Como se sentem os professores no regresso às aulas presenciais?

Apresentamos os resultados preliminares da investigação acerca da perceção de educadores e professores sobre o regresso às aulas presenciais.
Se está a sentir-se demasiado exausto, ansioso ou preocupado, não hesite em procurar ajuda. O psicólogo é um profissional capacitado para o auxiliar no processo de adaptação a todas essas intensas mudanças que a Pandemia do Coronavírus tem provocado.
Os dados preliminares do Psiquaren10 permitem afirmar que os professores se sentem muito exaustos, 59%, afetados pela perturbação das rotinas diárias, 58%, com problemas de sono, 49% e muito ansiosos, 44%. São menos, embora não poucos, aqueles que dizem sentir-se muito irritados, 36%, ou muito deprimidos,31%, e 23% acham que precisam de apoio psicológico. 
A maioria dos inquiridos, 81% mostra-se satisfeita com as medidas públicas adotadas e admite que a escola tem colaborado com o corpo docente. Outra nota positiva: a perceção de que as orientações para prevenir a Covid-19 nas aulas presenciais são eficazes é partilhada por 43% dos educadores e professores.
Em relação às regras sanitárias, 36% a admitem que perturbam a gestão em sala de aula. 22% não se sente confiante a gerir o grupo de alunos no novo contexto educativo. 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2020/11/como-se-sentem-os-professores-no-regresso-as-aulas-presenciais/

3 comentários

    • Miguel Castro on 28 de Novembro de 2020 at 11:07
    • Responder

    Professores voluntários!
    Ao que chegámos!

    https://www.spm.pt/news/crianas-e-jovens-precisam-muito-de-si-junte-se-bolsa-de-professores-spm

    • Atento on 28 de Novembro de 2020 at 16:42
    • Responder

    ————-
    —————————-

    Como se sentem os professores no regresso ás aulas presenciais???????

    esta é boa!….. será para rir?

    Há professores infetados com o COVID.

    Há professores internados em Cuidados Intensivos com COVID.

    Há professores que morreram com COVID.

    A resposta á pergunta é simples: – Os professores sentem-se Maravilhosos, Felizes e Contentes.

    Meus amigos só as otárias e otários se podem sentir bem por colocarem a sua vida em risco.

    —————
    ———————————-

    • PROFET on 28 de Novembro de 2020 at 16:59
    • Responder

    Quando entro na escola, sinto-me a entrar num antro de contaminação. Existem muito poucos funcionários para controlar a “normal” inconsciência dos alunos. São crianças e adolescentes… não são eles os culpados. Todos sabemos de quem é a culpa da promoção da proximidade e contacto social em locais – antros de contaminação, sem estarem asseguradas as mínimas condições de higiene e segurança. Para além dos muitos professores e funcionários que conhecem a verdadeira realidade das escolas, só mesmo alguns pais conscientes parecem perceber o que se passa (mas apenas depois de o sentirem na pele), aqueles que não deixam os seus filhos regressar à escola, depois de saberem que existem infetados na turma dos seus filhos e que nem sequer testam nem colocam em isolamento os restantes alunos da turma… nem os professores que contactam com eles diariamente.

    É mas do que óbvio que a grande fatia dos tais 80% de contágios com origem “desconhecida” provem das escolas.

    É assim que eu me sinto: Quando entro na escola, sinto-me a entrar num antro de contaminação e que, provavelmente, mais dia menos dia, irei ficar infetado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: