25 de Fevereiro de 2019 archive

Eu Resumia Isto Num Único F…de Lixados

Leiam e assustem-se…
É esta máfi@ que governa a República das Bananas.

Os quatro F que apoiam Tomás Correia no Montepio: Futebol, Fado, Fátima e a alínea f – ECO

 

Quem tem medo de Tomás Correia? – ECO

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/eu-resumia-isto-num-unico-f-de-lixados/

Nos 20 anos desde a entrada em vigor da moeda única europeia, cada português ficou cerca de 41 mil euros mais pobre

Quando perdeu cada português com a introdução do euro? ‘Think Tank’ alemão calcula impacto – O Jornal Económico

Nos 20 anos desde a entrada em vigor da moeda única europeia, cada português ficou cerca de 41 mil euros mais pobre (ou teve um impacto negativo nesse montante), de acordo com um estudo do think-tank alemão Centre for European Policy, publicado esta segunda-feira.

No estudo “20 Years of the Euro: Winners and Losers”, os economistas Alessandro Gasparotti und Matthias Kullas concluíram que a Alemanha foi o país que mais beneficiou do impacto do euro por habitante, com cada alemão a ter beneficiado cerca de 23 mil euros. No extremo oposto da tabela e atrás de Portugal, estão França e Itália, com um impacto negativo de cerca de 56 mil e 74 mil euros por habitante, respetivamente.

“Portugal beneficiou apenas marginalmente do euro nos primeiros anos após a sua introdução. Nos anos seguintes, o euro levou cada vez mais a perdas de prosperidade”, explicam os economistas, que apontam para uma maior perda global na zona euro. “Agregado, deu origem a uma queda na prosperidade de 424 mil milhões de euros no total ou 40.604 per capita”.

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/nos-20-anos-desde-a-entrada-em-vigor-da-moeda-unica-europeia-cada-portugues-ficou-cerca-de-41-mil-euros-mais-pobre/

Crianças de Vila do Bispo ganham prémio nacional de educação financeira

Crianças de Vila do Bispo ganham prémio nacional de educação financeira

O projeto “Sonhamos e … rimos”, da sala 2 do Jardim de Infância de Vila do Bispo, venceu o prémio nacional de educação financeira “Todos Contam”.O concurso “Todos Contam” distingue os melhores projetos de educação financeira a implementar nas escolas portuguesas no ano letivo 2018/2019 e é promovido pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e pelo Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação e da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/criancas-de-vila-do-bispo-ganham-premio-nacional-de-educacao-financeira/

Escolas obrigadas a encerrar por reforço insuficiente de auxiliares

Escolas obrigadas a encerrar por reforço insuficiente de auxiliares – Correio da Manhã

Falta de funcionários faz com que estabelecimentos sejam obrigados a fechar portas.

Os 1067 funcionários que o Governo anunciou que vai contratar para as escolas não chegam para colmatar as carências, avisam os diretores.

“Estou em crer que não serão suficientes. É uma medida positiva mas insuficiente”, refere Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (Andaep), que efetuou um inquérito sobre a falta de auxiliares nos 811 agrupamentos do país. Os resultados serão anunciados em breve: “cerca de 200 agrupamentos responderam, o que permitirá extrapolar para a realidade a nível nacional”.

Na Escola Básica do Santo Condestável, Lisboa, os pais queixam-se de que chega a haver uma auxiliar para 230 alunos. Na EB1 Vale de Alcântara, Lisboa, a escola já teve de encerrar quando faltou uma auxiliar para vigiar 80 crianças. Ambas pertencem ao agrupamento Manuel da Maia, que recusou prestar esclarecimentos.

Continue a ler

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/escolas-obrigadas-a-encerrar-por-reforco-insuficiente-de-auxiliares/

Professores Revolucionam luta: “20 valores para todos”

Mas isso é por França onde a luta é a sério e não há cá contemplações. Por cá os professores não podem, porque, imediatamente, surgem os defensores da justiça de todos os outros menos dos professores.

Continuem a brincar às lutas do proletariado  e qualquer dia ganham o ordenado mínimo.

 

“20 valores para todos”: professores franceses em protesto dão notas máximas aos alunos

Todos os alunos recebem 20 valores, a nota máxima. Pelo menos é isso que os professores franceses têm inserido no sistema informático. Na sala de aula, no entanto, as avaliações verdadeiras são apontadas nos trabalhos e nos testes, assim como é dito a cada um dos jovens. A ideia é a de “bloquear o sistema” porque professores e alunos estão em protesto contra as mudanças nos exames nacionais que dão acesso ao ensino superior.

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/professores-revolucionam-luta-20-valores-para-todos/

Vou Ficar à Espera Sentado – Professores. Bloco avança com apreciação parlamentar se tempo integral não for contado

Professores. Bloco avança com apreciação parlamentar se tempo integral não for contado – Renascença

 

Negociações entre Governo e sindicatos de professores motivam confronto entre deputada Joana Mortágua e o ministro da Educação.
O Bloco de Esquerda avançará com uma apreciação parlamentar se o Governo produzir legislação que não contemple a contagem total do tempo de serviço dos professores.

O parlamento tem capacidade de intervenção e essa capacidade, no caso da bancada do Bloco de Esquerda, vai traduzir-se numa apreciação parlamentar ao decreto-lei que não reconhecer o tempo integral de serviço aos professores, como é justo”, avisou, esta sexta-feira, no parlamento, a deputada Joana Mortágua.

A deputada bloquista defende que a reposição pode ser faseada no tempo, como aconteceu nas Regiões Autónomas: “Se foi possível nos Açores e se foi possível na Madeira, porque é que não será possível negociar o mesmo com o senhor ministro?”

Na reacção o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, acusou Mortágua de estar a tentar ameaçar o Governo: “Eu entro nas negociações sem nenhum tipo de ameaça.”

Brandão Rodrigues disse ainda que o Bloco de Esquerda está a colocar em causa a “boa-fé” do Governo nesta negociação, advertindo: “A minha boa-fé negocial não é fazer aquilo que a senhora deputada gostava que eu fizesse.”

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/vou-ficar-a-espera-sentado-professores-bloco-avanca-com-apreciacao-parlamentar-se-tempo-integral-nao-for-contado/

As baixas expectativas do Costa nas negociações com os Sindicatos

 

Nada que não se esteja à espera. Com declarações como esta, adivinha-se a intransigência por parte do governo em não ser justo com os professores.

Despachem o triste espetáculo e sigam para tribunal.

Negociações com professores. Costa baixa expectativas

O primeiro-ministro vê com baixas expectativas um eventual acordo entre o Governo e os professores. No dia em que são retomadas as negociações por causa do tempo de serviço congelado, António Costa regista a intransigência dos sindicatos.

“Eu acho que as declarações do senhor Mário Nogueira foram muito… enfim, deixaram-nos pouca esperança de que a postura negocial seja diferente daquela intransigência que tem caracterizado a postura sindical sobre este tema e, portanto, se houver intransigência, há coisas em que não nos podemos substituir aos sindicatos

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/as-baixa-expectativas-do-costa-nas-negociacoes-com-os-sindicatos/

Despacho de Tolerância de Ponto no Carnaval

Despacho n.º 1890-A/2019 – Diário da República n.º 39/2019, 1º Suplemento, Série II de 2019-02-25 120108030

Presidência do Conselho de Ministros – Gabinete do Primeiro-Ministro

Concede tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e nos institutos públicos, no dia 5 de março de 2019

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/despacho-de-tolerancia-de-ponto-no-carnaval/

Estão abertas as hostilidades…

A intransigência para uns é a justiça de outros…

 

Governo apreensivo com ultimato de Mário Nogueira

Na véspera do arranque de nova ronda negocial entre o Governo e os professores, Mário Nogueira mostrou “intransigência”. O executivo afirma-se com “grande apreensão”.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2019/02/estao-abertas-as-hostilidades/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog