Blogosfera – ComRegras

Artigo bastante completo sobre o tempo lectivo e as necessárias pausas que devem ocorrer para descompressão dos alunos e dos docentes.

Ler o artigo completo no link seguinte:

 

Panelas de Pressão

 

panelas-pressão-ferver

 

Segundo os dados do Eurydice, Portugal apresenta das mais altas cargas letivas, principalmente em anos mais baixos. Ao contrário de outros países, como a “modelo” Finlândia, que apresenta muito menos horas letivas. Os resultados escolares e níveis de indisciplina são sobejamente conhecidos. Coincidências? Na educação é difícil haver coincidências…

No Estudo comparativo da carga horária em Portugal e noutros países, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, de 2014, é possível constatar isso mesmo.

 

Carga horária Portugal_Finlândia e Bulgária

O mesmo acontece na carga horária total na escolaridade obrigatória. Onde só a Holanda nos ultrapassa.

Carga Horária Total no Ensino Obrigatório

Qual é a criança/jovem que consegue apresentar altos níveis de concentração/desempenho durante tantas e tantas horas?

O que fazer?

É necessário rever currículos. A sua dimensão é, na minha opinião, demasiado extensa. Recentemente aumentou-se a carga letiva para as disciplinas ditas “nucleares”, retirando as áreas curriculares não disciplinares, mas os resultados preliminares não revelam uma melhoria significativa nessas áreas. Talvez o caminho devesse ser outro, otimizando currículos, centrando-os no que é essencial e eliminando o supérfluo, em vez de “atirar” mais horas para cima dos alunos.

É preciso alterar a duração dos intervalos porque 10 minutos não são intervalos. Servem para ir à casa de banho, mudar de sala e pouco mais. Não há descanso nem tempo para descomprimir.

Seguir:
arlindovsky
Seguir:

Latest posts by arlindovsky (see all)

Link permanente para este artigo: http://www.arlindovsky.net/2015/04/blogosfera-comregras-3/

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Maria Sobral on 20 de Abril de 2015 at 19:22
    • Responder

    Na maior parte dos países com menos carga letiva, têm mais horas das disciplinas nucleares do que em Portugal. Está provado que nos primeiros anos a carga horária de Matemática e literacia deve ser ainda maior para que o sucesso seja pleno nos anos que se seguem. Por isso, o problema não são as disciplinas nucleares, pois como próprio nome indica são mesmo nucleares e esperemos que futuramente, lhes seja atribuída mais carga letiva em detrimento de outras cuja oferta existe fora da escola.

      • Pois on 20 de Abril de 2015 at 23:22
      • Responder

      Claro, és de matemática ou português e defendes a tua barriga. Esse é o teu único e exclusivo fundamento, que vais defender com todos os dentes…

        • Maria Sobral on 21 de Abril de 2015 at 0:43
        • Responder

        Por acaso sou de ciências, onde a aposta deveria ser muito maior…

    • ACSilveira on 21 de Abril de 2015 at 3:24
    • Responder

    Haja clarividência! Como é que se discute a carga semanal a partir das horas anuais. Não heverá mais e maiores pausas letivas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Seguir

Recebe os novos artigos no teu email

Junta-te a outros seguidores:

x
Gosta do Blog