Os dados mal explicados da OCDE (salários dos professores)

 

Será que custa muito explicar que os vencimentos, que todos os anos expõe neste estudo, são calculados numa moeda que não o euro…

Um professor em início de carreira aufere 21.252€ brutos, depois dos descontos para o IRS, SS ou CGA e ADSE ronda os 15.000€ líquidos. E também seria bom esclarecer que os docentes recebem todos pela mesma tabela, sejam de que ciclo forem (a única coisa que coincide com a realidade neste quadro).

Venham lá agora com as teorias de engenharia financeira do costume falar de formulas e etc. Estes dados são “pura incompetência”…

 

Download do documento (PDF, 2.4MB)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/09/os-dados-mal-explicados-da-ocde-salarios-dos-professores/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pardal on 11 de Setembro de 2019 at 19:47
    • Responder


    Não me parece que um organismo como a OCDE se tenha enganado. Os dados são rigorosos e não geram qualquer dúvida.

    A realidade é que os professores (grosso modo) estão com salários de 30% superiores a outros profissionais de formação semelhante e de perfil profissional idêntico.

    Há aqui é um problema relacionado com o facto das educadoras, professores primários terem a mesma tabela salarial dos docentes do ensino secundário. A dita carreira única constitui uma das aberrações do ECD.

    Urge rever a carreira docente para o sec. XXI. O próximo Governo terá essa incumbência.

      • ze on 11 de Setembro de 2019 at 20:08
      • Responder

      Pardal, só pode ser mesmo pura maldade, ou então és mesmo poucochinho!
      Devias ir ensinar 25 crianças do 1º ano ou 25 crianças de 4 ou 5 anos para veres o que é bom!
      vai lá buscar a bandeirinha e o tambor e toca a marchar.
      boy da treta!

    • Manuel on 11 de Setembro de 2019 at 19:55
    • Responder

    Oh pardaleco,consulta as tabelas de vencimentos dos docentes. São públicas. Vá lá, deixa de ser ignorante e vai estudar.

    • Agnelo Figueiredo on 11 de Setembro de 2019 at 20:29
    • Responder

    Estes dados de comparações internacionais de vencimentos são sempre feitos em dólares PPP (paired purchase power)
    Por outro lado, os vencimentos consideram-se sempre antes de impostos. Depois, tudo depende da fiscalidade de cada país.
    Assim, os dados estão corretos.

    • Nabiça on 11 de Setembro de 2019 at 20:30
    • Responder

    A OCDE não se enganou. Os jornalistas é que cometem um erro básico. Não Annual teachers’ salaries, in public institutions, in equivalent USD converted using PPPs for private consumption”.
    Para quem não sabe, PPP, ou Paridades do poder de compra (PPP) são as taxas de conversão de moeda que tentam igualar o poder de compra de diferentes moedas, eliminando as diferenças nos níveis de preços entre os países. Este indicador é medido em termos de moeda nacional por dólar americano.

    • Inês. 25 on 11 de Setembro de 2019 at 21:54
    • Responder

    Há comentários que não merecem resposta! Há ignorantes que comentam o que desconhecem.

    • Jm on 11 de Setembro de 2019 at 23:42
    • Responder

    A velha teoria do nivelar por baixo, Pardal. É por essas e por outras que o país nunca sairá da cepa torta. A sua preocupação é diminuir os salarios aos professores.
    Num post atrás, o senhor escandalizava-se porque uma professora, depois de suportadas todas as despesas para ir trabalhar, ficava com 430 Euros para viver. Que vergonha trabalhar para ficar com 430 Euros… Em que ficamos? Afinal os professores ganham 30% a mais? No ranking das contradições o senhor é mestre. Calce as pantufas e aqueça-se à lareira que o frio não tarda. Talvez a meditação junto à lareira lhe traga alguma inspiração para depois poder argumentar correcta e fundamentadamente.

      • Luz on 12 de Setembro de 2019 at 10:11
      • Responder

      Afinal o Pardal é apenas um espalha brasas…ora as aquece ora as arrefece.

    • Alexandra Almeida on 12 de Setembro de 2019 at 10:49
    • Responder

    O Pardal não é professor. Não pode sê-lo…
    Vozes de burro… não chegam ao céu.
    Não é para ser levado a sério.
    Quem é professor sabe como as coisas são.
    Está tudo dito.

    • Lelo on 12 de Setembro de 2019 at 22:31
    • Responder

    Peço um grande favor a todos os utilizadores deste blog.
    Ignorem o Pardal.
    Finjam que não existe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog