20 de Agosto de 2019 archive

Cinema Sem Conflitos: “Chega a Povoação” e Consegue Apoio financeiro Para a Fundação Maria Isabel do Carmo Medeiros.”

Siga-nos

Cinema Sem Conflitos

Prevenção e mediação de conflitos em contexto educativo
Siga-nos

Latest posts by Cinema Sem Conflitos (see all)

Direção Regional da Ciência e Tecnologia

Apoio financeiro – Fundação Maria Isabel do Carmo Medeiros.

Portaria n.º 1401/2019 de 9 de agosto de 2019

Manda o Governo Regional dos Açores, pelo Diretor Regional da Ciência e Tecnologia, ao abrigo do Decreto Legislativo Regional n.º 10/2012/A, de 26 de março, e do Decreto Regulamentar Regional n.º 17/2012/A, de 4 de julho, que regulamenta as condições de acesso e as regras gerais de atribuição de apoios no âmbito do programa de incentivos PRO-SCIENTIA, transferir a quantia de 9.000,00€ (nove mil euros) para a Fundação Maria Isabel do Carmo Medeiros, correspondente à primeira tranche do apoio concedido no âmbito do projeto.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/08/cinema-sem-conflitos-chega-a-povoacao-e-consegue-apoio-financeiro-para-a-fundacao-maria-isabel-do-carmo-medeiros/

Não se Esqueçam de Aceitar a Colocação

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

… até hoje às 23:59 do dia de hoje.

E escusam as escolas de pedir o comprovativo da aceitação aos professores, porque na aplicação das escolas consegue ver-se os docentes que já aceitaram a colocação e a que horas o fizeram.

No caso dos docentes colocados em Mobilidade logo na página das Colocações MI.

E no caso dos contratados no submenu Colocações CIRR

Neste caso o contrato assume como válido, mas para ver o dia e a hora da aceitação basta clicar na linha de cada colocação.

No meu caso tudo já foi aceite, mas caso a esta hora alguém ainda não tivesse aceite a colocação seria contactado para o fazer (Infelizmente não é uma opçao fácil pois não existe nenhum dado pessoal do docente para ser contactado, mas lá se conseguiria chegar).

 

 

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/08/nao-se-esquecam-de-aceitar-a-colocacao/

Ainda não se sabe quantos professores optaram por fasear progressões

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Ainda não se sabe quantos professores optaram por fasear progressões

 

O prazo para os docentes optarem por fasear a recuperação 2A9M18D congelados terminou a 1 de julho. Mais de um mês e meio depois, ainda não se sabe quantos escolheram essa modalidade.

 

Mais de um mês e meio depois de ter terminado o prazo para os professores indicarem aos serviços do Ministério da Educação a vontade de recuperar faseadamente os dois anos, nove meses e 18 dias descongeladoso Executivo de António Costa ainda não sabe quantos docentes optaram por essa modalidade, apurou o ECO.

De acordo com essas regras, a contabilização dos dois anos, nove meses e 18 dias reconhecidos aos professores pode ser dividida em três tranches: junho de 2019, junho de 2020, junho de 2021. Os professores interessados nessa modalidade tiveram de informar os serviços do Ministério da Educação até 01 de julho

Um mês e meio depois, o Executivo de António Costa ainda não tem conhecimento do número certo de professores que escolheram fasear a recuperação dos dois anos, nove meses e 18 dias. Segundo apurou o ECO, a decisão dos docentes foi comunicada aos diretores das escolas, que têm vindo a indicar essa vontade aos serviços centrais.

É importante notar que mesmo os professores, que tenham escolhido o faseamento e já estejam, por isso, em condições no que diz respeito ao tempo de serviço acumulado para saltar de escalão, poderão enfrentar dificuldades em progredir. Isto porque avançar na carreira docente exige 50 horas de formação contínua e, em certos escalões, observação de aulas, podendo as escolas e os centros de formação não ter capacidade para dar respostas atempadas a esses requisitos.

De acordo com as estimativas do Governo, à boleia desta modalidade de faseamento, quase todos os professores que só iam progredir em 2020 estariam em condições de saltar de escalão em 2019 e os que iam progredir em 2021 e 2022 de saltar em 2020. Este ano, o Governo estima que 30 mil professores terão progressões. Sem esta possibilidade de faseamento, a expectativa era que progredissem 13 mil docentes, ou seja, mais 17 mil podem saltar de escalão com a medida.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/08/ainda-nao-se-sabe-quantos-professores-optaram-por-fasear-progressoes/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog