Colocações de Contratados Desde 2012 nas Reservas de Recrutamento Até à RR6

Se dúvidas ainda existissem com a evolução positiva no número de contratados colocados este ano basta olhar para o quadro seguinte e verificar que nas Reservas de Recrutamento, incluindo Contratação Inicial e Renovações este ano já teve quase o dobro de colocados do que no ano passado.

Bem sei que no ano passado e em 2014 a BCE teve muitos contratados colocados que nunca se chegou a saber ao certo quantos foram, especialmente em 2015 que nunca chegou a sair uma lista de contratos activos.

Em 7 de Novembro de 2014 havia 4341 contratos activos em BCE e mesmo que 2015 houvesse número idêntico, ainda estaríamos muito longe das 18.473 colocações que ocorreram este ano em CI/REN e RR.

 

rr6

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2016/10/colocacoes-de-contratados-desde-2012-nas-reservas-de-recrutamento-ate-a-rr6/

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • ai on 18 de Outubro de 2016 at 23:38
    • Responder

    o melhor ano para os contratados. Razões ? este é um ano em que saiu poucos professores do ensino. Qual a razão desta tendência ?

    • Paula on 19 de Outubro de 2016 at 9:45
    • Responder

    Será resultado do ATE????????????????????

    • lia on 19 de Outubro de 2016 at 22:45
    • Responder

    Arlindo, de facto este ano houve mais colocações do que nos anos anteriores, No entanto, tal facto não se deve apenas à inclusão dos horários da BCE no concurso do MEC. Há outro factor a considerar e que é também bastante relevante: muitos horários vieram a concurso mais do que uma vez devido às inúmeras denúncias, criando também a ilusão de haver um aumento de horários.


    1. Mas nós últimos dois anos ainda foi pior porque os colocados na CI e nas RR ainda puderam ser colocados em BCE.

        • lia on 20 de Outubro de 2016 at 8:37
        • Responder

        Não sei se foi pior. Como não temos dados fidedignos do número de horários que existiram nas BCE, torna-se difícil saber se houve mais ou menos horários, assim como denúncias. Até porque muitos dos que estavam bem posicionados no concurso nacional não o estavam na listas das BCE. Este ano, pela transparência, é mais fácil fazer estudos, no entanto, parece-me abusivo fazer comparações com o que aconteceu nos anos anteriores, porque a realidade não é a mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog