Fenprof entrega abaixo-assinado que reclama o fim das vagas para progressão aos 5.º e 7.º escalões

 

Cerca de 15 mil docentes subscreveram, em poucos dias, um abaixo-assinado que reclama o fim das vagas para progressão aos 5.º e 7.º escalões, a qual deve depender de requisitos iguais aos previstos para os demais escalões (tempo de serviço; avaliação, no mínimo, de Bom; formação contínua). A FENPROF deslocou-se esta terça-feira ao Ministério da Educação para entregar esse abaixo-assinado, bem como uma proposta negocial fundamentada que, nos termos do disposto na lei que regula a negociação coletiva na Administração Pública, dá início ao adequado processo negocial.

Juntamente com os membros do Secretariado Nacional da FENPROF, estiveram também presentes professores que continuam retidos nos 4º e 6º escalões e que acompanharam a ação de entrega do abaixo-assinado e da proposta negocial fundamentada que, nos termos do disposto na lei que regula a negociação coletiva na Administração Pública, dá início ao adequado processo negocial.

» Proposta negocial apresentada pela FENPROF

» Leia aqui a ntervenção do Secretário-Geral da FENPROF

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/02/fenprof-entrega-abaixo-assinado-que-reclama-o-fim-das-vagas-para-progressao-aos-5-o-e-7-o-escaloes/

3 comentários

    • Augusto on 23 de Fevereiro de 2021 at 18:59
    • Responder

    O 5º e o 7º escalão foi a moeda de troca da FRENPROF para acabar com os titulares. Claro que os sindicalistas puseram uma excepção para eles: serem sempre avaliados com “Muito Bom”. Mas a negociação às escondidas revelou-se um desastre ao fim de uns anos!

    • N. Ribeiro. on 23 de Fevereiro de 2021 at 21:19
    • Responder

    E depois, na hora da votação, abstenção.

    • Maria on 23 de Fevereiro de 2021 at 21:21
    • Responder

    Pois, vamos ver o papel das várias forças políticas… também conto com abstenções de quem ouvimos falinhas mansas e nos dá pancadinhas nas costas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: