O Marcelo não percebeu o Mário Nogueira…

Marcelo reage às críticas de Mário Nogueira:

“Se alguma acusação me foi dirigida, foi de ter favorecido os professores, assinala o Presidente da República”, que foi acusado por Mário Nogueira, da Fenprof, de não ser o Presidente de todos os portugueses. Sobre as críticas, diz que não entra em guerra com nenhuma classe profissional e que “há coisas que são incompreensíveis”.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/06/o-marcelo-nao-percebeu-o-mario-nogueira/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Manuel on 16 de Junho de 2019 at 22:58
    • Responder

    https://www.dn.pt/mundo/interior/prcosta-do-marfim-marcelo-apoh-coroado-chefe-tradicional-diz-que-seria-muito-pesado-ser-rei-11010309.html

    O rei do amor percebe tudo em africano, mas não em português?
    Está xoné…

    • Manuel on 16 de Junho de 2019 at 23:05
    • Responder

    Ch😉

    • Henrique on 17 de Junho de 2019 at 8:18
    • Responder

    Nao lhe fica bem.
    Em Portalegre não conseguiu evitar exteriorizar a falta de respeito que tem pelos professores..
    Marcelo já admitiu publicamente que tem reservas quanto à devolução do tempo de serviço, sugerindo que é anticonstitucional.
    Em maio, foi ele quem forçou Rio e Cristas a não aprovar a lei, refugiando-se num silêncio ruidoso e poluente.
    O folclore dos afetos é, como o próprio assume,um instrumento de letargia social.


  1. Marcelo num dia diz a verdade e o seu contrário. É o que temos!!!
    Marcelo, afilhado de Marcelo Caetano e filho do ex. governador geral de Moçambique antes do 25 de abril, teve hoje um comportamento lamentável, quando cumprimentou o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, nas cerimónias que decorrem em Castanheira de Pera, na evocação do lamentável incêndio no dia 17 de junho de 2017, onde morreram dezenas de pessoas.
    Ao cumprimentar o autarca, Valdemar Duarte, com um aperto de mão, puxou o braço do edil para si e por pouco não provou a sua queda. Porquê mudar a mudança do cumprimento entre pares??? Um par de estalos e dois ou três sopapos teriam sido mais apropriados. Assim ficamos na dúvida se o queria mesmo agredir.
    Marcelo, o Celinho das selfies, não é, nunca foi e nunca será tudo aquilo que a comunicação social nos mostra. Marcelo guarda. Não esquece. E na hora menos pensada… age de modo natural.
    Ou será que os professores portugueses acreditaram mesmo que eram os melhores professores do mundo???

    • Elvis on 17 de Junho de 2019 at 17:21
    • Responder

    Marcelo é um cata-vento e o Nogueira ninguém o percebe. Nem mesmo os verdadiros professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog