Comparação dos números da 1.ª Prioridade

Logo após a publicação da Reserva de Recrutamento 2 (em 16 de setembro) fizemos a previsão das vagas a abrir pela norma travão em 2019/2020.

Nessa altura apontamos para uma abertura de 509 vagas. Fizemos essa distribuição por grupo de recrutamento e QZP e até indicamos quem reunia as condições para estar em 1.ª prioridade.

O ME com a portaria 72-C abriu mais lugares (542) do que aqueles que tínhamos previsto.

Não deveremos estar muito errados sobre aquilo que em setembro mostramos e o número de docentes que estão ordenados na 1.ª prioridade nas listas provisórias (446) mostram bem que em muitos casos as nossas previsões são mais corretas que as que vagas que foram abertas.

A verde estão assinalados as previsões mais próximas do número de docentes que estão provisoriamente na 1.ª prioridade.

 

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/04/comparacao-dos-numeros-da-1-a-prioridade/

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Joana on 13 de Abril de 2019 at 19:08
    • Responder

    Olhe Arlindo, tenho muita admiração pelo seu trabalho aqui no Blog, mas o que você está a fazer há uns dias na “caça” desenfreada aos “amarelos da primeira prioridade” é algo que lhe fica muito mal. O ano passado tantos vincularam assim, porque não os divulgou também….? Porquê…? Foi exatamente IGUAL. Estão desenas assim vinculados! E só este ano é que você insiste nisso?? Mas não vai ter sorte. Este ano, os “amarelos”, vão vincular também. Porque as regras são as mesmas. O decreto é o mesmo. Nada mudou. E se no ano anterior valeu, este ano irá valer também. Por muito que lhe custe……

    • Miguel on 13 de Abril de 2019 at 19:22
    • Responder

    Claro, este Senhor Arlindo deve é ser processado via Judicial dado que não tem que expor os candidatos, um verdadeiro cobarde que o ano passado a situação foi exactamente a mesma e este fdp continua nesta censura desenfreada a expor os candidatos. Digo lhe já que isto não fica assim…olhe bem pela sua sombra

    • César on 13 de Abril de 2019 at 23:01
    • Responder

    O artigo polémico do David Martins foi, na minha opinião, o episódio mais deprimente, PARCIAL e injusto publicado neste blog. E quem comanda estas publicações devia ter a hombridade de dizer que no ano anterior muitos candidatos vincularam da mesma maneira. E lhes foi validada essa vinculação. Vir este ano PUBLICAR A AMARELO O PERCURSO profissional recente dos prováveis vinculados deste ano….. num tom depreciativo…. foi absolutamente um gesto de muito mau gosto, na minha opinião.

    Não se faz.

    • Sofia on 13 de Abril de 2019 at 23:06
    • Responder

    Essa publicação pode facilmente ser punida por ação judicial. Falei com 4 advogados e a resposta foi precisamente igual….

    • Regina on 13 de Abril de 2019 at 23:56
    • Responder

    Já o meu caso conta para a diferença da previsão dos candidatos à 1ª prioridade, uma vez que, apesar de constar nas listas provisórias como candidato para a 1ª prioridade, passaram-me para a 2ª porque denunciei um contrato anual e iniciei outro anual, sem perder nenhum dia de serviço. Porém por ter dois contratos anuais no mesmo ano já não reuni as condições para estar na 1 ªprioridade.
    É com muita tristeza que vejo candidatos com horários temporários na 1ª prioridade e eu que nos 3 anos sempre tive horários anuais, estou na 2ª prioridade!
    Injustiça, não?
    A minha situação não está contemplada na estatística. Não tenho candidatura inválida, faço parte da 1ª prioridade na estatística provisória do blogue, mas estou na 2ª prioridade, por isso contribuo para a diferença entre a estatística e os nºs atuais.
    Menos uma candidato na 1ªprioridade!

    • Renato on 14 de Abril de 2019 at 0:15
    • Responder

    Nada disto era preciso se tivesse havido sempre equidade nos concursos, ou seja, os ‘amarelinhos’, como são apelidados, deveriam concorrer sempre em 3.ª prioridade, e ponto! Isso é que era justiça, podem vir cá com os argumentos que quiserem, mas serão sempre os ‘vossos’ argumentos, sim, porque por mais que tentem justificar a suposta igualdade, apenas justificarão a INJUSTIÇA que criaram!

    • Angela on 14 de Abril de 2019 at 13:51
    • Responder

    Meus caros colegas,

    O vosso problema é exatamente a falta de união e a tentativa de entrar nos quadros passando pelas pinguinhas da chuva. A questão da proteção de dados é meramente uma desculpa para que as pessoas não descubram as falcatruas que por aqui acontecem.
    Louvo o trabalho do arlindo e espero que o mesmo venha a acontecer com todos os colegas que foram ultrapassados por colegas com menos tempo de serviço. Darei os meus dados com toda a certeza de estar a lutar contra uma injustiça.
    Meus caros colegas, só com evidências é que conseguiremos lutar em prol da igualdade de direitos.
    Posto isto, deixem-se lá de destilar o vosso fel, insultando e ameaçando o responsável deste blog porque às tantas, o feitiço irá virar-se contra o feiticeiro e vocês é que terão que se desvincular por ausência de provas a vosso favor. Tenham vergonha na cara!
    Um último parênteses para o Arlindo: FORÇA, FORÇA, FORÇA QUE O 25 DE ABRIL NÃO ACONTECEU PARA OS ACÉFALOS QUE POR AQUI ANDAM A DENEGRIR AS PESSOAS DE BEM!

    25 DE ABRIL: UM GRITO PARA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO: JE SUIS PROFESSEUR, DE NOS JOURS ET POUR TOUJOURS!

    Um abraço em prol do azedume!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog