Todos?

Não!!!.

Os professores são uma casta especial.

De fora, ficam os professores, porque se encontram abrangidos por um concurso de vinculação extraordinária.

 

Todos os precários serão avaliados para poder entrar para o Estado

 

 

Governo promete aos sindicatos que todos os processos serão avaliados. UGT saiu agradada. Quadros Técnicos recusam definir quem é precário. Frente Comum propôs afixação de lista que Executivo rejeitou

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2017/04/todos-2/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • era_o_que_faltava on 25 de Abril de 2017 at 19:23
    • Responder

    E parece que quanto mais levam, mais gostam! Os professores foram mesmo fisgados pela ala socrática. Primeiro foi a aposentação, agora a história de ficarem de fora… é lindo ser professor… desde que não dê aulas. E foi precisamente por aqui que eles deram a volta à classe docente, compraram votos e paz dando às escolas um belo bolo para componente não lectiva. A componente não lectiva (que permite que milhares ganhem como professores sem dar uma só aula) foi a chave para fazerem dos verdadeiros professores o que querem.

  1. 我只想默默的拜读您的博客!

  2. este momento, quase todos os docentes do 1º ciclo tem habilitações para lecionar nos ciclos seguintes. Com a extinção do regime especial de aposentação, quem de bom senso não muda de ciclo, e de grupo de recrutamento? Seremos pois provavelmente os últimos a terminar carreira no 1º ciclo, completamente dessintonizados com um passado recente, em que colegas se retiraram com menos de sessenta anos. Nós que já não podemos mudar, não queremos ser “avós” dos alunos do 1º ciclo, porque pais e alunos já não nos olham como antigamente, em que ser ancião era sinal de respeito e sabedoria. [ 57 more words ]
    https://duilios.wordpress.com/…/26/os-avos-do-primeiro-ciclo

    • Carlos Gonçalves on 27 de Abril de 2017 at 11:13
    • Responder

    E como ficam os colegas a trabalhar nos centros de formação do IEFP?

    Alguns trabalham lá à mais de 10 anos a recibos verdes.

    Se o projeto de lei (ou portaria) for em frente, poderão ser excluídos, pois a sua carreira na função publica foi contemplada com a vinculação extraordinária… (apesar de, à partida, estarem excluídos dessa vinculação) e pelas regras para a restante função publica, são excluídos por causa da vinculação extraordinária!

    Porque não lhes deixam aceder uma carreira de formador?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: