Afinal os Psicólogos Entram na Renovação dos Contratos

… de acordo com as seguintes orientações enviadas às escolas.

Agora o rácio de 1 Psicólogo para cada 1.100 alunos é que não parece estar garantido para o ano letivo 2017/2018, infelizmente.

 

Emitem-se os seguintes esclarecimentos relativamente ao Despacho da Senhora Secretária de Estado Adjunta e da Educação de 11 de agosto de 2017, sobre a  renovação dos contratos de técnicos especializados:

 

  1. O Despacho permite a renovação de todos os contratos de técnicos especializados que são contratados, através de contratação de escola, ao abrigo do n.º 3 do artigo 38.º, do Decreto-lei n.º 132/2012, de 27 de junho;
  2. A renovação pode ocorrer desde que:

i)  a necessidade se mantenha nos mesmos termos do ano anterior (ou seja, em horário anual e completo);

ii)  o Técnico tenha tido no ano letivo 2016/2017 um horário anual e completo (ou seja, correspondente a 35 horas e iniciado até ao último dia do início do ano letivo);

iii)  ambas as partes – AE, através do seu Diretor, e Contratado – concordem expressamente;

  1. No caso em que o horário completo seja realizado em dois ou mais AEs, desde que ao abrigo de um único contrato, a renovação desse contrato tem de ocorrer por vontade expressa de todos os AEs envolvidos e do Contratado (caso dos psicólogos);
  2. O Despacho aplica-se aos AEs TEIP e aos AEs com contrato de autonomia. (ver aditamento em baixo)
  3. Quando, em virtude da não verificação de alguns dos requisitos a que se refere o ponto 2., não haja renovação do contrato, a celebração de novos contratos é efetuada como nos anos anteriores, nos termos do artigo 38.º, n.º 3, do Decreto-lei n.º 132/2012, de 27 de junho, sendo disponibilizada a plataforma da DGAE para o efeito a partir do dia 17/8, inclusive.

 

 

Com o seguinte aditamento:

 

Em aditamento ao email anterior sobre o assunto em epígrafe, informa-se que no esclarecimento sobre o despacho da renovação dos técnicos especializados, no ponto 4, quando se refere aos AEs TEIP e aos AEs com contrato de autonomia quer-se dizer que se aplica também a esses AEs. Ou seja, aplica-se a todos os AEs.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2017/08/afinal-os-psicologos-entram-na-renovacao-dos-contratos/

12 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Valha-me Deus on 16 de Agosto de 2017 at 18:38
    • Responder

    .
    Psicólogos nas Escolas é para esbanjar Dinheiro Público (dinheiro dos Contribuintes) para gerar emprego artificialmente.

    Nas Escolas são necessários professores e nada mais.

    As Psicólogas só se for para fazerem passagem de modelos no bar dos professores.
    .

      • e era on 16 de Agosto de 2017 at 19:23
      • Responder

      Eu sou a favor da liberdade de expressão… mas às vezes sou tentad@ a esquecer-me disso.

      Haja paciência para tanta estupidez junta!

      • Ana Marques on 16 de Agosto de 2017 at 20:36
      • Responder

      Espero que a Valha-me Deus não seja professora, pois não queria que os meus filhos tivessem pessoas destas como referência. Nem Deus lhe pode valer!

      • Mónica on 16 de Agosto de 2017 at 22:13
      • Responder

      Valha-me Deus.
      Como cristã, nem sei como descrever o que senti ao ler as suas palavras evocando o nome do Senhor.
      Sou psicóloga educacional há 16 anos (trabalho precário! )e nos últimos anos, tenho sido, literalmente, uma escrava da minha profissão. Porquê? Porque trabalho com:
      – alunos com NEE (se não sabe o significado pesquise!)
      – alunos com problemas comportamentais/emocionais (não vou perder tempo a explicar-lhe; pesquise “o saber nao ocupa lugar”)
      Faço :
      – orientação vocacional e profissional a toda a comunidade escolar (se não sabe o que é; pesquise!)a todas as turmas de 9°ano obrigatoriamente e sempre que possível 12°
      – Formação creditada para toda a comunidade escolar (docentes e não docentes)
      – articulação com entidades parceiras e encarregados de educação e direção do agrupamento e outros tecnicos envolvidos nos casos e diretores de turma e professores titulares de turma e professores que não sabem com lidar com alunos problemáticos ou ensinar-lhes (nee)
      JÁ AGORA IMPORTA REFERIR QUE SOU A ÚNICA NESTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS COM UM CONTRATO ANUAL DE 18 HORAS SEMANAIS E MUITAS DAS NOITES PASSO-AS A PREPARAR SESSÕES E A FAZER RELATÓRIOS DE AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA
      Não nos coloque a todas no mesmo saco!
      Não substime a minha profissão! (Tenho ajudado muitos alunos, professores e pais)!
      Não lho admito nem a si nem a ninguém que fale dessa maneira sobre o papel do psicólogo na escola.
      Que Deus permita que nunca precise dos serviços de um psicólogo , excepto orientação vocacional!

        • Santo Sacramento on 16 de Agosto de 2017 at 23:00
        • Responder

        “Tenho ajudado muitos alunos, professores e pais)!”

        Não me diga que nesse Agrupamento está tudo com os fusíveis queimados.

    • Edgar Seia on 16 de Agosto de 2017 at 19:16
    • Responder

    Haverá assim tantos que tenham iniciado funções até ao último dia do início do ano lectivo?

    • Edgar Seia on 16 de Agosto de 2017 at 19:17
    • Responder

    Ah e aquele comentário vai ser a paródia do dia das redes sociais.

    • Romeu on 16 de Agosto de 2017 at 22:40
    • Responder

    Qualquer dia transformam as Escolas em Hospitais de Tolinhos. O recrutamento de Psicólogos deve ser com esse objectivo.

    Pensando melhor, posso referir a minha experiência pessoal. No meu Agrupamento está lá uma psicóloga que preenche uns papeis com umas Tretas de lana caprina e é este o trabalho da referida “técnica”.

    Para preencher mais uns papeis julgo que os professores também são capazes de o realizar e até com muito mais conhecimento de causa.

    Se o objectivo é criar mais uns postos de trabalho na Função Pública para os CONTRIBUINTES pagarem acho que sim….estamos no caminho certo….

      • Edgar Seia on 16 de Agosto de 2017 at 22:51
      • Responder

      POR-TU-GAL! POR-TU-GAL!

    • Por Amor de Deus on 16 de Agosto de 2017 at 22:53
    • Responder

    Antes da Abrilada não existiam Psicólogos nas Escolas, existiam sim Médicos e pessoal de enfermagem. Estes sim, são de extrema importância.

    Isto dos psicólogos nas escolas só com o Eduquês a funcionar em pleno. Servem para preencher mais uns formulários para dar um ar sério à coisa.

    Quanto ao primeiro comentário e sobre a «passagem de modelos» nas Salas de Professores dou o meu total apoio porque estive numa Escola que a Psicóloga era cá um TRAÇO…..até me babava todo quando ela passava…. Ainda lhe disse que precisava de apoio psicológico…..mas ela andava ocupada com outros incêndios.

    Eu quando li isto dos psicólogos nas escolas até me deu vontade de rir. Mandem essa malta para Pedrogão Grande dar o dito apoio psicológico aos velhinhos. Eles como não tem com quem conversar aproveitam a chamada «conversa da treta» dos ditos cujos.

    • Anita on 17 de Agosto de 2017 at 18:11
    • Responder

    Há gente muito “marada”… se fossem ao psicólogo provavelmente seriam mais felizes!

      • Marados on 17 de Agosto de 2017 at 19:36
      • Responder

      .
      Precisamos de uma psicológica urgentemente……
      .
      http://1.bp.blogspot.com/-VfSGIyvrcdM/TqknuBhCjnI/AAAAAAAAAUA/XRXcoT65v1E/s1600/image003.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog