigada pelo excelente trabalho.
  • Nuno Sá
    Boa noite, Arlindo.

    Será que me sabe dizer onde posso encontrar legislação sobre os graus de parentesco entre professor e aluno? Neste caso queria saber especificamente se um professor pode dar aulas a um primo direito.

    Obrigado.

    Nuno Araújo

  • al
    olaa
  • al
    bom dia algum colega me pode indicar se o tempo de serviço e a remuneração conta desde o dia 1 de setembro quando somos colocados em BCE até ao dia 15 de setembro
  • al
    bom dia algum colega me pode indicar se o tempo de serviço e a remuneração conta desde o dia 1 de setembro quando somos colocados em BCE até ao dia 15 de setembro em horario anual completo (até 31 agosto 2015)
  • Cpinto
    Caro Arlindo,
    antes de mais quero agradecer-lhe pelo trabalho que tem prestado a todos nós. Obrigado!

    Escrevo-lhe por saber que dará a atenção que merece a minha exposição. Passo a descrever:
    Após ter estado quase uma manha inteira a procura de horários nas ofertas de escola, através de “horários de contratação » 2014/2015″, deparei-me com um dilema “desperdício de tempo” na procura de alguns horários com Técnico Especializado em “Multimédia” e/ou áreas afins.

    Enfim, o que se passou foi que não tenho forma de pesquisar por essas áreas e considero inoportuno ter de percorrer quase 1800 registos para ver se existem alguns horários que sirvam o meu interesse.

    Após algumas horas, decidi apresentar uma sugestão ao DGAE, através do “Inquérito de Satisfação” e qual é o meu espanto, quando me aparece a mensagem “Ocorreu um erro ao gravar as suas respostas. Por favor tente mais tarde.”. Após todas estas inoperância do sistema, fiquei muito irritado com esta mensagem e por isso decidi partilha-la com os membros deste blog e caso o Arlindo ache pertinente.

    Passo a citar o texto que escrevi no formulário de insatisfação:
    “Caros senhores,
    venho demonstrar o meu desagrado e propor uma sugestão para melhorar a
    acessibilidade ao menu “Horários/Contratação » 2014/2015″.
    Não é de todo admissível perder-se horas em pesquisas para encontrar um horário, por exemplo em “Multimédia” ou”Designe”.
    Esta situação resolvia-se acrescentando um simples campo de
    pesquisa ao formulário.
    Posto isto, deixo aqui a minha sugestão para que acrescentem esse bendito campo de pesquisa e com isso, facilitem a vida as pessoas que querem e têm de rentabilizar o seu tempo.
    Tempo é dinheiro!
    Muito obrigado pelo vosso tempo!”

    Acho imprudente esta situação e uma falta de respeito pelo tempo dos outros.
    Aproveito para anexar algumas imagens e mais uma vez deixo ao seu critério
    para fazer ou não publicação do exposto.
    Abraço e muito obrigado!

  • Cpinto
    Bem, vou tentar enviar o relatório de insatisfação mais uma vez.
  • Cpinto
    Infelizmente não consegui enviar o relatório e por isso fiz uma exposição para : o email da DGAE.
    Cumprimentos.
  • ana
    Boa noite Arlindo, peço desde ja desculpa, mas sabe alguma coisa dos horarios zero? Aguardam colocaçao e tambem tˆem sido ultrapassados por colegas com menor graduaçao. Eu pessoalmente fui ultrapassada por duas colegas do quadro e at´e ver por dois contratados. Um abraço e continuaçao de um excelente trabalho .
  • Dominique Morgado
    Gostaria de saber quando vai abrir o período para destacamento por condições específicas?? ou se irá abrir??
    Obrigado
  • ana
    Boas Arlindo, agora que tenho puderes de medium, pois sonhei que nao aparecia em lista nenhuma, o que hoje confirmei, pergunto se por acaso tem puderes semelhantes ou uma bola de cristal para conseguir ver porque raio um professor do quadro ˋa espera de colocaçao nao aparece em lugar algum. Sera que a aplicaçao informatica tem virus e comeu alguns nomes?? Sugestoes??
  • Sara Ferreira
    NÃO PODE SER SÓ CORRIGIR OS ERROS DA BCE!!! EXISTIRAM OUTROS ERROS ANTES DISSO! SE SE ASSUMIRAM “ERROS NA PLATAFORMA”. SE SE ACEITOU A DEMISSÃO DO RESPONSÁVEL PELOS CONCURSOS. SE SE DESCULPABILIZARAM OS DIRETORES. ENTÃO, EU ESTAVA EM CONDIÇÕES DE RENOVAR. VONTADE EXPRESSA DE AMBAS AS PARTES. O PROCESSO NÃO FINALIZADO POR ERROS DE PLATAFORMA. IA EFETIVAR COM ESTA RENOVAÇÃO, POIS FARIA O 6º ANO SEGUIDO NA MESMA ESCOLA (EMBORA FOSSE O 3º POR RENOVAÇÃO). COMO PODE SER IGNORADO O MEU PROBLEMA E FICAR O MESMO SEM RESPOSTA, CORRIGINDO “APENAS” OS ERROS DA BCE???
  • crislala
    Arlindo:
    E os Agrupamentos, como Benfica e Vialonga, que estavam em oferta de escola por não se terem inscrito na BCE, quando voltam novamente a oferta? É que têm vagas no 110. Não consigo perceber.
  • Cristina Rosa
    Ex.mos Senhores, boa tarde
    De acordo com o ponto 15.2 “Permanência no Concurso” mencionado na circular n.º B14024576Q de 12-09-2014 onde refere “que apenas a contratação de escola implica a retirada da reserva de recrutamento. Nas demais possibilidades o docente pode sempre continuar a concurso (RR/BCE/CE) para completamento de horário e/ ou acumulação”.
    Ora, tendo sido colocado na primeira reserva com apenas 8 horas foi com muita admiração que verifiquei que não fiquei colocado na reserva de recrutamento cujos resultados saíram hoje, tendo sido excluído da bolsa e por isso não colocado nas escolas para as quais concorri e onde entraram colegas menos posicionados do que eu.
    Alguém me pode ajudar?
    Muito obrigada.
  • Zaratrusta
    Bom dia Arlindo

    Gostaria que me ajudasse a divulgar a seguinte situação:

    Como sabemos existem muitos horários em oferta de escola destinados a técnicos especializados que mais não são que horários de grupo de recrutamento disfarçados. Há, no entanto, diretores que se preocupam em disfarçá-los bem e outros que nem por isso.

    O agrupamento de escolas nº 2 de Serpa tem um horário a concurso nas OE para TE, para a lecionação da disciplina de Comercializar e Vender do curso de Técnico de Comércio, disciplina esta que se enquadro no âmbito do grupo 430- Economia e Contabilidade e que sempre foi lecionada por docentes deste grupo. Apesar disso o agrupamento lança o horário para TE, demonstrando um total desrespeito pelos professores profissionalizados, designadamente os deste grupo de recrutamento. No site do próprio agrupamento podemos encontrar o aviso de abertura do qual consta o seguinte critério para seleção dos candidatos:

    “Curso/Habilitação Requerida:

    1ª Prioridade: Detentores de Formação Superior em Marketing e Comunicação, Marketing,

    Marketing e Publicidade, ou similares (Licenciatura Pré-bolonha ou Mestrado 2.º Ciclo),

    desde que sejam detentores de habilitação profissional para a docência no Grupo 430″.

    Ora a pergunta que se faz é por que razão o horário não é lançado para este grupo?
    É, quanto a mim, uma situação ilegal e é feita por incompetência do agrupamento, da delegação regional, ou de ambos. O que se pretende será apenas a poupança de alguns cêntimos, uma vez que os TE vencem pelo índice 151?

  • Pedro Lopes
    Boa noite. Fiquei colocado pela 2º RR num horário temporário com 10 h numa escola em Portimão. Alguém me sabe dizer qts dias tenho para rescindir e qual o vencimento correspondente a um contratado profissionalizado? obrigado Pedro Lopes
  • Luz
    Boa noite, Arlindo. A minha questão é a seguinte: tenho contratos anuais, completos e sucessivos há 11 anos. Nos 2 últimos anos estive numa escola TEIP. Este ano fiquei colocada na CI, no agrupamento de escolas de Montelongo, em Fafe (grupo 420). Penso que possuo as condições para a vinculação semiautomática. No entanto o meu nome não constava da lista que fez há umas semanas para os professores que estavam em situação de “semivinculação” em 2015. Não entendo porquê. Será que me pode esclarecer? Muito obrigada.
  • Ana Antunes
    Olá.
    Sou Ana Antunes, do 240, com horário zero. Fui retirada do concurso de mobilidade com atribuição de componente letiva mas, nem a escola de provimento, nem a de mobilidade, me retiraram e por isso não possuo horário em nenhuma delas. Pensei que o mais ajustado seria voltar a concurso mas já me informaram que não será possível.
    Entretanto, estou a “tapar buracos” longe da minha residência enquanto colegas meus, menos graduados, efetivos e QZP, estão a ser colocados perto de minha casa com horários completos.
    Já falei com a DGAE que me indicou que não poderei ser reintegrada a concurso e a minha escola de provimento já me indicou que recebeu informações que irei lá ficar todo o ano.
    Esta situação é injusta, e muito revoltante, pelo que questiono se existem mais pessoas nesta situação e se algo poderá ser feito para conseguir voltar a concurso.
    Obrigado…
  • Margarida
    Olá Arlindo.

    No AE Santos Simões (Guimarães) encontrei a seguinte nota informativa do DGAE: http://www.santossimoes.edu.pt/escola/uploads/Nota_Informativa_DGAE_3outubro.pdf

    Se for útil publicar cá está!

    Cumprimentos,
    Margarida

  • contratada
    Boa tarde. Fui colocada em 4 horários todos completos e anuais, mas um deles é da rr. Sei que este só é válido a partir do dia útil seguinte ao da aceitação, mas e os outros da bolsa? São válidos a partir de quando?
  • CarlaAlves
    Boa tarde,

    estou colocada nos Açores. Na altura em que fiz a aceitação informei a DGAE (aconselhada por uma funcionária da DGAE) por email que estava colocada no arquipélago e perguntei o que teria de fazer para anular o meu nome da RR. Até hoje não obtive resposta. Entretanto, descobri há pouco que o meu nome consta numa das listas da RR (a última que saiu). A minha questão é a seguinte: não aceitar a RR implica penalização… apenas deste ano letivo?

    Agradecia, se possível, que me disponibilizasse a legislação que o confirmasse ou não. O meu objetivo e reenviar o email da aceitação de colocação nos Açores à DGAE… e questioná-los quanto a concursos futuros.

    Carla Alves

  • Isapedra
    Sou sindicalizada e o meu sindicato não me consegue fornecer respostas concisas, a quem devo recorrer para me darem provas corretas para que, no meu horário docente, os devidos tempos de redução sejam contemplados, bem como a contagem correta do tempo de serviço, para concurso, da Educação Especial? O agrupamento recusa-se a assumir os erros, insistindo que a nada tenho direito e a contagem de serviço é feita como no 1ºciclo. Terminei a especialização em 2002 e já antes tenho tempo de serviço em Ed Especial. Sou de 15/05/1966.
    Por favor quem me ajude ou me encaminhe para um lugar com seriedade e isenção.
    Obrigada!
  • kininha
    Bom dia,
    Sou do Porto e vim dar “AEC’S” de TIC para um agrupamento que pertence ao Distrito de Beja. Por telefone foi-me dito que me ia ser pago o ordenado pelo índice 151 caso tivesse o CAP, ora tenho 7 horas. Hoje de manhã lembrei-me de perguntar se já sabiam porque índice me iam pagar? Foi-me dito que já me fizeram o vencimento pelo índice 126 e dividiam por 25 horas que dava 320 €, mas com descontos não chega aos 300 €. Perguntei se me iam pagar os quilômetros de eu me deslocar a três aldeias, disseram que não. Também perguntei se o tempo contava para o tempo de contagem de serviço disseram que não sabiam.
    Condição para estar aqui é ser professor do grupo 550 profissionalizada, sendo assim devia estar a receber pelo índice 167, certo? E agora pagam e dizem que estou como técnica superior. Que país é este? Arlindo pode tornar isto público? O que posso fazer para denunciar isto?
    Também não sabe dizer se vão pagar o gasóleo das deslocações a outras escolas do agrupamento. Outra coisa sendo eu do grupo 550 o meu horário completo é 22 horas e eles estão a pagar pelo índice 126 e a dividir por 25 horas, será isso correto?
    Repito, se a condição de admissão é ser professor profissionalizado do grupo 550 devem pagar como tal e não fazer de nós técnicos especializados.
    Agradecida.
    Professora contratada do grupo 550.
  • Rita Pinto
    Bom dia , Arlindo será que me pode ajudar? Fiquei colocada pela BCE3 num horário de 11 horas. A minha questão é continuo em BCE e poderei ser chamada para outro horário incompleto por forma a acumular mais horas ou terá de ser pelas ofertas de escola?
    Obrigada
  • Sara F.
    Boa noite. É possível responder-me se os horários desta nova BCE que saiu hoje terão efeitos de contagem de tempo de serviço a partir de 1 de setembro ou de 13 de outubro? Isso estará escrito em algum lado? Obrigada e bem haja Arlindo.
  • Carlos
    Arlindo, há uma questão que não consigo perceber.

    Fui colocado em horário completo, anual na RR2. Na plataforma tenho início do contrato a 29/09/2014. Entretanto, na RR3, a 10 de outubro, na escola, uma colega entrou também com horário completo, anual, mas, na plataforma tem início de contrato a 01/09/2014. É possível ser assim?!

    • fdoc
      Carlos, por acaso essa colega não terá entrado em RR3 na sua escola depois de lhe ter sido anulada a colocação na BCE? Suspeito que seja isso que aconteceu,
      Confirme sff.
  • Eletromister
    Informo de que o concurso CE não é transparente, fui a uma entrevista num agrupamento de escolas e deparei-me com os seguintes fatos: um dos candidatos foi recebido para a entrevista no gabinete do diretor (onde vim a ter conhecimento de que é um homem da terra e um político da terra), eu e os outros colegas após uma longa espera de cerca de uma hora e meia para sermos entrevistados, fomos recebidos na sala do psicólogo sem quaisquer condições. Resultado final, ficaram colocados os 2 elementos conhecidos da direção (elementos residentes locais).
  • Miguel Figueiredo
    Cordiais cumprimentos,
    Gostaria de colocar a seguinte dúvida certamente já colocada mas que não encontro a resposta. Fiquei colocado ao abrigo da ultima RR, no entanto tinha já submetido a minha canditatura à BCE de 13 de Outubro. Tenho algum procedimento para desistir da BCE ou é automático. Muito obrigado e parabéns pelo excelente trabalho.
  • Filomena Costa
    Bom dia,
    como é que se tem acesso às contratações que estão a decorrer na Bce no sigrhe?
  • ss
    Bom dia, bem sei da quantidade de situações por resolver nas colocações mas alguém sabe o que se passa com esta 2ª fase de mobilidade por doença?Termina o prazo esta quinta e ainda não é possível fazer o upload dos documentos.
  • Felismina Maria Roque
    Fui colocada na RR2, no grupo 200, no Cercal do Alentejo. Mas concorri a todas as BCE, tem do ficado em 1º lugar em algumas escolas, Vidigueira – grupo 300; Silves – grupo 320 e muito bem posicionada em várias outras escolas, mais perto da minha área de residência. No entanto, não fui chamada para nenhuma escola e tendo estranhado o facto, telefonei e disseram-me que estou dada como “impossibilitada”, que não foram as escolas que colocaram os docentes mas sim a DGAE. Pergunto: o que pode ter feito o MEC? Há alguma legislação que lhe permitisse fazer tal coisa, ou foram contra à sua própria legislação: podia ter denunciado o meu contrato mensal?? Solicito a divulgação do meu caso e a quem me puder ajudar, fica aqui desde já o meu agradecimento.
  • Lucia430
    Arlindo,
    gostaria de saber qual considera ser a melhor forma e quais os contactos para apresentar queixa sobre a selecção de técnicos especializados.
  • Sonia Lopes
    Boa noite… Preciso da vossa ajuda ! Contabilizei mal o meu tempo de serviço, por lapso , para o grupo 110 ! Fiquei colocada nesse grupo, o que devo fazer !? Serei penalizada e minha contratação cancelada … Foi-me informado por uma colega que poderia ser retirada do concurso e não iria ter direito a subsidio de desemprego! O que devo fazer ?
  • Carlos
    Arlindo, relativamente à pergunta de 17 de outubro, a propósito do tempo de serviço que deveria reportar a 1 de setembro após colocação na RR2, deixo em anexo um texto que um grupo de colegas está a enviar para a DGAE (rrce@dgae.mec.pt).

    Eu, XXXXXX, professor contratado com o número de candidato XXXXX, venho por este meio pedir informação sobre o início do meu contrato. Fui colocado na RR2 de 26 de Setembro, em horário anual e completo, no Agrupamento de Escolas XXXXX.
    Na plataforma procedi à aceitação da colação no dia 29 de setembro, pois não me foi permitido fazê-lo antes.
    Entretanto, verifiquei que a indicação do início do contrato apontava para dia 29 de setembro e não 1 de Setembro como julgo ser devido, em virtude de se tratar de um horário completo e anual, pedido pelo agrupamento antes do 15 de Setembro.
    Sucede, a propósito, que outros colegas que ficaram na RR3 viram o seu contrato reportado a 1 de Setembro (inclusivamente no agrupamento onde estou colocado), sendo que foram apenas colocados a 10 de Outubro.
    Assim, questiono sobre a razoabilidade e legalidade do meu contrato não ter efeitos a partir de 1 de setembro.
    Informo ainda que já procedi à exposição da situação ao Provedor da Justiça e já estive presencialmente nas instalações da DGAE, porquanto, sem resposta.
    Na certeza da vossa disponibilidade para avaliar a situação, queria exercer o meu direito de resposta e, por isso, aguardo o feedback dos vossos serviços.
    Os melhores cumprimentos,

    XXXXX

  • PETROBRAS
    Arlindo, fui colocado por engano num horário temporário, juntamente com outro colega que é mais graduado do que eu. Tenho de me ir embora no final do mês, que é a duração mínima do contrato, independentemente do titular do horário se apresentar ou não nesse mês, ou permanecerei enquanto o titular não regressar, que é o que prevê o aviso do concurso???
  • PETROBRAS
    Por favor, alguém me diz o que vai acontecer ao segundo colocado na dupla contratação? Vai-se embora no final do mês ou permanece até o titular do horário se apresentar? Precisava mesmo de saber isto pra resolver a minha vida…
  • PETROBRAS
    dupla colocação…
  • Twins
    Boa noite.
    Precisava de um esclarecimento relativamente à PACC: Sou professora do grupo 330 e tenho mais de 5 anos de serviço. No ano anterior fui dispensada da realização da prova, precisamente devido a este facto, contudo este ano, segundo o decreto-lei temos de ter mais de 5 anos de tempo de serviço e avaliação de desempenho igual ou superior a bom ou “equivalente”. Uma vez que me encontro a lecionar AECs, sou avaliada mas pelo meu agrupamento de escolas e pelo município. Terei de realizar a prova apenas porque a minha avaliação não corresponde à avaliação do estatuto da carreira de docente? Ou estarei novamente dispensada pois tenho mais de 5 anos de serviço?
    Estou bastante confusa!
    Muito obrigada.
    Sónia
  • Ricardo
    Tenho 5 anos e 4 meses de tempo de serviço mas nunca fui avaliado, tenho que fazer a PACC?
  • gelicas
    Boa noite, fui selecionada para um horário num determinado agrupamento, aceitei na paltaforma e vieram a não confirmar os dados, no dia seguinte voltei a ser selecionada pelo mesmo agrupamento para outra vaga, não consegui aceitar na plataforma, e de seguida contactei o dito agrupamento, o qual me deu indicação de clicar na não aceitação. Assim procedi. Por tal feito estou excluída de todos os concursos a nível nacional, para todo o ano letivo. O que posso fazer?Desde já um muito muito obrigada.
  • Inês
    Boa tarde.
    Gostaria que me esclarecesse uma dúvida.
    Estando de baixa médica há quase um mês por motivos psiquiátricos, o agrupamento pode obrigar-me a fazer a avaliação trimestral, mesmo não estando a exercer?
    Obrigada pela atenção.
  • crislala
    Boa noite, Arlindo.

    Sou contratada do grupo 110 e questionei a DGAE sobre a retroação ou não do tempo de serviço a 1 de setembro de 2014 para quem entrou na 2ª reserva de recrutamento, uma vez que na plataforma continua o dia 29 de setembro.

    Recebi a seguinte resposta, partilhando-a para quem necessitar.

    “Exma. Senhora Professora,

    Relativamente ao assunto mencionado em epígrafe cumpre informar que no presente ano escolar, aos horários que foram pedidos até ao dia 15/09/2014, considera-se a retroação para todos os efeitos a 1 de setembro de 2014, independentemente da data e tipo de colocação, nos termos do n.º 11 do artigo 9.º do Decreto-lei n.º 132/2012, de 27 de junho, com a redação que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio.

    Desta forma, todas as colocações que cumprem o explicitado, e ainda não estão em conformidade na aplicação SIGRHE, serão brevemente regularizadas por estes Serviços.

    Com os melhores cumprimentos,

    DSCI/DGAE”

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: