Vinculações por QZP no mapa (desde 2014)

Davide Martins

Latest posts by Davide Martins (see all)

Desde 2014 houve 10648 vinculações em Portugal Continental. Mais de metade encontram-se no QZP 7. Curiosamente o QZP onde mais se tem evidenciado a escassez de professores.

Abaixo a distribuição no mapa.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/10/vinculacoes-por-qzp-no-mapa-desde-2014/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria Luísa Soares on 19 de Outubro de 2019 at 16:19
    • Responder

    Os colegas depois de conseguirem a vinculação pedem mobilidade por doença (ou concorrem) e vão para outros sítios. Se lhes fosse vedado isso durante 3 ou 4 anos (o tempo que lhes permitiu obter a vinculação) esta brincadeira acabava….
    Ano após anos permite-se a vinculação de centenas de colegas no QZP7 que não estarão lá….
    Podem arranjar as desculpas que quiserem, mas vão estudar primeiro o percurso desses colegas…

      • Rita on 19 de Outubro de 2019 at 21:21
      • Responder

      Se concorrem ao QZP 7, se vincularam no QZP7 que fiquem lá a trabalhar!!! Tão simples quanto isso. Terminava a falta de professores em Lisboa.

    • maria on 19 de Outubro de 2019 at 18:57
    • Responder

    “… depois de conseguirem a vinculação pedem mobilidade por doença ou concorrem e vão para outros sítios”, diz, e bem, Maria L. Soares.
    Ou “metem” baixa- médica e vão para casa, acrescento eu, MLS…

    • Manuel on 19 de Outubro de 2019 at 20:00
    • Responder

    São as leis feitas à medida deste ou daquele. É o que mais há.

    • Pardal on 19 de Outubro de 2019 at 22:26
    • Responder


    Ora cá está o problema da ENORME FALTA DE PROFESSORES em Portugal.

    É precisamente este o problema que importa, com a celeridade possível, corrigir. Penso existirem dois problemas em simultâneo, por um lado, os pedidos de “mobilidade por doença (ou concorrem) e vão para outros sítios” e, por outro lado, as 10.000 Baixas Médicas Anuais.

    Sem dúvida que o problema da suposta falta de professores reside nesta equação que importa resolver já no decurso da presente legislatura. O sistema está a ser alvo de um oportunismo sem paralelo noutras carreiras da administração pública.

      • João Cabral on 20 de Outubro de 2019 at 19:58
      • Responder

      E o nosso pelintra Pardal cá está armado em salvador da Pátria. Parda a ministro, já!

    • Jp on 19 de Outubro de 2019 at 23:13
    • Responder

    Andam novos colegas a vincularem, ano após ano, em QZPs do interesse dos professores de carreira, que se querem aproximar de casa, mas que não podem concorrer a essas vagas, pois estão reservadas para os contratados que vão vinculando. Esta injustiça tem vindo a ser agravada nos últimos 3 anos e agora vêm com essas teorias…

    • Carla Santos on 22 de Outubro de 2019 at 20:04
    • Responder

    Boa noite Arlindo.
    E possível esclarecer-me sobre quando será o próximo concurso ordinário? Muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog