A FNE explica no seu comunicado a que estão obrigados os professores em serviços mínimos

 

Serviços mínimos não diminuem exigências dos Professores

O Colégio Arbitral decidiu, por maioria, estabelecer serviços mínimos para o dia da greve marcada pela FNE para o dia 21 de junho próximo.

A FNE respeita a decisão do Colégio Arbitral, apesar de não concordar com a sua aplicação.
No quadro da decisão deste Colégio Arbitral, deverá ser garantido um conjunto de condições:

  1. Receção e guarda dos enunciados das provas de aferição e dos exames nacionais em condições de segurança e confidencialidade – um docente;
  2. Vigilância da realização dos exames nacionais – dois docentes (vigilantes) por sala;
  3. Vigilância das provas de aferição – um docente vigilante por sala
  4. Cumprimento das tarefas do professor coadjuvante – um docente por disciplina, e
  5. Cumprimento do serviço de secretariado de exames, pelo número de docentes estritamente necessário.

Apesar da definição dos serviços mínimos, os docentes portugueses que não forem chamados para assegurar os serviços mínimos estarão em greve em relação a todo o restante serviço docente, atividades letivas e não letivas que lhes estiverem distribuídas para esse dia.
A determinação de serviços mínimos no dia da greve não diminui as razões da enorme insatisfação dos professores.

Esta greve visa demonstrar ao Governo e particularmente ao Ministério da Educação a enorme insatisfação dos docentes portugueses em relação à ausência de medidas concretas de valorização do trabalho profissional docente, e isto apesar das expetativas que foram sucessivamente criadas em relação a inúmeros problemas sucessivamente identificados e sucessivamente adiados.

Da parte da FNE, continua a haver total disponibilidade para, em diálogo construtivo com o Ministério da Educação, encontrar soluções que visem eliminar aquela insatisfação, estranhando-se que, até este momento, e apesar das afirmações públicas do Primeiro-Ministro e do Ministro da Educação, a aposta no diálogo esteja ainda sem qualquer iniciativa governamental.

Tão pouco se considera que constituam resposta suficiente as afirmações que o Ministro da Educação fez na reunião que manteve com a FNE no passado dia 6 de junho, como aliás na altura muito claramente foi referido.

Como se tem vindo a assinalar, é fundamental que o próximo ano letivo abra com a garantia, para todos os docentes portugueses, de que há aspetos essenciais da sua carreira e das suas condições de trabalho que são significativamente alterados.

A não haver resposta aos problemas identificados como mais significativos, não haverá outra alternativa que não seja a marcação de novas iniciativas de contestação que demonstrem a necessidade de serem adotadas medidas que respondam à exigência de valorização dos docentes, com expressão nas suas condições de trabalho e no desenvolvimento da sua carreira.

 

Lisboa, 16 de junho de 2017
O Departamento de Informação da FNE

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2017/06/a-fne-explica-no-seu-comunicado-a-que-estao-obrigados-os-professores-em-servicos-minimos/

13 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Pedro on 16 de Junho de 2017 at 22:49
    • Responder

    Mas não seria mais vantajoso fazer greve às avaliações finais?


    1. Concordo contigo a 100%. Como fizemos da outra vez, mas desta não queria ser outra vez vendido por coisa nenhuma que foi o que aconteceu nessa altura.

      • Lena on 16 de Junho de 2017 at 23:49
      • Responder

      Pelo que percebo pode fazer-se greve às reuniões de avaliação.

      • Serviços mínimos on 16 de Junho de 2017 at 23:56
      • Responder

      Por acaso leram a legislação que prevê serviços mínimos para os exames?
      Se a lerem vão verificar que a mesma também prevê serviços mínimos para as reuniões de avaliação.
      O que acham que aconteceria se fosse marcada uma greve prolongada as reuniões de avaliação?

        • Serviços Minimos on 17 de Junho de 2017 at 12:04
        • Responder

        A mim preocupa-me muito a questão dos Serviços Mínimos.

        O que se entende por SERVIÇO MÍNIMO?

        Será que posso Fazer Greve ou só posso Fazer o Que Fiz Até Agora?

        Isto é um DILEMA!…

        Sinto-me cansado….isto do SERVIÇO MÍNIMO é muito cansativo….
        https://www.queridasaude.com.br/wp-content/uploads/2016/04/homem-sentado-em-vaso-sanitario-com-dificuldade-em-defecar.jpg

          • João Dias Silva on 17 de Junho de 2017 at 12:12

          É pá!…O João Dias da Silva e o Camarada Nogueira estão na bicha ….vê se te despachas….há aqui mais malta à espera……ou fazemos a greve de dia 21 de junho ou NÃO FAZEMOS GREVE NENHUMA e assim o vencimento desse dia já dá para o Papel Higiénico.

          Sim!…Isto de perder 1 dia de salário coloca em perigo o WC….e os próximos rolos de papel higiénico….

          ………..perder o salário do dia de greve!…Era só o que faltava…..

          Chiçaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…..


  1. Ou seja, o efeito da greve é ZERO. Acabem com as vinculações extraordinárias e pode ser que tenham uma maioria a apoiar a greve, de outra forma só terão os cotas do costume, diz que não chegam, já ninguém lhes faz caso com a conversa do costume.


    1. .

      Os mais novos que se lixem.

      Os CONTRATADOS que se lixem.

      O que queremos é mais regalias para os que já estão no Sistema

      Acabem com as vinculações extraordinárias
      .

    • anonimo on 17 de Junho de 2017 at 9:40
    • Responder

    Há anos que nenhum ministro cedeu como este tem cedido e, ainda por cima vão fazer greve? Lamentável.
    Felizmente, há muitos professores com bom senso que NÃO VÃO FAZER GREVE.

      • Anonimo on 17 de Junho de 2017 at 11:58
      • Responder

      :::::
      :::::::::::::::::
      ::::

      Só fazem greve as BÁBÁS e os PROFESSORES PRIMÁRIOS fazerem a GREVE AOS EXAMES.

      :::::
      :::::::::::::::::
      ::::

    • coeh on 17 de Junho de 2017 at 11:45
    • Responder

    greve inútil !
    https://duilios.wordpress.com/2017/06/17/nao-acredito-nesta-greve/


    1. Vamos Brincar ao Fungagá da Bicharada
      …..

      https://www.youtube.com/watch?v=q0ywMLaaiG4


    2. ::::
      :::::::::::::::::
      ::::

      Só FAZEM GREVE aos exames as BABÁS e os PROFESSORES PRIMÁRIOS

      :::::
      :::::::::::::::::
      ::::

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog