10 de Março de 2018 archive

É incontornável outra manifestação como a 08/03/08…

 

Há precisamente um ano escrevi um artigo intitulado, Teremos outro 08/03/08? (que já só é uma memória).

Com 10 anos passados sobre uma data memorável, a Luta dos professores por uma carreira digna continua ativa. As motivações são outras, mas os professores ainda se sentem um dos alvos preferenciais de qualquer governo ou solução governativa, por isso, continuam a ver-se obrigados exercer um papel cívico na sociedade, o da luta por direitos laborais.

Hoje, como há um ano, continuo a verificar, com revolta, que aquela batalha não foi mais do que isso, uma batalha. Muitas mais se perfilam nesta guerra. Na altura, a união foi a palavra de ordem, os professores uniram-se à volta de objetivos comuns. Hoje voltam a ter esses objetivos comuns, a carreira está novamente em risco. Mais de metade da classe docente arrisca-se a nunca, repito, NUNCA alcançar os escalões mais altos da carreira. Aqueles que ainda alcançarão algum desses escalões, verão a sua carreira dilatada para, ainda, o conseguirem. Os que já lá se encontram, já lá devia estar faz muito.

Por estes dias, as conversas de sala de professores têm assuntos comuns de norte a sul, o recenseamento, a eventual subida, ou não, de escalão e a possibilidade, mais do que justa, da recuperação do tempo de serviço congelado. Os sindicatos voltaram a unir-se, ou coisa que o valha, e, como na altura, falam a uma só voz. Os comunicados, embora diferentes, apontam um só caminho. Aparentemente, tudo aponta para que se possa organizar uma tomada de posição semelhante à de 2008. Para isso, as organizações sindicais terão que fazer o seu papel, como no passado, terão que convocar toda a classe docente à luta e promover a sua participação, tal como fizeram então.

Há dez anos passaram pelas avenidas de Lisboa 100.000 manifestantes. Se fosse hoje quantos estariam dispostos a ir até Lisboa demonstrar o seu descontentamento e revolta pela forma como, mais uma vez, estão a tratar os professores?

Pelo que tenho assistido, pelo que tenho ouvido, ao contrário do que os corneteiros da má ventura por aí apregoam, o número de manifestantes seria avassalador. Não digo que seria o mesmo, ou superior, mas seria mais um marco da luta docente.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2018/03/e-incontornavel-outra-manifestacao-como-a-08-03-08/

Cartoon do dia – É a Greve… que dá a Voz! – SDPA

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2018/03/cartoon-do-dia-e-a-greve-que-da-a-voz-sdpa/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog