Será que vamos ter exames, este ano letivo?

A incógnita continua…

As editoras andam a tentar despachar o stock de livros de preparação para os exames do 1º ciclo.

exames

Chegam às escolas caixas e caixas de manuais de treino para os exames, na  expectativa de que os professores os consigam “despachar”. Mas neste momento as “coisas” parecem que estão a pender para que, já este ano, os exames sejam extintos, pelo menos no 1º ciclo. As declarações sucedem-se nesse sentido, se, é claro, chegarem a “mandar nisto tudo”. A semana passada essas declarações foram:

“o culto das provas do 1.º ciclo” constituiu um “anacronismo histórico” e um exemplo de medidas com efeitos “prejudiciais no processo de desenvolvimento pedagógico” dos alunos. Por isso, pôr-lhes um fim é uma questão urgente. “Temos urgência na proposta, porque é importante e gera concordância. É uma das propostas que é consensual e não causará à partida nenhum problema [entre os partidos da esquerda]”.

“…a deputada admite não poder adiantar para já uma data concreta para que o tema do 1.º ciclo entre na agenda. Mas lembra que “as matérias educativas vão naturalmente estar em cima da mesa” desde o início, até porque “os últimos quatro anos deixaram a escola pública muito mais condicionada”.

Há também a “promessa” eleitoral de que os exames acabariam caso assumissem o poder, o que parece estar quase…

“Reavaliar a realização de exames nos primeiros anos de escolaridade, prática sistematicamente criticada pelas organizações internacionais com trabalho relevante na área da educação, aprofundando a sua articulação com a avaliação interna.”

E na proposta governativa de que se teve conhecimento, aparece exatamente o mesmo…

 

O que ainda ninguém referiu, concretamente, é o que vai surgir entretanto em substituição…

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/11/sera-que-vamos-ter-exames-este-ano-letivo/

9 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 20:57
    • Responder

    “Será que vamos ter exames, este ano letivo? ”
    Gostei – especialmente – do soluço!

      • Rui Cardoso on 9 de Novembro de 2015 at 21:03
      • Responder

      Gostei que gostasses… do soluço!

        • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 21:45
        • Responder

        Gostei ainda mais da iluminação de o erro não ser reconhecido. Assim, sinto-me liberto.

          • Rui Cardoso on 9 de Novembro de 2015 at 21:58

          Isso vindo de ti… preocupa-me!!! Será que não entendeste?

          • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 22:11

          Entendi, mas já não é de agora, que a forma ajuda a consubstanciar a substância – mas não chega. O problema é o facto de facto!

          • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 22:25

          De repente fico importante, vindo de mim através de ti?
          Detesto é quem não pretende pagar pelo devir, a forma é arte, prefiro ser mal-amado do que enganado por facilitadores.

    • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 22:47
    • Responder

    Voltando à vaca fria:

    “Chegam às escolas caixas e caixas de manuais de treino para os exames, na espectativa de que os professores os consigam “despachar”.
    Pois. E daí? Conclui-se por antecipação?

    • Fafe on 9 de Novembro de 2015 at 22:52
    • Responder

    É um escândalo que não tenhas exames.

    • Visitante on 9 de Novembro de 2015 at 23:00
    • Responder

    Este dialogo entre autores… não caí bem, a “guerra” que continue nos bastidores, pelo que parece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog