Há professores a dar aulas sem terem qualificação

Há professores a dar aulas sem terem qualificação

 

Em Lisboa recorre-se a professores sem habilitação profissional para a docência para suprir lugares ainda em falta. Mas em quase todo o país o cenário ameaça ser outro: o de aumentar o número de docentes sem alunos para ensinar.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/12/ha-professores-a-dar-aulas-sem-terem-qualificacao/

23 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Piriquito on 14 de Dezembro de 2019 at 13:03
    • Responder

    Para o Pardal isso é mentira! Há milhares de professores profissionalizados em lista de espera para dar umas horinhas de aulas e matar a fome!

    • Zaratrusta on 14 de Dezembro de 2019 at 13:05
    • Responder

    Dê um salto ao Alentejo e vai encontrar uma turma de ciências do 11º ano que ainda não tem professor de matemática. Relembrar que para o ano são obrigados a fazer exame. o ministério “não está nem ai”.

      • Raju on 14 de Dezembro de 2019 at 23:43
      • Responder

      O ministério não estar nem aí já é normal, o que me espanta/assusta é a passividade dos EE. Ai ai se o professor desse um puxão de orelhas aos filhos, mas não ter professor é tranquilo…

    • Paulo Anjo Santos on 14 de Dezembro de 2019 at 16:02
    • Responder

    Eu pergunto-me quando é que ganha um professor nessas condições?! Se um profissionalizado com horário completo ganha cerca de mil euros líquidos… um horário de 16 tempos para alguém que tem uma licenciatura mas não é para o ensino deverá dar-lhe uns 600 euros por mês líquidos, se tanto… se não tiver licenciatura ainda menos, não é preferível ir para o Pingo Doce?!

      • Jorge Quinta-Nova on 28 de Abril de 2020 at 7:57
      • Responder

      Eu prefiro o Minipreço, mas aparentemente sou sobrequalificado.

    • Jorge Quinta-Nova on 14 de Dezembro de 2019 at 22:53
    • Responder

    Os professores não profissionalizados com habilitação própria têm qualificação para ensinar. Não tenho acesso público ao jornal, mas pelo que os comentaristas aqui têm dito, a coisa parece não ser conhecida.

    • Carlos on 15 de Dezembro de 2019 at 1:27
    • Responder

    Neste país e segundo o estudo da carreira docente e segundo as regras dos concursos, só os professores profissionalizados podem dar aulas. Há cerca de uns 3 ou 4 anos um professor não profissionalizado mas com habilitação própria poderia lecionar, hoje isso é impossível segundo a lei.

      • Jorge Quinta-Nova on 28 de Abril de 2020 at 7:55
      • Responder

      Então eu e as escolas onde tenho trabalhado estamos em desrespeito da lei. Seja como for, os professores com habilitações próprias podem dar aulas, mas só entram por contratação de escola. Eu cá sou professor há 20 anos e não sou profissionalizado. Perdi-me no politécnico nos primeiros oito anos e deixei-me ultrapassar pela lei de promoção à compra de mestrados.

    • Edu6969 on 15 de Dezembro de 2019 at 1:53
    • Responder

    A habilitação própria ainda existe para todos os licenciados Pré-Bolonha.
    Basta ir ao site da DGAE e ver a lista dos cursos que conferem habilitação própria para o ensino:
    https://www.dgae.mec.pt/blog/2016/10/06/cursos-que-conferem-habilitacao-propria/
    Estes professores não podem concorrer ao concurso nacional. Porém, podem concorrer às ofertas de escola e ganham pelo índice 126 (Licenciados não profissionalizados -1.145,79€ )

      • Paulo Anjo Santos on 15 de Dezembro de 2019 at 15:35
      • Responder

      Obrigado Edu, cá está esse 1145 euros brutos devem dar qualquer coisa a rondar os 900 euros líquidos. Mas se for um horário de 16 tempos letivos dá 832 euros brutos, líquidos talvez 700 e pouco… e há muitos horários mais pequenos que isso… sinceramente só se não tivessse mais nada e fosse uma escola perto de casa! Alguém pode ir para longe de casa para ganhar isto?!

        • Margarida on 15 de Dezembro de 2019 at 21:30
        • Responder

        Pelo q vejo nas listagens não aparece Eng.Zootécnica. Será q está incluído nas Ciências Agrárias? Refiro-me aos Pré-Bolonha

    • José Silva on 15 de Dezembro de 2019 at 11:38
    • Responder

    Esperamos que o professor Pardal mande uns bitaites!

    • Jm on 15 de Dezembro de 2019 at 15:04
    • Responder

    O Pardal enfiou a viola no saco? Ou alguém lhe enfiou uma maça na boca?
    Ainda bem, não se aguenta tanta repetição de argumentos “á la trump”…

    • Ferreira on 15 de Dezembro de 2019 at 15:18
    • Responder

    Os professores com habilitação própria(por exemplo engenheiros pre bolonha podem lecionar Matemática) podem lecionar legalmente se concorrerem a oferta de escola embora não possam concorrer a concurso nacional nesse caso só com habilitação profissional. Depois temos colegas como eu que tem uma licenciatura em Engenharia e um mestrado em ensino por isso tenho habilitação profissional para um grupo e habilitação própria para outros grupos

      • Carlos on 17 de Fevereiro de 2020 at 12:06
      • Responder

      Olá Ferreira. Pode dizer-me por favor, pois estou interessado, como se consegue a habilitação profissional, tendo já habilitação própria. E se tiver apenas habilitação suficiente, o que se pode fazer? Existe algum modo de o contactar via e-mail? Ou facebook, o meu é carlos.galhano.2001.

      Agradecido
      Carlos

    • Costa on 27 de Abril de 2020 at 11:14
    • Responder

    Viva a todos,

    eu sou licenciado em Filosofia será que consigo dar aulas de filosofia no ensino secundário, por habilitação própria, não tendo um mestrado no Ensino da Filosofia, mas pelo contrário um mestrado em Filosofia?

      • Jorge Quinta-Nova on 19 de Julho de 2020 at 12:24
      • Responder

      Qualquer mestrado serve, mas é preciso efetuar estágio profissional.

    • Carlos on 27 de Abril de 2020 at 14:01
    • Responder

    Amigos como se consegue profissionalizar tendo apenas habilitação própria neste país? E já agora se a escolha for entre não haver aulas pois não há professor e ter aulas dadas por alguém com habilitação própria apenas, acho que é óbvio.

    • Carlos on 14 de Junho de 2020 at 11:34
    • Responder

    E qual o problema!? Se esses professores apesar de não serem profissionalizados têm competência muitos acima dos profissionalizados. Tudo depende, pois a profissionalização não é nem nunca será sinónimo de competência. Conheço professores universitários que deram formação aos chamados profissionalizados e que querem mudar para o ensino corrente que têm competências mais que suficientes, com mestrados e doutoramentos em educação e que não são profissionalizados. Por outro lado conheço muitos ditos profissionalizados que são uma autêntica nódua negra. Portanto não generalizem pois muitos agora dos profissionalizados fizeram a chamada profissionalização em serviço e ninguém por isso lhes retira a competência, pois já lecionavam á décadas. Tenham por favor mais dó.

    • Maria on 17 de Julho de 2020 at 16:06
    • Responder

    Tenho habilitação própria e não sou profissionalizada, posso leccionar no grupo 600? Sou Arquitecta e já leccionei durante 20 anos outra disciplina, sai do sistema por causa da profissionalização. Como posso retomar?

      • Jorge Quinta-Nova on 19 de Julho de 2020 at 12:21
      • Responder

      Habilitação própria (pelo menos as que são detidas por via de uma licenciatura de 4 anos) permite a docência, tendo para isso de concorrer à contratação de escola. Em três ocasiões cheguei a substituir inclusive o DT. Somos tão professores como os outros, mas estaremos sempre na base remunerativa (não vá o ensino superior não conseguir vender mestrados da treta).

    • Carlos on 18 de Julho de 2020 at 14:24
    • Responder

    Um Mestrado em educação pode conferir habilitação Profissional a quem tenha habilitação própria?? Quais os Mestrados que dão essa possibilidade?

      • Jorge Quinta-Nova on 19 de Julho de 2020 at 12:23
      • Responder

      Qualquer mestrado serve, pois a ideia era vender mestrados de qualquer forma. No entanto, é necessário completar estágio profissional. Podem existir no entanto mestrados que integrem estágio, o que é algo diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog