Julho 2017 archive

Ainda Não Vi os de 2017 e Já Falam nos Psicólogos de 2018

Verbas comunitárias vão permitir cem novos psicólogos para escolas em 2018

 

 

O Programa Operacional Capital Humano (POCH), de fundos comunitários destinados a promover a formação e qualificação, volta a abrir concurso para a contratação de psicólogos nas escolas em 2018, com o objetivo de integrar cem novos profissionais.

 

 

Os cem novos psicólogos, adiantou o POCH, devem chegar às escolas no ano letivo de 2018-2019, e acrescem aos 200 que devem ser contratados já em 2017-2018, também ao abrigo deste programa de gestão de verbas comunitárias, que disponibiliza sete milhões de euros para a contratação dos 200 novos profissionais.

Não está ainda determinada a verba que será alocada à contratação de 100 psicólogos a partir de 2018-2019.

As verbas disponibilizadas vão assegurar o pagamento dos ordenados dos psicólogos.

Sobre o concurso que já aprovou a contratação de 200 psicólogos, divulgado este mês, o POCH esclareceu que foram aprovados quatro milhões de euros de despesa total para a integração, até ao final de 2018, de 108 psicólogos em escolas da região norte, 1,9 milhões para integrar 52 psicólogos em escolas da região centro e 1,5 milhões para 40 novos profissionais para o Alentejo.

“A integração de 200 novos psicólogos em escolas públicas visa apoiar o desenvolvimento psicológico dos alunos, a melhoria da sua orientação escolar e profissional, bem como o apoio psicopedagógico às atividades educativas e ao sistema de relações da comunidade escolar”, explicaram os técnicos do POCH.

O objetivo central do reforço da rede de psicólogos é a prevenção do abandono escolar precoce e do absentismo, através do diagnóstico das dificuldades que afetam a aprendizagem, de modo a agir atempadamente, identificando e analisando as causas do insucesso escolar e propondo medidas para o reduzir.

A falta de psicólogos nas escolas portuguesas tem sido reiterada, tanto pela comunidade educativa como pela Ordem dos Psicólogos, que em abril estimou que seriam necessários 500 profissionais nos estabelecimentos de ensino.

Na altura, o bastonário da Ordem dos Psicólogos revelou que estava já prevista a contratação de 200 profissionais no âmbito do POCH, sublinhando que com estas integrações o rácio nas escolas passaria dos atuais 1/1.700 para um psicólogo para cada 1.100 alunos.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/ainda-nao-vi-os-de-2017-e-ja-falam-nos-psicologos-de-2018/

Como Reclamar do Indeferimento da MPD

Informação deixada neste artigo, aqui.

 

 

Consegui ser atendida pelo CAT. Quem tenha documentos a juntar ou coisas a corrigir, em princípio segue isto: pede reapreciação do pedido de MPD, dirigido à Srª Directora-Geral, expõe a situação e anexa TUDO de novo. o e-mail é dsci@dgae.mec.pt. Com celeridade, foi-me pedido.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/como-reclamar-do-indeferimento-da-mpd/

Nota Informativa: PROCESSAMENTO DE AJUDAS DE CUSTO E DE TRANSPORTE

 

Sejam desprendidos. O dinheiro não traz felicidade. Não exijam o que vos é devido…

Fica a ultima Nota informativa sobre ajudas de custo para que possam exigir aquilo que é vosso por direito.

 

Download do documento (PDF, 477KB)

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/nota-informativa-processamento-de-ajudas-de-custo-e-de-transporte/

O Indeferimento Mais Comum na Mobilidade Por Doença (A09)

Um entre muitos e-mails que me chegaram sobre o mesmo motivo de indeferimento da Mobilidade Por Doença.

É incompreensível que as declarações da Junta de Freguesia sejam um dos principais motivos deste indeferimento, quando as declarações de este anos são exactamente iguais às dos anos anteriores. Quem amanhã souber dar resposta a esta docente deixe aqui na caixa de comentários.

 

 

Verifiquei na minha pagina do sigrhe que o meu pedido de Mobilidade por doença foi indeferido. O Ministério alega o seguinte:

 

Especificamente, não sei o que não está em conformidade pois a situação é igual à do ano transacto e ano passado veio deferido.

Como sei o que está mal para corrigir e reclamar? para onde reclamar? Qual o prazo? De certeza que tenho de pedir outra declaração à Junta de Freguesia, não?

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/o-indeferimento-mais-comum-na-mobilidade-por-doenca-a09/

O Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória

Já disponível no site da Direção-Geral da Educação.

Clicar na imagem para aceder ao documento.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/o-perfil-dos-alunos-a-saida-da-escolaridade-obrigatoria-2/

Sobre a Aplicação de Apoio Ao Concurso

… criada aqui no blogue, em parceria com o João Carlos Fonseca.

Agradeço o vosso Feedback a dizer se tem sido um bom auxílio para o vosso concurso.

 

Para acederem ao site que apoio na manifestação de preferências clicar aqui.

 

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/sobre-a-aplicacao-de-apoio-ao-concurso/

Como Não Pode Haver Duas Mobilidades em Simultâneo…

O mais certo é que os docentes QZP e quem não tem o mínimo de 6 horas de componente lectiva na escola de provimento não tenham de concorrer à Mobilidade Interna, no caso de terem tido a Mobilidade por Doença deferida.

Mas o melhor é aguardarem pela Nota Informativa da Mobilidade Interna para confirmarem o que aqui digo.

 

Lembro que os docentes que tenham pedido Mobilidade por Doença estão sujeitos ao disposto no número 5 do Despacho n.º 9004-A/2016, de 13 de Julho.
 

5 — Sem prejuízo do disposto no número anterior, é atribuída componente letiva quando a mobilidade tenha por fundamento a situação de doença do cônjuge, pessoa com quem vivam em união de facto, filho ou equiparado, ou parente ou afim no 1.º grau da linha reta ascendente, ou sempre que a situação da sua própria doença o permita.

 
Apenas no caso da doença do docente colocado em MPD não o permitir é que não será atribuída componente lectiva. Nos restantes casos poderá ser sempre atribuída componente lectiva que poderá inviabilizar muitos pedidos de horários das escolas.

No caso de terem o pedido indeferido devem reclamar da decisão o quanto antes.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/como-nao-pode-haver-duas-mobilidades-em-simultaneo/

Mobilidade Por Doença 2017 – Notificação

 

Verifiquem os mails…

 

Exmo.(a) Sr.(a) Professor(a),

Informa-se V. Ex.ª que no âmbito da Mobilidade por Doença para o ano letivo 2017/2018, nos termos do Despacho n.º 9004-A/2016, de 13 de julho, se encontra disponível a decisão do procedimento na aplicação SIGRHE, em Situação Profissional > Mobilidade por Doença 2017/2018 > Resultado.

 

Com os melhores cumprimentos,

A Diretora-Geral da Administração Escolar

Maria Luísa Oliveira

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2017/07/mobilidade-por-doenca-2017-notificacao/

Load more

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog