Programa de rastreios laboratoriais para SARS-CoV-2 nas creches e escolas

 

Programa de rastreios laboratoriais para SARS-CoV-2 nas creches e estabelecimentos de educação e ensino

 

Abrir documento ( PDF – 707 Kb )

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/03/programa-de-rastreios-laboratoriais-para-sars-cov-2-nas-creches-e-escolas/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. nao vou autorizar

  2. nao vou consentir

    • Micas on 8 de Março de 2021 at 20:55
    • Responder

    já coloquei a cruzinha no NÃO CONSINTO

    • PROFET on 9 de Março de 2021 at 0:54
    • Responder

    No início do documento, para os alunos, dizem: “com a autorização dos encarregados de educação” e para os professores dizem “todos”… mas depois, no final, aparece o boletim de autorização tanto para os alunos, como para os docentes e não docentes.

    Eu sempre defendi a testagem, mas só defendo se for massiva, se fosse obrigatória para todos. Não faz sentido testar uns e neste caso, tentando responsabilizar, principalmente, os professores e os funcionários, e por outro lado, muito provavelmente, uma grande % dos alunos não serem autorizados pelos EE a fazer os testes, precisamente aqueles que pertencem ao grupo com maior % de assintomáticos.

    Resumindo e concluindo, posso fazer o teste hoje e acusar negativo, e ser infetado um dia ou dois depois, por alunos que não são testados (porque não tenho a mínima dúvida que foram estes que contribuíram mais para a catástrofe desta última vaga, devido às escolas se manterem abertas).

    O que poderá garantir este procedimento de testagem não massivo? R: Pouca coisa. Irá garantir um maior gasto do erário público.

    Face a esta constatação, não me irá admirar que grande parte dos docentes e não docentes se recusem a fazer os testes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: