Professor com 69 Anos Procura Lugar no Quadro

Notícia em papel do jornal de notícias de ontem com dados do Blog.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2019/04/professor-com-69-anos-procura-lugar-no-quadro/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Ave Rara on 13 de Abril de 2019 at 12:31
    • Responder

    .
    Face a estes dados ainda dizem que há falta de Professores!….só pode ser anedota….dá-se um pontapé numa pedra e sai um professor.

    Não só não há falta de professores, como há é EXCESSO de formados em ensino como é o caso de professores primários, educadores da infância, professores de ginástica, professores da educação especialíssima….

    Quando nos jornais aparece em grandes parangonas que determinadas turmas estão sem professor isso tem a ver com outros aspectos como por exemplo a recusa de pequenos horários em meio urbano onde é necessário custear despesas de alojamento e/ou falta de alguns professores do ensino secundário onde o sector privado tem absorvido Licenciados/profissionais (historia, direito, economia, geografia, engenharia….)

    A conversa da falta de professores não passa de uma GRANDE TANGA.
    .

    • Grupo400 on 13 de Abril de 2019 at 22:15
    • Responder

    Eu, nem aos 69 vou entrar na carreira. Também sou docente do grupo 400. Tenho 43 anos. Profissionalizada desde 2001. Durante 10 anos candidatei-me a todo o país e nunca consegui um horário completo no meu grupo. Nos últimos 8 anos deixei de arriscar candidatar-me a todo o país (candidato-me até onde posso fazer uma viagem para poder estar com a minha família) mas isso tem-me colocado ainda mais distante nas listas de colocação pois, só consigo obter horários incompletos (sou uma das lesadas da Segurança Social). Nunca auferi mais que 600 euros/mês. Possuo mais habilitações (licenciatura, mestrado e pó graduações), faço formação contínua todos os anos mas sou descartada como lixo pelo Ministério da Educação.

      • Atónito on 14 de Abril de 2019 at 15:37
      • Responder

      .
      Cara colega

      Com todo o respeito faço-lhe uma pergunta: Acha que vale a pena continuar a investir na carreira docente?

      Quando alguém diz que possui “43 anos. Profissionalizada desde 2001. Nunca auferi mais que 600 euros/mês. Possuo mais habilitações (licenciatura, mestrado e pó graduações), faço formação contínua todos os anos…”

      Eu no seu caso só mesmo se não me fosse dada outra alternativa. Conheço um colega do grupo 400 que é Director de Recursos Humanos numa empresa privada e garanto-lhe que multiplica por dois dígitos os tais 600 euros/mês. Aliás esse colega já era professor do quadro quando abandonou o ensino para ir para o sector privado.
      .

    • José Silva on 14 de Abril de 2019 at 15:00
    • Responder

    Mas os professores descontam para a reforma ou para o funeral? Atendendo à disparidade entre polícias, GNR’s, militares e outras profissões é claro que Sócrates retaliou nos professores através do amigo Vieira da Silva que foi o amigo que mais i visitou na prisão em Évora. Pesquisem e perceberão com isto está mesmo ligado. Sócrates odeia tudo o que os professores representam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog