Encarregados de Educação insurgiram-se contra aulas presenciais em Vila Real

 

A escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Vila Real, estava a funcionar em regime misto, os alunos de todos os anos tinham aulas num turno e as aulas do turno contrário, com um peso reduzido, eram lecionadas online, uma forma que a escola tinha encontrado para evitar o contágio de infeções de Covid-19.

Entretanto a Direção da Escola recebeu uma ordem do Delegado Regional Norte da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares que determina que a escola terá de assegurar a retoma de todas as atividades educativas e formativas, letivas e não letivas, em regime presencial.

No entanto, a maioria dos pais e encarregados de educação estavam contra esta norma uma vez que alertaram para o facto de não estarem asseguradas as condições mínimas de segurança, nem estar em pleno o funcionamento de serviços da escola como o refeitório e o bar. Os pais lembraram ainda que a oferta de restauração fora da escola também é inexistente devido às novas regras de confinamento.

Entretanto foram vários os pais que ameaçaram não deixar os seus filhos irem à escola na próxima segunda-feira se todas as atividades tiverem de ser presenciais. Muitos encarregados de educação insurgiram-se contra esta medida e foi mesmo lançada uma petição para tentar travar a retoma de atividades letivas em regime presencial em detrimento das atividades assíncronas na referida escola.

Depois deste caso vir a público a direção do estabelecimento de ensino, revelou que “fica suspensa a decisão da retoma de todas as atividades letivas e não letivas, em regime presencial”, que tinha sido comunicada aos encarregados de educação.

De acordo com a nota enviada pela diretora da escola, “todos os horários deverão ser cumpridos no modelo que se encontra em vigor desde o início do ano letivo”.

Vale a pena lutar pelos nossos filhos…

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2021/01/encarregados-de-educacao-insurgiram-se-contra-aulas-presenciais-em-vila-real/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Daniela on 16 de Janeiro de 2021 at 12:40
    • Responder

    Em Setúbal, uma escola com mais de 1000 alunos e com 7 funcionários em isolamento, foi impedida pelo Ministério da Educação de por os alunos do 10º ano em ensino online. A teimosia habitual…

    No facebook da Escola Secundária Sebastião da Gama:
    “Devido ao isolamento profilático de 7 funcionários da Escola Secundária de Sebastião da Gama e por determinação das entidades competentes, somos a informar que estarão suspensas as aulas presenciais do Ensino Secundário para os alunos do Ensino Regular, Cursos Científico- Humanísticos dos 11º e 12º anos e para os alunos do Ensino Noturno, entre os dias 15 e 26 de janeiro.
    Apesar de ter sido comunicado anteriormente que as turmas de 10º ano seriam afetadas por esta medida, foi determinado pelo Ministério da Educação que deverão manter o ensino em regime presencial, pelo que lamentamos o possível transtorno.”

    • Falar verdade on 16 de Janeiro de 2021 at 13:19
    • Responder

    “Encarregados de Educação insurgiram-se contra aulas presenciais em Vila Real …”

    Congratulo os Encarregados de Educação que não se insurgem contra os professores, mas sim contra a tutela. Têm a coragem, a audácia e a ousadia de fazerem o que os Diretores não têm coragem para fazer de forma a proteger a saúde pública.

    Excelente exemplo.

      • EE on 16 de Janeiro de 2021 at 14:52
      • Responder

      Forte aplauso aos EE de Vila Real.
      Na escola da minha filha o diretor nega informação aos EE, mas como a à comissão de pais está vendida, é o regime fascista do CG, ao diretor, nada acontece!

    • Sem comentários! on 16 de Janeiro de 2021 at 13:44
    • Responder

    No Brasil o povo faz um protesto, “panelaço”, contra o governo. Aqui estamos PIORES , muito PIORES e o PS tem o melhor resultado nas sondagens. O povo é sábio, os jornalistas e os jornais são CORRUPTOS e VENDIDOS ao poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: