«

»

Out 19 2016

Imprimir Artigo

Audição dos peticionários – “Aplicação do Princípio da Igualdade aos Docentes do 1.º Ciclo” – Na Comissão de Educação

Ficaram respostas por dar. Muito havia a explicar. Mas o relógio marcou o tempo.

Parabéns aos peticionários pelas suas intervenções.

Fica aqui o áudio da audição.

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2016/10/audicao-dos-peticionario-aplicacao-do-principio-da-igualdade-aos-docentes-do-1-o-ciclo-na-comissao-de-educacao/

  • Victor Lima Santos
    O horário do 2.° e 3.° Ciclo é de 25 horas x 60 minutos = 1500 minutos, não de 1100 minutos como se referer, os minutos entre os tempos de descanso são considerados como tempo de trabalho, conforme a lei de trabalho. Os professores não trabalham 25 horas, trabalham 35 horas ponto final. Deixem de dar má informação, está tudo no ECD. Os professores do 2.° e 3.° ciclo, o horário contém 22 horas + 3 horas de estabelecimento = 1500 minutos + 600 minutos de trabalho individual = 35 horas por semana ponto final. Não tratem mal os profissionais que formam o futuro.
    • Mércia Fonseca
      No 1.º ciclo são 25hx60min, mas tudo letivo. Nestes 1500min não há descanso. Fora disto ainda há vigilância dos intervalos que é considerada tempo Tempo de estabelecimento; há igualmente a mesma burocracia, reuniões e trabalho individual. Na teoria são 35h, mas na prática é mais mais do que isso. Não há nenhum ponto final.
    • Fátima Graça Ventura
      Caro Victor:
      A sua má informação é que vem prejudicar quem tenta resolver situações absurdas e ilegais.
      No 1. ciclo, os intervalos não integram a componente letiva, nem podem integrar a não letiva de estabelecimento. Andam a “flutuar” sem contar como tempo de trabalho.
      Como pode citar a “lei do trabalho” e não admitir que no 1.º Ciclo, a atual hora diária de intervalo tem que constar do horário de cada docente?
      Depois, está completamente equivocado ao falar de componente letiva e individual. Esquece a componente não letiva de estabelecimento??
      “Está tudo no ECD”- aconselho a leitura dos artigos 76.º e 82.º
    • Calimero
      Caro Victor, tem razão quando diz que os professores trabalham 35 horas, ou melhor, é isso que está definido no total da carga horária semanal. Mas, como sabe, é a componente letiva que provoca maior desgaste físico e psicológico aos docentes. E, essa, é significativamente diferente. Nos 2.º e 3.º ciclos, é de 22hx50min=1100min; no 1.º ciclo e Pré-escolar, é de 25hx60min=1500min. Não sei onde vai buscar 400 min de intervalos para juntar aos 1100 e dizer que é tudo igual. Para além disso, as reduções aos 50, 55 e 60 anos, não existem no 1.º ciclo e Pré-escolar; e as reduções por exercício de cargos (DT, por exemplo) também não existem. Por isso, se analisar melhor a situação e fizer as contas com rigor, vai ver que a diferença é muito significativa.
      Independentemente disso, a petição em questão visa a contagem dos intervalos na componente letiva, como acontecia até 2013, até porque o docente é responsável pelos alunos nesse período, o que não acontece nos outros ciclos.
  • Pingback: Audição dos peticionários – “Aplicação do Princípio da Igualdade aos Docentes do 1.º Ciclo” – Na Comissão de Educação | primeiro ciclo()

x
Gosta do Blog

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar