Estará Mesmo o Governo Interessado em Acabar com a BCE?

Já sabemos que a BCE vai acabar no próximo ano lectivo e que as colocações dos professores em contratação serão apenas feitas através da Reserva de Recrutamento ao longo de todo o ano lectivo.

Mas será mesmo essa a intenção do actual governo para o futuro dos concursos de professores?

Um preâmbulo não fazendo lei demonstra muito do que se pretende para o futuro das colocações dos professores.

Deixo-o aqui em destaque o preâmbulo da alteração ao diploma de concursos com alguns sublinhados e negritos feitos por mim.

E cada um que tire as suas conclusões.

 

 

Os objetivos prioritários da política educativa do XXI Governo Constitucional, configurados no seu programa estratégico, contêm duas medidas essenciais, a de garantia da estabilidade do trabalho nas escolas e a de revisão do processo de recrutamento de educadores e professores. As prioridades invocadas contribuem para o objetivo estratégico de colocar a educação como um meio privilegiado de promoção de justiça social e de igualdade de oportunidades.

Sem prejuízo de uma alteração mais profunda, considerando que as reformas são sempre progressivas, planeadas, negociadas e avaliadas com todas as entidades envolvidas, torna-se necessário de imediato efetuar alterações urgentes ao atual instrumento de gestão dos recursos humanos docentes do sistema educativo, designadamente o concurso da Bolsa de Contratação de Escola.

O procedimento concursal mencionado foi introduzido através do Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio, e é o processo de seleção utilizado pelos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas designados de Território Educativos de Intervenção Prioritária e com contrato de autonomia.

Todavia, volvidos dois anos após a sua introdução, verifica-se que o concurso em causa não introduziu a esperada melhoria nos procedimentos e nas práticas de seleção, recrutamento e mobilidade do pessoal docente. Pelo contrário, confirma-se que o processo é burocrático e moroso, não proporcionado aos professores e alunos um bom serviço educativo.

Pretende-se, em primeira instância, combater a morosidade e a complexidade do Concurso de Bolsa de Contratação de Escola, tornando o sistema de colocações mais eficaz, eficiente e justo. É desejável a convivência entre um sistema universal e centralizado de colocação do pessoal docente nas escolas e um sistema descentralizado, operacional e eficaz, através do qual cada escola possa contratar com base em critérios adequados ao seu contexto. Contudo, tendo em conta a limitação imposta pelos prazos determinados do procedimento legislativo, aliada à necessidade imperiosa de providenciar um início de ano letivo tranquilo para as famílias e professores, tal ensejo não é, para já, possível.

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2016/02/estara-mesmo-o-governo-interessado-em-acabar-com-a-bce/

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • José Lima on 15 de Fevereiro de 2016 at 17:59
    • Responder

    Pois, meu caro Arlindo.
    Tens toda a razão e nada que não se estivesse à espera.
    Esta alteração é meramente conjuntural e o preâmbulo e muito claro. Uma afilhada desta BCE surgirá algures num tempo….e esse tempo já teve um mensageiro este fim de semana.
    Houve alguém que disse que vai refazer o que está a ser desfeito agora (e, digo eu, já estava feito antes).

    • xxx on 15 de Fevereiro de 2016 at 19:26
    • Responder

    É só enquanto o governo PS é de minoria. Logo que o PS tenha maioria absoluta, sem os “amigos” que os colocaram no poder, aí deixa de o ser…

    • maria on 15 de Fevereiro de 2016 at 21:00
    • Responder

    Então a fne deixa-se enganar?

    • eternamentecontratada on 15 de Fevereiro de 2016 at 21:34
    • Responder

    Espero que o monstro da BCE não volte e espero, também, que não venha um monstro maior!

    • Conspirativo on 16 de Fevereiro de 2016 at 15:30
    • Responder

    Se calhar é só um texto e não passa disso mesmo e se fosse levado à letra, teriam encontrado o OVO de COLOMBO!

    • Para quem ainda n percebeu! on 18 de Fevereiro de 2016 at 16:35
    • Responder

    Uma coisa eu sei… Os seus criadores, a PAF e a FNE, não estavam nada interessados em acabar com ela.

    Vamos aguardar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: