9 de Novembro de 2015 archive

Os Manuais Escolares – Crónica de António Barreto

Os manuais escolares

 

 

Uma família de dois filhos gastou, em setembro deste ano, 685,68euro em livros obrigatórios e material. O do 5.º ano, 473,68euro. O do 3.º ano, 212,00euro.

Outra mãe de dois filhos deu-me informação pormenorizada sobre alguns manuais dos 7.º e 10.º anos. O mais barato custa 23,28euro e o mais caro 39,79euro. No total, uma verba acima dos 600,00euro.

Pensando no rendimento das famílias portuguesas, na necessidade de desenvolver a educação e no custo real da produção de livros, estes são preços absurdos.

Ao fim de trinta ou quarenta anos de leis, umas de direita, favoráveis à liberdade, outras de esquerda, orientados pela igualdade, temos preços de manuais obscenos. Mais caros do que livros de autores famosos com direitos de autor elevados…

Vejamos o que nos diz a teoria. Com a direita, a liberdade de escolha preside à nossa vida. A concorrência beneficia o consumidor. A mão invisível faz com que as distorções do mercado não desempenhem um pérfido papel. Na sua impiedade, o mercado eliminará a corrupção e a especulação. Com a liberdade, sei quais são os melhores manuais escolares para os meus filhos.

Com a esquerda, o Estado protector preside à nossa vida. O Estado regula o mercado e a minha escolha é informada. A autoridade democrática impõe preços razoáveis, zela pela igualdade, proíbe a corrupção e fomenta a qualidade técnica. Com o Estado, sei quais são os melhores manuais escolares para os meus filhos.

O que temos, num e noutro caso, são os manuais mais caros da Europa, pesados, luxuosos e efémeros. Não transitam de irmão para irmão, são impressos em papel muito caro e têm páginas inúteis em papel couché. Abundam em exercícios fúteis e fotografias ridículas. Muitos são de medíocre qualidade técnica e científica.

A produção de manuais escolares está nas mãos de um racket com mais poder do que o Estado e as famílias. Com mais força do que a esquerda e a direita.

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/os-manuais-escolares-cronica-de-antonio-barreto/

Será que vamos ter exames, este ano letivo?

A incógnita continua…

As editoras andam a tentar despachar o stock de livros de preparação para os exames do 1º ciclo.

exames

Chegam às escolas caixas e caixas de manuais de treino para os exames, na  expectativa de que os professores os consigam “despachar”. Mas neste momento as “coisas” parecem que estão a pender para que, já este ano, os exames sejam extintos, pelo menos no 1º ciclo. As declarações sucedem-se nesse sentido, se, é claro, chegarem a “mandar nisto tudo”. A semana passada essas declarações foram:

“o culto das provas do 1.º ciclo” constituiu um “anacronismo histórico” e um exemplo de medidas com efeitos “prejudiciais no processo de desenvolvimento pedagógico” dos alunos. Por isso, pôr-lhes um fim é uma questão urgente. “Temos urgência na proposta, porque é importante e gera concordância. É uma das propostas que é consensual e não causará à partida nenhum problema [entre os partidos da esquerda]”.

“…a deputada admite não poder adiantar para já uma data concreta para que o tema do 1.º ciclo entre na agenda. Mas lembra que “as matérias educativas vão naturalmente estar em cima da mesa” desde o início, até porque “os últimos quatro anos deixaram a escola pública muito mais condicionada”.

Há também a “promessa” eleitoral de que os exames acabariam caso assumissem o poder, o que parece estar quase…

“Reavaliar a realização de exames nos primeiros anos de escolaridade, prática sistematicamente criticada pelas organizações internacionais com trabalho relevante na área da educação, aprofundando a sua articulação com a avaliação interna.”

E na proposta governativa de que se teve conhecimento, aparece exatamente o mesmo…

 

O que ainda ninguém referiu, concretamente, é o que vai surgir entretanto em substituição…

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/sera-que-vamos-ter-exames-este-ano-letivo/

Efemérides

 

9 de Novembro de 1989

 

Este poste é do

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/efemerides-4/

Resumo Do Fim-De-Semana

Depois disto:

ame

 

, isto:

ib

 

Este poste é do

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/resumo-do-fim-de-semana-31/

Sobre o Recrutamento Docente

Há no programa do hipotético governo de “esquerda” uma leve esperança que algo mude para melhor, mas dito de uma forma onde tudo pode encaixar.

Só o tempo dirá se há vontade de terminar com a atual BCE, apesar de ao longo de quase todo o documento se anunciar o reforço da autonomia das escolas.

 

recrutamento

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/sobre-o-rcerutamento-docente/

Proposta de Programa de Governo da “Esquerda”

Clicar na imagem para ler o documento.

 

PS proposta

Link permanente para este artigo: https://www.arlindovsky.net/2015/11/proposta-de-programa-de-governo-da-esquerda/

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores: