Os Professores Portugueses estão “velhos”…

Nada que já não se saiba há muito. Não era necessário nenhum estudo da OCDE, bastava olhar para as políticas implementadas nos últimos anos.

Em dez anos teremos as previsões mais pessimistas confirmadas, não haverá professores em número suficiente para as necessidades do país. Os sucessivos governos continuam a fazer orelhas moucas e quando o problema se tornar insustentável, resolverão o problema em cima de um qualquer joelho, com todas as consequências inerentes. A qualidade do ensino estará ameaçada e assistir-se-à a uma fuga desenfreada à escola pública (para que tiver capacidade financeira). Mas esse problema não é imediato e em Portugal não se planeia a médio/longo prazo.

Até os diretores estão “velhos”, o retrato tirado aos diretores escolares mostra que têm, 23% têm mais de 60 anos.

Portugal vai ter de renovar metade da classe docente na próxima década

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/06/os-professores-portugueses-estao-velhos/

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ana Duarte on 19 de Junho de 2019 at 13:49
    • Responder

    Realmente não era necessário o estudo da OCDE. Aliás o documento do Conselho Nacional de Educação, hoje divulgado no blogue, salienta que nos próximos oito anos vão sair do ensino 30 mil professores. A renovação será feita de forma natural….infelizmente.
    Mas atualmente o maior problema do ensino é a falta de exigência. A escola pública está a criar uma sociedade medíocre. Basta ver o que se passa nas reuniões de avaliação…uma vergonha. Sem exigência estamos a hipotecar o futuro destes jovens, o futuro de Portugal. É só magia. Transformam_se 8 em 10, com tremenda facilidade, com médias anuais de 40 obriga_se a dar três!! Tudo em nome do sucesso educativo, da avaliação externa, da escola inclusiva, da flexibilidade! Revolta! Que país queremos!? Que sociedade!? O que mais revolta é que a maioria dos colegas entra no jogo, é cúmplice com o sistema, porque o que interessa é não ter horário zero, o que interessa é o dia 23. ..

    • Rui Filipe on 19 de Junho de 2019 at 13:56
    • Responder

    É fácil resolver o problema!Colocam-se jogadores da bola a ensinar. Os alunos depressa aprenderão a cuspir para o chão e a dizerem palavrões e os pais ficarão muito satisfeitos!


  1. Estudo da OCDE??? A OCDE do Secretário de Estado João Costa? Começou a campanha eleitoral!
    PROF não te esqueças de votar PS.

    • Alecrim Dourado on 19 de Junho de 2019 at 14:30
    • Responder

    Acho sempre muito interessante quando ouço mencionar ” …fuga desenfreada da ESCOLA PÚBLICA pois a privada é que é….” . Gostava muito que esta frase fosse completada e a seguir, se possível, solucionada.

    AS ESCOLAS PRIVADAS são ótimas com as EXPLICAÇÕES privadas dos Professores da escola pública.

    As escolas públicas só não têm mais sucesso porque não se consegue manter a ordem nos alunos, pois os professores não têm autoridade suficiente. Não dão autoridade suficiente aos professores da escola pública. Aí é que está o erro. Aliás , só há moral para exigir resultados quando se garantirem as condições para ensinar e aprender.

    Tenha um menino, num Colégio , o comportamento de um aluno na escola, que só o tem essa vez. No dia seguinte é convidado pela Freira, Diretora Pedagógica, a abandonar o Colégio.
    Os professores do ensino público são os melhores. Sempre foram. Os professores do ensino privado logo que podem, passam para o ensino público quando têm os pontinhos que lhes permitem subir a média. E depois passam-nos à frente, a nós, que estamos anos e anos em horários minúsculos. Depois, lá vamos nós dar explicações ao ensino privado para ganhar a vida. É a vida , companheiros ! Não desdenhem da escola pública. Desdenhem é das politicas dos sucessivos ME que só desvalorizam os professores como tão bem sabem fazer . Agora, já nem o tempo de serviço lhes querem contar …

    • Ana Duarte on 19 de Junho de 2019 at 15:40
    • Responder

    Caro alecrim dourado,
    Não é desdenhar da escola pública….mas o retrato que fiz, infelizmente, é verdadeiro…claro que podíamos analisar as causas e teríamos uma discussão de horas e chegaríamos à mesma conclusão. Sou professora desde 1997, contratada, em mais de 30 escolas, conheço bem a realidade que se tem vindo a degradar nos últimos anos de forma assustadora é preocupante e não é só devido ao blá blá da falta de autoridade dos professores ou da indisciplina, ou da matéria prima que é diferente dos colégios. Felizmente ou infelizmente, mas penso que é felizmente para mim que tenho as minhas filhas num dos melhores colégios do país, se não o melhor. Mas não me preocupo só com os meus….preocupo_me com o rumo que o país está a tomar. E não elas não têm boas notas graças às explicações dos profs do público, mas graças ao muito trabalho e exigência do Colégio em causa. Sem trabalho nada se consegue e não generalize nem os privados são todos maus, nem as escolas públicas são todas más…mas das 30 que conheço por dentro, provavelmente colocaria as minhas filhas em apenas duas, porque primam pela exigência…. daí terem mais procura é dão&se ao luxo de recusar matrículas, outras andam à caça aos alunos, são necessários para combater os horários zero. Daí, é bom que os meninos só tenham direitos, passem todos, pais satisfeitos…e assim vai o país…enquanto pensarem que é escola é ” meu quintal”…


  2. Realmente um professor que ganha o seu pão na escola publica, que defende a escola publica, achar-se sério e depois colocar as filhas num colégio privado é cá de uma coerência terrível. Só me lembra os politicos da 5 de outubro. É só escola publica para aqui escola publica para acolá e depois, colégio alemão ou enviam os filhos para Londres.

      • Alecrim Dourado on 19 de Junho de 2019 at 16:44
      • Responder

      Muitos dos professores da escola pública são obrigados a mandar os filhos para Colégios e de preferência para Colégios internos. Sabe porquê ? Porque não estão colocados em casa nem sequer nos 20 quarteirões mais próximos e muitas vezes nem numa só escola. Nos Colégios podem lá deixar os filhos desde as 6 horas da manhã até às 9 horas da noite. Crianças pequeninas a ficar ainda de noite nos colégios para os pais poderem trabalhar… é uma realidade. Quando já são mais velhos , têm lá os amiguinhos, não dá jeito e nem os pais desejam, estar a criar -lhes roturas psicológicas. O ambiente dos colégios é totalmente diferente do das escolas públicas . Os alunos dos colégios não são espertalhões nem se sabem defender da maldade. As explicações é que são necessárias e os pais têm mesmo que as pagar se quiserem que os filhos aprendam. Os professores das escolas públicas não têm direito a borla no primeiro dia de aulas e muito provavelmente os dos colégios ainda menos.

      • Ana Duarte on 19 de Junho de 2019 at 17:32
      • Responder

      É só demagogia é conversa de café. Deve ser daqueles que também acha que os de esquerda devem ser pobrezinhos! Mas eu já tinha dito uma vez que não comentava mais nada em blogues, porque, enfim…voltei a enganar_me…sejam todos felizes! É só o que desejo…

        • Ana Duarte on 19 de Junho de 2019 at 17:38
        • Responder

        Este comentário era para o Rui. Alecrim, agora concordo consigo…Ainda este ano andei este ano selecionei em três escolas (ao mesmo tempo, tudo para tempo de serviço) , e no meu currículo tenho algumas a mais de 400 kms de casa. Isto não é demagogia, é realidade, e não é das baixas notas da faculdade….se quis tive de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, é que nem só de esquerda caviar vive o país…mas daqueles que trabalham e que acham que com esforço e sacrifício se consegue subir no elevador social…

    • Romeu da Julieta on 21 de Junho de 2019 at 13:05
    • Responder

    Por acaso também sou daqueles que trabalharam noite e dia para estudar na faculdade e, claro, a média com que acabei foi baixa.
    Aos que se julgam melhores do que eu só porque acabaram com uns pontos a mais, pergunto-lhes se teriam sido capazes de fazer o que eu fiz para concluir a minha licenciatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog