330 mil funcionários sobem na Função Pública

 

Não sei se os professores estão incluídos. A noticia na versão digital só refere os funcionários que têm 10 pontos, ou seja, os avaliados com o Siadap. Esta medida, tardia, irá ter custos anuais de 200 milhões de euros. Muito pouco para aquilo que o estado ganhou nestes 10 anos… Resta que, quem leu a noticia em papel ou sabe mais alguma, nos diga mais alguma coisa… Sempre é uma esperança…

 

Créditos CM

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2017/04/330-mil-funcionarios-sobem-na-funcao-publica/

1 comentário

    • era_o_que_faltava on 2 de Abril de 2017 at 12:46
    • Responder

    Por aqui percebe-se melhor a lógica das negociatas com os sindicatos. São uns Santos: http://www.dn.pt/portugal/interior/o-sindicalista-do-be-reformou-se-mas-foi-um-bocadinho-iludido-5765024.html
    Se a isto juntarmos o que vem nos jornais (e os jornais ainda estão obrigados à verdade) percebemos porque os professores foram discriminados quer na aposentação, quer na progressão na Carreira (que mais parece uma idílica camioneta que levará os anjos ao céu). Sim, se lerem o que vai no Ministério de Vieira da Silva, do rácio chefes/funcionários, dos dias de folga, da beleza que é circundar a Lei, das peripécias no Montepio (para aliviar as contas teve de aumentar a idade da reforma)… para não falar dos custos nas reposições das pensões douradas e prateadas… Não há como ser Socialista da fibra de Sócrates, esse genial 1.º… de Abril!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: