E Pode Ser Já Hoje?

… antes do jantar em família.

 

Governo pondera demitir-se por causa dos professores

 

Fonte do PS diz que a possibilidade tem estado a ser discutida dentro do executivo, dramatizando os custos financeiros de uma resposta aos professores.

O Governo tem estado a ponderar e tem discutido várias vezes a sua própria demissão caso seja forçado a dar, via Parlamento, uma resposta aos professores.

A garantia foi dada à Renascença esta terça-feira por um dirigente socialista próximo do primeiro-ministro António Costa, com o argumento de que a resposta que for dada aos professores terá de ser dada também a outras carreiras, o que é considerado pelo estado maior socialista como financeiramente “insustentável”.

Para responder à exigência dos professores de reposição total do tempo de serviço congelado, seriam necessários 630 milhões de euros, diz o executivo.

A mesma fonte garante que “é mesmo preciso dramatizar” esta questão, tendo em conta que esta tarde o Parlamento discute quatro apreciações parlamentares – uma do PCP, outra do Bloco de Esquerda, uma terceira do PSD e uma última do CDS – que respondem às reivindicações dos professores sobre a contagem do tempo de serviço.

A votação das apreciações parlamentares acontece amanhã, logo após o debate quinzenal dos deputados com o primeiro-ministro. Em vésperas do voto, fica assim dado o sinal às bancadas, quer da esquerda quer da direita, sobre os efeitos destas iniciativas caso sejam aprovadas.

Confrontado pela Renascença sobre os eventuais efeitos da demissão do Governo, e perante a proximidade das eleições europeias, marcadas para 26 de maio, a mesma fonte responde à Renascença que, “quem faz umas europeias, faz umas legislativas”. Ou seja: o PS e o Governo admitem, em último caso, fazer uma e outra eleição em simultâneo.

Esta opção coloca um problema ao executivo, uma vez que já não há prazo legal para convocar as duas eleições para o mesmo dia. Esse prazo é de 60 dias, em caso de demissão do Governo.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/04/e-pode-ser-ja-hoje/

8 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,


  1. …seria uma boa notícia, se não fosse fake!

    • Mondego on 16 de Abril de 2019 at 17:20
    • Responder

    Que vão para o raio que os parta

    • pretor on 16 de Abril de 2019 at 17:30
    • Responder

    Já vai tarde. Demita-se.

    • Augusto Castro on 16 de Abril de 2019 at 18:04
    • Responder

    Que se demitam. Ontem já era tarde.

    • Maria Silva on 16 de Abril de 2019 at 18:52
    • Responder

    Costa sabe que alguns ministros perderam as eleições estando contra os professores.
    Para não lhe acontecer, o mesmo que aconteceu ao Sócrates, o melhor é dar à “soleta”, mas não acredito .

    É ambicioso de mais , é a fingir!…

    • Rui Filipe on 16 de Abril de 2019 at 20:38
    • Responder

    Se for verdade, vou pôr uma velinha a Nossa Senhora do Sameiro

    • Antonio Manuel Pires de Carvalho on 16 de Abril de 2019 at 22:44
    • Responder

    ainda não se demitiram? Só podem estar a gozar.
    demissão já.

    • Cristi on 16 de Abril de 2019 at 23:03
    • Responder

    Isso era uma magnífica notícia…já vai tarde…vá pró c@#$%^

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog